Partilhar

Cuidados do coelho

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 5 dezembro 2017
Cuidados do coelho

Ver fichas de  Coelhos

Muitas pessoas têm coelhos como animais de estimação, mas embora seja comum a sua posse, é importante saber que este animal precisa de cuidados mais específicos ao contrário de outro tipo de animal. Deve conhecer o coelho como animal selvagem para lhe poder proporcionar tudo aquilo que merece e precisa, por esse motivo deverá se informar corretamente de quais são os cuidados do coelho neste artigo do PeritoAnimal.

Também lhe pode interessar: Cuidados do coelho belier

O coelho como animal de estimação

Na maioria dos casos, e por desconhecimento, muitos donos de coelhos acreditam que se trata de um roedor como qualquer outros, que precisa de uma gaiola, comida e pouco mais. O coelho é uma espécie da ordem lagomorfo e conta com algumas diferenças físicas e de comportamento que fazem com que precise de cuidados especiais ao contrário dos hamsters ou cobaias.

Além de algumas diferenças evidentes, temos de ter em conta que o coelho é um animal que quando está no estado livre corre durante todo o dia, escava e desfruta do cheiro de plantas e flores. Além disso, trata-se de um animal muito inteligente que reconhece o seu dono assim como o seu nome e aprende a realizar diversos exercícios em troca de pedacinhos de fruta ou verdura.

O coelho também é um animal social que precisa de atenção e carinha por parte dos seus donos. Se cuidar dele e lhe dedicar o tempo suficiente, terá ao seu lado um incrível amigo de orelhas compridas e pelo suave.

Para começar com os cuidados do coelho, só falta referir que todos são igualmente importantes e que dedicar tempo ao nosso animal de estimação aumentará a sua expectativa de vida, qualidade de vida e felicidade. Está pensando em adotar um coelho como animal de estimação?

Cuidados do coelho - O coelho como animal de estimação

A gaiola do coelho

A gaiola será o ninho do seu coelho, onde vai dormir e passar a maior parte do tempo. Por isso, recomendamos que seja o mais espaçosa possível para que possa se movimentar quanto mais melhor. O tamanho está diretamente relacionado com sua qualidade de vida e, por esse motivo aconselhamos que conta com uma dimensão de 70 x 50 x 50, como mínimo. Situada sempre em um ambiente sem correntes nem sol direto.

A verdade é que encontrará à venda gaiolas inclusive mais pequenas, mas não lhe recomendamos que conte com um espaço tão reduzido porque poderia causar ansiedade nele. Existem pessoas que até lhes dedicam cômodos inteiros pelas suas necessidades genéticas de espaço.

Os coelhos são animais sociáveis e se planeja ter um casal de amigos precisará de um espaço de, pelo menos, 4 metros quadrados (como recomendam as associações de animais).

Dentro da gaiola deverá contar com:

  • Bandeja para que possa fazer as suas necessidades e manter um ambiente limpo e higiênico. Nunca deverá utilizar areia de gato ou idêntica (pode causar infecções), desta forma deverá adquirir uma areia especial para coelhos disponível em qualquer loja de animais. A sua limpeza diária deverá ser realizada com um sabão neutro.
  • Bebedouro de pelo menos 1/2 litro. Também podemos utilizar um bebedouro que seja uma pequena tigela com água, embora seja menos recomendável pois irá se sujar e devemos limpá-lo com frequência. Deverá ter sempre água em abundância.
  • Dispensador ou tigela para lhe dar a ração, o feno e as rações diárias de fruta e verdura.
  • Cama, toalha de algodão ou pano são alguns dos elementos onde o coelho vai descansar pela noite, embora muitos não entendam a função destes elementos e acabem por fazer as suas necessidades ali.
  • Madeiras para roer. Nunca devem ser tratadas, pois poderiam quebrar e criar um problema sério nos intestinos do coelho. Podemos optar por madeiras de árvores de frutas como por exemplo da maçã, laranja, etc, ou adquiri madeira de pinho sem estar tratada.
Cuidados do coelho - A gaiola do coelho

Alimentação do coelho

A alimentação do coelho é específica para cada etapa da sua vida, pois nem sempre tem a mesma necessidade de nutrientes, por isso no geral encontraremos sempre estes elementos:

  • Ração
  • Feno
  • Fruta
  • Verdura

No caso dos coelhos jovens (entre os 2 meses e 7 meses) terão à sua disposição de forma ilimitada e em abundância todos os elementos anteriores, à excepção da fruta e verdura, que será racionada em pequenas porções diárias. É uma etapa de crescimento fundamental para o seu desenvolvimento e, além disso é quando começarão a experimentar os frutos.

Os coelhos adultos terão uma dieta muito idêntica à do coelho jovem. Terão à sua disposição feno ilimitado e receberá rações de fruta e verdura. A única diferença é que vamos racionar também a ração e devemos reduzir 30 gramas (por quilo de peso do coelho) para evitar problemas como a obesidade.

Alimentos que o coelho pode comer:

  • Frutas (sempre sem sementes) como por exemplo maçã, pera, pêssego, banana, melão, uva, laranja... Dê-lhe pedacinhos pequenos, para que comece a investigar quais são os que chamam mais a atenção.
  • Vegetais como por exemplo tomate, endívia, couve, pepino, espinafres, cenoura, feijão verde, brócolis ou alfafa. Experimente quais são os que gosta mas, cada coelho é diferente.

Alimentos que o coelho nunca deve comer:

  • Sementes: Deve evitar de todo o tipo, incluindo frutos secos, legumes e cereais.
  • Vegetais: Deve evitar a alface, couve-flor e salsa.
  • Alimento para gato ou cachorro, cozinhados, carne, queijo, lácteos, fruta em conserva ou em calda, incluindo o sal, açúcar ou cevada.

Alimentos venenosos para o coelho:

  • Batata, cebola, alho, abacate, chocolate, folhas de tomate, legumes, folhas de chá, bambu.

Plantas venenosas para o coelho:

  • Poinsettias, beladona, fungos, samambaias, cactos, cravos, gerânio, carvalho, aloe vera, violeta, zimbro, visco, abrótea, carvalho.
Cuidados do coelho - Alimentação do coelho

Higiene do coelho

Os coelhos são mamíferos muito limpos que se limpam a si próprios. Não é recomendável dar-lhes banhos a menos que se sujem de forma excessiva, caso contrário podem perder a camada de proteção natural da pele. Pode dar banho ao animal no máximo uma a duas vezes por ano. Pode tirar a sujeira que for aparecendo com toalhitas úmidas de bebê.

Se em um caso excepcional o nosso coelho se sujou muito, então siga os passos seguintes:

  1. Procure um sítio tranquilo para lavar o seu coelho, lembre-se que são muito sensíveis.
  2. Nunca o coloque de boca para cima, isso causa-lhes estresse.
  3. Encha um recipiente com água morna, que seja agradável para ele.
  4. Utilize apenas água para o lavar, no caso da sujeira não sair pode utilizar um xampu com pH neutro.
  5. Enxague e seque.

Além disso, lembre-se que deverá escovar o seu coelho de forma habitual para eliminar o pelo morto e evitar que o engula. Também é importante que utilize um corta unhas específico se vir que as unhas cresceram em excesso, sempre com cuidado.

Cuidados do coelho - Higiene do coelho

Atividade física do coelho

Como já referimos o coelho é um mamífero com uma atividade física elevada quando se encontra domesticado.

Por esse motivo, é muito importante deixar o seu coelho sair da gaiola pelo menos duas vezes ao dia, sempre sob a sua supervisão já que pode roer cabos ou objetos perigosos para ele. Também pode criar caminhos com elementos que adquirir na loja de animais ou pode fazer você mesmo. Brinquedos de todo o tipo estão permitidos. Também é importante que passe tempo com ele e lhe dê carinho e atenção. Lembre-se que o coelho é um animal inteligente que poderá aprender truques e ordens se lhe dedicar tempo e paciência.

Além disso, encontrará cada vez mais lojas de animais com coleiras à venda para o levar a passear por uma floresta ou na praia. Tudo isso é importante para que ele cheire e desfrute do ambiente selvagem sem se perder.

Cuidados do coelho - Atividade física do coelho

Saúde do coelho

Quanto a este tema, além da higiene diária deve saber que o seu coelho deverá consultar o veterinário de forma periódico quando ele lhe indicar. Eles também precisam de vacinação.

Aqui explicamos-lhe as 6 doenças mais comuns dos coelhos:

  1. Resfriados: Tal como as pessoas, os coelhos também sofrem de resfriados e podem contagiar-se uns aos outros. Os sintomas são os mesmos que no caso do ser humano (secretam líquido pelo nariz e espirram). Embora um resfriado seja de pouca gravidade, uma vez que não precisará de assistência veterinário, é importante cuidar dele especialmente durante o tempo que estiver doente.
  2. Fungos: Os fungos são um problema sério que se pode transmitir de um coelho para outro. Leve-o o quanto antes ao veterinário perante a presença de um fungo. Costuma aparecer em exemplares jovens e deteta-se pela perde de pelo.
  3. Coccidiose: Aparece quando o coelho lambe o pelo sujo, bebe ou se alimenta de água em mau estado. Para evitar o aparecimento desta doença, tenha cuidado com a higiene da gaiola e os utensílios. É um caso muito grave que pode derivas na morte do coelho. Os sintomas são a perda repentina de pelo e a diarreia. Leve-o ao veterinário com urgência.
  4. Golpe de calor: É muito comum sobretudo em épocas de calor. Se observar que o coelho respira profundamente de forma contínua isso é o sintoma que indicará uma insolação. Não o leve ao veterinário a não ser que não melhore. Leve-o para um espaço fresco e tranquilo, aplique umas gotas de na cabeça e axilas, pouco a pouco verá como irá melhorando.
  5. Urina vermelha: Se observar urina vermelha mas não se tratar de sangue, não fique alarmado, deve ser porque o está alimentando com verdura verde em excesso. Deve dar-lhe água em abundância e variar o tipo. Se passadas 12 horas o problema não melhorar, vá com ele ao veterinário. Não deve confundir este problema com a urina com sangue, um problema mais sério que precisa de tratamento urgente e imediato.
  6. Sarna: Trata-se de pequenos insetos de cor vermelha que habitam nos ouvidos dos coelhos. Trata-se de ácaros. Também é comum que apareçam nas patas ou na pele. A mais comum é a que aparece nos ouvidos e em casos avançados já aparece fora das orelhas. Consulte o veterinário para que lhe recomende o tratamento mais adequado para os combater, além disso deverá higienizar toda a gaiola e os utensílios com água fervendo ou cloro e deixar ao sol por pelo menos um dia.

Além disso, recomendamos a esterilização do coelho para evitar tumores quando alcançar a idade adulta evitando sofrer também de uma gravidez não desejada.

Terminamos com as doenças mais comuns do coelho. Depois de as ler já sabe como preveni-las e como atuar. Consulte um veterinário se observar qualquer um destes sintomas:

  • Não comeu ou defecou em pelo menos 12 horas.
  • Não urinou em pelo menos 24 horas.
  • Não se mexa e parece muito apático.
  • Os dentes cresceram em excesso.
  • Pode observar muco nas fezes.
  • Grande dificuldade para respirar ou muco.
  • Caiu e não se mexe.
  • Inclina a cabeça sem controle.
  • Perante qualquer tipo de convulsões.
  • Vê crostas importantes dentro das orelhas.
Cuidados do coelho - Saúde do coelho

Curiosidades do coelho

  • A sua temperatura corporal costuma estar entre os 38ºC e os 40ºC.
  • Costumam sofrer de golpes de calor no verão se não tivermos cuidado.
  • A temperatura do ambiente deverá rondar os 18ºC e os 21ºC.
  • Gostam de viver com outros membros da sua espécie.
  • Podem chegar a viver entre os 6 e os 10 anos. Existem casos de coelhos que chegaram a viver mais do isso.
  • Gostam da noite.
  • Alcançam a maturidade sexual entre os 3 e os 5 meses.
  • Os dentes do coelho nunca deixam de crescer, por isso é importante que possam desgastá-los mordendo madeira sem estar tratada.
  • Precisam de exercício físico.
  • Tal como os gatos e cachorros, deverá levá-los ao veterinário de vez em quando.
  • Observe-o e pese-o de forma semanal para verificar que está tudo bem.
  • Não lhes dê banho.
  • Os coelhos fazem dois tipos de fezes, uma parecidas a chocangibre e outras mais moles em forma de cacho. O coelho costuma comer estas últimas. Se as vir na gaiola isso pode ser um indicador de sobrealimentação.
  • Devemos escová-los com frequência, em especial na época da muda.
  • O abacaxi e a papaia evitam as bolas de pelo no estômago.
Cuidados do coelho - Curiosidades do coelho

Investigue as diferentes raças de coelho e as suas características assim como o desenvolvimento entre a convivência entre gatos e coelhos.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cuidados do coelho, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cuidados básicos.

Escrever comentário sobre Cuidados do coelho

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
19 comentários
Rudineia
Meu coelho come, rúcula e salsa ,ele adora !!!
Janine
O meu Coelho roi cestos de verga é
Perigoso?
Paulo Henrique
Os testículos do meu coelho juntaram e estão somente de um lado. O outro lado esta vazio. O que fazer?
Jane
Boa Tarde!!
Achei muito estranho a minha coelha estava com as unhas todas roídas, é normal coelho roer as unhas ?...
Scarlat Dafne
Minha coelha ficou com paralesia dos membros inferiores patas trazeiras repentinamente nao ouve queda nem sinal de machucado ou fratura aparente coco e xixi normal comendo e bebendo tambem existe algum medicamento ou procedimento que possa fazer
Wanessa
Bom dia! Tenho um pátio em que posso soltar meu Coelho, mas na maioria das vezes deixo ele dentro de casa pois o pátio está úmido e ouvi falar que os coelhos não podem pisar na umidade pois podem pegar fungos nas patas (frieira). É verdade?
Liliana Ramos (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Wanessa! Se o seu coelho está sempre nesse chão úmido pode ser perigoso sim. Ambientes úmidos são ideais para o crescimento de bactérias e fungos. De qualquer forma, se é apenas um momento, não tem problema. Aconselho que seque as patinhas do coelho antes dele voltar para casa.
Fernanda
Oi! Vi você falando que não pode dar verdura a vontade.. a minha Veterinaria disse q pode,
Mas vi alguns sites falando q não.. to confusa.. ela nao gostou de feno, então não sei mais o q dar..
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Fernanda! O feno é essencial que ele coma durante todo o dia. Você pode tentar outro tipo de feno e é importante que a ração não esteja sempre disponível para obrigar ele a comer o feno. Caso contrário podem existir problemas graves como os problemas dentários, pois o feno é o único que permite desgastar os molares.
Gabi
Olá, minha coelha saiu da gaiola correndo e prendeu a unha na grade,.... a unha dela está pendurada e quebrou bem na raiz,... o que devo fazer? Será que ela irá ficar bem?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Gabi! O sangue já estancou? Era tem uma ferida aberta? Se sim, é importante que visite um médico veterinário.
Gabi
Olá, na hora que ela quebrou sangrou um pouco, mas logo depois parou,.. eu joguei soro no ferimento e ela ficou bem, ta normal, pulando e tudo haha. Eu já tentei ver como está a unha dela, mas ela não deixa, pois é um pouquinho arisca e odeia que eu pegue nas patas dela (só sei que sangrando não está, e ela não parece sentir dor). A unha irá crescer novamente?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Gabi! Depende se está apenas quebrada ou arrancada mesmo. Em princípio voltará a crescer.
Thereza e Lavínia
Bom dia
Quais são as vacinas que você diz que o coelho precisa tomar?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Thereza! Leia o artigo sobre as vacinas para coelhos, onde explicamos essa matéria: https://www.peritoanimal.com.br/vacinas-para-coelhos-20591.html
raquel grip silveira fonseca tinoco
gostaria de saber nomes de vitaminas que posso da a coelhos
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Raquel. Só deverá suplementar com vitaminas o seu coelho caso o médico veterinário tenha diagnosticado alguma carência. Uma alimentação completa com uma boa ração de base, feno ilimitado, uma pequena porção de fruta e uma boa dose de vegetais são suficientes para garantir todas as vitaminas que o animal precisa. Leia o nosso artigo sobre a alimentação dos coelhos: https://www.peritoanimal.com.br/alimentacao-do-coelho-5152.html

Cuidados do coelho
1 de 8
Cuidados do coelho

Voltar ao topo da página