Partilhar

O que fazer quando dois cachorros se dão mal?

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. 22 setembro 2016
O que fazer quando dois cachorros se dão mal?

Ver fichas de  Cachorros

Costumamos pensar que os cachorros, ao serem animais sociáveis por natureza, sempre se vão dar bem com outros animais. Por isso, muitas famílias pensam em levar outro cachorro para casa.

No entanto, os animais, tal como as pessoas, podem se dar muito mal entre eles. Quando isto ocorre a convivência pode se converter em um verdadeiro quebra-cabeças e os donos não sabem como resolver o problema.

Neste artigo vamos lhe dar os conselhos necessários para que a convivência com dois ou mais cachorros não se converta num inferno. Continue lendo este artigo do PeritoAnimal e saiba o que fazer quando dois cachorros se dão mal.

Apresentar dois cachorros

Aumentar a família canina pode ser muito positivo quando um cachorro passa muito tempo sozinho, mas é importante fazê-lo de forma correta para evitar problemas de compatibilidade entre ambos os cães.

Os cachorros são animais muito territoriais e se sentirem que um novo animal está invadindo o seu espaço, pode haver problemas de agressividade e, podem inclusive tentar atacar o outro cachorro e, na maioria das vezes, não sabemos o que fazer quando dois cachorros se dão mal dentro de casa. Por isso, é fundamental que antes de levar o novo inquilino para casa que se conheçam primeiro em um terreno neutro, como um parque por exemplo.

Pode acontecer se darem muito bem desde o primeiro momento ou que detetar que há rancores entre eles (rosnam ou desafiam-se um ao outro), nestes casos é recomendável começar a dar passeios juntos para se irem habituando à presença do outro em um ambiente relaxando antes de começarem a conviver juntos.

O que fazer quando dois cachorros se dão mal? - Apresentar dois cachorros

Como deve agir dentro de casa

Os cães consideram a sua casa como um território que devem defender, por isso podem ficar agressivos quando o outro entrar. É muito importante saber o que fazer quando dois cachorros se dão mal para evitar problemas maiores.

Uma das questões mais importantes é a educação dos cachorros. Como dono é o responsável por os seus pets responderem às ordens que lhe dá e que obedeçam às regras de casa. Este é um passo muito importante na hora de introduzir um novo membro na família. Se não se derem bem, pode começar a ensinar ordens ao novo cachorro em separado e ir juntando-os pouco a pouco, à medida que for avançando no adestramento. Desta forma, poderá ensinar cada animal a respeitar o espaço e as posses do outro. Cada um terá a sua cama, o seu comedouro e os seus brinquedos, sobretudo ao início, desta forma haverá menos problemas com possessividade.

Os papéis devem estar bem definidos, você é o líder da matilha e deve deixar isso claro. No entanto, a violência gera mais violência, por isso nunca deve recriminar os seus cachorros gritando com eles ou batendo-lhes, pois além de se considerar mal trato animal, os seus cachorros podem se tornar mais agressivos gerando mais brigas entre eles. Premie sempre os comportamentos positivos.

Entre os animais também há hierarquia, pelo que quando se introduz um novo membro na família, a não ser que um deles seja claramente submisso, pode haver desafios entre eles ou podem rosnar um para o outro. Esta é uma atitude normal e não se deve preocupar.

Por vezes brigam por afeto ao dono, pelo que deve evitar dar mais carinho a um que ao outro e, ao mesmo tempo, mostrando ao veterano da casa que não mudou nada mesmo com a chegada de um novo amigo.

O que fazer quando dois cachorros se dão mal? - Como deve agir dentro de casa

O que fazer se dois cachorros se derem muito mal?

Se seguiu todos os nossos cachorros, mas ainda assim sente que não pode controlar os seus animais e já não sabe o que fazer se os seus dois cachorros se dão mal, o melhor seria consultar um etólogo para analisar a situação e para o ajudar a encontrar uma solução para o problema.

Como explicamos, os grunhidos e os pequenos rancores são habituais entre cachorros, no entanto, quando falamos de lutas graves e situações de descontrole é necessária a visita de um profissional que o guie cm regras e conselhos apropriados para o caso em particular. O etólogo irá ajudar avaliando a sua rotina diária (passeios, exercício e outros), o bem-estar de ambos os cachorros e quais são as causas que estão provocando esta situação.

E você? Tem mais de um cachorro em casa? Como se dão? Como foi a introdução do novo membro na família? Conte-nos tudo nos comentários!

O que fazer quando dois cachorros se dão mal? - O que fazer se dois cachorros se derem muito mal?

Se deseja ler mais artigos parecidos a O que fazer quando dois cachorros se dão mal?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.

Escrever comentário sobre O que fazer quando dois cachorros se dão mal?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
5 comentários
A sua avaliação:
Solange Alves de Souza
Tenho dois cachorros machos, estão juntos a 7 anos. Mas a uns dois dias estão brigando muito, e é uma briga muito violeta de tirar sangue, parecendo dois estranhos. Sempre dormiram juntos, agora um nem deixa o outro chegar perto , agora estão separados, mas sempre q surge uma brecha o mais forte vai atrás do mais fraco e bate nele. Me ajudem , oq eu faço??
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Solange! Esse artigo pode te ajudar: https://www.peritoanimal.com.br/o-que-devo-fazer-se-meu-cachorro-atacar-outro-cachorro-1788.html
No entanto, recomendamos que se esse comportamento persistir, o mais indicado é buscar ajuda de um profissional.
A equipe do PeritoAnimal te deseja sorte!
Leticia
Tenho um cschorro SRD, com a idade de 4 anos. A 7 meses comprei um pit bull, que parece ser mestiço. Eles sempre se deram bem na medida do possível. Desde pequeno coloquei ele junto com o mais velho. Porém, tive uma mudança de casa a 1 mês e essa semana eles brigaram, briga feia! O meu SRD sempre foi de ficar mordendo ele, bem fraco, mais mordia, e o mais novo nunca revidou. Porém acho que dessa vez foi muito mais sério. Minha mãe quem presenciou a briga. Chamei um veterinário no dia para medica-los e avaliar. Os dois ficaram machucados. Ele medicou e disse que aconteceria novamente e que não daria para conviver junto. Mais eu não vou me desfazer de nenhum deles. Estou deixando eles separados por enquanto. Até às coisas acalmarem, mais eu estou muito perdida. Sem saber o que fazer. Teria alguma dica nessa situação para me ajudar? Agradeço desde já!
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Leticia! Acredito que o seu caso precise de acompanhamento de um profissional. Ou seja, um médico veterinário especializado em comportamento animal. O seu veterinário tem o contacto de algum colega? Tente procurar também na internet.
JONATHAS SOBRINHO
Possuía uma labradora de 7 anos e adquiri outra em agosto 2017, hoje a filhote já está com 6 meses e de uma hora para outra a mais velha começou a atacar a filhotinha, onde tive de separar, pois poderia haver ataque quando não houvesse ninguém na residência. Qual orientação, ainda mais que não esperava que isso fosse acontecer ainda mais com essa raça, que pelo que me consta, é uma, senão a mais, sociável entre os pets?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Jonathas! Temos um artigo que pode ajudar: https://www.peritoanimal.com.br/porque-minha-cadela-ataca-minha-outra-cadela-21537.html De qualquer forma, o primeiro a fazer é confirmar junto de um veterinário que a agressividade não é consequente a algum problema de saúde de uma das cadelas. Após confirmado que o problema é comportamental, situações graves como a que você está vivendo, requerem ajuda profissional de um etólogo, veterinário especialista em comportamento animal.
Fernando
Tenho dois cães, um já idoso e pequeno porte (9 anos) e outro adulto um pouco maior, é um fox terrier com 4 anos (criado desde filhote junto com o mais velho), ambos machos e são muito dóceis e tranquilos. Porém o cão mais jovem tem um instinto protetor muito grande em relação ao cão mais velho, o que eu acho natural. Eu ganhei um outro cão recentemente, é um Cocker Spaniel, ele jovem tem um ano, e muito ativo, porém é muito ciumento em relação aos donos. Estou tendo dificuldades para juntar esses dois mais jovens, eles já tiveram brigas muito feias e tenho medo que se machuquem ou que o Cocker possa até mesmo matar o Fox que é menor que ele. Quando eles brigam eles se atacam e se mordem no pescoço. Atualmente eles estão em locais separados, mais eu terei que junta-los novamente em breve, estou pensando em colocar focinheiras neles para evitar uma trajédia, seria adequado essa medida?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Fernando. A focinheira pode ser útil para evitar uma tragédia mas não vai resolver o problema na origem dele. Já leu o nosso artigo sobre a correta introdução de um novo cachorro? https://www.peritoanimal.com.br/introduzir-um-novo-cao-em-casa-21342.html Estas dicas podem ajudar bastante. De qualquer forma, se for uma questão de problema comportamental de um dos cachorros especificamente, pode ser necessário que você consulte um etólogo (médico veterinário especialista em comportamento animal) para que possa resolver o problema.
Fabio
Um das minhas cadelas ataca o novo filhote sempre que eu saio para trabalhar, estou tendo de deixar ela com o cone para evitar machucar o outro.
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Fábio! Quando você sai, deve deixar eles separados para evitar acidentes e brigas. Cada um deles tem a respectiva caminha, bebedouro e comedouro? Estes recursos são importantes para evitar problemas territoriais. Você deve mostrar para a cadela que estava primeiro na casa, que ainda gosta ela, deve dar muita atenção para evitar os "ciúmes" do novo cachorro. Reforce ela positivamente com biscoitos sempre que ela estiver calma. Leia este nosso artigo que pode ajudar: https://www.peritoanimal.com.br/porque-minha-cadela-ataca-minha-outra-cadela-21537.html

O que fazer quando dois cachorros se dão mal?
1 de 4
O que fazer quando dois cachorros se dão mal?

Voltar ao topo da página