Partilhar

Obesidade canina: como tratar

Por Nídia do Carmo, Editora e redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 20 março 2019
Obesidade canina: como tratar

Ver fichas de  Cachorros

A obesidade é, no caso dos humanos, uma preocupação evidente em todo o mundo, não só a nível de saúde física, mas também preocupante a nível estético.

Curiosamente, muitos tutores de cachorros não consideram o excesso de peso dos seus pets uma preocupação, uma vez que acham que é uma característica adorável e doce. Pensar dessa forma é uma grave erro.

É muito importante que um cachorro mantenha um nível de peso ótimo para o seu tamanho, raça e idade. Caso contrário, podem surgir problemas cardiovasculares, existe uma maior probabilidade de desenvolverem doenças hereditárias e a sua condição e atividade físicas são comprometidas. Fique informado e descubra como tratar obesidade canina.

Também lhe pode interessar: Benefícios da castração canina

Sintomas de obesidade canina

Identificar um cachorro obeso é fácil, uma vez que demonstra uma barriga protuberante, imprópria para a sua constituição. Tenha em conta que, em um cachorro no seu peso ideal, é possível ver levemente as suas costelas e notar um desvio até à região pélvica.

Os cachorros com este problema possuem um comportamento muito sedentário e têm tendencia para estar deitados ou inativos pela casa, sem revelar vontade de sair e passear e, em alguns casos, quando dormem roncam. Existem poucos comportamentos tão anti-naturais como este da parte de um cachorro. Além disso, também experienciam uma sensação de fome constante que resulta em ansiedade, criando um comportamento dependente de quem os alimenta.

Por fim, é importante destacar que os cachorros obesos têm uma esperança média de vida muito inferior aos outros pets, podendo desenvolver todo o tipo de doenças respiratórias, diabetes, pancreatite e até ataques de coração. Se se preocupa com o seu cachorro, tenha em consideração que é muito importante que ele esteja 100% saudável.

Obesidade canina: como tratar - Sintomas de obesidade canina

Como evitar obesidade canina

De forma a prevenir a obesidade em cachorros, é muito importante que eles recebam quantidade de alimento justa e necessária para o seu peso e tamanho. Quando o tutor falha nesta tarefa, pode estar dando origem a um princípio de obesidade. Recorra ao veterinário da sua confiança caso tenha dúvidas sobre a alimentação que dá ao seu cachorro, ele vai aconselhar e sugerir diferentes tipos de dieta.

Alguns conselhos sobre a dieta para obesidade canina

  • Calcule a ração que o seu cão necessita e divida em duas ou três dosagens para reduzir a sensação de fome.
  • Tente cumprir sempre os mesmos horários de refeição.
  • Mude de alimentação de forma regular, alternando ração com dietas caseiras e comida úmida.
  • Não ofereça guloseimas em excesso. Se está tentando adestrar o cachorro, é importante que as utilize apenas de vez em quando, caso contrário não vai obedecer quando você não tiver nada para ele.
  • Faça com que o seu pet tenha sempre água fresca e limpa à sua disposição para reduzir a sensação de fome.
  • Não ceda aos seus pedidos de comida,. Você deve ser responsável pelo cachorro, ofereça o alimento nas suas doses definidas.
Obesidade canina: como tratar - Como evitar obesidade canina

Como fazer um cachorro obeso emagrecer

Além da alimentação, é muito importante que o seu cachorro se mantenha ativo e em forma de acordo com a sua idade. O binômio esporte-alimentação é a forma mais saudável de manter um organismo vital, sendo que esta regra pode ser aplicada a cachorros ou pessoas. O exercício físico, aliado à dieta é a melhor forma de fazer um cachorro emagrecer.

Não importa sem tem um cachorro idoso, ele também pode realizar atividades para se manter em forma com exercícios específicos para ele.

Uma boa opção de exercício é o canicross, um esporte que consiste em que o tutor e o cachorro corram juntos, conectados através de uma trela específica para a prática. No entanto, não é necessário levar o exercício com o animal a esse ponto. Basta que realize bons passeios diários e faça sessões de exercício com ele durante os finais de semana.

Alguns conselhos sobre o exercício:

  • Evite as horas de calor, especialmente em tipos de cachorro com pelo comprido e grande constituição.
  • Procure se manter informado sobre diferentes atividades para passar tempo com o seu cachorro.
  • Nunca deixe o cão praticar exercício se acabou de comer, a combinação de alimento e exercício podem provocar uma torção estomacal mortal para o seu pet.
  • Observe a atitude do cachorro no momento de praticar esportes. Se necessário, deixe que descanse quando necessita.
  • Tente se divertir com o cachorro, dedique algum tempo e ofereça carinhos no momento em que fazem exercício.
  • Se você não é esportista, pode ir ao campo ou à praia. O cachorro vai se exercitar sozinho enquanto você caminha tranquilamente.

Confira também esse vídeo para descobrir 5 esportes com cachorros:

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Obesidade canina: como tratar, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Prevenção.

Bibliografia
  • "Overview of Nutrition: Small Animals" por Sherry Lynn Sanderson, BS, DVM, PhD, DACVIM, DACVN, Associate Professor, Department of Physiology and Pharmacology, College of Veterinary Medicine, University of Georgia. Disponível em: https://www.msdvetmanual.com/management-and-nutrition/nutrition-small-animals/overview-of-nutrition-small-animals

Escrever comentário sobre Obesidade canina: como tratar

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Obesidade canina: como tratar
1 de 3
Obesidade canina: como tratar

Voltar ao topo da página