Partilhar

Alimentação do coelho

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 11 fevereiro 2020
Alimentação do coelho

Ver fichas de  Coelhos

Os coelhos domésticos são mamíferos que pertencem a ordem Lagomorpha, quer dizer, não se tratam de roedores como eram considerados até o século XX, são de uma ordem diferente. Os coelhos são animais sociais e inteligentes, com uma expetativa de vida de mais de 10 anos. Como acontece com os cachorros, atualmente são encontradas diversas raças de coelhos.

Se você decidiu adotar um coelho é importante que você se informe adequadamente acerca da dieta mais adequada para os coelhos, assegurando assim uma boa qualidade de vida e estado de saúde positivo. Você já se perguntou qual a melhor alimentação para coelhos? O que oferecer a um coelho recém nascido? Nesse artigo do PeritoAnimal vamos explicar sobre a alimentação do coelho em todas as etapas, desde filhotes até idosos. Continue lendo e descubra as dicas para que o seu coelho esteja saudável, feliz e bem cuidado.

Também lhe pode interessar: Alimentação do porquinho da Índia

Alimentação do coelho recém nascido

Os filhotes de coelhos são muito delicados e precisam de cuidados especiais para sobreviver. Normalmente é a progenitora quem deveria alimentar seus filhotes com leite materno, no entanto, se a fêmea rejeita os filhotes ou falecer, você deve cuidar da alimentação do coelho recém nascido para assegurar a sobrevivência.

É importante ressaltar que a probabilidade de sobrevivência dos filhotes de coelhos são poucas se está longe da progenitora, por isso se você se encarregar de cuidar dos coelhos recém nascidos recomendamos que visite um médico veterinário para garantir o estado de saúde e receber conselhos concretos de acordo com o caso.

Ninho de coelho é fundamental para sua sobrevivência

Antes de começar a explicar sobre a alimentação do coelho recém nascido é importante que você saiba sobre alguns cuidados com os coelhos filhotes. Para isso, é vale destacar a criação de um espaço de "ninho" para coelhos ou zona de segurança. Você pode fazer com uma caixa de papelão, da qual acomodará algumas toalhas fofas ou algum tapete de pelos, inclusive pode combinar vários materiais para deixar o ninho de coelho mais cômodo e macio.

Você deve deixar esse ninho em um local tranquilo, sem correntes de ar nem luz direta. Além disso, se no seu país o inverno é mais rigoroso você deverá ter atenção à temperatura e oferecer uma mantinha mais grossa.

Alimentação do coelho recém nascido

A alimentação do coelho recém nascido não é uma tarefa fácil, por esse motivo é recomendável buscar ajuda de um veterinário especialista em animais exóticos para que te indique com precisão o procedimento. Você deve ter uma mamadeira com um bico pequeno (como por exemplo os utilizados para gatos filhotes) ou uma seringa sem ponta e leite específico para coelhos filhotes, quer dizer, leite materno para coelhos é vendido em centros veterinários, lojas de produtos para animais ou lojas online.

A quantidade de leite é ao redor de 3 mililitros durante a primeira semana de vida. Nessa etapa é conveniente alimentá-lo umas três vezes por dia e supervisioná-lo regularmente para garantir que tudo está bem. Aumente de forma progressiva a quantidade de leite até chegar aos 15 mililitros durante a 6 ou 7 semana. A partir da terceira semana, mais ou menos, deixe ao alcance do seu coelho filhote pequenas porções de feno fresco para que ele comece a experimentar.

Alguns conselhos importantes para a alimentação do coelho recém nascido são:

  • Aposte sempre em produtos específicos para coelhos;
  • Alimente o seu filhote de forma horizontal, nunca como um bebê humano;
  • Pese o filhote de coelho diariamente para assegurar o aumento de peso;
  • Não force o coelho a comer pois isso pode causar pneumonia por aspiração;
  • Visite o veterinário se você observar que o filhote não defeca ou apresenta qualquer sintoma de doença;
  • Não estimule muito o coelho recém nascido, deixe que ele descanse as horas necessárias.

Alimentação do coelho jovem

A idade de desmame é, mais ou menos, pelas 8 semanas. No entanto, é importante ressaltar que cada coelho tem seu próprio ritmo e que alguns começam a comer alimentos sólidos antes ou depois das 8 semanas. Nesse momento já é possível mantê-lo em uma gaiola de tamanho adequado. Para que o bem estar do animal seja assegurado, as medidas mínimas para a gaiola devem estar entre 1 metro e 1,5 metros, mas pode ser maior caso você tenha espaço. Não esqueça de colocar dentro da gaiola um ninho para que o coelho possa se refugiar.

Desde o desmame e até os 6 meses de vida o coelho deverá ter disponível na gaiola feno ilimitado, assim você conseguirá assegurar um bom trânsito intestinal, ativo e saudável. É importante que o coelho tenha sempre feno à disposição já que se o trânsito intestinal para o coelho poderia sofrer com graves problemas de saúde. Além disso, você também deverá oferecer pellets ilimitados de boa qualidade, ou seja, aqueles que sejam compostos por 18% de fibra.

Você pode completar a alimentação do coelho com aveia e começar a adicionar novos alimentos à dieta, prestando especial atenção às frutas e legumes recomendadas para coelhos. Pelo alto teor de açúcar, as frutas devem ser utilizadas apenas como prêmios mas você pode começar a oferecer diariamente folhas verdes como rúcula, escarola, folhas da cenoura, etc. Além dos alimentos, o coelho deve ter a disposição sempre água fresca e limpa.

Alimentação do coelho adulto

Quando o seu pet alcançar os 6 ou 7 meses de vida já é considerado um coelho adulto. Nesse momento a sua dieta vai mudar para prevenir a obesidade. Qualquer mudança na alimentação do coelho deve ser realizada de maneira gradual, já que isso pode provocar problemas gastrointestinais.

O feno para coelho adulto deve ser oferecido de forma ilimitada pois continuará sendo a base da alimentação e a garantia do bom trânsito intestinal. Sendo assim, assegure que é um feno fresco e de boa qualidade. Caso o seu coelho não pareça interessado em comer o feno ou deixou de comer, você deve levá-lo ao médico veterinário para descartar qualquer problema de saúde mas você também pode tentar animá-lo com diferentes tipos de feno e ervas, como a alfafa, trevos, feno Timothy, etc.

Nessa etapa da vida do seu animal de estimação você deve limitar a quantidade de pellets, portanto é recomendável revisar qual a quantidade indicada para coelhos adultos no verso da embalagem. Geralmente varia em função da idade e peso do coelho. Confirme se a quantidade é adequada e caso tenha dúvidas ou se o seu coelho apresentar mudanças de peso você deve entrar em contato com o veterinário.

Alimentação do coelho idoso

Quando o seu coelho completar seis anos significa que está entrando na terceira idade. É importante que você dedique mais atempo e preste mais atenção ao comportamento, hábitos e excrementos para detectar qualquer problema e garantir a socialização diária que o seu pet precisa.

Os coelhos idosos continuam mantendo a mesma dieta que os coelhos adultos, no entanto, nesse caso é necessária um aumento de pellets para manter o peso do coelho. Se você começar a observar uma perda de peso notável é muito recomendável avaliar junto com veterinário se a dose de ração é adequada.

Tenha em conta que os coelhos idosos precisam de mais afeto e atenção. Lembre-se que um coelho pode superar os 8 anos de vida, porém isso depende diretamente da alimentação, cuidados que recebe e socialização.

Alimentos proibidos para coelhos

Além de explicar qual a alimentação para coelhos mais indicada, é importante que você saiba quais são os alimentos tóxicos para o seu pet:

  • Frutas secas;
  • Sementes;
  • Açúcar;
  • Sal;
  • Frutas em calda;
  • Gordura;
  • Amido;
  • Alface iceberg;
  • Batata;
  • Cebola;
  • Alho;
  • Abacate;
  • Chocolate.

Além disso, existem algumas plantas tóxicas para coelhos, como:

  • Folhas de chá;
  • Flor de páscoa;
  • Beladona
  • Orquídeas;
  • Cactos;
  • Hera;
  • Samambaia;
  • Sardinheiras;
  • Visco;
  • Narciso;
  • Cannabis;
  • Aloe vera;
  • Juniperus.

Não é recomendável oferecer alimento humano ou qualquer derivado animal, lembre-se que os coelhos são animais herbívoros. A comida fresca é muito mais benéfica para o organismo do coelho e ele vai degustar com muito mais vontade, por isso fique sempre atento à data de validade.

Agora que você já sabe mais sobre a alimentação do coelho, quais as frutas e legumes recomendados, quais os alimentos e plantas proibidos, já está mais preparado para adotar um coelinho. Vale lembrar que os coelhos selvagens ou aqueles que vivem em fazenda tem outro tipo de alimentação, no entanto, qualquer coelho doméstico irá se beneficiar com as dietas mencionadas acima.

Lembre-se que qualquer mudança no comportamento do seu animal você deve levá-lo imediatamente a um médico veterinário de confiança. Apena um profissional pode fazer um correto diagnóstico e passar o tratamento mais adequado de acordo com as condições e necessidades do animal.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Alimentação do coelho, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Dietas equilibradas.

Vídeos relacionados com Alimentação do coelho

1 de 3
Vídeos relacionados com Alimentação do coelho

Escrever comentário sobre Alimentação do coelho

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
9 comentários
A sua avaliação:
Lah
Posso dar folhas de bergamota para o meu mini coelho?
A sua avaliação:
tito
Como criar seu coelho.
A sua avaliação:
Nathalia
Minha coelha não está produzindo leite os filhotes completam duas semanas hj posso dar água e ração para eles? Me ajudem por favor aqui na minha cidade não tem especialistas em animais exóticos e nenhum veterinário quis nos atender
Luísa Savala
Oi Nathalia! Temos um artigo sobre comida para coelho filhote que pode te ajudar com algumas informações, confira: https://www.peritoanimal.com.br/comida-para-coelho-filhote-22562.html
De qualquer forma, recomendamos que você busque ajuda de um profissional o quanto antes. Uma boa dica é procurar por ONGs ou Associações próximas da sua região.
A equipe do PeritoAnimal deseja boa sorte!
A sua avaliação:
Valeria
O coelho pode ficar durante a noite sem o potinho de comida na gaiola?
Thaisa
Feno de alfafa pode dar a vontade também ?
Nathalia
O ideal é que alfafa seja oferecido só como petisco
Rafaela
Não entendi uma coisa no artigo. No início diz que pode introduzir vegetais na alimentação do coelho de 7 semanas e cita o alface. E depois diz que o alface é alimento proibido. E aí, pode ou não pode comer alface e, se não pode, qual a razão? Obrigada.
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Rafaela! Efetivamente, em pequenas quantidades a alface pode ser inofensiva para o coelho. Porém, por ser um alimento com pouca fibra e muita água, pode causar diarreias no coelho. Por esse motivo é normalmente desaconselhado já que tem muito poucas vantagens em comparação com os possíveis vantagens, visto que é um alimento nutricionalmente pouco rico. Para não causar confusão, já alteramos a informação que aconselha a introdução da alface. Agradecemos a sua questão!
Tatiana
Olá, li o artigo sobre alimentação e fiquei na dúvida sobre o alface , ele consta na dieta do coelho jovem e nos alimentos proibidos . É ou não proibido?
Fabrício Rodrigues
Bom dia, temos uma coelhinha está com 1 ano e 4 meses de uma hora para outra parou de comer ração já compramos vários tipos entre elas Funny Bunny (Supra) e Happy Rabbit (Zootekna) e ainda uma Purina e nada de querer comer, mas continua comendo normalmente feno de Alfafa e verduras sempre feliz e ativa, as fezes normais também. A pergunta é o que devemos fazer para que volte a comer ração? Dês de já Obrigado
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Fabrício! É muito bom sinal a sua coelhinha continuar comendo o feno (tão importante para o desgaste dos dentes) que deve estar sempre à disposição. Experimente uma manhã não colocar frutas nem legumes, coloque só o feno e a ração. De tarde verifique se ela comeu a ração e aí sim dê os legumes para ela. Se resultar, comece a adotar esse método para ela assim ter uma alimentação completa, porque o que pode estar a acontecer é que ela prefira os legumes e encha a barriguinha de feno e legumes não deixando lugar para a ração.
Elenilde
Faz 4 dias que meu coelho morreu, ele tinha apenas 6 anos, estava com uma infecção urinária há mais de 1 ano, tomava medicamento, melhorava, depois voltava tudo de novo, deveria ter mudado de médico, mas onde eu moro, não tem opções, me sinto culpada, por não ter feito mais por ele, sei que poderia estar comigo agora, mas fui deixar pra agir tarde demais, ele estava muito debilitado.

Alimentação do coelho
Alimentação do coelho

Voltar ao topo da página