Partilhar

Creatinina alta em cães - Sintomas, causas e tratamento

Por Aline Nunes. Atualizado: 28 novembro 2018
Creatinina alta em cães - Sintomas, causas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

Se o seu cachorro está doente ou já é idoso, é possível que o seu veterinário extraia uma amostra de sangue para analisar durante a consulta. Este teste clínico permitirá conhecer o estado geral do cão e, sobretudo, se apresenta alguma anomalia no funcionamento dos seus órgãos.

Um dos parâmetros de análise é a creatinina. Neste artigo do PeritoAnimal, vamos explicar o que significa a creatinina alta em cães, sintomas, causas e tratamentos.

Também lhe pode interessar: Fosfatase alcalina alta em cães

Creatinina alta em cães e problemas renais

Os níveis elevados de creatinina em cães indicam que os rins não estão funcionando corretamente. O papel do sistema renal é fundamental, pois, os rins são responsáveis pela filtragem do sangue, limpando as impurezas e eliminando através da urina.

Os rins podem falhar como resultado de alguma doença, transtorno ou deterioração causada pela idade. O sistema renal pode se auto compensar por muito tempo, isto é, embora comece a falhar, o animal não manifestará nenhum sintoma. Por isso, é tão importante fazer uma revisão, pelo menos uma vez por ano, se o seu cão tiver mais de 7 anos.

Além disso, se observar alguma anomalia, é essencial que o cachorro receba um tratamento precoce. Deve saber que apenas a creatinina alta em cães não significa, necessariamente, que existe dano renal. Ureia alta em cães, creatinina e fósforo, são os dados utilizados para diagnosticar a doença renal.

Creatinina alta em cães - Sintomas, causas e tratamento - Creatinina alta em cães e problemas renais

Doença renal em cães

As obstruções do trato urinário, as rupturas da bexiga ou as intoxicações, ao afetar o rim, podem alterar o funcionamento. Nestes casos, o quadro é de uma doença renal aguda. Se for tratada, é possível que a função renal se recupere e o cachorro não tenha sequelas, no entanto, em outras ocasiões, a estrutura do rim é danificada de maneira irreversível, causando grandes problemas renais em cães.

Esses cães sofrerão de uma doença renal crônica durante toda a vida que exigirá acompanhamento e tratamento. Essa disfunção renal é responsável pela creatinina alta em cães e provoca os sintomas que veremos a seguir.

Doença renal em cães: sintomas

A creatinina alta em cachorro é um dos parâmetros utilizados pelos médicos veterinários para determinar a gravidade da doença renal, pois, pode diferenciar em 4 estádios. Os sintomas que podemos observar em nosso cão são os seguintes:

  • Emagrecimento e má aparência, em geral;
  • Aumento da ingestão de água;
  • Alterações na eliminação da urina, podendo excretar grandes quantidades ou nenhuma;
  • Vômito e diarreia;
  • Desidratação;
  • Respiração com cheiro de amônia;
  • Conforme a doença progride, complicações como edema ou coma podem ocorrer.
Creatinina alta em cães - Sintomas, causas e tratamento - Doença renal em cães: sintomas

Doença renal em cães: tratamento

A creatinina alta em cachorro pode constituir uma emergência vital. Em casos agudos, os níveis podem ser desenfreados. Nesta situação o veterinário irá explicar como diminuir a creatinina alta em cachorro, seguindo as seguintes medidas:

  • O cão estará desidratado, portanto, a fluidoterapia se torna necessária.
  • Não existe remédio que diminua a creatinina alta em cães, porém, se for conhecida, é possível tratar a causa da sua elevação. Por exemplo, uma ruptura da bexiga que requer intervenção cirúrgica.
  • Existem alguns fármacos que podem ser usados para controlar outros sintomas e fazer o cão sentir-se mais animado. Assim, um animal com vômito pode precisar de antieméticos ou protetores gástricos.

Estas são medidas para casos agudos. Se o cachorro se recuperar e houver danos irreversíveis nos rins, ele se tornará um paciente renal crônico, como veremos na próxima seção.

Problemas renais em cães: cuidados

A creatinina alta em cachorro, exceto as excepcionalmente elevadas, como nos casos agudos, é o que os animais com doenças crônicas costumam apresentar. Nestes casos, o tratamento consiste em manter a creatinina, a ureia e o fósforo nos níveis mais baixos alcançados pelo maior tempo possível, sabendo que eles não voltarão ao normal.

O veterinário, através dos dados dos exames de sangue, urina e outros testes adicionais, como raio-x ou ultrassonografia e medição da pressão arterial, irá determinar em que fase da doença o cachorro está e, dependendo do diagnóstico, prescreverá algum tratamento farmacológico.

Além disso, os cachorros devem ter uma alimentação para cachorros com insuficiência renal. É preciso garantir que eles permaneçam hidratados, bebendo ou comendo alimentos úmidos, ir ao veterinário diante de qualquer sintoma e este ajudará em um acompanhamento periódico.

Creatinina alta em cães - Sintomas, causas e tratamento - Problemas renais em cães: cuidados

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Creatinina alta em cães - Sintomas, causas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre Creatinina alta em cães - Sintomas, causas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Ana Vitória
Vocês indicam algum remédio para rins de cachorro?

Creatinina alta em cães - Sintomas, causas e tratamento
1 de 4
Creatinina alta em cães - Sintomas, causas e tratamento

Voltar ao topo da página