Partilhar

Cachorro pode ser gay?

 
Por Eduarda Piamore. 25 abril 2019
Cachorro pode ser gay?

Ver fichas de  Cachorros

Os cães mantêm uma linguagem própria, na qual o seu corpo é o principal veículo de comunicação. Diferente de nós, humanos, que priorizamos a oralidade para expressar nossos pensamentos e emoções, os cachorros comunicam seus estados de ânimo e se relacionam com seu entorno principalmente através de suas posturas, ações e expressões faciais.

Eventualmente, é possível que alguns comportamentos do seu cachorro possam parecer um pouco estranhos. Se alguma vez você já “flagrou” seu cão montando outro indivíduo do mesmo sexo, talvez, tenha se perguntado se existe cachorro gay.

A homossexualidade no mundo animal ainda é um tema polêmico que gera muitas dúvidas inclusive para os estudiosos. Porém, nesse novo post do PeritoAnimal, explicaremos se um cachorro pode ser gay.

Também lhe pode interessar: Cachorro pode comer abacate?

Sexualidade animal, tabu e auto estimulação

A sexualidade animal ainda é um tabu na nossa sociedade atual e falar sobre temas como a auto estimulação pode fazer com que muitas pessoas se sintam desconfortáveis. Porém, para compreender se existem ou não cachorros homossexuais, é fundamental aprender a desconstruir alguns mitos e preconceitos sobre a sexualidade canina.

Por vários séculos, as tradicionais teorias evolutivas nos levaram a acreditar que os animais só se relacionavam sexualmente para gerar novas crias e garantir a sobrevivência da sua espécie. Ou seja, que o desejo sexual só se “despertava” nos animais durante as épocas de reprodução. De acordo com essa linha de pensamento, os comportamentos homossexuais nos animais pareciam não ter lógica, já que o sexo só seria praticado com fins reprodutivos.

Porém, na natureza, é bastante comum observar animais cruzando ou estimulando-se com outros do mesmo sexo, uma conduta que, sob a perspectiva humana, poderia ser rotulada como homossexual. Nas últimas décadas, muitos estudiosos vem se dedicando a observar, documentar e expandir o conhecimento científico sobre a sexualidade e o sexo entre animais.

Embora possa parecer surpreendente, esses comportamentos supostamente "homossexuais" estão presentes em mais de 1500 espécies, desde pequenos parasitas intestinais até grandes mamíferos, como os primates e os canidos. Além disso, estas investigações também permitiram observar que as relações entre animais do mesmo sexo na natureza acontecem principalmente por auto-estimulação, mas também podem ter outras finalidades, como proteger as crias ou "ensaiar" o cortejo sexual. 1

Respeito à auto-estimulação, são várias as especies que a praticam e entre elas encontramos os cães. Isso significa que muitos animais realizam condutas sexuais para obter prazer ou aliviar necessidades do seu organismo, sem ter qualquer finalidade reprodutiva. Em termos mais simples e objetivos, os animais também se masturbam e sua sexualidade não se resume à reprodução.

A auto estimulação pode ser realizada apenas por um animal, enquanto está sozinho, ou com outros indivíduos sem que importe seu sexo. Ou seja, fêmeas podem se auto-estimular com outras fêmeas, e machos, com outros machos. Mas então, isso significa que existe cachorro gay?

Cachorro pode ser gay: verdade ou mito?

Os cachorros podem praticar a auto estimulação (masturbação) para obter prazer, aliviar a tensão (ou estresse) gerada por um excesso de energia acumulada, como uma forma de brincadeira ou jogo, entre outras finalidades. Para se estimular, um cachorro pode montar outros cães (machos ou fêmeas), bichos de pelúcia, objetos e até a perna do seu próprio tutor ou de outras pessoas. Isso não significa que esse cão seja gay, mas sim que expressa livremente a sua sexualidade.

O termo “homossexual” foi inventado pelo próprio ser humano para designar determinadas relações ou comportamentos que acontecem entre pessoas, e não tem a ver com outras espécies. De fato, historicamente entende-se que o conceito de "homossexualidade" surgiu na Prússia em meados do ano 1870 na tentativa de caracterizar o comportamento sexual de pessoas que sentiam atração por indivíduos do seu mesmo sexo. 2

Desde então, o termo vem ganhando uma fortíssima e controversa carga cultural, principalmente nas sociedades ocidentais. Por isso, utilizar o conceito de homossexualidade para entender ou explicar o comportamento sexual dos cachorros e de outros animais não é recomendável. Primeiro, porque nos falta muito por conhecer sobre a sexualidade canina e os motivos que podem levar os cães a ter relações sexuais com indivíduos do mesmo sexo.

Segundo, porque a conduta social e sexual dos cachorros não se determina pelos mesmos códigos que orientam as relações afetivas e sociais dos seres humanos. Então, comparar a sexualidade humana com a canina, ou pretender explicar a linguagem e a natureza dos cães a partir da nossa, inevitavelmente nos conduzirá a uma definição limitada e-ou equivocada.

Portanto, não existe cachorro gay e o fato de um cão se estimular sexualmente com um individuo do mesmo sexo não o torna homossexual, nem significa que tenha preferência por um gênero ou rejeição pelo outro. Simplesmente quer dizer que este cachorro que tem a liberdade necessária e saudável para viver sua sexualidade sem ser inibido ou repreendido.

Cada cachorro tem uma personalidade singular e pode expressar sua sexualidade de diferentes formas. O desejo sexual é parte fundamental da natureza canina e não deve ser reprimido, muito menos castigado. Porém, como tutores responsáveis, devemos adotar métodos de controle reprodutivo eficazes para evitar gestações não planejadas. Por isso, é fundamental conhecer os benefícios da castração canina e a idade ideal para castrar um cão macho e fêmea.

Por que meu cachorro monta outro do mesmo sexo?

Seu cachorro quer cruzar com outro cachorro? Agora que já sabemos que não existe cachorro gay, talvez você se pergunte por que o seu cão monta outro cachorro do mesmo sexo. Como vimos, a auto-estimulação é uma das explicações, mas também não é a única. Por isso, resumiremos de forma bem breve os principais motivos que podem explicar essa conduta canina:

  • Autoconhecimento: nos filhotes, esse comportamento pode aparecer como uma forma de explorar o seu próprio corpo e descobrir sua sexualidade, principalmente imitando comportamentos que observa em outros cães adultos.
  • Sobre-excitação: a monta pode aparecer durante uma sessão de brincadeiras muito intensa ou em outros contexto onde o cachorro se sente sobre estimulado.
  • Estresse: quando um cachorro monta constantemente outros cães, bichos de pelúcia, almofadas e outros objetos, esse comportamento pode ser um sintoma de estresse. Todos os cachorros necessitam exercitar seu corpo e sua mente para conservar um comportamento equilibrado, canalizar positivamente a sua energia e prevenir problemas de conduta, como a destrutividade.
  • Problemas de socialização: um cachorro que não foi socializado de forma adequada pode assimilar a monta como uma conduta social normal ao interagir com outros cães e até com outras pessoas. Por isso, é muito importante começar a socializar corretamente seu cão enquanto ele ainda é um filhote, de preferência antes dos seus primeiros três meses de vida.
  • Doenças: os cães também podem montar constantemente para aliviar as dores e o mal-estar causado por algumas doenças que afetam principalmente a zona dos genitais, como as infecções urinárias, ou dos membros traseiros, como a displasia de quadril.

Por isso, se você observar que seu cachorro quer montar qualquer coisa que vê pela frente, leve-o rapidamente ao veterinário para verificar seu estado de saúde e descartar possíveis causas patológicas deste comportamento. Lembre-se que os artigos do PeritoAnimal são de caráter informativo e, de nenhuma maneira, substituem a atenção veterinário especializada.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cachorro pode ser gay?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Referências
  1. Harrold, M. "Biological exuberance: animal homosexuality and natural diversity". The Advocate, Highbeam Encyclopedia. Revisión del libro de Bruce Bagemihl: Biological exuberance: animal homosexuality and natural diversity. St. Martin's Press, 1999.
  2. Dorit, R. "Rethinking Sex". American Scientist, 2004.

Escrever comentário sobre Cachorro pode ser gay?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Cachorro pode ser gay?
Cachorro pode ser gay?

Voltar ao topo da página