Partilhar

Albendazol para cachorro - Dosagem, usos e contraindicações

 
Por Maria Besteiros. 11 março 2020
Albendazol para cachorro - Dosagem, usos e contraindicações

Ver fichas de  Cachorros

O Albendazol é um produto com efeito antiparasitário ativo contra vários parasitas intestinais que podem infestar cães de qualquer idade. Actualmente, não é muito utilizado, pois existem muitas outros vermífugos eficazes contra parasitas que têm vindo a substituir o uso do albendazol para cães na desparasitação regular ou ocasional.

Neste artigo do PeritoAnimal, vamos rever as indicações deste produto, assim como os seus possíveis efeitos secundários. Continue lendo para descobrir a dosagem mais apropriada de Albendazol para cachorro e muito mais.

O que é Albendazol para cachorros

O albendazol é um ingrediente ativo pertencente à classe do benzimidazol. Compartilha um grupo com outros produtos antiparasitas mais conhecidos e atualmente mais utilizados que o albendazol para cães, como o febantel ou o fenbendazol. Estes tipos de produtos têm sido administrados como vermífugos durante décadas. Mais especificamente, o seu uso tem sido registrado desde 1960, embora o albendazol tenha começado a ser conhecido um pouco mais tarde, por volta de 1970.

De qualquer forma, o tempo que esteve no mercado levou à sua substituição por novos medicamentos que são cada vez mais eficazes, seguros e específicos. O próprio benzimidazol tem evoluído. Os primeiros a serem introduzidos concentraram a sua ação em adultos e larvas de vermes localizados no tracto gastrointestinal. Desde então, evoluíram e conseguiram alargar o seu espectro de utilização e passar dos intestinos para o sangue, como é o caso do albendazol. Desta forma, eles podem combater os vermes alojados fora do intestino, como os que parasitam os pulmões. O albendazol, em particular, age impedindo as enzimas digestivas dos parasitas de funcionar. Desta forma, eles são incapazes de obter a glicose de que necessitam para sobreviver e eventualmente morrem.

Posso dar Albendazol para cachorro?

O albendazol é usado para combater parasitas intestinais como nematodos, cestodos ou tênias, trematódeos e giardias. Portanto, pode ser usado para desparasitação interna, embora o albendazol seja um desparasitante que atualmente é prescrito muito mais para o gado do que para cães ou gatos.

O Albendazol para cães actuará sobre os parasitas que se encontram actualmente no tracto gastrointestinal, mas não tem qualquer efeito residual, ou seja, não impede novas infestações, como qualquer outro desparasitante interno.

Albendazol é bom para cachorro?

Embora os cães adultos normalmente não apresentem sintomas de parasitas gastrointestinais, nos cachorros, sobretudo, podemos apreciar vómitos e/ou diarreia com a presença de vermes, atraso no crescimento, desnutrição, anemia, etc. Contudo, apenas por suspeitar da presença de parasitas, não significa que você possa dar o albendazol ao cachorro por sua conta. Nesse caso, é essencial ir ao veterinário. Este profissional recolherá uma amostra de fezes com um termómetro e observá-la-á ao microscópio para detectar a presença de parasitas. Dependendo de quais ele identifica, ele vai prescrever o antiparasitário mais adequado, que não precisa ser albendazol.

Como mencionamos, existem actualmente outros medicamentos concebidos para combater os mesmos parasitas que o albendazol, mas com uma taxa de sucesso mais elevada e uma melhor composição. Por este motivo, albendazol para cães não é mau, mas existem produtos melhores.

Albendazol para cachorro - Dosagem, usos e contraindicações - Posso dar Albendazol para cachorro?

Dosagem de Albendazol para cachorro

Recomenda-se que os cães adultos sejam desparasitados internamente a cada 3-4 meses e sempre antes da aplicação de qualquer vacina. Nos filhotes, durante os primeiros meses de vida, a desparasitação interna tem de ser mais frequente. É aconselhável começar com duas semanas de idade e repetir a cada 15 dias até o final do calendário de vacinação. Depois disso, eles passam a ser desparasitados como adultos, a cada 3-4 meses. Para mais detalhes, não perca o artigo em que explicamos com que frequência desparasitar um cão.

É possível dar o albendazol para cachorro filhote, mas deve ser sempre o veterinário a prescrever o produto mais adequado. Além disso, para uma dose eficaz e segura, você deve primeiro conhecer o peso do cão. Por outro lado, existe o albendazol comercializado especificamente para cães. É administrado por via oral e pode ser encontrado tanto na forma líquida como em comprimidos, pelo que é possível escolher a apresentação mais fácil de administrar de acordo com as características do nosso cão. É aconselhável dar o remédio com alimentos, uma vez que favorece a sua absorção.

Portanto, a dosagem irá variar dependendo da apresentação que o veterinário prescrever e do peso do cachorro, daí a importância da pesagem para a dose estar correta. Dependendo da infestação, o veterinário indicará se é necessária uma única dose ou se é necessário repeti-la. Além disso, também devemos levar em conta o parasita que estamos tentando eliminar. Como exemplo, podemos salientar que a dose de albendazol contra Toxocara canis é de 50 mg por kg de peso por dia. Deve ser administrado por três dias seguidos. Por outro lado, o tratamento de albendazol contra Giardia spp. será de 25 mg por kg de peso em duas doses diárias durante quatro dias. Tendo em conta estes dados, é importante consultar um veterinário para dar uma dose eficaz de albendazol.

Como dar albendazol para cachorro

Ao administrar este antiparasitário, a sua apresentação deve ser tida em conta. Albendazol em forma líquida, ou seja, em xarope, deve ser administrado diretamente na boca do cão. Para fazer isso, você terá que seguir estas instruções:

  1. Encha a seringa com a quantidade indicada para o seu cachorro.
  2. Insira a seringa na seringa de lado, logo atrás do canino, e despeje lentamente o líquido para dentro. Pode precisar de alguém para o ajudar a segurar o seu cão.
  3. Recompense o seu cão quando ele tiver engolido todo o produto para que ele associe esta experiência a um estímulo positivo.

No entanto, se o albendazol do seu cão estiver na forma de comprimidos, terá de seguir estes passos:

  1. Coloque o comprimido em alguma comida úmida (enlatada ou caseira).
  2. Ofereça ao seu cão a comida com o comprimido dentro e observe enquanto ele come para garantir que ele não expulsa o produto.
  3. Se você não conseguir que ele engula o comprimido, esmague e misture com a comida ou dilua com água.
Albendazol para cachorro - Dosagem, usos e contraindicações - Dosagem de Albendazol para cachorro

Efeitos secundários do Albendazol para cachorros

Embora o albendazol bem utilizado para cães ofereça grande segurança no uso, ou seja, cause poucos efeitos colaterais, há sempre algumas precauções a serem levadas em conta. Alguns desses efeitos adversos incluem uma diminuição do apetite ou mesmo anemia, embora isso seja raro.

Por outro lado, como na maioria dos produtos antiparasitários, é possível observar efeitos adversos após a administração, tais como vómitos ou diarreia, bem como sonolência e letargia.

Contraindicações do Albendazol para cães

O albendazol não deve ser dado a filhotes com menos de duas semanas de idade ou a cadelas grávidas, pois pode prejudicar o feto ou causar aborto espontâneo. O veterinário terá que valorizar o seu uso nos espécimes que apresentem algum problema hepático.

Por outro lado, alguns sintomas de alergia ao produto podem ser observados. Nesse caso, é necessário ir imediatamente ao veterinário para confirmar a reação e evitar administrar Albendazol novamente.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Albendazol para cachorro - Dosagem, usos e contraindicações, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Medicamentos.

Bibliografia
  • Miró, Guadalupe. (2012). Importancia y manejo clínico de la giardiosis en la clínica de pequeños animales. Portal Veterinaria.

Escrever comentário sobre Albendazol para cachorro - Dosagem, usos e contraindicações

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Albendazol para cachorro - Dosagem, usos e contraindicações
1 de 3
Albendazol para cachorro - Dosagem, usos e contraindicações

Voltar ao topo da página