Partilhar

Cachorro pode comer melancia?

 
Por Eduarda Piamore. 20 maio 2019
Cachorro pode comer melancia?

Ver fichas de  Cachorros

Uma boa nutrição é um aspecto essencial para o desenvolvimento físico, cognitivo e social de todos os cachorros. Independente de sua raça e sexo, um cachorro precisa receber uma alimentação completa e equilibrada que supra completamente as necessidades nutricionais próprias de idade.

Felizmente, cada vez mais tutores se animam a ir além da ração industrializada e decidem oferecer uma dieta mais natural e variada a seus melhores amigos. Durante esta transição alimentar, são muitas as perguntas que vem à sua mente e, muitas delas estão relacionadas a quais frutas que cachorro pode comer e quais são mais benéficas, por exemplo, "cachorro pode comer banana?", "cachorro pode comer morango?, "cachorro pode comer melancia e melão?". São algumas das muitas dúvidas que você poder ter antes de decidir oferecer uma alimentação mais saudável ao seu pet.

Neste artigo do PeritoAnimal,vamos compartilhar informações úteis para te ajudar a proporcionar uma nutrição balanceada e os melhores cuidados ao seu companheiro mais fiel. Nesse artigo vamos explicar mais sobre uma das frutas mais deliciosas e populares no Brasil, a melancia. Você vai entender se seu cachorro pode comer melancia e quais são os benefícios e precauções de incluir esta fruta na alimentação do seu cachorro.

Também lhe pode interessar: Cachorro pode comer melão?

Cachorro pode comer melancia? Qual a composição nutricional?

Antes de responder se seu cachorro pode comer melancia, é fundamental que você saiba a composição nutricional desta fruta tão deliciosa. Se você conhecer os nutrientes presentes na melancia, fica muito mais fácil entender quais são os benefícios de introduzi-la na alimentação do seu cachorro e as precauções, para evitar efeitos adversos. Além disso, conhecer os alimentos ajuda a criar mais consciência sobre nossa própria nutrição.

Segundo a base de dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA)[1], 100g de melancia fresca apresentam a seguinte composição nutricional:

  • Energia total/Calorias: 30 kcal;
  • Proteínas: 0.61g;
  • Gorduras totais: 0.15g;
  • Carboidratos: 7.55g;
  • Fibras: 0.5g;
  • Açúcares: 6.2g;
  • Água: 91.45g;
  • Cálcio: 7mg;
  • Ferro: 0.24mg;
  • Fósforo: 11mg;
  • Magnésio: 10mg;
  • Manganésio: 0.04mg;
  • Potássio: 112mg;
  • Sódio: 1mg;
  • Zinco: 0.1mg;
  • Vitamina A: 28µg;
  • β-caroteno: 303 μg;
  • Vitamina B1: 0.033 mg;
  • Vitamina B2: 0.021 mg;
  • Vitamina B3: 0.18mg;
  • Vitamina B5: 0.22mg;
  • Vitamina B6: 0.05mg;
  • Vitamina C: 8.1mg.

Como você pode observar na informação nutricional acima, a melancia é rica em vitamina C, um poderoso antioxidante natural que combate a ação dos radicais livres e o dano celular. Além disso, o ácido ascórbico (vitamina C) resulta fundamental também para o fortalecimento do sistema imunológico, colaborando na prevenção das doenças mais frequentes nos cachorros. Por isso, o consumo de melancia para cachorro filhote pode resultar muito positivo, já que se encontram em plena fase de crescimento e as defesas naturais ainda estão se formando.

Além disso, a melancia é uma das frutas mais ricas em água, ajudando a manter o organismo bem hidratado e prevenindo os danos e patologias associadas ao insuficiente consumo de líquidos, como os problemas renais. A água contida em frutas como melancia e melão possui um efeito diurético e depurativo no corpo dos cachorros, ajudando a eliminar toxinas e manter o metabolismo estável.

A combinação da alta porcentagem de água com os antioxidantes naturais, como a vitamina C e carotenoides faz com que a melancia seja também uma excelente aliada da saúde e da estética da pele e dos pelos, prevenindo os sintomas de envelhecimento e desidratação.

Por último e igualmente importante, a melancia oferece fibras ao organismo, auxiliando na digestão e prevenindo problemas digestivos, como a prisão de ventre nos cães.

Cachorro pode comer melancia? Verdadeiro ou falso?

Se você se pergunta se o um cachorro shih tzu pode comer melancia ou se esta fruta é apropriada para cachorros de outras raças e vira-latas, a resposta é: sim. As fibras, as vitaminas, os antioxidantes naturais e o efeito depurativo desta fruta podem ter um impacto muito positivo no organismo do seu pet. Porém, a introdução desta fruta em na dieta sempre deve seguir as devidas precauções para garantir um consumo benéfico à sua saúde.

Para oferecer uma dieta completa e equilibrada ao seu cachorro, você precisa lembrar sempre que os cachorros precisam consumir diariamente uma boa dose de proteínas. Embora os cachorros sejam onívoros e tenham desenvolvido a capacidade de digerir alguns alimentos que seus ancestrais lobos não podem digerir, as carnes continuam sendo as fontes de proteínas mais adequadas.

Por isso, não é apropriado basear a alimentação de um cachorro somente em frutas, verduras e proteínas de origem vegetal. Por isso, mesmo a melancia sendo uma das frutas que cachorro pode comer, não deve ser o centro ou o pilar da nutrição, já que isso conduziria a déficits nutricionais que debilitam o sistema imunológico do cachorro, deixando-o mais vulnerável a todo tipo de doenças.

Além disso, a melancia e todas as frutas são ricas em um tipo de açúcar natural chamado frutose que é metabolizada no organismo em moléculas de glucose. O consumo excessivo de açucares pode levar a um rápido aumento de peso, favorecendo a obesidade canina e os sintomas de doenças relacionadas, como diabetes. Por outro lado, o consumo excessivo de fibras também pode provocar problemas digestivos, como gases e diarreias nos cachorros.

Para garantir um consumo seguro e benéfico, consulte um veterinário antes de incluir melancia ou qualquer novo alimento na dieta do seu cachorro. Este profissional é devidamente capacitado para te ajudar a determinar qual quantidade e a frequência de consumo mais adequada segundo o tamanho, a idade, o peso e o estado de saúde do seu cachorro.

Cachorro pode comer melancia, mas qual quantidade?

Agora que você já sabe que a melancia é uma das frutas que cachorro pode comer, para oferecer ao seu pet você deve tirar as sementes e a casca, incluindo boa parte da carne branca que é mais difícil de digerir que a fruta madura de cor avermelhada. Se é a primeira vez que seu cachorro provará melancia, o ideal é oferecer apenas um pedaço pequeno e observá-lo durante as 12 horas depois da ingestão, para ver se esta fruta provoca alguma reação adversa no processo digestivo, como gases ou diarreias.

A quantidade de melancia que um cachorro pode consumir dependerá do tamanho, peso e estado de saúde. Mas geralmente, se recomenda dar apenas entre 3 e 5 pedaços de melancia para um cachorro adulto, sempre depois de ter a certeza que esta fruta não lhe produz problemas digestivos. Mas, caso você opte por misturá-la com outras frutas, o ideal é reduzir esta quantidade, para evitar que seu cachorro consuma muito açúcar de uma só vez.

Uma ótima maneira de incorporar a melancia na nutrição do seu cachorro é utiliza-la como um reforço positivo na sua educação. Ou seja, cada vez que seu cão realizar uma conduta positiva ou reproduzir um comando de obediência canina, você pode oferecer um pedaço de melancia para premiá-lo e estimular que siga aprendendo.

Confira abaixo vídeo do nosso canal do YouTube sobre 8 frutas para cachorro, os benefícios e doses:

Cachorro pode comer uva? E abacate?

Como as frutas são alimentos muito benéficos para a saúde humana, a tendência é pensar que o consumo também terá um impacto positivo na saúde dos cachorros. Porém, é fundamental recordar que existem frutas e legumes proibidos para os cães, que podem causar vários danos ao organismo, desde problemas digestivos, como vômitos e gases, até um quadro de intoxicação.

Muitos tutores se perguntam se seu cachorro pode comer abacate e uvas, por exemplo. Embora esses alimentos tenham muitas propriedades benéficas para a saúde humana, resultam muito perigosos para o organismo dos cachorros. Por isso, novamente ressaltamos a importância de consultar um veterinário antes de incluir qualquer novo alimento ou decidir mudar o tipo de dieta que você oferece ao seu melhor amigo.

Se você têm dúvidas se os cachorros podem comer ovo, confira esse artigo do PeritoAnimal.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cachorro pode comer melancia?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Dietas equilibradas.

Escrever comentário sobre Cachorro pode comer melancia?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Cachorro pode comer melancia?
Cachorro pode comer melancia?

Voltar ao topo da página