Partilhar

Doxiciclina para gatos: dosagem, usos e contraindicações

 
Por Maria Besteiros. 12 março 2020
Doxiciclina para gatos: dosagem, usos e contraindicações

Ver fichas de  Cachorros

A Doxiciclina é um dos antibióticos que o veterinário pode receitar para tratar algumas das condições bacterianas que podem afectar o seu gato. Como todos os antibióticos, a doxiciclina para gatos só pode ser administrada com uma receita veterinária.

Neste artigo do PeritoAnimal, vamos explicar como age este antibiótico, em que casos é prescrito e quais são as suas contra-indicações e efeitos secundários adversos. Além disso, veremos porque é importante não medicar o seu gato por conta própria. Se o seu veterinário prescreveu este medicamento para o seu gato e você quer saber mais sobre os seus efeitos, continue lendo para saber tudo sobre a doxiciclina em gatos: dosagem, usos e contraindicações.

O que é doxiciclina para gatos

A doxiciclina ou doxiciclina hiclato para gatos é um antibiótico de largo espectro que pode agir contra bactérias, sejam elas Gram-positivas ou Gram-negativas. Pertence ao grupo das tetraciclinas de segunda geração. Especificamente, é um derivado da oxitetraciclina. O efeito da doxiciclina para gatos é bacteriostático, ou seja, não mata as bactérias, mas impede-as de se reproduzirem. Após a administração oral, é distribuído por todo o corpo e depositado em tecido ósseo activo e dentes. Se elimina principalmente através das fezes.

Para que serve a doxiciclina para gatos

A Doxiciclina para gatos tem muitas aplicações, pois pode ser usada contra múltiplas doenças e problemas como os seguintes:

  • Bartonelose
  • Pneumonia
  • Broncopneumonia
  • Faringite
  • Otite
  • Traqueite
  • Bronquite
  • Sinusite
  • Infecções do sistema genito-urinário
  • Leptospirose
  • Borreliose (conhecida como Doença de Lyme)
  • Infecções intestinais
  • Infecções cutâneas
  • Abscessos
  • Feridas infectadas
  • Prevenção pós-operatória
  • Infecções nas articulações
  • Pododermatites
  • Gengivite

Como podemos ver, existem numerosas indicações de doxiciclina para gatos, mas sua prescrição deve ser feita pelo veterinário, já que a escolha deste ou outro antibiótico depende do patógeno envolvido nos diferentes quadros clínicos. Por essa razã,o é essencial que seja o profissional a decidir e que em nenhum caso você medique o gato por sua conta.

Doxiciclina para gatos: dosagem, usos e contraindicações - Para que serve a doxiciclina para gatos

Dosagem de doxiciclina para gatos

A doxiciclina pode ser encontrada em várias apresentações, sendo as mais utilizadas o formato oral, tanto comprimidos como solução, e a doxiciclina injetável para gatos. A dose mais apropriada só pode ser dada pelo veterinário, já que o peso do animal, a apresentação escolhida e o patógeno contra o qual você quer agir devem ser levados em conta.

No entanto, a dose mais comum é de cerca de 10 mg por kg de peso uma vez por dia e é melhor administrá-la com alimentos. Mas, por exemplo, quando usada para combater a clamidiose, a dose é distribuída em duas doses por dia durante três semanas. E em doenças como a bartonelose, a doxiciclina é administrada por até um mês em doses diárias de 5-10 mg por kg de peso corporal. Tendo em conta estas variações, é importante seguir sempre a dosagem indicada pelo veterinário.

Como dar doxiciclina para gatos

A maneira mais fácil de dar doxiciclina a um gato é esconder o comprimido na comida dele. No entanto, se o seu veterinário prescrever comprimidos e não for fácil conseguir que o seu gato os engula, você pode esmagá-los e dissolvê-los em líquido para os tornar mais palatáveis.

Efectos secundários da doxiciclina em gatos

O principal problema da doxiciclina, e das tetraciclinas em geral, é que ela pode afetar o desenvolvimento e crescimento ósseo. É uma situação reversível quando o tratamento é interrompido. Também coloriza permanentemente os dentes em desenvolvimento quando dada a gatas grávidas durante as últimas 2-3 semanas antes do nascimento ou aos filhotes nas primeiras semanas de vida. No entanto, este efeito não é tão pronunciado com a doxiciclina como com outras tetraciclinas.

Também, como um efeito adverso, podem ser observadas reações de fotossensibilidade, que são as reações anormais da pele à exposição solar. São mais frequentes em gatinhos do que em gatos adultos.

Por outro lado, é recomendada a administração com cuidado em gatos com problemas para engolir ou vomitar, já que a doxiciclina está associada a lesões no esôfago, por isso é recomendada a sua administração com alimentos. Os efeitos secundários incluem vómitos, diarreia ou esofagite.

Contraindicações de doxiciclina para gatos

Não é um medicamento adequado para gatas grávidas, pois pode causar danos aos filhotes em gestação. A doxiciclina também está contra-indicada em gatas lactantes porque uma quantidade considerável do medicamento passa para o leite materno, podendo assim chegar aos gatinhos, que podem sofrer efeitos adversos como os mencionados.

É necessário ter cuidado com a interação com outros medicamentos como cefalosporinas, penicilina, fenitoína, barbitúricos ou antiácidos e adaptar a dose em gatos com problemas hepáticos porque a doxiciclina pode aumentar as enzimas hepáticas. Claro que não deve ser dada a gatos alérgicos a tetraciclinas.

Doxiciclina para gatos: dosagem, usos e contraindicações - Contraindicações de doxiciclina para gatos

Resistência bacteriana a antibióticos

A doxiciclina para gatos, como antibiótico, deve ser usada com especial cuidado. O mau uso de antibióticos, quando são administrados sem ser necessários, em doses inadequadas ou por um período de tempo insuficiente, faz com que as bactérias se tornem resistentes a eles. Actualmente, existe um grave problema de resistência das bactérias a diferentes antibióticos, o que leva à necessidade de antibióticos cada vez mais fortes, podendo mesmo levar à perda de antibióticos contra determinadas bactérias. É portanto essencial que nós, como tutores de animais, estejamos conscientes desta situação e só utilizemos antibióticos quando prescritos por um veterinário e seguindo cuidadosamente as suas instruções.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Doxiciclina para gatos: dosagem, usos e contraindicações, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Medicamentos.

Escrever comentário sobre Doxiciclina para gatos: dosagem, usos e contraindicações

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Doxiciclina para gatos: dosagem, usos e contraindicações
1 de 3
Doxiciclina para gatos: dosagem, usos e contraindicações

Voltar ao topo da página