Partilhar

Mancha branca no olho do cachorro: o que pode ser

Por Carolina Costa, Médica Veterinária. 4 junho 2020
Mancha branca no olho do cachorro: o que pode ser

Ver fichas de  Cachorros

O olhar dos cachorros é algo irresistível. Tanto os cachorros como os seres humanos usam os olhos para comunicar e transmitir o que estão sentindo. Isso faz com que qualquer alteração como, por exemplo uma nebulosidade no olho do cachorro, seja precocemente identificada.

À medida que o cachorro cresce e envelhece, muitos tutores podem notar uma espécie de névoa no olhar do cachorro que, com o tempo, vai se tornando mais nítida e branca. Apesar de a principal causa que vem à nossa mente serem as cataratas, a oftalmologia veterinária é muito mais complexa e oferece uma vasta lista de possíveis causas para essa mancha branca nos olhos do cachorro, desde um processo degenerativo associado à idade, doenças oculares em cães jovens ou adultos ou mesmo doenças sistêmicas.

Neste artigo do PeritoAnimal vamos explicar para você o que pode ser uma mancha branca no olho do cachorro e quando o tutor deve se preocupar.

Anatomia do olho do cachorro

O olho do cachorro tem as mesmas funções que o olho humano, embora enxergue em diferentes tons de cores. O olho tem como função:

  • Controlar a quantidade de luz que entra no olho, permitindo visão diurna e noturna, permitindo que se oriente;
  • Focar e visualizar objetos distantes ou próximos;
  • Transmitir imagens rápidas ao cérebro para que o cachorro possa reagir a determinada situação.

Eles podem ter as mesmas e até mais doenças de que o ser humano, por isso é igualmente importante um bom acompanhamento oftalmológico do seu pet.

Vamos explicar a anatomia do olho dos cachorros de forma sucinta para, em seguida, explicar as doenças que podem provocar o aparecimento de uma mancha branca no olho de cachorro.

O globo ocular (olho) é composto por:

Pálpebras

Dobras de pele fina que cobrem o olho e que impedem que ele seque e ajudando a eliminar alguns corpos estranhos. Na extremidade de cada pálpebra (inferior e superior) existem as pestanas.

Membrana nictitante

Também designada de terceira pálpebra, ela se encontra junto às pálpebras inferiores no canto medial de cada olho (junto ao nariz).

Glândulas lacrimais, mucosas e de Meibômio

Produzem os constituintes da lágrima e ajudam a hidratar o olho, mantendo-o funcional e lubrificado.

Ductos nasolacrimais

Fazem ligação entre o olho e o nariz, drenando as lágrimas até à ponta do nariz.

Órbita

Local onde está inserido o olho, é a cavidade óssea que sustenta o olho e que possui nervos, vasos e músculos para tornar o olho dinâmico.

Esclera

Toda a parte branca do olho. É uma camada muito resistente.

Conjuntiva

É uma fina camada que a cobre a esclera, na frente do olho e se estende até ao interior da pálpebra. Quando o olho fica vermelho por algum tipo de reação alérgica, infecciosa ou problema sistêmico, se diz que o animal está com conjuntivite (inflamação da conjuntiva). Saiba mais sobre a conjuntivite canina nesse artigo.

Córnea

É a parte anterior do olho, em forma de cúpula transparente, que cobre e protege o olho, permitindo a passagem da luz.

Íris

É a parte colorida do olho que controla a quantidade de luz que entra no olho, fazendo contrair ou dilatar a pupila. Quando existe muita luz, a pupila contrai e fica muito fina, quase como um risco e, em situações de pouca luz, ela dilata muito ficando muito grande e redonda para poder captar o máximo de luz possível.

Pupila

Centro da íris, é a parte central negra do olho.

Lente ou Cristalino

Localizada atrás da íris e da pupila. É uma estrutura extremamente enervada mudando constantemente de forma para se adaptar à luz e poder criar uma imagem focada e nítida.

Retina

Localizada na região posterior do olho. É ela que contém os fotorreceptores (recetores de luz), onde a imagem é formada e nítida. Cada um destes fotorreceptores vai desembocar no nervo ótico e, em seguida, no cérebro.

Mancha branca no olho do cachorro: o que pode ser - Anatomia do olho do cachorro
Imagem: Greensidevet

Mancha branca no olho do cachorro: o que pode ser

Quando visualizamos uma opacidade no olho de cachorro com um aspecto leitoso é muito comum associarmos o sintoma a cataratas, principalmente se tratando de um cachorro mais velho. No entanto existem inúmeras causas que podem levar ao esbranquiçamento parcial ou total do olho (seja a córnea, o cristalino, a pupila ou outras estruturas).

As cataratas não são a única causa de cachorro com olho branco. Em seguida, te explicamos tudo sobre mancha branca nos olhos de cachorros e indicamos que outras causas podem estar associadas.

Cataratas

As cataratas surgem quando as fibras do cristalino começam a envelhecer e ele se vai tornando esbranquiçado, como que uma pele branca no olho do cachorro, que ao longo do tempo se vai intensificando e se tornando opaca.

Esta condição compromete a visão do animal irreversivelmente. No entanto, existe cirurgia que é uma boa opção para tentar reverter essa situação, mas que deve ter em consideração a saúde, idade, raça e doenças existentes do animal.

Esclerose nuclear

Muitas vezes confundida com as cataratas. Ocorre devido à perda de flexibilidade das fibras do cristalino, originando um aspeto de névoa azulada. Ao contrário das cataratas, este problema não causa dificuldade em ver nem dor ao animal.

Atrofia progressiva da retina

Com o envelhecimento, pode ocorrer degeneração progressiva da retina. Geralmente, se inicia com dificuldade em enxergar durante o dia associado a fotofobia. Infelizmente, esta situação não tem cura. No entanto, alguns autores defendem que pode ser retardada com antioxidantes.

Depósitos de cálcio

A deposição de cálcio pode ocorrer em três estruturas: córnea, conjuntiva e retina. É resultante do excesso de cálcio no sangue (hipercalcemia), gota ou insuficiência renal e origina pontos brancos no olho. Conforme a sua localização, a causa e o tratamento também podem variar.

Uveíte

A úvea (constituída pela íris, corpo ciliar e coróide) é responsável pelo fluxo sanguíneo. Quando há uma inflamação da úvea (uveíte) pode ser classificada de anterior, posterior ou intermédia, conforme a localização. Pode ser de origem traumática ou ter causa sistêmica. Se não tratada a tempo, além da dor, pode levar a perda de visão. Em alguns casos pode parecer que o olho do cachorro está esbranquiçado. Saiba mais sobre a uveíte em cães nesse artigo.

Glaucoma

O glaucoma surge quando existe um desequilíbrio na produção e/ou drenagem dos líquidos oculares. Seja por excesso de produção ou défice na drenagem, esta condição leva a um aumento de pressão dos líquidos, que pode comprometer a retina e o nervo ótico. Pode surgir subitamente (forma aguda) ou evoluir ao longo do tempo (forma crónica).

Os sinais desta condição envolvem o aumento do olho e ligeira exteriorização (exoftalmia), pupilas dilatadas, inchaço ocular, vermelhidão, descoloração da córnea, dor e blefarospasmo (piscadas mais frequentes). O aspeto nublado dos olhos ou halos azulados também podem estar associados a este problema.

Queratoconjuntivite seca (KCS)

Resulta na diminuição ou ausência da produção de lágrima, o que faz diminuir a lubrificação do olho e aumentar a probabilidade de inflamação da córnea, podendo levar à cegueira.

Um dos sinais mais comuns é a presença de um corrimento ocular difuso (por todo o olho) mucopurulento, dando um aspecto esbranquiçado ao olho.

Diagnóstico e tratamento

Como vimos, nem sempre o olho branco em cachorro é sinônimo de cataratas. Por isso, é imprescindível investigar a causa através de um bom exame oftálmico.

A oftalmologia veterinária é muito complexa, pelo que é sempre melhor pedir opinião ao um especialista na área.

Diagnóstico

Existem alguns exames físicos e complementares que podem ser realizados:

  • Exame fundo do olho;
  • Medição da PIO (pressão intraocular);
  • Teste de fluresceína (para identificar úlceras da córnea);
  • Teste de Schirmer (produção de lágrima);
  • Ecografia oftálmica;
  • Eletrorretinografia.

Tratamento para mancha branca no olho do cachorro

O tratamento sempre depende da causa, podendo exigir:

  • Colírios (gotas para os olhos) com antibioterapia, anti-inflamatórios não esteróides, corticoesteróides;
  • Fármacos sistêmicos;
  • Cirurgia corretiva;
  • Enucleação (remoção do globo ocular), quando as lesões são irreversíveis e é benéfico para o animal retirar o olho.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Mancha branca no olho do cachorro: o que pode ser, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas oculares.

Referências
  1. Imagem da anatomia do olho de cachorro disponível em: https://www.greensidevet.co.za/wp-content/uploads/2019/07/anatomy-of-dog-eye.jpg
Bibliografia
  • Esson, D.W. (2015) Clinical Atlas of Canine and Feline Ophtalmic Disease. 1st edition. Wiley-Blackwell, 344 pp
  • Gould, D. & McLellan, G. (2015) BSAVA Manual of Canine and Feline Ophthalmology. 3rd edition. British Small Animal Veterinary Association.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Jorgina Silva Nascimento Barros
excelente resposta, gostei muito

Mancha branca no olho do cachorro: o que pode ser
Imagem: Greensidevet
1 de 2
Mancha branca no olho do cachorro: o que pode ser

Voltar ao topo da página