menu
Partilhar

Animais do Alasca

 
Por Nick A. Romero H., Biólogo e educador ambiental. 26 dezembro 2021
Animais do Alasca

O Alasca é um dos estados dos Estados Unidos da América que está localizado no noroeste do Canadá. Esse território é formado por diferentes vegetações e relevos nos quais as temperaturas podem chegar a 30 ºC no verão e -50 ºC no inverno. É um território que conta com diversos tipos de ecossistemas, como marítimos, áreas úmidas, árticas, florestas e tundra ártica. Essa diversidade de regiões faz com que este estado tenha uma variedade importante de fauna.

Neste artigo do PeritoAnimal, queremos apresentar alguns dos animais do Alasca mais típicos, suas características principais e curiosidades. Continue lendo!

Também lhe pode interessar: Os 10 animais mais solitários do mundo

Alce-do-Alasca (Alces alces gigas)

O alce (Alces alces) é um animal com uma distribuição por regiões circumpolares, dentro das quais está incluso o Alasca, território onde habita a subespécie Alce alce gigas, conhecida como alce-do-Alasca. Este é o maior do grupo dos alces, na verdade, o maior da família dos cervos. É caracterizado por seu corpo maciço sustentado por patas longas e finas, cujo peso máximo registrado para um macho foi de 771 kg, enquanto que para uma fêmea foi de 573 kg.

Este animal típico do Alasca tem uma ampla distribuição na região norte. Se desenvolve em habitats com florestas de coníferas ou frondosas, tundra mais ao norte e taiga ao sul, também prefere locais com lagos, pântanos e áreas úmidas, mas não tolera lugares quentes, dos quais tende a se afastar. O estado de conservação da espécie é de menor preocupação, de acordo com a União Internacional para Conservação da Natureza (UICN).

Animais do Alasca - Alce-do-Alasca (Alces alces gigas)

Carneiro-de-dall (Ovis dalli)

Esta é a única espécie de ovelha da montanha que possui chifres, os quais também são distintos entre machos e fêmeas, já que nos primeiros são maiores, volumosos e enrolados que nas segundas. Quanto ao peso, também existe distinção, pois os machos pesam entre 73 e 113 kg, enquanto que as fêmeas possuem entre 46 e 50 kg. A pelagem é abundante e tende a ser branca, embora possam existir certas variações.

Além de ser um dos animais do Alasca, o carneiro-de-dall é nativo do Canadá. No caso do território estadunidense, se desenvolve em cadeias montanhosas do nordeste, centro e sul. Tende a estar em áreas secas, com pastagens ou arbustos, bem como por locais com nevadas suaves e ventos fortes que ajudam a dispersar a neve. Está classificado como de menor preocupação pela UICN.

Animais do Alasca - Carneiro-de-dall (Ovis dalli)

Lontra-marinha (Enhydra lutris)

Esta lontra, que é um mamífero carnívoro, está distribuída por poucas regiões, sendo o Alasca uma delas. Nesta região se desenvolve uma das três subespécies existentes, Enhydra lutris kenyoni. Nesta subespécie, os machos são maiores que as fêmeas, com pesos de 27 a 39 kg, enquanto que elas pesam de 16 a 27 kg. Possui uma pelagem, a qual é caracterizada por ser de cor marrom a avermelhada.

Se distribui em áreas marinhas próximas a costa, que podem ser de fundo rochoso ou macio, mas a presença abundante de algas é importante, pois é ali que procura seu alimento. No Alasca, a lontra marinha foi caçada excessivamente, diminuindo drasticamente sua população. Em geral, este que é um dos animais do Alasca infelizmente está classificado como em risco de extinção.

Animais do Alasca - Lontra-marinha (Enhydra lutris)

Foca-comum (Phoca vitulina)

Este mamífero marinho está bem adaptado anatomicamente para ter uma boa propulsão durante o mergulho, além disso, diminui sua frequência cardíaca, o que favorece sua permanência embaixo d'água. Os machos medem de 1,60 a 1,90 m e pesam entre 80 e 170 kg. Já as fêmeas não ultrapassam 1,70 m de comprimento e 145 kg.

A foca-comum tem hábitos costeiros e está presente tanto na América e Europa, como na Ásia. Dependendo da região, uma das cinco subespécies reconhecidas se desenvolve. No caso do novo continente, uma das regiões que habita é o Alasca e aqui se localiza a subespécie Phoca vitulina richardsi. Esta foca está considerada como de menor preocupação quando falamos de risco de extinção.

Animais do Alasca - Foca-comum (Phoca vitulina)

Raposa-do-ártico (Vulpes lagopus)

Este animal típico do Alasca está bem adaptado para viver em temperaturas geladas graças a sua pele e pelagem abundante. A maior parte da pelagem é de cor branca no inverno e acinzentada ou marrom no verão, mas também existem alguns poucos indivíduos de uma coloração cinza-azulada. O revestimento de suas patas com pele oferece proteção adicional contra o frio. Mede até 70 cm de comprimento e pesa em média 5,2 kg.

A raposa do ártico habita nas regiões circumpolares, que inclui o Alasca, desenvolvendo-se na tundra ártica e alpina deste estado. Também está presente no ecossistema marítimo subártico de algumas ilhas da região. É considerada como de menor preocupação.

Animais do Alasca - Raposa-do-ártico (Vulpes lagopus)

Coruja-das-neves (Bubo scandiacus)

A coruja-das-neves é uma ave da ordem Strigiformes. No caso dos machos adultos predomina a cor branca e nas fêmeas há a presença de manchas marrons. É de porte grande, na verdade, é uma das maiores corujas do mundo, com uma envergadura de cerca de 146 cm nos machos e 159 cm nas fêmeas. O peso médio dos machos é de 1,6 kg e nas fêmeas de 2 kg.

É uma coruja ícone das regiões árticas, incluindo o Alasca. Se desenvolve na tundra aberta, desde área próxima da linha arbórea até a orla marítima polar. Devido ao declínio populacional, este animal do Alasca tem sido classificado como uma espécie vulnerável pela UICN.

Se você gosta desses animais tanto quanto nós, não pare de aprender e descubra todos os tipos de corujas.

Animais do Alasca - Coruja-das-neves (Bubo scandiacus)

Baleia-jubarte (Megaptera novaeangliae)

Algumas espécies de baleias também fazem parte da fauna do Alasca, como a baleia jubarte. Existem três subespécies de baleias-jubartes, sendo comum no verão do Alasca a subespécie Megaptera novaeangliae kuziara, por isso é típica do Pacífico Norte. É um animal robusto, caracterizado pela presença de longas barbatanas peitorais. Sua coloração é cinza escuro na região dorsal e branca na região ventral.

A baleia-jubarte é uma espécie cosmopolita que se distribui amplamente pelos oceanos do mundo, mas é um animal típico do Alasca no verão, onde está presente no golfo desta região. Com uma tendência populacional crescente, é considerada como de menor preocupação.

Conheça os tipos de baleias neste outro artigo.

Animais do Alasca - Baleia-jubarte (Megaptera novaeangliae)

Marmota-do-alasca (Marmota broweri)

A marmota-do-alasca é um animal que se distingue do restante do seu grupo pela presença de uma coloração escura na cabeça, que se estende sobre o nariz e chega até o pescoço. Com relação ao restante do corpo, pode variar entre marrom, cinza e até branco. O peso e comprimento médio são de cerca de 3,4 kg e 59 cm, sendo os machos maiores que as fêmeas.

Esta espécie de marmota é um dos animais do Alasca e tem uma importante distribuição na tundra ártica e em extensos campos rochosos, onde existam tocas para fornecer proteção. Sua população é estável e considerada como de menor preocupação.

Animais do Alasca - Marmota-do-alasca (Marmota broweri)
Imagem: naturalista.mx

Leão-marinho-de-steller (Eumetopias jubatus)

Este leão marinho é o maior otariídeo que existe, embora os machos sejam maiores que as fêmeas, ambos são de constituição robusta e dimensões imensas. O tamanho máximo registrado para eles tem sido de 3,3 m e 1 tonelada de peso médio, enquanto que para elas é de 2,5 m e 273 kg. Sua coloração se distingue de outros leões marinhos por ser de marrom claro a amarelado, que eles mantêm mesmo quando molhados.

Este animal da vida selvagem do Alasca se desenvolve em várias regiões costeiras, incluindo o golfo do Alasca. Embora possa percorrer longas distâncias, prefere ficar na costa e mergulhar para se alimentar. Também pode ser encontrado ocasionalmente no gelo marinho. É classificado como quase ameaçado pela UICN.

Animais do Alasca - Leão-marinho-de-steller (Eumetopias jubatus)

Boi-almiscarado (Ovibos moschatus)

Este animal do Alasca está adaptado para as condições árticas e é caracterizado por suas patas curtas e corpo em forma de barril. É coberto por uma pelagem longa e tanto os machos como as fêmeas têm chifres. As fêmeas pesam cerca de 250 kg, enquanto os machos 320 kg, em média.

Anteriormente, o boi-almiscarado era distribuído no Canadá, Groenlândia e Alasca, mas no final do século XIX, ele desapareceu do Alasca. No entanto, foi reintroduzido posteriormente, e é por isso que hoje em dia também é considerado como parte da fauna selvagem do Alasca. Se desenvolve na linha das árvores da tundra ártica e está considerado como de menor preocupação.

Animais do Alasca - Boi-almiscarado (Ovibos moschatus)

Outros animais do Alasca

Você sabe quais são os animais mais perigosos do Alasca? Bem, os ursos definitivamente fazem parte desta lista e diferentes espécies vivem no estado norte americano. Além deles, outros animais selvagens do Alasca, perigosos ou não, fazem parte da fauna local. Entre eles:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Animais do Alasca, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Angerbjörn, A. y Tannerfeldt, M. (2014). Vulpes lagopus. La Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN 2014:e.T899A57549321. Disponível em: https://www.iucnredlist.org/species/899/57549321
  • BirdLife International. (2020). Bubo scandiacus. The IUCN Red List of Threatened Species 2020:e.T22689055A181375387. Disponível em: <https://www.iucnredlist.org/species/22689055/181375387>. Acesso em 27 de dezembro de 2021.
  • Cassola, F. (2016). Marmota broweri. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T42455A22258026. Disponível em: https://www.iucnredlist.org/species/42455/22258026>. Acesso em 27 de dezembro de 2021.
  • Cooke, J.G. (2018). Megaptera novaeangliae. The IUCN Red List of Threatened Species 2018:e.T13006A50362794. Disponível em: https://www.iucnredlist.org/species/13006/50362794>. Acesso em 27 de dezembro de 2021.
  • Doroff, A. y Burdin, A. (2015). Enhydra lutris. La Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN 2015:e.T7750A21939518. Disponível em: https://www.iucnredlist.org/species/7750/21939518>. Acesso em 27 de dezembro de 2021.
  • Festa-Bianchet, M. (2020). Ovis dalli. The IUCN Red List of Threatened Species 2020:e.T39250A22149895. Disponível em: https://www.iucnredlist.org/species/39250/22149895>. Acesso em 27 de dezembro de 2021.
  • Gelatt, T. & Sweeney, K. (2016). Eumetopias jubatus. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T8239A45225749. Disponível em: https://www.iucnredlist.org/species/8239/45225749>. Acesso em 27 de dezembro de 2021.
  • Lowry, L. 2016. Phoca vitulina. La Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN 2016: e.T17013A45229114. Disponível em: https://www.iucnredlist.org/species/17013/45229114>. Acesso em 27 de dezembro de 2021.

Fotos de Animais do Alasca

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Animais do Alasca
Imagem: naturalista.mx
1 de 20
Animais do Alasca

Voltar ao topo da página