menu
Partilhar

Reino animal: classificação, características e exemplos

 
Por Cristina Pérez Simón, Bióloga e médica. Atualizado: 19 janeiro 2021
Reino animal: classificação, características e exemplos

O reino animalia ou metazoa, conhecido como reino animal, inclui organismos muito diferentes. Há tipos de animais que medem menos de um milímetro, como muitos rotíferos; mas também há animais que podem alcançar 30 metros, com a baleia azul. Alguns somente vivem em habitats muito específicos, enquanto que outros podem sobreviver até nas condições mais extremas. É o caso dos cavalo-marinho e os tardígrados, respectivamente.

Além disso, os animais podem ser tão simples como uma esponja ou tão complexos como os seres humanos. No entanto, todos os tipos de animais estão muito bem adaptados ao seu habitat e, graças a ele, sobreviveram até os dias atuais. Você quer conhecê-los? Não perca este artigo do PeritoAnimal sobre o reino animal: classificação, características e exemplos.

Também lhe pode interessar: Classificação dos animais invertebrados

Classificação dos animais

A classificação dos animais é muito complexa e inclui tipos de animais tão pequenos que são invisíveis a olho nu, além de serem desconhecidos. Devido à enorme diversidade destes grupos de animais, vamos falar somente dos filos ou tipos de animais mais abundantes e conhecidos. Eles são os seguintes:

  • Poríferos (Phylum Porifera).
  • Cnidários (Phylum Cnidaria).
  • Platelmintos (Phylum Platyhelminthes).
  • Moluscos (Phylum Mollusca).
  • Anelídeos (Phylum Anellida).
  • Nematodos (Phylum Nematoda).
  • Artrópodes (Phylum Arthropoda).
  • Equinodermos (Phylum Equinodermata).
  • Cordados (Phylum Chordata).

Posteriormente, deixaremos uma lista com os organismo mais desconhecidos do reino animalia.

Reino animal: classificação, características e exemplos - Classificação dos animais

Poríferos (Phylum Porifera)

O filo Porífero inclui mais de 9.000 espécies conhecidas. A maioria são marinhas, embora existam uma 50 espécies de água doce. Nos referimos às esponjas, uns animais sésseis que vivem aderidos a um substrato e se alimentam filtrando a água que os rodeia. Suas larvas, no entanto, são móveis e pelágicas, portanto formam parte do plâncton.

Exemplos de Poríferos

Estes são alguns exemplos interessantes de poríferos:

  • Esponja de vidro (Euplectella aspergillum): abrigam um casal de crustáceos do gênero Spongicola que ficam agarrados nela.
  • Esponja do ermitão (Suberites domuncula): cresce sobre as conchas que utilizam os caranguejos ermitões e aproveitam o movimento destes para captar nutrientes.
Reino animal: classificação, características e exemplos - Poríferos (Phylum Porifera)

Cnidários (Phylum Cnidaria)

O grupo dos cnidários é um dos filos do reino animal mais interessantes. É constituído por mais de 9.000 espécies aquáticas, a maioria marinhas. Se caracterizam por, ao longo do desenvolvimento, poder apresentar duas formas de vida: pólipos e medusas.

Os pólipos são bentônicos e permanecem aderidos a um substrato no fundo do mar. Muitas vezes, formam colônias conhecidas como corais. Quando chega o momento de se reproduzir, muitas espécies se transformam em uns seres pelágicos que flutuam na água. São conhecidos como medusas.

Exemplos de cnidários

  • Caravela portuguesa (Physalia physalis): não se trata de uma medusa, mas de uma colônia flutuante formada por pequenas medusas.
  • Anêmona magnífica (Heteractis magnifica): é um pólipo com tentáculos urticantes entre os quais vivem alguns peixes palhaço.
Reino animal: classificação, características e exemplos - Cnidários (Phylum Cnidaria)

Platelmintos (Phylum Platyhelminthes)

O filo dos platelmintos contém mais de 20.000 espécies conhecidas como vermes planos. É um dos grupos mais temidos do reino animalia devido à sua frequente condição de parasitas. No entanto, muitos platelmintos são predadores de vida livre. A maioria é hermafrodita e seu tamanho varia entre um milímetro e muitos metros.

Exemplos de platelmintos

Estes são alguns exemplos de platelmintos:

  • Tênia (Taenia solium): enorme verme plano que parasita os porcos e os seres humanos.
  • Planárias (Pseudoceros spp.): vermes planos que vivem no fundo do mar. São predadores e se destacam por sua grande beleza.

Você também pode se interessar em saber quem são os melhores pais do reino animal.

Reino animal: classificação, características e exemplos - Platelmintos (Phylum Platyhelminthes)

Moluscos (Phylum Mollusca)

O Phyllum Mollusca é um dos mais diversos do reino animal e inclui mais de 75.000 espécies conhecidas. Entre elas estão incluídas espécies marinhas, de água doce e terrestres. Se caracterizam por ter um corpo macio e a capacidade de fabricar suas próprias conchas ou esqueletos.

Os tipos de moluscos mais conhecidos são os gastrópodes (caracóis e lesmas), os cefalópodes (lulas, polvos e náutilos) e os bivalves (mexilhões e ostras),

Exemplos de moluscos

Estes são alguns exemplos curiosos de moluscos:

  • Lesmas do mar (Discodoris spp.): gastrópodes marinhos muito bonitos.
  • Náutilos (Nautilus spp.): são cefalópodes com concha que são considerados fósseis vivos.
  • Mexilhões gigantes (Tridacna spp.): são os maiores bivalves que existem e podem alcançar um tamanho de dois metros.
Reino animal: classificação, características e exemplos - Moluscos (Phylum Mollusca)
Imagem: Náutilo

Anelídeos (Phylum Annelida)

O grupo dos anelídeos é constituído por mais de 13.000 espécies conhecidas e conta, como no grupo anterior, com espécies do mar, de água doce e de terra. Dentro da classificação dos animais, estes se tratam de animais segmentados e muito diversos. Existem três classes ou tipos de anelideos: os poliquetos (minhocas marinhas), os oligoquetos (minhocas de terra) e os hirudinomorfos (sanguessugas e outros parasitas).

Exemplos de anelídeos

Estes são alguns exemplos curiosos de anelídeos:

  • Vermes espanadores (família Sabellidae): é comum confundir eles com corais, mas são um dos anelídeos mais bonitos que existem.
  • Sanguessuga gigante do Amazonas (Haementeria ghilianii): é uma das maiores sanguessugas do mundo.

Segunda foto tirada do YouTube.

Reino animal: classificação, características e exemplos - Anelídeos (Phylum Annelida)

Nemátodos (Phylum Nematoda)

O filo dos nemátodos é, apesar das aparências, um dos mais diversos dentro da classificação dos animais. Inclui mais de 25.000 espécies de vermes cilíndricos. Estes vermes colonizaram todos os meios e são encontrados em todos os níveis da cadeia trófica. Isto quer dizer que podem ser fitófagos, predadores ou parasitas, sendo estes últimos mais conhecidos.

Exemplos de Nemátodos

Estes são alguns exemplos de nemátodos:

  • Nemátodo da soja (Heterodera glycines): parasita das raízes da soja, causando graves problemas nos cultivos.
  • Filarias do coração (Dirofilaria immitis): são vermes que parasitam o coração e os pulmões dos canídeos (cachorros, lobos etc.).
Reino animal: classificação, características e exemplos - Nemátodos (Phylum Nematoda)

Artrópodes (Phylum Arthropoda)

O Phylum Arthropoda é o grupo mais diverso e abundante do reino animal. A classificação destes animais inclui os aracnídeos, os crustáceos, os miriápodes e os hexápodes, entre os quais se encontram todos os tipos de insetos.

Todos estes animais possuem apêndices articulados (patas, antenas, asas etc) e um exoesqueleto conhecido como cutícula. Durante seu ciclo de vida, mudam várias vezes a cutícula e muitos apresentam larvas e/ou ninfas. Quando estas são muito diferentes dos adultos, passam por um processo de metamorfose.

Exemplos de Artrópodes

Para demonstrar a diversidade deste tipo de animais, os deixamos com uns exemplos curiosos de artrópodes:

  • Aranhas-do-mar (Pycnogonum spp.): são espécies da família Pycnogonidae, as únicas aranhas de mar que existem.
  • Percebe (Pollicipes pollicipes): poucas pessoas sabem que os percebes são crustáceos, como os caranguejos.
  • Lacraia europeia (Scolopendra cingulata): é a maior lacraia da Europa. Sua picada é muito potente, mas muito raramente é capaz de matar.
  • Formiga-leão (Myrmeleon formicarius): são insetos neurópteros cujas larvas vivem enterradas no solo embaixo de um poço com formato de cone. Ali, esperam que suas presas caiam sobre a sua boca.
Reino animal: classificação, características e exemplos - Artrópodes (Phylum Arthropoda)
Imagem: Percebe/Wikimedia Commons

Equinodermos (Phylum Echinodermata)

O filo dos equinodermos engloba mais de 7.000 espécies caracterizadas por ter simetria pentarradial. Isto quer dizer que seu corpo pode ser dividido em cinco partes iguais. É fácil de imaginar quando sabemos que tipo de animais são eles: ofiúros, lírios, pepinos, estrelas e ouriços-do-mar.

Outras características dos equinodermos são seu esqueleto calcário e sus sistema de canais internos por onde flui a água do mar. Também as larvas são muito peculiares, pois apresentam simetria bilateral e vão perdendo ela a medida que transcorre seu ciclo de vida. Você pode conhecê-las melhor neste artigo sobre a reprodução da estrela-do-mar.

Exemplos de equinodermos

Estes são alguns integrantes do reino animal que pertencem ao grupo dos equinodermos:

  • Lírio do mar do Indo-Pacífico (Lamprometra palmata): como todos os lírios-do-mar, vivem fixos a um substrato e apresentam a boca em posição superior, junto ao ânus.
  • Pepino nadador (Pelagothuria natatrix): se trata de um dos melhores nadadores do grupo dos pepinos-do-mar. Sua aparência é semelhante à de uma medusa.
  • Coroa de espinhos (Acanthaster planci): esta estrela-do-mar voraz se alimenta de pólipos de cnidários (corais).
Reino animal: classificação, características e exemplos - Equinodermos (Phylum Echinodermata)
Imagem: Cora de espinhos/Wikimedia

Cordados (Phylum Chordata)

O grupo dos cordados inclui os organismos mais conhecidos do reino animal, já que é o filo a que pertencem os seres humanos e seus semelhantes. Se caracterizam por possuir um esqueleto interno que percorre todo o comprimento do animal. Este pode ser a notocorda flexível, nos cordados mais primitivos; ou uma coluna vertebral nos vertebrados.

Além disso, todos estes animais possuem um cordão nervoso dorsal (medula espinhal), fendas faríngeas e uma cauda posterior, ao menos em algum momento do desenvolvimento embrionário.

Classificação dos animais cordados

Os cordados se dividem, por sua vez, nos seguintes subfilos ou tipos de animais:

  • Urocordados: são animais aquáticos. A maior parte deles vivem fixos a um substrato e apresentam larvas de vida livre. Todos têm uma capa protetora conhecida como túnica.
  • Cefalocordados: são animais muito pequenos, alongados e com o corpo transparente que vivem semienterrados no fundo do mar.
  • Vertebrados: inclui os organismo mais conhecidos dentro da classificação dos animais: os peixes e os tetrápodes (anfíbios, répteis, aves e mamíferos).
Reino animal: classificação, características e exemplos - Cordados (Phylum Chordata)

Outros tipos de animais

Além dos filos nomeados, na classificação do reino animal existem muitos outros grupos menos numerosos e conhecidos. Para não deixar que caiam no esquecimento, os reunimos nesta seção, destacando em negrito aqueles mais abundantes e interessantes.

Estes são os tipos de animais do reino animal que não nomeanos:

  • Loricíferos (Phylum Loricifera).
  • Quinorrincos (Phylum Kinorhyncha).
  • Priapúlidos (Phylum Priapulida).
  • Nematomorfos (Phylum Nematomorpha).
  • Gastrotricos (Phylum Gastrotricha).
  • Tardígrados (Phylum Tardigrada).
  • Onicóforos (Phylum Onychophora).
  • Quetognatos (Phylum Chaetognatha).
  • Acantocéfalos (Phylum Acanthocephala).
  • Rotíferos (Phylum Rotifera).
  • Micrognatozoas (Phylum Micrognathozoa).
  • Gnatostomúlidos (Phylum Gnatostomulida).
  • Equiuros (Phylum Echiura).
  • Sipúnculos (Phylum Sipuncula).
  • Ciclióforos (Phylum Cycliophora).
  • Entoproctos (Phylum Entoprocta).
  • Nemertinos (Phylum Nemertea).
  • Briozoas (Phylum Bryozoa).
  • Forónidos (Phylum Phoronida).
  • Braquiópodes (Phylum Brachiopoda).

Agora que você sabe tudo sobre o reino animal, a classificação dos animais e os filos do reino animal, talvez possa te interessar este vídeo sobre os maiores animais já encontrados:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Reino animal: classificação, características e exemplos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Hickman, C. P. et al. (2009). Principios integrales de Zoología. McGraw-Hill, Madrid.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Reino animal: classificação, características e exemplos
Imagem: Náutilo
Imagem: Percebe/Wikimedia Commons
Imagem: Cora de espinhos/Wikimedia
1 de 11
Reino animal: classificação, características e exemplos

Voltar ao topo da página