menu
Partilhar

Patas avermelhadas em cachorros - Causas, tratamentos e remédios

 
Por Cristina Pascual, Veterinária. 16 março 2022
Patas avermelhadas em cachorros - Causas, tratamentos e remédios

Ver fichas de  Cachorros

Os cachorros sofrem frequentemente de processos que causam vermelhidão da pele em seus membros e nas almofadas. Há muitas causas para esta condição, que vão desde processos alérgicos e infecciosos até o mau cuidado das unhas e patas. O conhecimento e a aplicação de uma série de medidas preventivas evitará muitas das causas que podem dar origem a este processo, que pode gerar a vermelhidão entre os dedos do cachorro.

Por esta razão, recomendamos que você não perca o seguinte artigo do PeritoAnimal, no qual explicamos os aspectos mais importantes das patas avermelhadas em cachorros, incluindo suas causas, sintomas e remédios.

Por que o cachorro fica com as patas avermelhadas

Nesse primeiro ponto, vamos analisar as diferentes causas de avermelhamento das patas dos cachorros. Mas antes de fazer isso, devemos primeiro considerar qual parte do membro é afetada pela vermelhidão:

  • Pele: o avermelhamento da pele é chamado eritema. Em cachorros é mais comum ver avermelhamento da pele nas axilas ou virilhas, na parte interna das patas ou entre os dedos dos pés.
  • Almofadas: a vermelhidão será mais evidente em cachorros com almofadas não pigmentadas, embora no caso de lesões graves também possa ser vista em almofadas pigmentadas. Assim, é possível ver a vermelhidão entre os dedos do cachorro.

Agora que distinguimos as partes dos membros que podem ser afetadas pela vermelhidão, vamos analisar cada uma das causas que podem levar à vermelhidão das patas.

Alergias

Nos cachorros, existem diferentes tipos de alergias que podem causar avermelhamento da pele nas suas patas. As mais importantes são:

  • Alergia alimentar: em cachorros com alergia alimentar, o eritema (vermelhidão) é geralmente observado no nível interdigital (entre os dedos dos pés), na virilha e nas axilas. Além das extremidades, a vermelhidão também é frequentemente vista na barriga e no rosto, ao redor da boca e dos olhos. Nesses casos, o eritema está associado a outros sinais clínicos, como prurido e alopecia.
  • Dermatite atópica: neste caso, a alergia é causada por alérgenos ambientais como o pólen ou os ácaros. Apresenta-se de maneira muito semelhante à alergia alimentar, com eritema, prurido e alopecia. É um processo típico no bulldog francês, pois é uma raça com predisposição genética para esta patologia.
  • Hipersensibilidade à picada de pulgas: é causada por alérgenos na saliva depositada pela pulga ao se alimentar, entretanto, nem todos os cachorros com pulgas sofrem deste processo, apenas aqueles que desenvolvem uma reação de hipersensibilidade a estes alérgenos. Neste caso, a vermelhidão geralmente aparece no lado interno dos membros, na parte inferior das costas e ao redor do rabo. Geralmente é acompanhada de prurido, alopecia e crosta.
  • Dermatite por contato: é uma reação alérgica que ocorre quando a pele entra em contato com "produtos químicos", que podem ser produtos de limpeza, verniz, grama artificial, etc. Geralmente, a vermelhidão aparece na área onde há menos pelo, já que funciona como uma barreira. Por esta razão, é comum observar a vermelhidão entre os dedos do cachorro, virilhas e axilas sejam afetados, assim como outras partes do corpo, como o saco escrotal ou os lábios.

Doenças infecciosas

Os microrganismos patogênicos que podem causar infecções cutâneas são principalmente bactérias e fungos. Quando estes agentes produzem uma infecção na pele das patas ou outras áreas do corpo, um dos sinais que pode ser observado é eritema ou vermelhidão da pele. As infecções mais comuns são:

  • Piodermite superficial: é uma infecção bacteriana, geralmente causada por Staphylococcus intermedius. Além da vermelhidão da pele, podem observar-se áreas de alopecia com pústulas (acumulações de pus na epiderme) e prurido moderado.
  • Dermatofitose: trata-se de uma infecção causada por fungos dos gêneros Microsporum e Trichophyton. Geralmente, as lesões avermelhadas e arredondadas aparecem em áreas com alopecia.

Doenças parasitárias

As doenças parasitárias que podem afetar a pele das patas são causadas principalmente pelos ácaros:

  • Demodicose: causado pelo ácaro Demodex canis. É conhecida como "sarna vermelha", pois o eritema ou vermelhidão é um dos principais sinais clínicos da doença. Além disso, pode-se observar alopecia, espessamento da pele e outros sinais variáveis como pápulas, pústulas, crostas, hiperpigmentação, etc.
  • Sarna sarcóptica: causada pelo ácaro Sarcoptes scabiei. Caracteristicamente, o rosto, as bordas das orelhas e as projeções ósseas dos membros (por exemplo, cotovelos, patas ou joelhos) são afetados inicialmente. Além de vermelhidão, alopecia, escamação, crosta e prurido intenso são observados.

Corpos estranhos

O perigo que os espigões representam para os cachorros é bem conhecido. Com a chegada do bom tempo, é comum que estas "varetas" afiadas, em forma de flecha, fiquem presas no pelo do cachorro, ou pior, fiquem presas na pele, causando feridas, abcessos e infecções. Uma das áreas onde os espigões frequentemente ficam presos é a área interdigital (entre os dedos dos pés). Nestes casos, a inflamação ocorre no nível interdigital onde se pode observar vermelhidão, inchaço, calor e dor.

Objetos afiados como vidro ou pregos também podem ficar presos nas almofadas ou na área interdigital, causando úlceras dolorosas e infecções. Algo semelhante pode acontecer quando o cuidado adequado com as unhas não é realizado. A ausência de corte regular das unhas pode causar o crescimento das unhas na pele, levando a um processo inflamatório caracterizado por vermelhidão, inchaço, calor e dor.

Temperaturas extremas

Tanto as altas quanto as baixas temperaturas podem causar inflamação e vermelhidão nas almofadas do cachorro. No verão, a temperatura do solo pode se tornar muito alta (especialmente em pavimentos escuros como o asfalto), o que pode levar à queimadura das almofadas. O mesmo pode acontecer no inverno, quando o solo está coberto de gelo ou neve, também levando à vermelhidão entre os dedos do cachorro.

Solos abrasivos

Caminhadas longas ou exercícios extenuantes em superfícies muito abrasivas, tais como asfalto, concreto ou areia de praia, podem desgastar as almofadas e causar vermelhidão, até mesmo erosões ou úlceras.

Patas avermelhadas em cachorros - Causas, tratamentos e remédios - Por que o cachorro fica com as patas avermelhadas

Sintomas associados às patas avermelhadas em cachorros

Na primeira parte deste artigo, desenvolvemos as diferentes causas que podem causar a vermelhidão nas patas dos cachorros. No entanto, na maioria dos casos, este sintoma não aparece sozinho, mas muitas vezes está associado a outros sinais dermatológicos, como por exemplo:

  • Alopecia.
  • Descamação ou caspa.
  • Pápulas: pequenos grânulos avermelhados.
  • Pústulas: acumulações de pus na epiderme.
  • Erosões e úlceras.
  • Crostas.
  • Coceira ou prurido.

O conjunto de sinais cutâneos ajudará a orientar o diagnóstico e a selecionar os testes complementares mais apropriados para determinar a causa do avermelhamento das patas e a vermelhidão entre os dedos do cachorro.

Tratamento para patas avermelhadas em cachorros

Como você descobriu ao longo deste artigo, existem múltiplas causas que podem levar ao aparecimento das patas avermelhadas em cachorros. Portanto, sempre que você detectar este sinal clínico, é aconselhável ir a um veterinário(a) de confiança para que ele possa avaliar a causa desta alteração e estabelecer o tratamento mais apropriado.

Por exemplo, no caso de uma alergia alimentar, será necessário encontrar o alimento que provoca a reação e eliminá-lo da dieta. Quando ocorre uma infecção bacteriana, é necessário administrar antibióticos e até mesmo usar um xampu específico. Se a causa é a sarna demodécica, administrar o antiparasitário apropriado é o principal tratamento.

Como podemos ver, o tratamento varia muito de uma causa para outra, e é por isso que é essencial identificar por que o cachorro está com a pata avermelhada a fim de curá-lo.

Remédios caseiros para patas avermelhadas em cachorros

É claro que o fato de existirem tantas causas para as patas avermelhadas em cachorros significa que não existe um remédio genérico que seja eficaz em todos os casos. Portanto, você deve saber que para resolver este problema é essencial que um veterinário faça um diagnóstico preciso e, com base nisto, estabeleça um tratamento específico:

  • Os processos alérgicos podem ser tratados com imunoterapia, dietas hipoalergênicas ou dietas de eliminação, ou seja, cortando determinados alimetnos. Além disso, tratamentos sintomáticos para controlar a coceira, baseados em glicocorticóides e oclacitinibe, podem ser estabelecidos.
  • Os processos infecciosos devem ser tratados com antibióticos ou antifúngicos, tanto orais quanto tópicos, e com anti-sépticos como o peróxido de benzoíla. Além disso, nestes casos é importante realizar uma correta limpeza e desinfecção do ambiente do animal, utilizando soluções de hipoclorito de sódio (diluição 1/10).
  • As doenças parasitárias requerem tratamento com medicamentos antiparasitários. Além disso, o tratamento medicamentoso pode ser complementado com o uso de um shampoo específico.
  • Lesões nas almofadas ou a vermelhidão entre os dedos do cachorro (corpos estranhos, queimaduras, abrasão, etc.) requerem curativos periódicos, desinfecção com antissépticos tópicos, curativos, etc.

Se a vermelhidão nas patas de seu cachorro for causada por dermatites, você pode consultar este outro artigo: "Remédios caseiros para dermatite canina".

Como evitar que as patas dos cachorros fiquem avermelhadas?

Algumas das causas de patas avermelhadas em cachorros, tais como alergias, não são evitáveis. Entretanto, muitas outras causas podem ser evitadas tomando as seguintes medidas preventivas simples:

  • Manter um alto nível de higiene no ambiente ao redor do animal.
  • Cumprir com o programa de desparasitação interno e externo prescrito por seu veterinário.
  • Cuidar da área das patas do cachorro: aparar as unhas regularmente, evitar andar sobre pisos muito abrasivos, muito quentes ou muito frios, evitar excesso de umidade nas almofadas e ter cuidado com espigões, objetos cortantes ou afiados no piso.
  • Hidratação das almofadas quando secas ou rachadas: pomadas com extrato de centella asiática, aloe vera ou vaselina podem ser aplicadas, o que dará às almofadas a hidratação e a elasticidade de que necessitam.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Patas avermelhadas em cachorros - Causas, tratamentos e remédios, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas da pele.

Bibliografia
  • Hnilica, K.A. (2011). Small animal dermatology: a color atlas and therapeutic guide. Elsevier/Saunders
  • Muller, G.H. (2001). Muller & Kirk’s small animal dermatology. W.B. Saunders

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Patas avermelhadas em cachorros - Causas, tratamentos e remédios
1 de 2
Patas avermelhadas em cachorros - Causas, tratamentos e remédios

Voltar ao topo da página