Partilhar

Gastrite em cães

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 14 junho 2017
Gastrite em cães

Ver fichas de  Cachorros

A gastrite é uma das condições gastrointestinais mais frequentes nos cães e, consiste na inflamação da mucosa gástrica e pode ser aguda (repentina e de curta duração) ou crônica (de desenvolvimento lento e persistente). Em qualquer um dos casos, esta doença não costuma ser falta para os cachorros quando se segue o tratamento adequado.

Para que a possa detetar a tempo e evitar que o quadro clínico do seu cachorro piore, neste artigo do PeritoAnimal vamos lhe explicar os sintomas da gastrite em cães, as causas mais frequentes que a provocam, o tratamento e os métodos de prevenção, entre outros dados de interesse.

Também lhe pode interessar: Remédios caseiros para gastrite em cães

Sintomas da gastrite canina

Os principais sintomas da gastrite em cachorros compreendem os vômitos e a dor abdominal, mas também podem aparecer outros sinais da doença. Os sintomas mais comuns desta doença em cães são:

  • Vômitos severos e persistentes na gastrite crônica. Podem ter bile (amarelo), sangue fresco (vermelho escuro) ou sangue digerido (apresenta grãos escuros como sementes de café).
  • Vômitos repentinos e frequentes na gastrite aguda. Também podem ter bile, sangue fresco ou sangue digerido.
  • Vômitos com espuma branca - quando o animal já não tem nada no estômago
  • Dor abdominal que pode ir desde leve até intensa.
  • Perda de apetite.
  • Perda de peso.
  • Diarreia.
  • Desidratação.
  • Fraqueza.
  • Letargia.
  • Presença de sangue nas fezes.
  • Mucosas pálidas devido à perda de sangue.
  • Mucosas amarelas devido à ingestão de toxinas.
  • Baba.

Causas e fatores de risco

A gastrite aguda está quase sempre associada com a ingestão de substâncias prejudiciais para o cachorro. Pode acontecer porque o cachorro come alimentos em estado de decomposição, ingere substâncias tóxicas (venenos, medicamentos para humanos, etc), ingere comida em excesso, come fezes de outros animais ou come substâncias não digeríveis (plásticos, tecidos, brinquedos, etc). Também acontece por parasitas internos, infecção bacteriana ou viral ou, por doenças de outros órgãos como os rins e o fígado.

Se não se tratar adequadamente, a forma aguda da doença pode desenvolver para gastrite crônica. Esta última é causada pelo dano a longo prazo da mucosa gástrica e a flora bacteriana do aparelho digestivo. Algumas coisas ingeridas pelo cachorro e que não são digeríveis podem permanecer no estômago sem atravessar todo o aparelho digestivo, causando irritação e inflamação. É o caso dos plásticos, pedaços de tapetes, papel, brinquedos de borracha e outros elementos que são ingeridos com frequência pelos cachorros.

Outras causas da gastrite canina crônica são as doenças. Infecções bacterianas, infecções virais, cinomose, parvovirose, câncer, problemas renais, doenças hepáticas e alergias alimentares podem provocar gastrite em cachorros. Os químicos persistentes no ambiente, como os fertilizantes e pesticidas, também podem causar esta forma da doença.

A gastrite afeta os cachorros independente da raça ou sexo, mas existe um fator de risco no comportamento dos cachorros e a tendência irresponsável de alguns donos. Os cachorros que comem do lixo, que passeiam livremente pelas ruas e que comem com frequência as fezes de outros animais, são mais propensos a sofrer de quadros de gastrite. Os cães que comem erva com frequência também são propensos, principalmente pela presença de fertilizantes e pesticidas.

Gastrite em cães - Causas e fatores de risco

Diagnóstico

O diagnóstico inicial faz-se com base no histórico clínico e nos sintomas que o cachorro apresenta. Além disso, o veterinário vai querer conhecer os hábitos alimentares do animal, se tire comida do lixe, se morde móveis e roupas, se teve acesso a lugares onde se guardam venenos ou medicamentos, como é a sua dieta normal e se tem outros doenças a serem tratadas. Também examinará fisicamente o cachorro, observando dentro da boca e apalpando o pescoço, o peito, a barriga e os flancos.

Para diagnosticar a gastrite canina pode ser necessária uma análise de sangue para ver se existem tóxicos ou patologias que não foram consideradas. Além disso, podem ser necessárias as radiografias e ecografias para ver se existe algum corpo estranho dentro do estômago. Quando se suspeita de uma gastrite crônica, o veterinário pode pedir uma biopsia de mucosa gástrica.

Gastrite em cães - Diagnóstico

Tratamento para a gastrite canina

O tratamento da gastrite canina costuma começar por retirar ao animal a comida durante um determinado período de tempo, que pode ir das 12 às 48 horas. Em alguns casos o veterinário pode recomendar também, limitar a quantidade de água sem a tirar por completo. Além disso, o veterinário recomendará uma dieta adequada que normalmente tem que se dar em rações pequenas e frequentes, até que a gastrite se tenha curado.

Quando for necessário, o veterinário irá receitar antibióticos, corticosteroides, antieméticos (para evitar os vômitos) ou outros medicamentos que considerar oportunos para cada caso. Se a gastrite for causada por um objeto estranho no estômago, a única solução costuma ser a cirurgia.

A maioria dos casos de gastrite em cachorros tem um bom prognóstico depois do tratamento. No entanto, as gastrites causadas por câncer e outras doenças sistêmicas podem ter um prognóstico menos favorável.

Gastrite em cães - Tratamento para a gastrite canina

Prevenção da gastrite em cachorros

Como acontece com a maioria das condições, o melhor tratamento é sempre a prevenção. E para prevenir a gastrite canina, no PeritoAnimal recomendamos que tenha em conta os seguintes conselhos:

  • Evitar que o cachorro roube comida da lixeira.
  • Não permitir que o cachorro saia sozinho e ande vagueando pelo bairro.
  • Evitar que o cachorro tenha acesso a substâncias tóxicas e medicamentos.
  • Não dar de comer em excesso.
  • Não lhe dar de comer as sobras de comida (especialmente nas festas), para além da sua comida normal.
  • Não lhe dar comidas que lhes provoquem alergias.
  • Manter em dias as vacinas do filhote e do cachorro adulto.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Gastrite em cães, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas intestinais.

Escrever comentário sobre Gastrite em cães

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
8 comentários
elcius
como é a azia em animais
Lays
Meu cachorro teve gastrite, aparentemente estava bem, mas eu vi ele comendo planta do jardim e tirei da boca dele (nessa hora acho que ele já estava com dor de barriga) passou o dia brincando normal. No dia seguinte pela manhã vomitou coágulos de sangue, dei ração, mas ele vomitou tbm, mandei foto pra veterinária, e graças levei meu filho a tempo, está se tratando com antibióticos e se alimentando com peito de frango desfiado e um pouco de ração, diminuímos a quantidade de comida até ele ficar totalmente bem. Ele é muito ansioso, come tudo em menos de um min, não mastiga a comida, isso deve ter contribuído para a gastrite dele.
Nereide Colombo
Meu cachorro ta com gastrite já fez todos os exames sofri muito com isso a noite ele gritava de dor to dando medicamentos que o veterinário receitou ele melhora um pouco quando come sopa de arroz e frango Más depois de zetto.tempo ele vomitao veterinário mandou dar salchici presunto e aquela carne de.xache será que isso não vai prejudicar mais pois não consigo comprar um medicamento que ele receitou moro em americana e aqui tá ém faltaque é ó sucrafilme o que fazer
Mônica Moreno
Vc deve levar em um Gastro. Mudar somente a alimentação não irá resolver muito.
Marcia rodriguez
Meu per ta vumitando sangue ja esta sendo medicado mas esta com cheiro forte posso dar banho nele
neto
meu cachorro vomita tudo que come
ele vomita um baba branca e o veterinario passou omeprazol pra humano e ate nao melhorou
A sua avaliação:
Monica Moreno
Boa noite! Tenho uma york de 4 anos. Faz 1 mês que estou na luta pra curar gastrite. Ja passou por 3 veterinários. Enquanto está tomando os medicamentos, fica bem! Basta parar, passam as vezes 5 dias, ai volta os vômitos. Troquei a ração pra hipoalergenica gastro intestinal.. Tem dias que nao quer comer. Mas esta esperta! So não consigo entender, porque não melhora. Faze 8 dias que esta tomando os medicamentos. Hj a noite, teve diarreia bem amarela.
O que faço? Ja fez exames de fezes, sangue e não deu nada. Grata.
Bruno
Tenta colocar comida natural, canja e etc. Pode melhorar bem a gastrite
Gabriela
Seu cachorro melhorou?
Michele
O meu tem gastrite e não dou mais ração. Faço sopa de legumes (abobrinha, mandioquinha, batata doce, chuchu, cenoura e peito de frango) depois trituro no liquidificador e coloco em potinhos e congelo, conforme a necessidade tiro do congelador e ofereço. Dificil a gastrite atacar dessa forma. Consegui controlar com a alimentação Natural (desta forma o estomago nao faz força para degerir o alimento pois esta pastoso). Espero poder ter ajudado.
Julia a
A minha york era assim o que era salvando a minha cachorrinha de 4 anos e a ração ZD digestivo e antialérgica só que essa ração e cara 289,00 3 kilos

Não vomita mais e nem diarreia tem para cachorro grande e só pegar e cortar a ração com aquele cortador de remédio se vc achar que e grande ... tem de raça pequeno mais é difícil
De achar
Mônica Moreno
Hj minha filha tem acompanhamento de uma Gastro. Ela melhorou bastante depois de um longo tempo tomando medicamentos.
A sua avaliação:
Lila
Muito obrigada foi bastante esclarecedor.
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Lila! Que bom que que gostou da matéria! Obrigada por seguir o PeritoAnimal!
dalavnete
tenho um pinscher , e fiz exame leucocitos deram baixinhos e agora ta abatida , muito magra, e com os pelos caindo e sei tambem que tem gastrite tem um odor muito forte na boca, as vezes come vomitar ou sente dores.
elcius
nossa procure um veterinário , pode ser ate mais grave

Gastrite em cães
1 de 4
Gastrite em cães

Voltar ao topo da página