menu
Partilhar

Animais que não tem coração

 
Por María Luz Thomann, Bióloga e ornitóloga. 29 novembro 2023
Animais que não tem coração

No reino animal, a complexidade dos sistemas circulatórios tem sido um tema de profundo estudo e admiração. O coração, como órgão central na maioria dos vertebrados, desempenha um papel essencial na distribuição de nutrientes e oxigênio às células do corpo. No entanto, a evolução produziu uma série de adaptações que desafiam essa norma, uma vez que existem seres vivos que evoluíram para prosperar sem um coração no sentido convencional.

Desde artrópodes com sistemas circulatórios abertos até criaturas marinhas com estratégias únicas de transporte de nutrientes, examinaremos a seguir os mecanismos e as vantagens evolutivas que permitem a esses organismos sobreviverem e prosperarem sem um coração pulsante.

Você já se perguntou se existem animais que não têm coração? Se deseja descobrir a resposta para essa pergunta, não perca este artigo do PeritoAnimal, no qual exploraremos as fascinantes adaptações biológicas de animais sem coração.

Também lhe pode interessar: Insetos têm coração?

Existem animais que não têm coração?

Embora possamos pensar que todos os animais possuem um coração, a resposta para pergunta "existem animais que não têm coração?" é sim. De fato, existem animais que não possuem coração, ou seja, não possuem um órgão que poderíamos chamar de "coração" no sentido tradicional. Em vez de um coração, esses organismos utilizam sistemas circulatórios diferentes e mais simples para transportar fluidos e nutrientes.

Em alguns casos, certas espécies possuem um coração centralizado, e esses organismos utilizam um sistema circulatório aberto. Em um sistema circulatório aberto, o "sangue" (que, em alguns casos, é chamado de hemolinfa) flui através de cavidades ou espaços no corpo, em vez de tubos fechados, como artérias e veias. Essa hemolinfa transporta nutrientes, gases, resíduos e outras substâncias necessárias para o funcionamento do organismo.

A hemolinfa, semelhante ao sangue nos animais vertebrados, é um fluido que desempenha várias funções. Ela transporta oxigênio das brânquias ou traqueias para as células do corpo e leva nutrientes digeridos do trato digestivo para as células. Além disso, a hemolinfa também atua na proteção contra patógenos, como parte do sistema imunológico. Além disso, ela se move através do corpo por meio de contrações musculares nas "cavidades" do organismo. Essas contrações podem ser impulsionadas pela atividade do próprio organismo, como a contração dos músculos nas patas de um artrópode, ou por mudanças na pressão do corpo.

Ao contrário de ser impulsionada diretamente por um coração, a circulação da hemolinfa depende principalmente da difusão. Nutrientes, gases e outros produtos químicos movem-se por gradiente de concentração através da hemolinfa para as células e vice-versa. Esse processo é menos eficiente em termos de transporte a longas distâncias em comparação com os sistemas circulatórios fechados com coração.

Esses sistemas circulatórios e seus "corações" simplificados são encontrados em muitos animais invertebrados e representam adaptações evolutivas que lhes permitem sobreviver e prosperar em seu ambiente. Cada grupo de organismos desenvolveu suas próprias variações nesse tipo de sistema circulatório para atender às suas necessidades específicas.

Por que existem animais que não têm coração?

A ausência do coração em alguns animais é uma adaptação evolutiva desenvolvida em resposta às necessidades específicas desses organismos e de seus ambientes. A seguir, apresentamos algumas razões pelas quais certos animais não possuem um coração no sentido tradicional:

  • Simplicidade evolutiva: alguns organismos, como artrópodes e platelmintos, evoluíram para ter sistemas circulatórios mais simples. Um sistema sem um coração centralizado é menos dispendioso do ponto de vista energético e metabólico, o que pode ser vantajoso em ambientes com recursos limitados;
  • Tamanho e difusão: em animais pequenos, a difusão de nutrientes e gases através do corpo pode ser suficiente para atender às necessidades das células. Eles não requerem um sistema circulatório altamente desenvolvido, como um coração e artérias, para transportar esses elementos através de um corpo pequeno;
  • Ambiente aquático: alguns organismos aquáticos, como certos tipos de moluscos, podem depender da difusão para a captação de oxigênio, uma vez que a água tem uma maior capacidade de transporte de oxigênio e nutrientes em comparação com o ar. Nesses casos, um coração não é necessário para movimentar o sangue pelo corpo;
  • Economia de recursos: um sistema circulatório aberto ou a ausência de um coração pode ser uma solução mais eficiente em termos de recursos em ambientes onde a pressão seletiva favorece uma gestão eficiente de energia. Isso é particularmente relevante para os invertebrados.

Quais animais não têm coração?

Há alguns exemplos que ilustram a diversidade de adaptações nos sistemas circulatórios de animais que não possuem um coração no sentido tradicional. Em vez de um coração centralizado, eles dependem de estruturas e mecanismos únicos para transportar nutrientes e gases através de seus corpos de maneira eficiente em seus respectivos ambientes.

Agora, quais animais não possuem coração? Fique atento a esses exemplos!

Artrópodes

Dentro dos artrópodes, encontramos os seguintes animais sem coração.

  • Insetos: este grupo animal é o mais diverso da Terra. Em vez de um coração central, possuem um sistema circulatório aberto, no qual a hemolinfa, um fluido semelhante ao sangue, flui diretamente através de seus corpos, transportando nutrientes e oxigênio para as células. Os insetos frequentemente têm tubos chamados tráqueas que conduzem o oxigênio diretamente às células. Para saber mais, confira o artigo do PeritoAnimal sobre o "Sistema nervoso dos insetos";
  • Aranhas: também possuem um sistema circulatório aberto e utilizam um órgão chamado "tubo em forma de coração" para movimentar a hemolinfa pelo corpo. Saiba mais em "Tipos de aracnídeos e suas características";
  • Crustáceos: este grupo inclui caranguejos, lagostas e camarões. Assim como outros artrópodes, possuem um sistema circulatório aberto e usam uma estrutura chamada ostíolo para bombear hemolinfa para o corpo.

Moluscos

Dentro dos moluscos, encontramos os seguintes exemplos de animais que não têm coração.

  • Caracóis terrestres: esses moluscos não têm um coração centralizado. Em vez disso, seu sistema circulatório é aberto, no qual a hemolinfa se move através de cavidades dentro de seus corpos. Um órgão chamado "aorta" bombeia a hemolinfa para o corpo dos caracóis. Confira nosso artigo sobre "Tipos de caracóis venenosos";
  • Lulas: os cefalópodes, como as lulas, também possuem um sistema circulatório aberto. Em vez de um coração central, utilizam uma estrutura chamada "bulbo da aorta" para impulsionar a hemolinfa pelo corpo.

Platelmintos

Dentro dos platelmintos, encontramos as planárias, que são vermes sem coração. Seu sistema circulatório é rudimentar e baseia-se na difusão de nutrientes e gases através de seus corpos. Esse processo é facilitado por sua forma plana e fina, que permite que as substâncias se movam facilmente através de suas células.

Cnidários (medusas)

As medusas são um grupo de cnidários que inclui também corais e anêmonas do mar. Ao contrário de vertebrados e outros animais com sistemas circulatórios mais avançados, as medusas têm um sistema circulatório muito simples ou, em muitos casos, simplesmente não têm um coração.

O corpo de uma medusa é principalmente composto por uma gelatina transparente e suave. Esse corpo gelatinoso permite a difusão de gases e nutrientes diretamente através de suas células, permitindo-lhes sobreviver em ambientes aquáticos.

Assim como outros cnidários, as medusas têm um sistema de canais e cavidades em seus corpos que lhes permite mover nutrientes e gases por todo o organismo. O movimento da água também desempenha um papel importante em seu sistema de transporte interno.

Agora, se você quiser conhecer animais com dois corações, recomendamos que leia este artigo sobre "Quantos corações tem um polvo?".

Animais que não tem coração - Quais animais não têm coração?

Se deseja ler mais artigos parecidos a Animais que não tem coração, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Bekius, R. (1971). The circulatory system of Lymnaea stagnalis (L.). Netherlands Journal of Zoology, 22(1), 1-58.
  • Hamner, W. M., Jones, M. S., & Hamner, P. P. (1995). Swimming, feeding, circulation and vision in the Australian box jellyfish, Chironex fleckeri (Cnidaria: Cubozoa). Marine and Freshwater Research, 46(7), 985-990.
  • Schierwater, B., & DeSalle, R. (2021). Invertebrate zoology: A tree of life approach. CRC press.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Animais que não tem coração
1 de 2
Animais que não tem coração

Voltar ao topo da página