Partilhar

Gato com soluço - como curar?

 
Por Aline Nunes. 21 junho 2018
Gato com soluço - como curar?

Ver fichas de  Gatos

Possivelmente todos sabemos quão irritante pode ser uma crise de soluço. Assim como os humanos, o nosso gatinho também pode ser afetado por esses movimentos repentinos e involuntários. Embora o soluço em gatos não seja tão frequente, eles também não sentem uma sensação agradável.

Em geral, os gatos costumam se recuperar rapidamente dos soluços, portanto, em princípio, é aconselhável não intervir e deixar o corpo se recompor de forma natural. Porém, se observamos que os soluços se tornam muito intensos ou, que o animal apresenta sintomas de desconforto ou dificuldade em respirar, pode ser importante ajudá-los a controlar essa situação. Desde já, aconselhamos que consulte o seu veterinário de confiança, se você perceber que o seu gato tem soluços com uma certa frequência ou com muita intensidade. No entanto, neste artigo do PeritoAnimal, ensinamos como remover os soluços de um gato e, ainda, damos algumas dicas para evitar essa desconfortável situação.

Também lhe pode interessar: Curar queimaduras em cães

Por que meu gato tem soluços?

O som inspiratório e a sensação característica do soluço são resultados de dois fenômenos orgânicos naturais que ocorrem involuntariamente. A base do soluço (ou a sua primeira parte) acontece a partir de um movimento involuntário do diafragma, que consiste em uma contração repentina e intermitente. Essa contração involuntária gera um fechamento temporário e muito rápido da epiglote, que produz o som característico de "hip".

Embora as crises de soluço apareçam abruptamente, sem podermos identificar uma causa específica, a verdade é que alguns comportamentos podem favorecer o seu desenvolvimento. Nos gatos, as causas mais frequentes do soluço são:

  • Comer ou beber muito rápido.
  • Compulsão ou o consumo excessivo de alimentos.
  • Formação de bolas de pelo no trato gastrointestinal.
  • Reações alérgicas.
  • Hiperatividade, ansiedade, estresse ou excitação excessiva.
  • Distúrbios metabólicos (como hipertireoidismo e hipotireoidismo) que podem levar a hiperexcitação, hiperatividade ou aumento do estresse.
  • A exposição ao frio pode promover contração involuntária do diafragma, causando os soluços nos gatos.

As duas primeiras causas provocam o soluço do gato depois de comer, então, se este for o seu caso, não duvide em observá-lo durante as refeições para ver se ele ingere a comida muito rápido.

Gato com soluço - como curar? - Por que meu gato tem soluços?

Gato com soluço - o que fazer?

Como já mencionamos, os soluços em gatos geralmente são inofensivos e duram alguns segundos, já que o organismo está preparado para se recompor naturalmente. Portanto, normalmente é melhor não intervir e observar cuidadosamente para garantir que o felino se recupere satisfatoriamente.

Se notamos que ele tem alguma dificuldade para se recuperar, ou vemos que o gato tem soluço com muita frequência, o ideal é ir à clínica veterinária. Ocasionalmente, os donos podem ter alguma dificuldade em diferenciar os soluços dos ruídos que o gato pode produzir por ter um corpo estranho preso na sua garganta, portanto, antes de usar qualquer método caseiro, é melhor ter a atenção especializada de um veterinário.

No entanto, é essencial que todos os donos adotem algumas medidas preventivas para evitar que seus gatos sofram um ataque de soluço. Abaixo, resumimos algumas dicas básicas para evitar que o seu gatinho soluce.

Como evitar soluço em gatos

  • Evitar que a água e os alimentos sejam engolidos rapidamente: embora, comer muito rápido, seja um mau hábito mais frequente nos cães, os gatos também podem ter soluços por esse motivo. Para evitar que isso aconteça, é recomendável oferecer a sua comida e água em recipientes maiores, o que reduz o risco de compulsão alimentar, exigindo maior esforço para alcançar o conteúdo interno. Também é importante estabelecer uma rotina regular na alimentação do felino, poupando-o de períodos de jejum prolongado.
  • Evitar o acúmulo de bolas de pelo no seu trato gastrointestinal: Apesar de ser geralmente inofensivo, se o soluço for associado com a dificuldade de remoção de pelo, merece uma atenção especial. O acúmulo de bolas de pelo no trato gastrointestinal do gato pode causar vômitos, constipação e outros desconfortos digestivos. Portanto, é essencial garantir que o gato consiga expulsar as bolas de pelo do seu organismo. Neste sentido, o catnip ajuda a purgar, além de manter uma escovação regular no pelo do gato para evitar a ingestão excessiva de pelos.
  • Descartar possíveis alergias: se você perceber que o seu gato sempre teve soluços ou tem soluços muito intensos, é aconselhável consultar o seu veterinário de confiança sobre os testes de alergia para gatos. Em muitos gatinhos, os soluços podem ser um sintoma de alergia, é importante confirmar se o gato tem alergias e identificar qual o agente que provoca essa reação sensível para estabelecer um tratamento específico ou uma dieta hipoalergênica.
  • Cuidar do frio: os gatos são sensíveis ao frio e, as baixas temperaturas podem prejudicar seriamente a sua saúde, além de causar um quadro de hipotermia. Se queremos evitar soluços e cuidar da saúde do nosso amigo peludo, é importante não expor ao frio e prestar muita atenção ao condicionamento da casa.
  • Proporcionar um ambiente positivo: o estresse e os sentimentos negativos são muito prejudiciais para a saúde do nosso pequeno companheiro. Portanto, uma criação saudável deve incluir um ambiente positivo em que o gato se sinta seguro e encontre as condições ideais para o seu desenvolvimento.
  • Fornecer um medicamento preventivo adequado: as alergias e os distúrbios metabólicos podem afetar o comportamento e causar humores desfavoráveis ​​em nosso felino. Para ser diagnosticado cedo e evitar o agravamento dos sintomas, é essencial fornecer a medicina preventiva adequada ao nosso pequeno companheiro, visitas ao veterinário a cada 6 meses e respeitar o protocolo de vacinação periódica, além de cuidar da sua desparasitação.
Gato com soluço - como curar? - Como evitar soluço em gatos

Soluços em gatos filhotes

Assim como acontece com os gatos adultos, em geral, quando os filhotes têm soluços é devido a uma resposta involuntária do diafragma após a ingestão excessiva de leite ou depois de mamar muito rápida e intensamente. Por isso, é comum observar soluços nos gatos recém-nascidos, ou nos pequenos gatos que começam a comer os alimentos sólidos ou, ainda, nos felinos órfãos que devem ser alimentados com mamadeira. Contudo, se estes casos foram descartados e não se sabe por que o gato pequeno tem soluços, devido à sua pouca idade, é imperativo ir ao veterinário o mais rápido possível para encontrar a causa.

Gato com soluço - como curar? - Soluços em gatos filhotes

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Gato com soluço - como curar?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre Gato com soluço - como curar?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Gato com soluço - como curar?
1 de 4
Gato com soluço - como curar?

Voltar ao topo da página