Partilhar

Herpesvírus canino - Contágio, sintomas e prevenção

Por Liliana Ramos, Jornalista especializada em mundo animal. 27 dezembro 2018
Herpesvírus canino - Contágio, sintomas e prevenção

Ver fichas de  Cachorros

O herpesvírus canino é uma doença viral que pode afetar qualquer cão, mas é preciso prestar atenção especial aos cachorros recém nascidos, uma vez que nesses cachorros pode causar a morte se os sintomas não forem detectados a tempo e se medidas suficientes de prevenção não forem tomadas conforme recomendação. Essa patologia está presente principalmente nos criadouros e pode causar diversas alterações na fertilidade das fêmeas e na vida dos recém nascidos.

Se você quer prevenir seu cachorro ou acha que ele pode estar sendo afetado, continue lendo este artigo do PeritoAnimal, te explicaremos o que é herpesvírus canino - contágio, sintomas e prevenção.

Herpesvírus canino: o que é?

O herpesvírus canino (CHV, na sigla em inglês) é um agente viral que afeta os cachorros, principalmente recém-nascidos, e que pode ser mortal. Esse vírus foi detectado pela primeira vez no ano de 1965 nos Estados Unidos, sua principal característica é que não suporta altas temperaturas (+37ºC), por isso se desenvolve geralmente nos cachorros filhotes, que costumam ter uma temperatura mais baixa que os adultos (entre 35 e 37ºC).

No entanto, o herpesvírus canino não afeta apenas os cães recém-nascidos, podendo também afetar com diferentes sintomas os cães idosos, cadelas gestantes ou cachorros adultos. O causador deste vírus é um Alfaherpevírus que contém uma cadeia dupla de DNA e pode sobreviver até 24 horas, dependendo da umidade e temperatura que houver, embora seja muito sensível ao meio externo.

Este agente infeccioso está presente principalmente nos criadouros caninos, onde cerca de 90% dos cães são soropositivos, ou seja, são afetados pelo herpesvírus mas ainda não desenvolveram os sintomas, o que significa que podem contagiar outros cachorros.

Herpesvírus canino - Contágio, sintomas e prevenção - Herpesvírus canino: o que é?

Herpesvírus canino: contágio

As vias de transmissão pelas quais se contrai o herpesvírus canino são:

  • Via oronasal;
  • Via transplacentária;
  • Via venérea.

Como se contagia o herpesvírus canino

A herpesvírus canina tem contágio por via oronasal quando os cachorros estão dentro do útero da mãe ou durante o trajeto pelo canal do parto, devido à mucosa vaginal da cadela que pode ser soropositiva ou o contágio pode ocorrer durante a gestação, quando a transmissão será transplacentária, uma vez que a placenta será afetada pelo vírus. Neste caso, os filhotes podem morrer em qualquer momento da gestação, produzindo abortos na fêmea. O contágio pode ocorrer ainda em filhotinhos recém-nascidos, até 10-15 dias depois do parto, se alguma outra mucosa da fêmea entrar no organismo do filhote, por exemplo as mucosas nasais ao respirar perto. O herpesvírus canino também pode ter contágio por via venérea, se algum cachorro contagiado ou soropositivo tiver relações sexuais com uma fêmea saudável.

Herpesvírus canino - Contágio, sintomas e prevenção - Herpesvírus canino: contágio

Herpesvírus canino: sintomas

Os filhotes recém nascidos gravemente contagiados pelo herpesvírus canino apresentarão vários sintomas críticos da infecção:

  • Gemidos agudos produzidos por uma forte dor abdominal;
  • Emagrecimento por inanição do leite materno;
  • Fezes mais líquidas e de cor amarelo-acinzentado;
  • No último estágio aparecem sinais nervosos, edemas subcutâneos, pápulas no abdômen e eritema;
  • Em 24-48 horas, a enfermidade será mortal.

Nas ninhadas afetadas, a mortalidade costuma ser de aproximadamente 80% e se houver sobreviventes, esses filhotes serão portadores latentes e podem apresentar sequelas irreversíveis, como cegueira, ataxia e déficit do cerebelo vestibular.

Nos cachorros de mais idade, os sintomas da infecção causarão secreção do vírus pela saliva, por corrimentos oculares, pelas lágrimas, expectoração e pela urina e fezes. Eles podem apresentar também conjuntivite, rinofaringite e, inclusive, síndrome da tosse de canil.

Sintomas de herpesvírus em cadelas gestantes

Os sintomas das cadelas gestantes com herpesvirose canina serão a infecção da placenta e produção de abortos, nascimentos prematuros ou mortes fetais.

Sintomas de herpesvírus em cachorros adultos

Nos cachorros adultos, os sintomas deste agente viral são parecidos com os dos cachorros de mais idade, podendo apresentar conjuntivite e rinite leve. No entanto, também é possível que os órgãos genitais do animal se vejam infectados temporariamente com a aparição de quistos na mucosa da vagina das fêmeas e com lesões na superfície do pênis dos machos.

Herpesvírus canino - Contágio, sintomas e prevenção - Herpesvírus canino: sintomas

Herpesvírus canino: prevenção

Como a única vacina que existe atualmente no mercado contra o herpesvírus canino só pode ser administrada às fêmeas gestantes afetadas para que aumentem seus anticorpos consideravelmente no momento do parto e nos dias seguintes, para que possam transferi-los aos filhotes através do colostro para que sobrevivam, a prevenção é a única solução contra essa doença viral. Por isso, são recomendadas as seguintes medidas preventivas:

  • Tomar suficientes medidas de precaução durante a reprodução;
  • Recorrer à inseminação artificial para evitar os contágios venéreos;
  • Deixar em quarentena as fêmeas gestantes 4 semanas antes, durante o parto e 4 semanas depois;
  • Isolar as ninhadas de filhotes recém-nascidos durante os 10-15 primeiros dias;
  • Controlar a temperatura corporal dos neonatos para que fique entre 38-39ºC com a ajuda de lâmpadas de calor, por exemplo;
  • Tomar medidas higiênicas suficientes nos lugares onde os cachorros estarão, porque o herpesvírus canino é muito sensível aos desinfetantes.

Veja também: A leptospirose canina - Sintomas e tratamento

Herpesvírus canino - Contágio, sintomas e prevenção - Herpesvírus canino: prevenção

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Herpesvírus canino - Contágio, sintomas e prevenção, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças virais.

Escrever comentário sobre Herpesvírus canino - Contágio, sintomas e prevenção

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Julia Montes
Varicela canina tem alguma a ver com essa doença?

Herpesvírus canino - Contágio, sintomas e prevenção
1 de 5
Herpesvírus canino - Contágio, sintomas e prevenção

Voltar ao topo da página