Partilhar

O que devo fazer se meu cachorro atacar outro cachorro

Por Mercè Garcia. Atualizado: 20 novembro 2019
O que devo fazer se meu cachorro atacar outro cachorro

Ver fichas de  Cachorros

Muita gente se relaciona de forma errada o domínio dos seus cachorros com as atitudes violentas que desenvolvem durante o passeio. Um cachorro que ataca outro tem um grave problema e, isso o afeta diretamente, assim como seu dono. Pode tratar-se de insegurança ou de uma incorreta socialização na maioria dos casos.

É verdade que nem todos os cachorros se dão bem entre si, podem existir sempre pequenas brigas sobretudo se houver comida no meio e mesmo assim o comportamento natural do seu cachorro deve ser amigável e curioso, como regra geral. Neste artigo do PeritoAnimal vamos explicar o fazer se seu cachorro atacar outro cachorro e porque um cachorro ataca outro.

Também lhe pode interessar: Porque minha cadela ataca minha outra cadela?

Porque um cachorro ataca outro

Estresse, medo de outros cachorros (por uma socialização incorreta ou inexistente) ou até um excesso de atividade são algumas das causas que explicam porque um cachorro ataca outro:

  • O cachorro pode sofrer de estresse o que provoca agressividade e tensão acumulada. O seu cachorro cumpre com as 5 liberdades? É importante que o seu cachorro tenha o maior grau de bem-estar possível.
  • Se não cumprir com os seus requisitos físicos e mentais, o seu cachorro pode sofrer de um excesso de atividade que acaba explodir em tentativas de agressividade com outros cachorros.
  • Alguns animais podem ter medo de outros cachorros. Alguns poderão demonstrá-lo comunicando-se através de latidos e outros poderão se esconder, dependerá da personalidade de cada um.
  • A falta de socialização costuma ocorrer especialmente em cachorros que não tenham tido uma fase de filhote adequada. Não aprenderam a relacionar-se ao serem afastados dos seus pais e irmãos, por este motivo não sabem comunicar-se com outros animais de estimação. Se você considera essa possibilidade, sugerimos a leitura do post sobre o que fazer quando dois cachorros se dão mal.
  • Em alguns casos pode acontecer que dois animais se deem mal, é totalmente compreensível e natural, tal como pode acontecer a nós com outras pessoas.
  • Doenças de todo o tipo: além das causas anteriores, a tentativa de um cachorro atacar outro pode se dever a algum tipo de doença que precise de ser tratada. Apenas um especialista pode certificar este problema.

Fazemos questão de destacar a importância de recorrer a um educador canino ou a um etólogo, pois o comportamento exageradamente agressivo do cachorro com outros cães pode ser por muitos motivos que nem sempre somos capazes de identificar. Apenas um especialista conseguirá tratar com mais eficácia o problema que o nosso cachorro possa ter.

O que devo fazer se meu cachorro atacar outro cachorro - Porque um cachorro ataca outro

'Meu cachorro ataca outros cachorros'

A compreensão da natureza do cachorro é fundamental neste caso para encontrar a chave e resolver o problema, como comentado anteriormente.

Cachorro brigões

Recomendamos que, de forma urgente, você procure um educador canino para tratar o comportamento agressivo. Isso é muito importante ou pode ter consequências graves se o seu cachorro ataca outros, resultando em lesões e uma falta de cuidados. Se o seu cachorro está estranhando todo mundo pode ter inclusive ter que indenizar ou cobrir os gastos médicos do cão atacado ou pagar uma multa, dependendo do Estado.

Alguns conselhos para a segurança do seu cachorro e dos outros são:

  • Não deixe que o seu cão se aproxime de outros, perante uma má impressão é melhor seguir com o nosso caminho como se não fosse nada;
  • O passeio deve ser um momento entre tutor e cachorro. Preste atenção a isso, brinque com ele e o guie com a coleira curta;
  • Se você tem medo de que ele possa chegar a morder outro cachorro ou, caso isso tenha acontecido antes, é importante que ele utilize uma focinheira;
  • Faça um seguro de responsabilidade civil para o seu animal de estimação. Ter um seguro lhe permite estar coberto caso você precise pagar um indenização por qualquer acidente. Além disso, você pode desfrutar de descontos nos serviços veterinários, dependendo do seguro que contratar.
  • Ter o calendário de vacinação em dia é fundamental para prevenir doenças no caso de ser mordido ou morder;
  • Chip e chapinha com contatos atualizados. Este é um fator muito importante, pois perante uma situação de estresse tão grave como pode ser uma briga, o cachorro pode se sentir angustiado e tentar fugir. Proteja-o para que ele não se perca e possar ser identificado caso isso aconteça.

Como evitar um ataque de cachorro

Alguns conselhos básicos que permitirão evitar e prevenir uma possível agressão ou ataque de cachorro são:

  1. Tente passear com ele em ambientes tranquilos e livres de outros animais de estimação, pode fazê-lo por exemplo na primeira hora ou última do dia. Desta forma, vocês irão desfrutar muito mais do passeio juntos;
  2. Faça exercícios com o seu animal de estimação, desta forma você ficará mais feliz e livre de estresse;
  3. Deixe-o cheirar o solo, as plantas e os rastros que encontrar, isto fomenta a tranquilidade e o relaxamento do cachorro assim como a sua percepção do ambiente.
  4. Parabenize-o e premie-o sempre que tiver um comportamento positivo, agradável e tranquilo tanto fora, quanto dentro de casa;
  5. Tente relacioná-lo, de vez em quando, com cachorros tranquilos, utilizando sempre uma coleira e a focinheira. Não deve forçá-lo e perante uma situação estressante, o melhor é ir embora rapidamente;
  6. Nunca incentive um comportamento negativo;
  7. Tente fazer com que ele preste atenção durante o passeio. Esta deve ser uma atividade compartilhada entre ambos.
  8. A proteção exagerada no momento da agressão é um erro grave. Nunca o pegue ao colo nesse momento, nem lhe dê comida. Neste momento deve agir dizendo "NÃO" de forma firme e continuar com o passeio como se nada tivesse acontecido.
  9. Não bata, machuque ou utilize qualquer técnica de castigo, isso pode afetar negativamente o comportamento do cachorro e, pode inclusive provocar graves traumas.
  10. O cachorro que está tentando atacar pode redirecionar a sua raiva a si sem querer e marcar sua perna com uma boa mordidela perante uma situação muito grave. Embora o faça sem querer, é um problema que nos indica que devemos recorrer a um especialista o quanto antes. Se isto acontecer, recomendamos que levante um pouco suas patas dianteiras do solo, mas sem o deixar cair, para atrapalhar a sua atenção, mas é importante que faça isto apenas perante um comportamento incontrolável e extremamente agressivo. Ao fazer isto você estará fazendo com que seu cérebro se desconecte momentaneamente do conflito. Use esta técnica apenas se temer pela sua própria segurança. Além disso, para evitar que o machique, pode utilizar arneses especiais para cachorros assim como focinheiras adequadas.

Como tutores inexperientes é importante que deixemos o trabalho do comportamento do cachorro a um especialista, já que não sabemos a causa da sua atitude e algumas técnicas poderiam piorar seu estado.

Existe sempre uma solução para o problema e não existem nem cachorros muito velhos nem cachorros maus, apenas humanos que não sabem entender seu comportamento ou as causas que fazem com que tenha determinada atitude. Agora que você já está informado, você pode utilizar estas técnicas para resolver o problema, mas lembre-se que é fundamental que você vá até um especialista canino pois este tipo de comportamento é altamente problemático e negativo e pode levar a consequência muito graves para ambos.

Primeiros socorros se um cachorro foi atacado

Em caso de acidentes, se um cachorro foi atacado, esses primeiros socorros são fundamentais:

  • Feridas na pele: leve o seu cachorro para uma zona mais tranquila e evite que se mexa. Lave a ferida com água limpa e sabão ou água oxigenada, pressione sobre a mesma com uma gaze ou pano limpo se tiver, para evitar a hemorragia (não utilize gazes elásticas nem tente fazer um torniquete). Vá a um veterinário com urgência, lá receitarão um antisséptico;
  • Feridas nos olhos: não deixe que o cachorro coce, tente lavar-lhe os olhos com água limpa e morna. Se for uma ferida grave, cubra-a com uma gaze ou um pano úmido. Leve-o ao veterinário urgentemente.

Lembre-se que qualquer mordida de outro cachorro pode ser grave pelo risco de infeção e a transmissão de doenças. O especialista é quem vai resolver com mais eficácia este problema.

Como fazer dois cachorros de darem bem

Se os seus cachorros estão se estranhando, essas dicas sobre o período de socialização são fundamentais para fazer dois cachorros se darem bem:

Se deseja ler mais artigos parecidos a O que devo fazer se meu cachorro atacar outro cachorro, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.

Vídeos relacionados com O que devo fazer se meu cachorro atacar outro cachorro

1 de 3
Vídeos relacionados com O que devo fazer se meu cachorro atacar outro cachorro

Escrever comentário sobre O que devo fazer se meu cachorro atacar outro cachorro

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
21 comentários
A sua avaliação:
Luciana Mota
Tenho um Cane Corso com 5 anos, e recentemente adotei um Boxer em Setembro, e em Dezembro um Doberman (são os 3 machos). Com o Boxer, o Cane Corso nunca implicou, brinca com ele. Mas já com o Doberman , o Cane Corso nunca gostou dele e já o mordeu três vezes. As primeiras vezes que o atacou foram em situações de brincadeira, em que o Cane Corso estava a brincar com o Boxer e o Doberman quando se metia na brincadeira, atacava-o. Comecei a pensar que seria só nestas situações, por ciúmes ou por não gostar dele e quando o Doberman crescesse e deixasse de brincar o problema ficaria resolvido. Contudo, a última vez que mordeu foi durante a madrugada, e foi a mais grave pois atingiu-lhe o olho. Preciso de ajuda! Não sei o que fazer!
A sua avaliação:
Heunã
O meu cachorro espero eu e meu marido sair de casa quando ele volto encontro ele comendo outra cachorrinha menor q ele, o que eu n entendo e que ele nunca foi agressivo é castrado e muito manso , e a r fez isso n sei pq..
ele é o marrom da foto
A sua avaliação:
Gina Lucia
Tenho uma femea, lhasa apso, 3 anos, que está conosco desde que nasceu. Faz 11 meses que adotamos um macho, shitzu, 4 anos. Ele tem histórico de abandono e era muito bravo até castrarmos.
Ele convive bem com a fêmea de casa e com os outros 3 cachorros (1 femea e 2 machos) da casa da minha mãe.
Se ele convive bem com nossos cachorros. Porque quando sai na rua quer morder os outros cachorros? Já tentou isso varias vezes...
O que fazer?
A sua avaliação:
Mauricio
Olá, gostaria de uma orientação profissional, porque meu cachorro ataca os outros cães da casa. Agradeço desde já a atenção.
Giovana
Tenho 2 shitszu, 1 macho de 4 anos e 1 fêmea de 8 anos, ambos castrados. O macho a algum tempo vem atacando a fêmea e não sei mas o que fazer. Até já fui mordida uma vez, pois estava no meio. Vcs poderiam me ajudar por favor? Amo de mais os dois, mas não posso deixar da forma que está. Os ataques acontecem sem avisos. O último onde fui mordida, estávamos no sofá assistindo tv um de cada lado, e do nada o macho atacou a fêmea. Agradeço a atenção.
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Giovana! Você tentou as dicas do artigo?
Se não funcionar, o mais indicado é buscar ajuda de um profissional especialista em comportamento canino.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
Nayara
Meu cachorro mordeu o cachorro do rapaz q mora no meu condomínio,oq pode acontecer?
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Nayara! Como referido no artigo: qualquer mordida de outro cachorro pode ser grave pelo risco de infeção e a transmissão de doenças. Por isso, é importante que você busque um médico veterinário de confiança o quanto antes.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
Luiz
Boa tarde Perito Animal, acabei de ver uma cena inesquecível hoje, minha mãe me ligou falando que o meu Labrador (Fêmea) tinha matado a minha Vira-Lata (Fêmea) e ela mesmo tendo matado ficou com o corpo da cachorra na boca e batendo no chão, ficou quase 1 hora até os bombeiros chegar. Elas já vinham brigando a uns 2 meses atrás mas eu sempre estava perto e separava até nos últimos dias a Vira-lata ficava na frente e o Labrador no fundo. E quando chego perto dela, ela não mostra nenhuma maldade. Mas estou com medo dela e se ela resolver atacar alguem ? ela nunca foi adestrada. Poderia ser briga de território ? Já que a Vita-Lata era mais velha. Espero que me responda
Barbara
Estava passeando com meus dois cachorros na guia (um border collie e um srd) quando um poodle escapou de uma casa e atacou meus cães. Claro que o poodle apanhou muito até eu conseguir separar (quando os donos apareceram eu já tinha separado). Não vi ferimentos externos mas os donos só pegaram o cão deles e se fecharam em casa. Eu posso ser responsabilizada pelos ferimentos que meus cães causaram?
claudio
porque minha cachorra ataca a outra cachorra da mesma casa
Marcella
Minha vizinha tem uma pitbull(ela diz que é pitbull americano) já pulou duas vezes dentro do meu quintal e atacou meu cachorro e matou meu gato,gostaria de saber mais sobre as obrigações de tutores dessa raça porque a primeira vez que aconteceu ela se compromenteu a manter ela presa mas não o fez para não acontecer novamente ela é bem dócil com pessoas mas com outros animais vira outro cachorro,o único cuidado que ela tem é da cadela não sair na rua, o que posso fazer para garantir a segurnca dos meus animais porque mesmo depois que eu aumentei o muro ela achou um jeito de pular para cá novamente já pesquisei leis para essa raça mas só encontrei sobre o uso da funcinheira em lugares publicos e nada sobre obrigação de tutores

O que devo fazer se meu cachorro atacar outro cachorro
1 de 2
O que devo fazer se meu cachorro atacar outro cachorro

Voltar ao topo da página