Partilhar

Lúpus canino: causas, sintomas e tratamento

 
Por Maria Besteiros. 19 julho 2019
Lúpus canino: causas, sintomas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

O lúpus canino é uma doença autoimune que se apresenta de duas formas, podendo afetar apenas a pele ou todo o organismo do cachorro. Dependerão do tipo de apresentação da doença tanto o diagnóstico quanto o tratamento, e ainda mais importante, o prognóstico.

A seguir, neste artigo do PeritoAnimal, você vai aprender a identificar os sintomas que podem te fazer pensar que seu cachorro está sofrendo dessa doença e vamos te dar os pontos chave para saber como agir no caso do aparecimento de lúpus canino.

Também lhe pode interessar: Gripe canina: causas, sintomas e tratamento

Lúpus canino: o que é

O lúpus é uma das doenças autoimune em animais domésticos, ou seja, é uma doença em que o organismo ataca a si mesmo. Especificamente, um depósito de complexos imunes ocorre na pele ou em diferentes órgãos. Acredita-se que existam algumas causas predisponentes, como a exposição aos raios ultravioletas, as vacinas com vírus vivos modificados ou a própria genética do indivíduo. Embora alguns cuidadores pensem que o lúpus em cães é um câncer, a verdade é que, como acabamos de explicar, essa afirmação não é verdadeira.

Podemos encontrar duas manifestações de lúpus canino, que são chamadas de lúpus eritematoso sistêmico e lúpus eritematoso discóide. O primeiro é um distúrbio autoimune multissistêmico, enquanto o lúpus eritematoso discóide canino é mais benigno e leve, limitado apenas à pele.

Lúpus canino eritematoso sistêmico

Assim, na apresentação sistêmica, podemos encontrar uma variedade de sintomas, dependendo dos órgãos afetados, que são principalmente a pele, os rins, o coração ou as articulações. Pode ocorrer dor articular, febre episódica, problemas renais, anemia ou, se a boca for afetada, estomatite.

Além disso, surgem lesões tipo úlceras na pele, especialmente na região da face, principalmente no nariz, e nas patas, especificamente nas almofadas, que engrossam, ulceram e, nos casos mais graves, podem até chegar a cair. A área ao redor das unhas também pode ser infectada, podendo causar seu desprendimento. Os problemas de pele evoluem desde erosões às crostas e queda de pelos. O primeiro sintoma pode ser uma coxeira que vai mudando de pata ou um andar cambaleante.

Lúpus canino eritematoso discoide

O lúpus canino eritematoso discoide é uma doença imune relativamente comum, na qual há lesões limitadas à face e às orelhas, embora em alguns cachorros também possam ser encontradas na região genital ou nas almofadas das patas. Geralmente começa com o aparecimento de uma pequena lesão que é perceptível como uma área incolor ou avermelhada. Com o passar do tempo, essas lesões acabam se tornando úlceras e crostas.

Dependendo de cada caso, haverá também dor e coceira. Podemos notar que a luz do sol piora os sintomas. Há indícios de que existem raças com maior propensão a sofrer com esse problema, como o Border Collie, Pastor Alemão ou Husky Siberiano.

Lúpus canino: causas, sintomas e tratamento - Lúpus canino: o que é

Lúpus canino: diagnóstico

A princípio, pode ser difícil perceber que seu cachorro sofre de lúpus, uma vez que, como vimos, a sintomatologia pode ser muito variada. Assim, para chegar ao diagnóstico de lúpus canino, é comum ter que eliminar outras causas. Para isto, o veterinário prestará atenção à história clínica do seu cachorro e ao seu quadro clínico.

Geralmente, vários estudos são necessários. É essencial realizar um exame de sangue e urina, mas para um diagnóstico definitivo, será necessário realizar uma biópsia e um exame de anticorpos.

Pelo contrário, no caso do lúpus eritematoso discoide, sua identificação é mais simples, pois a aparência e a localização das lesões, quando o cachorro não apresenta outros sintomas, geralmente servem para fazer um diagnóstico direto.

Lúpus em canino tem cura?

O lúpus em cachorros é uma doença que tem tratamento, mas este vai depender da apresentação. Assim, no caso do lúpus discoide, são prescritos remédios para lúpus em cachorro via oral e tópicos, a base de corticoides e, se for necessário, antibióticos. Também parece benéfico administrar vitamina E oralmente. Para o lúpus eritematoso sistêmico, os imunossupressores devem ser usados para interromper o ataque do organismo a si mesmo, além do tratamento necessário para os sintomas causados nos órgãos afetados. Em geral, é necessário evitar a exposição à luz solar ou aplicar protetores quando a exposição for ocorrer, pois como vimos, esses raios agravam o problema e podem aumentar o desconforto do cachorro.

Lúpus canino: causas, sintomas e tratamento - Lúpus em canino tem cura?

Lúpus canino é contagioso?

Muita gente se pergunta se lúpus canino é contagioso mas, se observar as características do lúpus em cães, é possível perceber que não é uma doença contagiosa, porque é causada por uma falha no sistema imunológico do cachorro, que faz com que ele ataque suas próprias células. Este defeito não é contagioso e não pode ser transmitido de um animal para outro, é uma circunstância única. Portanto, não é necessário estabelecer qualquer medida de controle nesse sentido.

Lúpus canino: expectativa de vida

O lúpus em cães é tratável, como já vimos, mas no caso do lúpus sistêmico, seu prognóstico é reservado, pois dependerá do dano que produz em diferentes órgãos. O quadro é especialmente delicado quando os rins são afetados. O lúpus discoide sistêmico, por outro lado, geralmente pode ser tratado com sucesso. É claro que não devemos deixar de considerar os efeitos do tratamento, porque quando o sistema imunológico é suprimido para evitar que ataque o próprio organismo, isso também aumenta a propensão do cão, sem defesas, a sofrer de outras doenças, especialmente as bacterianas, que complicam a situação. É essencial sempre consultar o veterinário.

Lúpus canino: causas, sintomas e tratamento - Lúpus canino: expectativa de vida

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Lúpus canino: causas, sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Vídeos de Lúpus canino: causas, sintomas e tratamento

1 de 3
Vídeos de Lúpus canino: causas, sintomas e tratamento

Escrever comentário sobre Lúpus canino: causas, sintomas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Lúpus canino: causas, sintomas e tratamento
1 de 4
Lúpus canino: causas, sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página