Partilhar

Cachorro pode comer melão?

 
Por Eduarda Piamore. Atualizado: 5 setembro 2019
Cachorro pode comer melão?

Ver fichas de  Cachorros

O melão (Cucumis melo) é uma fruta deliciosa, que combina perfeitamente doçura, "refrescância" e várias propriedades benéficas para a saúde humana. Por isso, é bem comum que os tutores se façam a seguinte pergunta: "pode dar melão para cachorro?" ou "como posso oferecer melão ao meu cachorro?".

Nos últimos anos, cada vez mais proprietários vem percebendo os benefícios de oferecer uma alimentação mais natural e fresca aos seus cachorros e, inclusive, muitos já trocam as rações industrializadas por uma dieta BARF ou ACBA (crua e biologicamente apropriada ao organismo dos cães). Além disso, várias frutas e legumes que os cachorros podem comer oferecem muitos nutrientes essenciais para fortalecer o sistema imunológico e favorecer a digestão dos nosso melhores amigos. Mas será que cachorro pode comer melão? Nesse artigo do PeritoAnimal, te contaremos se pode dar melão para cachorro e quais são os benefícios desta deliciosa fruta para nos pets. Continue lendo!

Também lhe pode interessar: Cachorro pode comer melancia?

Benefícios do melão para cachorro

Para saber se cachorro pode comer melão, é fundamental observar a composição nutricional desta fruta. Se você souber quais são os nutrientes, será muito mais fácil reconhecer os benefícios do melão para cachorro e as precauções que devem ser tomadas ao introduzi-lo na dieta do seu amados peludo. De acordo com a base de dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), 100g de melão fresco e cru oferecem os seguintes nutrientes:

  • Energia total/Calorias: 34kcal;
  • Proteínas: 0.84g;
  • Gorduras totais: 0.19g;
  • Carboidratos: 8.16g;
  • Fibras: 0.9g;
  • Açúcares: 7.86g;
  • Água: 90.15g;
  • Cálcio: 9mg;
  • Ferro: 0.21mg;
  • Fósforo: 15mg;
  • Magnésio: 12mg;
  • Potássio: 267mg;
  • Sódio: 16mg;
  • Zinco: 0.18mg;
  • Vitamina A: 169µg;
  • β-caroteno: 303 μg;
  • Vitamina B1: 0.04mg;
  • Vitamina B2: 0.02mg;
  • Vitamina B3: 0.73mg;
  • Vitamina B6: 0.07mg;
  • Vitamina C: 36.7mg;
  • Vitamina E: 0.050mg;
  • Vitamina K: 2.5mg;
  • Folato: 21μg;

Interpretando a tabela nutricional acima, é possível perceber que o melão é rico em vitamina C (ácido ascórbico), que é um dos mais poderosos antioxidantes naturais, capaz de combater a ação dos radicais livres e o envelhecimento celular. Além disso, a vitamina C é um nutriente indispensável para o correto desenvolvimento e o fortalecimento do sistema imunológico, ajudando a prevenir várias doenças comuns nos cachorros.

Por isso, o consumo moderado e regular de melão pode ser muito positivo para os filhotes, que se encontram em plena fase de crescimento e cujas defesas naturais ainda estão em formação, sendo mais vulneráveis a patologias possivelmente letais, como o parvovírus e a cinomose. Porém, os benefícios do melão para cachorro idoso também são muito relevantes, já que podem colaborar com a prevenção dos sintomas de velhice e para uma melhor absorção dos nutrientes da dieta, evitando a perda de massa muscular que prejudica a mobilidade e resistência física.

Além disso, o melão é uma fruta com alto conteúdo de água, ajuda a manter o organismo dos cães bem hidratado e evita várias afecções derivadas de um consumo insuficiente de líquidos, como as infecções urinárias. A água contida em frutas como o melão e a melancia também possuem um efeito diurético e depurativo, colaborando para a eliminação de toxinas e para a manutenção de um metabolismo equilibrado.

A combinação do efeito depurativo com os antioxidantes naturais, as vitaminas e os carotenoides fazem que o melão seja um alimento "amigo" da saúde e da estética da pele e dos pelos dos cachorros, prevenindo a desidratação e problemas dermatológicos, como as alergias na pele dos cães.

Por último, é importante lembrar que o melão também oferece um bom teor de fibras ao organismo dos cães, ajudando a manter um transito intestinal ativo e estável, prevenindo os mal estares estomacais e a prisão de ventre em cães.

Cachorro pode comer melão? E melancia?

Se você se pergunta se pode dar melão para cachorro, a resposta é : SIM! Como vimos, são vários os benefícios do melão para cachorro em todas as etapas do seu desenvolvimento. Porém, é muito importante tomar certas precauções ao oferecer essa fruta aos pets para evitar efeitos adversos à sua saúde.

Nesse sentido, é fundamental entender que os cachorros precisam consumir uma boa dose de proteínas diariamente para suprir completamente as necessidades nutricionais. Embora tenham se tornado onívoros e sejam capazes de digerir vários alimentos que seus antecessores lobos não toleram, as carnes continuam sendo as proteínas de melhor digeribilidade e maior aproveitamento nutricional para os cachorros. Por isso, não é recomendável oferecer uma dieta vegetariana ou vegana para seu cachorro que se baseie somente em verduras, legumes, frutas e proteínas de origem vegetal, pois isso poderia provocar sérios déficits nutricionais e acabaria causando um quadro de anemia nos cães.

Também é importante considerar que todas as frutas, inclusive o melão, possuem um alto conteúdo de um tipo de açúcar natural chamado frutose, que se transforma em moléculas de glicose ao fim do processo digestivo. Em consequência, o consumo excessivo de frutas e vegetais ricos em frutose, amido e outros açucares naturais podem provocar um rápido aumento de peso, favorecendo os sintomas de obesidade nos cães, além de favorecer a desregulação dos níveis de glicose na corrente sanguínea dos cães, podendo conduzir a um quadro de diabetes canina.

Além disso, o melão e a melancia possuem um nível de fibras considerável, logo, um consumo exagerado poderia provocar problemas digestivos nos cães, como diarreias e a acumulação de gases no trato gastrointestinal dos cachorros. Confira também esse artigo que explica se cachorro pode comer melancia para saber mais sobre o conteúdo dessa fruta.

Sendo assim, é indispensável consultar um veterinário antes de introduzir qualquer novo alimento na dieta do seu peludo para garantir um consumo seguro e benéfico. Somente um profissional devidamente capacitado será capaz de determinar a dose e a frequência de consumo mais apropriadas segundo o tamanho, a idade, o peso e o estado de saúde do seu cachorro.

Como dar melão para cachorro

Agora que já sabemos que cachorro pode comer melão e melancia, provavelmente você se pergunte qual é a melhor maneira de oferecer essa fruta ao seu melhor amigo. Antes de dar melão a um cachorro, é fundamental retirar as sementes e a casca, incluindo boa parte da carne branca que é mais difícil de digerir que a carne da fruta madura que pode ser transparente, verde ou alaranjada, dependendo do tipo de melão.

Se você vai dar melão ao seu cachorro pela primeira vez, lembre-se de oferecer apenas um pedaço pequeno e observar como ele se sente e se comporta nas 12 horas depois da ingestão. A ideia é ver se essa fruta é bem assimilada pelo organismo do cachorro ou se provoca algum problema digestivo.

A quantidade de melão que um cachorro pode consumir dependerá do tamanho, peso e estado de saúde. Porém, geralmente se recomenda que não consumam mais de 4 ou 5 pedaços por dia. Caso você decida oferecer misturar o melão com outras frutas, lembre-se de reduzir essa quantidade para evitar que seu cachorro consuma um excesso de açucares de uma só vez.

Uma ótima forma de incorporar o melão na dieta do seu cachorro é usar essa fruta como um reforço positivo na educação do seu cachorro para estimular a aprendizagem. Cada vez que seu cachorro realizar uma conduta positiva ou reproduzir um comando de obediência canina, você pode oferecer um pedaço de melão para premiá-lo e incentivar que tenha vontade de continuar aprendendo.

Se você quiser saber mais sobre frutas para cachorros, confira nosso vídeo no YouTube:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cachorro pode comer melão?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Dietas equilibradas.

Bibliografia
  • United States Department of Agriculture. National Nutrient Database for Standard Reference Legacy Release. Disponível em: <https://ndb.nal.usda.gov/ndb/foods/show/11080?fgcd=&manu=&format=&count=&max=25&offset=&sort=default&order=asc&qlookup=beet&ds=&qt=&qp=&qa=&qn=&q=&ing=>. Acesso em: 03 Set. 2019

Escrever comentário sobre Cachorro pode comer melão?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Cachorro pode comer melão?
Cachorro pode comer melão?

Voltar ao topo da página