Partilhar

Doenças comuns do Spitz Alemão

 
Por Aline Kitamura Prata, Estudante de Medicina Veterinária. 19 março 2018
Doenças comuns do Spitz Alemão

Ver fichas de  Cachorros

O Spitz Alemão é uma raça de cachorro que compreende 5 outras variedades:

  • Spitz lobo ou Keeshond
  • Spitz grande
  • Spitz médio
  • Spitz pequeno
  • Spitz anão ou Lulu do Pomerânia

A diferença entre eles é basicamente o tamanho, porém algumas federações consideram que o Spitz Alemão Anão, também conhecido como Lulu da Pomerânia possui características próprias e é classificado separadamente.

De qualquer forma, O Spitz Alemão Anão ou Lulu da Pomerânia é uma raça de cães que tornou-se bastante popular nos últimos anos no Brasil, e com a grande procura por filhotes dessa raça, maior é a demanda que criadores têm, aumentando inclusive, os casos de criação e reprodução clandestina, o que faz com que certas doenças comuns à raça sejam propagadas sem os devidos cuidados.

Para isso, o PeritoAnimal preparou este artigo para que você fique ciente a respeito das Doenças mais comuns do Spitz Alemão.

Também lhe pode interessar: Weimaraner - doenças comuns

Doenças comuns do Lulu da Pomerânia

O Spitz Alemão Anão também recebe o nome de Lulu da Pomerânia. É uma raça extremamente carinhosa e protetora com sua família, são corajosos e destemidos, e também bastante curiosos e ousados. Se quiser saber mais sobre a raça Lulu da Pomerânia temos um artigo completo sobre ela aqui no PeritoAnimal.

Como tornou-se uma raça bastante popular nos últimos anos, justamente por essa personalidade companheira e dócil, e por ser uma das raças preferidas pelas pessoas que moram em apartamentos e não despendem de muito espaço, aumentou-se a demanda por criar cães dessa raça, e consequentemente o número de criadores clandestinos interessados apenas em lucrar com a venda desses cães. Devido a isto, a propagação das doenças mais comuns do Lulu da Pomerânia também aumentaram. Por isso é tão importante visitar o local onde os pais dos filhotes moram, as chamadas matrizes do canil, atentando-se para a higiene do local e estado de saúde dos pais.

Outro ponto importante que criadores de cães profissionais devem apresentar é o histórico de saúde dos pais, com exames médico veterinários atestando que as matrizes não são portadoras de doenças genéticas transmissíveis aos filhotes. Devido ao valor destes exames, que são de custo alto, uma pessoa que cria cães apenas com o intuito de lucrar com a venda, acaba não efetuando, sendo que, apenas criadores comprometidos realmente com a raça investem pesadamente nisto, o que acaba encarecendo o valor do filhote. Por isso, desconfie de filhotes muito baratos e pergunte sobre as condições de cruzamento dos pais, pois, apenas para se ter uma ideia, cruzamentos forçados por quem não tem entende muito bem do assunto, pode gerar cerca de 300 doenças genéticas diferentes, além do mais, há o modo correto de cruzar, pois o grau de parentesco entre os cães aumenta ainda mais as chances do aparecimento de doenças genéticas.

Entre as doenças mais comuns que acometem o Lulu da Pomerânia temos três campeãs:

  1. Deslocamento ou luxação de patela ou rótula.
  2. Degeneração da retina.
  3. Persistência do ducto arterioso.

Luxação de patela

A rótula como é popularmente conhecida é um osso que se encontra na região do joelho, envolto pela cápsula de cartilagem, este osso recebe o nome de patela. Em cães com predisposição genética, a patela acaba saindo do lugar, se deslocando conforme o cachorro movimenta a perna, e dependendo da gravidade pode ou não, voltar sozinha para o lugar, porém, causa bastante dor, o cachorro pode mancar, e dependendo dos casos, perde a capacidade de pular.

Infelizmente 40% dos cães dessa raça convivem com este problema de deslocamento ou luxação de patela, e na grande maioria, o problema é resolvido de forma cirúrgica.

Para saber mais sobre a Luxação de Patela em cães - Sintomas e tratamento o PeritoAnimal separou este outro artigo para você.

Doenças comuns do Spitz Alemão - Luxação de patela

Degeneração da retina

A degeneração da retina é um problema sério e que pode levar o Lulu da Pomerânia à cegueira total. É uma condição transmitida dos pais aos filhotes geneticamente, e filhotes que apresentem esse gene defeituoso não podem ser reproduzidos, devendo serem castrados, para que esta condição genética não seja passada para futuros descendentes novamente.

Se você desconfia que o seu cachorro está cego, neste arrigo explicamos como saber se o cachorro está cego.

Persistência do ducto arterioso

Durante a vida do feto, na barriga da mãe, os pulmões ainda não estão funcionando, já que o feto recebe todos os nutrientes e a oxigenação do sangue por meio do cordão umbilical pela placenta. Portanto, na vida fetal, o Ducto Arterioso é um vaso sanguíneo importante, que serve para ligar a artéria pulmonar (que levaria o sangue aos pulmões) na Aorta, que é responsável por levar o sangue até o resto do corpo. Após o nascimento e o rompimento do cordão umbilical, o filhote passa a respirar com os próprios pulmões, portanto, o desvio de sangue da artéria pulmonar pelo ducto arterioso não é mais necessário, devendo desaparecer em até 48 horas após o nascimento.

Caso isso não aconteça, devido a circulação errada de sangue pelo corpo, o filhote pode desenvolver insuficiência cardíaca e o tratamento é apenas cirúrgico, para a remoção do ducto arterioso fazendo com o que o sangue seja bombeado corretamente até os pulmões e então até o restante do corpo.

Também trata-se de uma doença com predisposição genética, e cães diagnosticados com Persistência do ducto arterioso não devem ser reproduzidos.

Doenças comuns do Spitz Alemão - Persistência do ducto arterioso

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Doenças comuns do Spitz Alemão, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre Doenças comuns do Spitz Alemão

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Doenças comuns do Spitz Alemão
1 de 3
Doenças comuns do Spitz Alemão

Voltar ao topo da página