Partilhar

Tumor venéreo transmissível canino (TVT) - sintomas e tratamento

 
Por Aline Nunes. Atualizado: 28 novembro 2018
Tumor venéreo transmissível canino (TVT) - sintomas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

O tumor venéreo transmissível canino pode afetar tanto machos quanto fêmeas, embora seja observada uma incidência maior entre indivíduos que exibem atividade sexual. Portanto, antes de explicar os sintomas desta doença e seu tratamento, devemos considerar a importância da esterilização ou castração para evitar muitas das infecções e revisões veterinárias periódicas, a fim de detectar precocemente qualquer tumor.

Neste artigo do Perito Animal, vamos explicar o tumor venéreo transmissível canino (TVT), seus sintomas e tratamento. Lembre-se, a atenção veterinária nesta patologia é essencial!

O que é TVT canino?

TVT significa tumor venéreo transmissível em cães. Se trata de um câncer que aparece em cães, no genital de ambos os sexos: masculino e feminino, embora também seja possível encontrar em outras partes do corpo, como o períneo, rosto, boca, língua, olhos, nariz ou nas pernas. Felizmente, é uma neoplasia pouco frequente. O profissional veterinário será capaz de estabelecer o diagnóstico diferencial adequado.

A forma de transmissão mais comum é por via sexual, por isso, este tumor se apresenta com mais frequência em cães não castrados que acasalam sem qualquer controle ou em animais que estão abandonados.

Tumor venéreo transmissível canino (TVT) - sintomas e tratamento - O que é TVT canino?
Fonte: http://www.smallanimaltalk.com/

TVT canino: transmissão

As pequenas lesões, que ocorrem na membrana mucosa do pênis e da vagina durante a relação, servem como porta de entrada para as células tumorais.No TVT canino a transmissão também pode ocorrer através de lambidas, arranhões ou mordidas. É considerado um câncer de baixa intensidade, embora possa ocorrer metástases em alguns casos.

Estes tumores podem ser mantidos em período de incubação por até vários meses após a infecção antes de ser observada a massa à medida que cresce, podendo se espalhar para o escroto e ânus ou mesmo órgãos como o fígado ou baço. Foram encontrados casos da doença em todo o mundo, sendo mais presentes em climas quentes ou temperados.

Existem algumas terapias alternativas para cachorro com câncer, no entanto, antes de começar qualquer tratamento recomendamos uma visita a um médico veterinário de confiança.

TVT Canino: sintomas

Podemos suspeitar da presença de um tumor transmissível canino se encontramos inflamações ou lesões no pênis, vagina ou vulva. Eles podem ser vistos como caroços na forma de couve-flor ou nódulos, parecidos com um caule que podem ulcerar e apresentar tumores solitários ou múltiplos.

Também aparecem sintomas como sangramento não associado à micção, embora o cuidador possa confundi-lo com hematúria, ou seja, o aparecimento de sangue na urina. Claro que, se o TVT canino conseguir obstruir a uretra, será difícil urinar. Nas fêmeas, um sangramento pode ser confundido com o período de cio, portanto, se observamos que ele se estende, é aconselhável entrar em contato com o seu veterinário.

TVT canino: diagnóstico

Mais uma vez, será o profissional que revelara o diagnóstico, pois, é necessário diferenciar esse quadro clínico de, por exemplo, uma possível infecção de urina ou um crescimento da próstata, no caso dos machos. O TVT canino é diagnosticado por citologia, portanto, uma amostra deve ser colhida.

Tumor venéreo transmissível canino (TVT) - sintomas e tratamento - TVT canino: diagnóstico

Tumor venéreo transmissível canino tratamento

Quando pensando em como curar o TVT canino e, por sorte, o tumor venéreo transmissível canino, como foi dito antes, é considerado um câncer de baixa intensidade, por isso, responde bem ao tratamento. Geralmente, consiste em quimioterapia ou, em alguns casos, radioterapia. Estes tratamentos podem durar entre 3 e 6 semanas. No caso da radioterapia, apenas uma sessão pode ser necessária. A cura é alcançada em quase todos os casos.

Você deve saber que existem alguns efeitos colaterais da quimioterapia, como vômitos ou depressão da medula óssea, por essa razão é importante realizar exames de controle. A cirurgia nesses casos é menos recomendada porque está associada a fenômenos de recorrência.

A esterilização do cão, é contemplada nas práticas de prevenção, pois todos os animais que vagueiam livremente são o grupo de risco, apresentando mais oportunidades de infecção. Os cachorros que vivem em abrigos, albergues, associações protetoras, canis ou incubadoras também estão mais expostos porque nesses locais se reúne um grande número de cães, o que aumenta a probabilidade de contato, com o risco adicional de não serem esterilizados.

Tumor venéreo transmissível canino (TVT) - sintomas e tratamento - Tumor venéreo transmissível canino tratamento

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Tumor venéreo transmissível canino (TVT) - sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre Tumor venéreo transmissível canino (TVT) - sintomas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Tumor venéreo transmissível canino (TVT) - sintomas e tratamento
Fonte: http://www.smallanimaltalk.com/
1 de 4
Tumor venéreo transmissível canino (TVT) - sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página