Partilhar

Ataxia em gatos - Sintomas e tratamento

Por Aline Nunes. Atualizado: 1 outubro 2018
Ataxia em gatos - Sintomas e tratamento

Ver fichas de  Gatos

Qualquer um que tenha um gato como companheiro de vida deve buscar oferecer-lhe o máximo bem-estar possível. Por isso, é importante se manter bem informado sobre as suas necessidades básicas e as doenças mais comuns que eles podem sofrer.

Desde o Perito Animal, procuramos sempre fornecer todas as informações possíveis sobre os animais que estão no nosso convívio.

Neste novo artigo, vamos falar sobre um problema de saúde dos gatos domésticos, mais comum do que pode parecer em princípio. Continue lendo se quiser descobrir o que é a ataxia em gatos, seus sintomas e os tratamentos possíveis.

Também lhe pode interessar: Piometra em gatos - Sintomas e tratamento

O que é a ataxia?

Talvez você já tenha visto um gatinho com um andar peculiar, caminhando descoordenado e cambaleante. Isso acontece porque ele sofre de algo conhecido como ataxia. Se define como a falta de coordenação e precisão nos movimentos de um animal. Afeta o sentido de movimento e equilíbrio, a estabilidade, a postura corporal, especialmente as extremidades e a cabeça do animal que padece dessa condição. Se os passos que o gato toma são bastante curtos, isto é, se ele avança com a marcha mais curta, e parece que ele salta em lugar de andar, diremos que ele sofre de hipometria. Por outro lado, se os seus passos são mais longos e parece que o felino se arrasta para avançar, estaremos diante de um caso de hipermetria.

Essa condição ocorre quando existe um conflito ou lesão em uma das áreas que controlam os movimentos, por isso, a ataxia é considerada um sintoma e não uma doença. Estas principais áreas responsáveis ​​pelos movimentos do corpo de um animal são:

  1. A propriocepção ou sistema sensorial é encontrada nos nervos periféricos e na medula espinhal. Ajuda o animal a detectar a posição ou movimento dos seus músculos, tendões e articulações. Portanto, um problema ou lesão nesse sistema causa a perda de controle da posição e do movimento.
  2. O sistema vestibular serve para manter a posição correta das extremidades, do tronco e dos olhos do animal quando movimenta a cabeça, para conferir a sensação de equilíbrio. Normalmente, os problemas ocorrem no ouvido médio ou interno, no nervo vestibular e no tronco cerebral. As lesões geralmente são unilaterais e podemos observar o gato virar a cabeça para o lado afetado.
  3. O cerebelo possui várias funções que afetam a coordenação e precisão dos movimentos. Primeiro, recebe informações do sistema sensorial, vestibular e dos sistemas visual e auditivo. Então, o cerebelo processa as informações recebidas sobre a posição e os movimentos, compara os dados com o movimento que deseja realizar e dá a ordem, coordenando os músculos necessários para realizá-las.

A ataxia pode ocorrer após uma complicação de algum tipo ou acidente que o gato sofreu, provocando uma lesão. Pode ainda ter nascido com o problema ou aparecer dentro de semanas, ou meses de vida. A melhor coisa que podemos fazer pelo nosso pequeno companheiro é entrar em contato com o nosso veterinário de confiança para diagnosticar o problema imediatamente, já que existem outras doenças que produzem um quadro semelhante. Uma vez detectado o problema e a sua causa, o especialista indicará como proceder para que o felino possa se recuperar, se for possível, ou retomar a normalidade máxima, de acordo com a gravidade do problema.

Ataxia em gatos - Sintomas e tratamento - O que é a ataxia?

Causas e tipos de ataxia

A ataxia tem várias causas, as mais importantes estão indicadas abaixo:

  • Uma lesão em algum dos três sistemas discutidos acima (vestibular, sensorial e cerebelo)
  • Condições do sistema nervoso
  • Uma grande fraqueza causada por outros problemas, como fome, anemia, etc.
  • Problemas musculares
  • Problemas em sistemas que afetam o funcionamento do cérebro e nervos periféricos
  • Condições ortopédicas que afetam os ossos e as articulações
  • Alguns dos sintomas e lesões podem resultar de acidentes, envenenamentos, problemas sérios na dieta, tumores e infecções graves, entre muitas outras possibilidades.

Além disso, a ataxia pode ser dividida em três tipos diferentes, dependendo da área afetada:

  1. Ataxia Cerebelar: É aquela que afeta o cerebelo, enfraquecendo o controle sobre o equilíbrio e a coordenação dos movimentos. Os felinos com este tipo de ataxia podem ficar de pé, mas, caminham de forma descoordenada e exagerada, com as pernas abertas, saltando e tremendo, tem a precisão muito afetada, portanto, se torna bem dificultoso saltar e quando o fazem acaba sendo um salto exagerado e desajeitado.
  2. Ataxia Vestibular: Causada por algum problema no ouvido médio ou interno, ou em alguns nervos que conectam o ouvido ao cérebro. Normalmente o problema é unilateral, para o lado em que o gato inclina a cabeça. Eles tendem a balançar e cair para o lado afetado. Por outro lado, quando ocorre bilateralmente, observa-se uma oscilação de lado a lado, pois, eles perdem o equilíbrio. Apresentam todos os sintomas de uma doença vestibular.
  3. Ataxia Sensorial: Também conhecida como ataxia proprioceptiva generalizada. É aquela que ocorre quando o problema está no cérebro, na medula espinhal ou nos nervos periféricos. Portanto, a informação não atinge bem o sistema nervoso central e como responsável pelo movimento e pela posição do corpo, devido à falta de informação, não consegue atuar corretamente. Os felinos que sofrem com isso podem ficar de pé e andar com as suas extremidades muito separadas, porque, geralmente, há um atraso na extensão dos membros ao caminhar, portanto, ocorre um passo mais longo que o normal. Existem gatos que até caminham com a parte dorsal das pernas, arrastando os dedos. Além disso, eles têm fraqueza muscular devida aos problemas situados nos nervos do sistema muscular.
Ataxia em gatos - Sintomas e tratamento - Causas e tipos de ataxia

Sintomas de ataxia em gatos

A sintomatologia é muito variada na Ataxia. De acordo com o tipo e, consequentemente, segundo a causa da ataxia, alguns dos sintomas variam, mas os mais importantes são os seguintes:

  • Descoordenação
  • Desorientação
  • Fraqueza
  • Tremores
  • Cambaleia, perde o equilíbrio e cai facilmente
  • Passos estranhos (menores ou maiores que o normal)
  • Permanece sentado mais do que o habitual por medo de se mover
  • Dificuldades para comer, beber, urinar e defecar
  • Arrasta as patas, apoiando os dedos para caminhar
  • Se move próximo ao chão
  • Se move pulando
  • Seus saltos são exagerados e descoordenados
  • Torça a cabeça para um lado
  • Movimento descontrolado dos olhos
  • Anda em círculos para o mesmo lado
  • Pouca precisão nos movimentos
  • Perda de apetite e vômito
  • Estresse e constantes miados

É de vital importância dirigir-nos diretamente ao nosso veterinário de confiança diante de qualquer um desses sintomas, especialmente se ocorrerem vários ao mesmo tempo. Desta forma, começaremos a realizar testes até encontrarmos a razão para os sintomas poderem encontrar um diagnóstico e iniciar o tratamento o mais rápido possível.

Ataxia em gatos - Sintomas e tratamento - Sintomas de ataxia em gatos

Diagnóstico de ataxia em gatos e possíveis tratamentos

Ao visitar a clínica, o veterinário terá que realizar vários testes e deverá fazer um exame físico detalhado onde poderá ver como o gatinho se move e quais são as suas reações diante de diferentes estímulos, o que irá ajudá-lo a avaliar que tipo de ataxia pode ser.

Além disso, deve realizar exames de sangue, testes de urina, raios-x, alguns testes neurológicos, um exame de vista e todos os tipos de análises que o especialista possa requerer para estar seguro do diagnóstico e descartar outras doenças, além de determinar corretamente que tipo de ataxia o nosso felino sofre.

É verdade que muitas causas da ataxia em felinos não têm remédio, portanto, o nosso gato terá que aprender a conviver com essa condição. Felizmente, na maioria dos casos, o gatinho consegue aprender a viver com a ataxia perfeitamente, pois, ela aparece em idades muito precoces.

Também é verdade que algumas das causas têm solução. Por exemplo, algumas das causas da ataxia vestibular são tratáveis. Deve-se saber como lidar com o principal dano no sistema vestibular e estudar se é realmente um problema corrigível ou não. Se o problema é ocasionado por um tumor, deve-se examinar se é operável ou não e se apresenta uma infecção, ou um envenenamento deve-se saber se é reversível e que danos podem resultar no gato. É por isso que é vital para o futuro do nosso filhote visitar o veterinário para uma revisão, mediante o menor sinal ou qualquer coisa incomum no seu comportamento, já que existe menos chance de complicações se identificamos os problemas de saúde a tempo.

Ataxia em gatos - Sintomas e tratamento - Diagnóstico de ataxia em gatos e possíveis tratamentos

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Ataxia em gatos - Sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre Ataxia em gatos - Sintomas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Matheus Vieira
meu gato esta cambaleando, pode estar com ataxia?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Matheus! Sim, consulte o seu médico veterinário para ter um diagnóstico o quanto antes.

Ataxia em gatos - Sintomas e tratamento
1 de 5
Ataxia em gatos - Sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página