Partilhar

Fígado gorduroso em gatos - sintomas e tratamento

Por Liliana Ramos, Jornalista especializada em mundo animal. Atualizado: 12 novembro 2018
Fígado gorduroso em gatos - sintomas e tratamento

Ver fichas de  Gatos

Se existe algo que provoca muitos problemas de saúde no seu gato, é a falta de apetite. Em alguns casos, quer seja por estresse como por consequência de alguma outra doença, ou por outros motivos, o gato deixa de comer e isso é bem mais perigoso para ele do que você imagina.

Um dos problemas provocados pela falta de apetite do gato é o aparecimento de doenças hepáticas, ou seja, doenças que comprometem o funcionamento do fígado. Estas patologias podem ser mortais em 90% dos casos. Entre as doenças hepáticas encontramos o fígado gorduroso em gatos. O PeritoAnimal explica, nesse artigo, quais os sintomas e o tratamento para este problema. Continue lendo!

Também lhe pode interessar: Pancreatite em gatos: sintomas e tratamento

O que é o fígado gorduroso em gatos?

O fígado gorduroso, também chamado de lipidose hepática felina, é a doença desse órgão que mais afeta os gatos, independentemente de serem machos ou fêmeas. Consiste na acumulação de gordura no fígado, impedindo-o de funcionar corretamente. Ao provocar uma falha no fígado, todo o organismo é comprometido, o que faz com que a mortalidade seja muito elevada com esta doença.

Pode afetar gatos em qualquer idade, mas é mais frequente em pets com mais de 5 anos, sobretudo se vivem dentro de casa e têm problemas de peso. Normalmente, é provicadi quando o ciclo alimentar do animal é perturbado, quer seja por ser submetido a uma dieta demasiado estrita (algo que você nunca deve fazer), ou porque, devido a outra condição de saúde ou situações estressantes, o animal tenha perdido o apetite.

O que acontece é que, perante a falta de comida, o corpo começa a transportar as gorduras que consegue até ao fígado para que ele as processe. Contudo, quando a falta de apetite se estende ao fígado, ele fica sobrecarregado de trabalho, sendo incapaz de sintetizar todas as gorduras, acumulando-as no dito órgão. Perante esta acumulação de gordura na zona, o fígado colapsa.

Um gato com mal-estar físico que deixe de comer por um dia não é motivo de preocupação, mas no segundo dia você deve visitar o veterinário de imediato, uma vez que o organismo felino se danifica muito rapidamente com a falta de alimento.

Quais são as causas da lipidose hepática felina?

Em primeiro lugar, a obesidade é um fator determinante na hora de sofrer de fígado gorduroso em gatos, sobretudo quando, por alguma razão, o felino começa a perder quilos extra de uma forma muito rápida. Além disso, qualquer elemento que faça com que o gato deixe de comer representa um perigo para ele, quer se esteja negando a fazê-lo como resposta a uma situação de estresse, quer não goste da comida (se mudou a alimentação habitual ou porque está farto do mesmo sabor), entre outros problemas. Todos estes fatores provocam anorexia, o que implica também uma falha hepática.

Também algumas doenças, como patologias cardíacas ou renais, produzem falta de apetite, assim como a pancreatite, a gastroenterite, o câncer e qualquer tipo de diabetes. Do mesmo modo, problemas relacionados com a boca, como feridas, infecções como a gengivite, traumatismos e qualquer coisa que faça com que comer seja um ato doloroso ou difícil, fazem com que o gato não queira comer.

Do mesmo jeito, a falta de um horário regulado para comer que se traduz na administração do alimento de um jeito inconstante, provoca transtornos alimentares e criam estresse no gato, uma vez que nunca sabe quando será a sua próxima refeição (não esqueça que são animais de rotina), provocando esta doença no fígado.

Fígado gorduroso em gatos - sintomas e tratamento - Quais são as causas da lipidose hepática felina?

Quais são os sintomas do fígado gorduroso em gatos?

A falta de apetite e, como consequência, de peso são os sintomas mais evidentes. É possível que o gato tenha vômitos e diarreia ou até prisão de ventre, acompanhados de desidratação e fraqueza geral, pelo que você notará que está cansado.

Ao ocorrer uma falha no fígado, os níveis de bilirrubina aumentam e é possível notar a icterícia, uma coloração amarelada da pele, das gengivas e dos glóbulos oculares. O gato também pode apresentar tremores e adotar uma atitude indolente em relação a ele mesmo, fazendo com que deixe de fazer a sua higiene. O exame do veterinário ao apalpar o abdômen pode revelar o fígado inchado em gatos.

Como é feito o diagnóstico?

Se a doença do fígado gorduroso no gato estiver avançada, o veterinário pode, à primeira vista, identificar os sinais amarelados da icterícia, além de apalpar o fígado inchado. Para confirmar que se trata de lipidose hepática felina, serão necessários outros exames:

  • Análise de sangue.
  • Ecografia do abdômen que permite analisar o tamanho e o estado do fígado.
  • Biopsia hepática que consiste em retirar uma amostra da parede do fígado com uma agulha. Em alguns gatos, pode ser necessária uma cirurgia rápida para tirar uma amostra de maiores dimensões.
  • Raio X ao abdômen.

Além disso, assim como o exame físico e qualquer informação que você possa dar ao veterinário sobre os indícios da doença e estado do felino, serão necessários exames para determinar a origem da doença hepática.

Fígado gorduroso em gatos - sintomas e tratamento - Como é feito o diagnóstico?

Qual é o tratamento da lipidose hepática felina?

Em um momento inicial, é provável que depois de ser diagnosticado com lipidose hepática (ou fígado gorduroso em gatos), o gato deva ser hospitalizado durante alguns dias, durante os quias receberá uma terapia de fluidos, necessária para combater a desidratação, a carência de nutrientes e a fraqueza no organismo dele.

Depois disso, que é apenas um tratamento de emergência, o mais importante é que o felino volte a comer, mas isto costuma ser complicado na maioria dos casos. Pode não ser suficiente oferecer a comida preferida dele, mas o mais comum é que continue sem comer. Por esse motivo, pode ser necessário recorrer à alimentação assistida. O primeiro é tentar com comida amassada administrada através de uma seringa, mas se isso não funcionar o veterinário colocará uma sonda no nariz ou no pescoço do animal para levar o alimento diretamente ao estômago. O tratamento pode ser necessário durante semanas ou mesmo alguns meses. O especialista vai indicar qual o tipo, as porções e a frequência diária do alimento.

Além disso, a doença que produziu a falha hepática deve ser tratada, sendo recomendados também alimentos que estimulam o apetitem uma vez que o objetivo final não é apenas controlar a doença, mas também fazer com que o pet possa ter uma vida normal, comendo sozinho.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Fígado gorduroso em gatos - sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre Fígado gorduroso em gatos - sintomas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
26 comentários
aNA lUCIA
Meu gato perdeu peso ficou apatico e com as mucosas bem amarelas.A veterinaria deu glicopan,novalgina e internou para fazer exames.E comia e tomava augua,vomitava pouco.Os exames deram uns alterados outros nao.Nao tinha anemia.Ela deu 50% de chance de viver.Na mesma noite o gato morreu.Fiquei surpresa pois ache rápido demais.A veterinaria nem veio me explicar direito o que aconteceu.Fiquei me culpando,pois se tivesse tratado em casa meu Chiquinho estaria vivo!
Antonia Ferreira de Carvalho
Eu não confio em todos os veterinários. Já vi muitos casos que animais aparentemente bem passar por veterinários que cobram um absurdo e depois do nada o bichinho morrer lá nas crinicas que foram internados. Se com os humanos os médicos erram muito constantemente imagine com os animais. Depois vc fica com uma conta enorme que pagou e sem seu animalzinho pq foi diagnosticado errado com exagero e principalmente medicado errado,sem contar que eles inventam doenças pra ganharem dinheiro. Graças a Deus não são todos,mas como ninguém tem 🌟 na testa é bom ficar esperto,bem esperto.
Lisiani
Olá, meu gato está com essa doença. Ficou internado um semana não estava aceitando comida na boca. Decidiram colocar sonda. Teve uma recuperação, recebeu alta. Ficou em casa por duas semanas com a sonda. A dois dias foi retirado a sonda. Está bem pelo quadrado está comendo e bebendo água sozinho. O tratamento foi medicamentos Same, remédio para enjoo, tomou amoxilina por causa da colocação da sonda e soro na clinica. Em casa está tomando Same, Helpvet e razapina ( estimular para comer em cada 72h). Alimento para a sonda foi usada um ração com pouca gordura que tivesse alimentos integrais. Um ração super Premium. Colocava um pouco no prato e água morna e deixava inchar e batia no liquidificador (aparece uma massa de bolo) e dava 30ml e 5ml de agua( água pra deixar a sonda assim não entope. Ele era alimentado 4h em 4h. Tinha um intervalo última alimentação era 24h e voltava a dar 6h da manhã.
Tudo com supervisão da veterinária a cada uma semana era levado no veterinário para revisão.
Ps. Não dar comida em lata da Royal na sonda ou deixar o gato comer sozinha elas são muito gordurosa s sem falar de comida para filhote. O meu gato tem 5 anos.
Kátia
Boa noite,gostaria de saber se seu gatinho melhorou .
Levou muito tempo .
O meu gatinho também está em tratamento referente a lipidose hepática.
Gostaria muito de conversar com alguém.
Lisiani
Olá, Kátia!
Meu Gato teve uma recuperação rápida pelo quadro que apresentava. Estava sempre em cima e não descuidava dele. Fico uns 2 meses e meio em tratamento. Com o trabalho e a faculdade foi um correria acabei até emagrecendo de preocupação em atender as necessidades do meu Frederico. Estima melhoras para seu gatinho.
Lisiani
Kátia, caso você queira deixo meu email para relatar como foi receber a notícia que meu gato estava com lipidose, o que aconteceu ao longo do tratamento e o último dia de revisao. Quando fez uma ecografia e apareceu uma redução quase completa da gordura no fígado. Estava 99% curado.
Tatiana
Tenho uma gata de 12 anos e 9 meses que tem problema no figado, já por 3 vezes foi internada pelo mesmo problema, agora pq ja esta mais veja esta demorando mt para recuperar, esta sendo medicada e msm assim continua sem apetite, ja levei duas vezes ao veterinário, ja ficou internada por vários dias e pelo jeito nada faz voltar a comer ou beber por si só, estou pensando em fazer eutanásia, ela é como uma filha, mas penso q ela esta infeliz doente. Penso mt que eu sou a egoísta, por gosta tanto dela, eu não deixo ela descansar.
Carla
Boa tarde,minha gata pesava mais de 4k,hoje,pesa 3 e alguma coisa,fiz os exames,e um me chamou atençao:A.L.T(TGP)
Valores de referência
espécie felina
RESULTADO...........: 112,00 U/L De 6 a 83 U/L Método: Cinético UV-IFCC, mas o médico disse que estava tudo normal, Ela brinca,se alimente normalmente!
Gleice Torres
Meu Yuri está com este problema, estou dando remédio para figado 1x ao dia, vitamina Glicopan, remédio liquido para enjoo e alimento ele na seringa (filé do peixe com cenoura e beterraba tudo cozido passado no liquidificador) faço essa pasta e alimento.. ele está bem magrinho. Será q essa medicações é o suficiente para ele? Quando acabar um dos remédios vou comprar uma outra vitamina suplemento que a vet receitou.. Meu bichinho anda tão triste.. a doença surgiu de uma hora para outra. A grande questão é essa doença tem cura? Está foto é ele nos primeiros dias de doença eu não sabia a gravidade ainda. BB com 3 meses. Depois disso ele não quer mais saber do ursinho dele só fica de baixo da cama.
A sua avaliação:
Wanda Vieira da Rocha
minha gata esta com problemas no figado a um ano a primeira crise foi em 16/06/2017 ela ficou muito mal, e agora um ano depois na mesma data apresentou os mesmo sintomas xixi amarelado,falta de apetite, pele e gengive amarelada e muita tristeza. esta tomando medições passada pela veterinária.porem ela não me passou uma ração especial voces poderiam me indicar e onde comprar agradeço desde já e um forte abraço a todos
Maria
Quando o gato ficar amarelo e parar de comer corre pro hospital vet porque e grave se não cuidar ele morre
Lindinalva
Meu gato nao quer comer esta emagrecendo os olhos amarelados e toda boca e lingua estao amarelos esta muito indisposto o que devo fazer?
Thais
Ola, minha gata esta com lipidose e iremos iniciar o tratamento, tem outro metodo de alimenta-la sem ser com o alimento umido a/d? pois não temos condições de pagar 20 reais por dia em casa lata! se tiver poderia informar.
Rosildacareno
Preciso de ração hepática para gatos!!
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Rosilda! Procure numa clínica veterinária próxima de sua casa, geralmente são rações que se vendem em clínicas e hospitais.

Fígado gorduroso em gatos - sintomas e tratamento
1 de 3
Fígado gorduroso em gatos - sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página