menu
Partilhar

Como é a troca de pelo dos gatos?

 
Por Laura García Ortiz, Veterinária especializada em medicina felina. 11 março 2021
Como é a troca de pelo dos gatos?

Ver fichas de  Gatos

Os tutores de gatos sabem que o pelo deles sempre vai acompanhá-los aonde quer que vão, pois tanto em casa quanto fora dela, podemos encontrar um ou outro pelo em nossas roupas. Se você tem um gato perdendo pelo, destacamos que isso é algo completamente normal e saudável. Assim como as pessoas, os gatos perdem os pelos ao longo do ano, mas é principalmente nos meses de primavera e outono, nos países do hemisfério norte, quando as mudanças climáticas são mais pronunciadas, que observamos uma queda maior. No Brasil, como as estações não são tão definidas, não observamos a queda de pelo em gatos de uma maneira tão intensa.

Se você acabou de adotar um gato e ainda não tem certeza de como funciona essa troca, continue lendo este artigo do PeritoAnimal para aprender todos os detalhes sobre como é a troca de pelo dos gatos, quando ela ocorre pela primeira vez, se pode causar problemas, e como você pode ajudar seu felino durante este processo.

Também lhe pode interessar: Troca de pelo do Husky Siberiano

O que é a troca de pelo dos gatos

A troca de pelos dos gatos é a renovação do revestimento que envolve a pele do animal. Nos felinos domésticos, a troca consiste na renovação da pelagem para dar lugar à nova, que está crescendo internamente.

Trata-se de um processo normal e necessário. Se os gatos não o fizessem, isso seria um problema, e se o fazem em excesso e ao ponto de surgirem áreas desprovidas de pelos, isso pode indicar que o gato tem um problema dermatológico, comportamental ou alimentar que requer atenção veterinária. Portando, se você tem um gato soltando muito pelo, preste atenção e averigue se é algo pontual, como deve ser, ou algo constante.

A época de troca de pelo

Os gatos perdem pelos durante o todo o ano, mas é verdade que em determinadas épocas essa renovação é acentuada. Em países do hemisfério norte, essas épocas são os meses de primavera e outono, uma vez que seu corpo está se preparando para as mudanças de temperatura e as horas de luz que ocorrem durante esses meses. Assim, se você quer saber como é a troca de pelo dos gatos, vemos que a resposta está na adaptação ao clima. Assim, a troca de pelo em gatos nessas épocas é realizada das seguintes maneiras:

  • Na primavera, a troca de pelo é muito mais intensa, chegando a representar metade da troca que realizam durante o ano. Isso porque os gatos perdem grande parte de seu pelo para trocá-lo por outro mais fino, para assim suportar melhor o calor.
  • No outono, ocorre exatamente o contrário, a troca é realizada perdendo esses pelos finos, que são trocados por pelos mais grossos para resistir aos meses mais frios do ano.

O processo de troca durante esses meses é muito mais perceptível em gatos que vivem ao ar livre ou que saem de vez em quando do que naqueles que vivem sempre em casa, uma vez que em casa a temperatura geralmente não muda tão abruptamente devido ao aquecimento e ao ar-condicionado. Nestes gatos domésticos, o processo de troca é geralmente mais constante ao longo do tempo durante o ano, que é o caso do que acontece na maior parte do Brasil, em que as estações não são tão definidas como em países como Estados Unidos e os países europeus.

Primeira troca de pelo em gatos

Os gatos filhotes têm pelos mais macios, finos, fofos ou ondulados e mais curtos do que quando são adultos. Essa pelagem inicial o acompanhará durante seus primeiros 5-8 meses de idade. É a partir daí que um gato bebê começa a trocar de pelo, e o fará até alcançar seu máximo crescimento e desenvolvimento.

Desta forma, de acordo com sua raça, o gatinho completará sua primeira troca para um pelo mais longo, grosso, forte e brilhante. Geralmente, apenas a aparência do pelo muda, mas não sua cor, embora em alguns gatos o pelo possa escurecer um pouco quando são adultos.

Nesta primeira troca, você vai notar o gato perdendo pelo de maneira mais intensa e certamente verá os pelos do felino espalhados pela casa. É importante começar com os hábitos de higiene da pelagem, acostumando o gatinho à escovação e até ao banho. Mas não se desespere se vir muitos pelos felinos, é totalmente saudável e normal, o seu gatinho está crescendo. Descubra neste outro artigo até quando um gato é filhote?

No vídeo a seguir, você verá quando se preocupar quando temos um gato soltando muito pelo:

Riscos da troca de pelo dos gatos

Os tutores de felinos às vezes ficam alarmados devido à grande perda de pelo que seu gato está tendo. Em princípio, uma troca natural e saudável não deve causar problemas. O problema que pode causar uma troca de pelo exagerada em um gato é a sua autolimpeza.

Todos já notamos que, mais de uma vez por dia, nosso gato se limpa, e durante esse processo sua língua tira os pelos soltos que estão sendo trocados, junto com outros que puxa devido às características das papilas de sua língua.

É assim que, depois de muitas limpezas, ele pode engolir uma grande quantidade de pelos que vão acabar no seu sistema digestivo. Depois de passar pelo estômago, eles chegarão ao intestino, onde podem se acumular e formar bolas de pelo (tricobezoares). Este problema é muito mais frequente se o gato tem o pelo longo ou semilongo, porque nesses casos as fibras de pelo ocupam mais espaço e é possível obstruir o intestino com menor quantidade.

Essas bolas de pelo podem chegar a obstruir parcial ou totalmente o trânsito intestinal, o que provoca sinais clínicos de corpo estranho no felino, como o vômitos, perda de apetite ou anorexia. A solução é, em muitos casos, uma cirurgia para extraí-las. Neste vídeo, falamos deste problema:

O que fazer quando um gato troca de pelo?

Devido ao problema das bolas de pelo, é importante manter um cuidado frequente do pelo do seu gato. Durante a época de troca, em que você percebe o gato soltando muito pelo, esse cuidado deve ser realizado com ainda mais frequência, e consistirá no seguinte:

  • Escovação: durante o ano, os gatos devem ser escovados com frequência utilizando uma escova especial para gatos, no mínimo duas vezes por semana para gatos de pelo curto e o dobro para gatos de pelo longo. Se você vive em uma região em que a época da troca é mais perceptível, a escovação deve ser feita pelo menos a cada dois dias para os de pelo curto e todos os dias para os de pelo comprido. Isso, além de promover a circulação sanguínea que fará com que os pelos fiquem mais fortes e saudáveis e fortalecer seu vínculo com o seu gato, também arrastará os pelos mortos e evitará que o gato os ingira. Para isso, a escova mais utilizada é um tipo de escova raspadora.
  • Banho: durante o banho do gato, muitos pelos mortos serão arrastados de forma muito eficaz, e posteriormente serão removidos com a escovação. O ideal é acostumar um gatinho desde pequeno para que o banho não seja um momento muito estressante ou traumático. Se o seu gato fica histérico ao ver a água, é melhor não dar banho e trabalhar com ele para que acabe associando esse momento a uma experiência positiva. Para isso, recomendamos este artigo: como dar banho no meu gato em casa.
  • Malte: dar este produto pelo menos uma ou duas vezes ao dia durante essa época pode ajudar a prevenir a formação de bolas de pelo. Para favorecer sua ingestão, caso o gato não goste muito, você pode colocar um pouco sobre uma de suas patas dianteiras ou sobre seu nariz, pois isso fará com que ele lamba a área para se limpar e ingira o malte.
  • Erva-do-gato: alguns gatos acham essa erva muito atraente e a ingerem para se purificar. Se este for o caso do seu gato, você pode tentar oferecê-la durante o período de maior queda de pelo em gatos para melhorar seu trânsito intestinal regurgitando os pelos acumulados que podem formar uma bola de pelo.

Além disso, assim como no resto do ano, isso tudo deve ser acompanhado de uma boa alimentação com uma dieta completa e equilibrada, que garanta todos os nutrientes em suas proporções corretas, para que o felino mantenha sua boa saúde e o estado dos pelos. Agora, se depois de conhecer todos os detalhes sobre a troca de pelos em gatos, você ainda considera que a sua queda não é normal e você se encontra com um gato soltando muito pelo, muito acima do que acha que deveria, é melhor ir ao veterinário para examiná-lo, pois são várias causas que fazem um gato perder muito pelo.

Como é a troca de pelo dos gatos? - O que fazer quando um gato troca de pelo?

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como é a troca de pelo dos gatos?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cuidado do pelo.

Bibliografia
  • HENDRIKS, W. H.; TARTTELIN, M. F.; MOUGHAN, P. J. Seasonal hair loss in adult domestic cats (Felis catus). Journal of Animal Physiology and Animal Nutrition, 1998, vol. 79, no 1‐5, p. 92-101. Disponível em: <https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/j.1439-0396.1998.tb00632.x>. Acesso em 9 de março de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Como é a troca de pelo dos gatos?
1 de 2
Como é a troca de pelo dos gatos?

Voltar ao topo da página