Partilhar

Tumor em cachorro: tipos, sintomas e tratamento

Tumor em cachorro: tipos, sintomas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

Devido ao cuidado que se dá aos cachorros, ao aumento de sua esperança de vida e aos avanços no campo da medicina veterinária, o tumor em cachorro hoje em dia é um diagnóstico muito mais comum do que era há alguns anos. Fatores genéticos, mas também os maus hábitos de vida, podem causá-los.

Neste artigo do PeritoAnimal, vamos falar dos tipos de tumor em cachorro mais frequentes, os sintomas que provocam e, de forma geral, os tratamento mais utilizados para combater o câncer. Continue lendo para descobrir mais sobre o tumor em cachorro: tipos, sintomas e tratamento.

Também lhe pode interessar: Tumores hormonais em cachorros

Câncer em cachorro

Antes de falar de tumores, você deve ter em mente alguns aspectos básicos para entender o que é o câncer em cachorro. Você pode fazer uma primeira abordagem distinguindo os tumores que podem ser detectados externamente, ou seja, que podem ser vistos como protuberâncias sobre ou abaixo da pele, daqueles que se encontram no interior do corpo. Enquanto os primeiros podem ser percebidos através da palpação ou observação, o segundo tipo costuma ser descoberto já em fases avançadas, quando o cachorro já apresenta outra sintomatologia, como emagrecimento, vômitos, diarreia, etc.

Os tumores em cachorros aparecem com maior frequência em cachorros de meia idade ou idosos. Boa parte deles, como já dissemos, são suscetíveis à detecção em exames veterinários, por isso é que se recomenda fazê-los ao menos uma vez ao ano, especialmente a partir dos sete anos de idade.

Tumor em cachorro: cutâneos

Os tumores em cachorros cutâneos apresentam como sintoma principal as protuberâncias de maior ou menor tamanho, como já mencionamos. Destacamos os seguintes tipos como os mais comuns:

Papiloma em cachorro

São tumores benignos com aspecto de verrugas, causados pelo vírus do papiloma oral canino, são mais comuns em cachorros mais velhos e podem ser removidos. No entanto, dependendo da localização, podem ser problemáticos.

Lipoma em cachorro

Esses tumores benignos são constituídos por células de gordura, sendo mais comuns em cachorros acima do peso. Seu aspecto é arredondado e macio, crescem lentamente e podem alcançar dimensões consideráveis. Existe uma variante maligna, chamada lipossarcoma.

Histiocitoma em cachorro

Esses tumores em cachorros têm um crescimento rápido e podem aparecer em animais jovens, entre 1 e 3 anos. São observados como pequenas elevações sem pelos, com aparência de botões. A maioria desaparece em pouco tempo.

Mastocitoma em cachorro

São tumores dos mastócitos (células do sistema imunológico), mais frequentes em raças braquicefálicas, como o Boxer e o Buldogue. Aparecem em cachorros mais velhos e são malignos em cerca de metade dos casos. Costumam se apresentar como protuberâncias multinodulares, sem pelos e avermelhadas. São capazes de liberar substâncias que causam úlceras gastroduodenais.

Carcinomas de células escamosas em cachorro

Estão relacionados com a exposição à radiação ultravioleta e surgem em áreas do corpo com menor pigmentação, como o abdômen, o nariz ou os lábios.

Melanomas em cachorros

Aparecem em células produtoras de melanina. São nódulos escuros que se localizam em áreas como as pálpebras ou a boca, onde costumam ser malignos.

Tumor em cachorro: tipos, sintomas e tratamento - Tumor em cachorro: cutâneos

Sarcoma de tecidos moles em cães

Esses tumores em cachorros são malignos e podem ter diferentes origens. Há raças predispostas a tê-los, como o Pastor Alemão, Boxer e o Golden Retriever. Podem aparecer tanto na pele quanto nos órgãos e destacamos os seguintes como os mais comuns:

  • Hemangiossarcoma: afeta as células de revestimento dos vasos sanguíneos.
  • Osteosarcoma: é um tumor dos ossos, que veremos com mais detalhes na próxima seção.
  • Linfoma ou linfossarcoma: aparece em nódulos linfáticos e órgãos com tecido linfoide, como o baço ou a medula óssea, afeta cachorros de idade média e avançada. Além de sintomas como a apatia, anorexia e emagrecimento, você poderá notar os linfonodos aumentados. Outros sinais clínicos dependem da localização do tumor.

Tumores ósseos em cães

Podem ser tanto malignos quanto benignos. Entre os primeiros, como já dissemos, destaca-se o osteosarcoma, que pode aparecer a qualquer idade, tendo maior predisposição em cachorros grandes. Esses tipos de tumor em cachorro aparecem mais frequentemente nas patas dianteiras, mas também podem afetar as traseiras, as costelas ou as mandíbulas. Como sintomas desse tipo de tumor em cachorros, você poderá notar que o cachorro manca e a pata incha de maneira dolorosa. Costumam se espalhar até os pulmões.

Por outro lado, entre os tumores ósseos benignos estão os osteomas, na cabeça e face, e os osteocondromas, que afetam cachorros jovens nas costelas, vértebras, extremidades, etc.

Tumores no sistema reprodutor dos cachorros

Os tipos de tumores em cachorros que afetam o sistema reprodutor são:

Tumor testicular em cachorros

Esse tipo de câncer em cachorros é mais comum em machos mais velhos e ocorre, sobretudo, quando os testículos ficam retidos na virilha ou abdômen, em vez de descerem para o escroto. Nesses casos, recomenda-se a castração como prevenção e tratamento.

Tumor venéreo transmissível em cachorros

O TVT é um tipo de tumor pouco frequente mas é contagioso através do contato entre cachorros, tanto sexual quanto através de mordidas, lambidas e arranhões. Tem aparência de couve-flor e, além dos órgãos sexuais, pode aparecer na face, boca, nariz, etc. Embora não sejam considerados muito virulentos, podem se reproduzir por metástase.

Tumor vaginal em cadela

Aparecem em fêmeas de idade avançada e não-castradas. Provocam o aparecimento de manchas e fazem a cadela urinar com frequência e se lamber. Você também poderá notar uma massa que sai pela vulva, é essencial ir ao veterinário para diagnosticar e tratar o problema.

Tumor ovárico em cadela

Costumam ser raros e quase sempre são assintomáticos. Há uma variedade maligna que pode ser associada à ascite, pois se estende pela cavidade abdominal.

Tumor de mama em cadelas

Esses tumores em cachorras são muito comuns, especialmente a partir dos seis anos de idade, por isso a esterilização é recomendada. É comum que afetem mais de uma mama e são detectados através da palpação. A metástase costuma ocorrer nos pulmões, piorando gravemente a situação, e é por isso que você deve consultar um especialista caso note caroços nas mamas da cachorra.

Tumor em cachorro: tipos, sintomas e tratamento - Tumores no sistema reprodutor dos cachorros

Leucemia canina

Este câncer afeta os componentes do sangue na medula óssea, especialmente nos cachorros de meia idade. Produz sintomas inespecíficos como febre, anorexia, emagrecimento ou anemia.

Neste caso, assim como no restante dos tumores em cachorros, para chegar ao diagnóstico são realizados exames como os de sangue, ultrassonografia, radiografia ou tomografia computadorizada. A biópsia pode confirmar o diagnóstico.

Tumor em cachorro: sintomas

Ao longo de todo o artigo, mencionamos os sintomas de tumores em cachorros de acordo com o tipo de câncer de que se trata. No entanto, aqui faremos uma recapitulação dos sintomas mais comuns como resumo:

  • Caroços ou protuberâncias sobre ou abaixo da pele: embora nem sempre sejam indicativos da formação de um tumor maligno, é importante examiná-los;
  • Mal-estar em geral;
  • Perda de peso e de apetite;
  • Desânimo;
  • Cansaço;
  • Sinais de dor, como choramingar ao apalpar uma área ou sem motivo aparente;
  • Pelagem em mau estado ou queda de pelo;
  • Feridas sangrantes como úlceras;
  • Surgimento de infecções secundárias devido ao enfraquecimento do sistema imunológico;
  • Vômitos e/ou diarreia, com ou sem presença de sangue.

Como você pode ver, a maioria dos sintomas é típica de diversos problemas de saúde, por isso, não é surpresa que demore a detectar o câncer. Por esse motivo é que você deve ir às visitas veterinárias de rotina, já que nessas ocasiões o especialista poderá detectar prontamente qualquer anormalidade. Na próxima seção veremos as opções de tratamento para tumores em cachorros.

Tumor em cachorro: tipos, sintomas e tratamento - Tumor em cachorro: sintomas

Tumor em cachorro: tratamento

Atualmente, diversos tratamentos estão disponíveis para eliminar o câncer em cachorro, de maneira que, se você está se perguntando como curar tumores em cachorros, deve saber primeiramente que isso é possível, mas não em todos os casos. Os melhores resultados são obtidos combinando vários métodos, personalizando o tratamento e começando de maneira precoce.

Entre todos os tratamentos que existem, os seguintes se destacam como os mais eficazes:

  • Cirurgia: o tumor é removido, assim como o tecido que o cerca, para evitar recorrências.
  • Radioterapia: o tumor é irradiado, o que requer meios técnicos específicos.
  • Quimioterapia: voltada para o controle da metástase, geralmente requer a combinação com outro tratamento para obter bons resultados. Os fármacos utilizados têm efeitos colaterais que devem ser considerados.
  • Imunoterapia: ainda em desenvolvimento, sua função é estimular o sistema imunológico.

Como dissemos, é importante ressaltar que nem todos os tumores em cachorros têm cura, especialmente aqueles que desenvolvem metástases. Por esta razão, é tão crucial ir ao veterinário mesmo antes de notar qualquer sintoma, já que uma detecção precoce pode ser a diferença entre a eliminação do câncer ou não.

Remédio caseiro para tumor em cachorro

Lamentavelmente, NÃO existem remédios caseiros para curar o câncer em cachorro. O mais adequado nesses casos é seguir as indicações do veterinário, o qual recomendamos que seja especializado em oncologia. Ele poderá te dizer a esperança de vida do cachorro com câncer e o tratamento mais indicado para o tipo de tumor, bem como as probabilidades de cura.

Como complemento, uma alimentação de qualidade que ajuda a fortalecer o sistema imunológico do cachorro, está sempre mais do que recomendada. Da mesma forma, oferecer ao cachorro todo o carinho e apoio fará com que o animal se sinta mais animado e, portanto, com mais vontade de lutar contra essa doença. Sem dúvidas, esses serão os melhores remédios que você pode oferecer.

Além do que já foi mencionado, exercícios de relaxamento que mantêm o cachorro tranquilo e calmo, massagens nas áreas afetadas ou alimentos com propriedades anti-cancerígenas e imunoestimulantes auxiliam o sistema imunológico e ajudam a aliviar os sintomas. Ainda assim, embora possuam atividades anti-cancerígenas, lembramos que não dissolvem o tumor, o que fazem é favorecer o tratamento, prevenir seu desenvolvimento e aliviar os sintomas. Novamente, o veterinário será o responsável por indicar a melhor dieta para o animal.

Tumor em cachorro: tipos, sintomas e tratamento - Remédio caseiro para tumor em cachorro

Câncer em cachorro: causas mais comuns

A maioria das células dos corpo se reproduz durante toda a vida do indivíduo. Essa duplicação origina células iguais, que seguirão desempenhando a mesma função. Esse processo é controlado por genes e qualquer alteração neles se traduz em células que replicam em grandes velocidades, formando massas que acabam substituindo as células saudáveis. É assim que têm origem os tumores nos cachorros.

As alterações responsáveis por essas mutações são várias, já que os genes podem ser ativados ou desativados por fatores como a dieta, o estresse e o ambiente. Assim, na medicina humana foram identificados alguns carcinógenos que aumentam o risco do câncer. Por exemplo, os raios ultravioleta estão relacionados ao câncer de pele, os raios X com o de tireoide, o tabaco com o câncer de pulmão, alguns vírus com o sarcoma, etc. Nos cachorros, sabemos que o aparecimento de tumores mamários tem relação com hormônios do ciclo sexual, por isso a esterilização precoce tem um efeito protetor.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Tumor em cachorro: tipos, sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre Tumor em cachorro: tipos, sintomas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
A sua avaliação:
Jose gaspar
Quais os sintomas do tumor no baço e qual os sintomas do dia a dia e seu tratamento
A sua avaliação:
Nazaré
tumor em cachorro pode estourar?

Tumor em cachorro: tipos, sintomas e tratamento
1 de 5
Tumor em cachorro: tipos, sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página