Partilhar

Vermes intestinais em cachorros - sintomas e tratamento

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 9 março 2020
Vermes intestinais em cachorros - sintomas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

Os cães, tal como os gatos e inclusive os humanos, podem sofrer da presença de vermes intestinais. Estes parasitas provocam condições gastrointestinais que podem ser muito incômodas para o seu cachorro. Além disso, são muito difíceis de detectar e, em alguns casos, podemos nem saber de que o nosso pet tem vermes.

Por este motivo, é importante que você desparasite o seu cachorro tanto de forma interna como externa de forma regular. Assim, evitará possíveis infestações no cão ou inclusive o contágio para humanos em determinados casos.

Se você deseja saber mais sobre este tema, neste artigo do PeritoAnimal explicamos tudo sobre os parasitas mais comuns que podem afetar o seu cachorro e outra informação útil para saber como tratá-los. Continue lendo para saber tudo sobre os vermes intestinais em cachorro.

Também lhe pode interessar: Remédios caseiros para verme em cachorro

Tipos de vermes intestinais em cachorro

O seu cachorro pode ser afectado tanto por parasitas internos como externos. Os primeiros, que discutiremos neste artigo, são aqueles que habitam o trato digestivo mas também podem se alojar em órgãos como os pulmões ou o coração.

Entre os parasitas externos, encontramos os que vivem no pelo ou pele do cão, como as pulgas e carrapatos. Tanto os vermes intestinais nos cães como os parasitas externos, ou aqueles que infestam o coração ou os pulmões, causam danos ao animal devido à sua atividade.

As lesões serão mais ou menos graves dependendo do estado de saúde do pet e do nível de infestação. Assim, a parasitose pode ser assintomática ou, por outro lado, produzir quadros clínicos diferentes. Em todos os casos, ps vermes em cachorros devem ser prevenidos e tratados, pois existem também parasitas que também podem afetar os seres humanos.

Vermes intestinais em cachorros - sintomas e tratamento - Tipos de vermes intestinais em cachorro

Tipos de vermes intestinais

É de vital importância que os tutores estejam atentos aos vermes intestinais nos cães, esses são os mais comuns:

  • Ascaris: tais como Toxocara canis e Toxascaris leonina, que são muito comuns. Eles vivem no estômago e nos intestinos e podem atingir um tamanho considerável. Eles põem ovos capazes de resistir muito tempo no ambiente. Os cachorros podem ser infectados pela mãe e qualquer cão pode ficar infestado através do meio ou da ingestão de um hospedeiro intermediário, tal como um roedor.

  • Ancilóstomos: são conhecidos como "ancilóstomos" porque se prendem pela boca à membrana mucosa do intestino delgado, absorvendo sangue e fluidos. Estes vermes podem ser contraídos por contacto entre o cachorro e a mãe, por ingestão de larvas presentes no ambiente, por penetração directa através da pele, especialmente na zona das almofadinhas, ou por ingestão de um hospedeiro intermediário.

  • Tênias: São vermes que se alojam no intestino delgado e podem atingir 2 metros de comprimento. Neste parasitismo, as pulgas desempenham um papel muito importante, uma vez que podem ingerir os ovos das tênias e transmiti-los aos cães se os engolirem.

  • Tricurídeos: são conhecidos como "chicote" devido à sua aparência filiforme, mas com uma extremidade mais grossa. Estes vermes fixam-se às paredes do intestino grosso e, embora ponham menos ovos do que outros parasitas, são capazes de sobreviver durante anos no ambiente.

Como prevenir vermes em cachorro

A desparasitação interna do nosso cachorro deve começar desde cedo:

  • Os filhotes devem estar livres de parasitas antes de cada vacinação. A desparasitação deve ser iniciada a partir da segunda semana de vida. A cada 2 semanas até que o filhote tenha 12 semanas de vida. Depois deve ser a cada 3 meses. O mais adequado é consultar o seu veterinário para planejar o calendário de vacinações e quando o deve desparasitar.
  • Os cães adultos devem ser desparasitados a cada 3 meses. Assim eliminará todos os possíveis parasitas presentes. Se o seu cachorro sofre de alguma doença como a Leishmaniose consulte o seu veterinário sobre se é necessário desparasitar com mais frequência. Dependendo da saúde do animal e dos seus hábitos de vida devem ser tomadas precauções especiais.

Também deve ter em conta que, as fêmeas grávidas e os filhotes lactantes podem se contagiar. Se a mãe está parasitada, o filhote ficará contagiado desde o seu nascimento e isto é muito perigoso. Por isso, deve desparasitar corretamente a sua cadela durante toda a gravidez e lactação.

Sintomas dos parasitas intestinais nos cachorros

Embora, como já dissemos, a presença de parasitas internos em cães nem sempre gere um quadro clínico, abaixo indicamos os sintomas mais comuns que podemos perceber quando a infestação é significativa ou o cão apresenta mais riscos devido a um sistema imunológico deficiente, como no caso de filhotes, devido à imaturidade, ou em cães idosos ou vulneráveis por sofrerem de doenças ou por passarem por situações estressantes, como cirurgias ou mudanças.

Os sintomas de parasitas intestinais em cães são:

  • Diarreia.
  • Vómito.
  • Emagrecimento ou crescimento atrofiado em cachorros.
  • Inflamação abdominal ou, também, sintomas associados à dor.
  • Anemia, observada na coloração pálida das membranas mucosas.
  • Fraqueza.
  • Sangue nas fezes.
  • Uma massa semelhante a uma meada formada por um grande número de vermes pode levar à obstrução intestinal.
  • Alguns parasitas intestinais também podem ser responsáveis por sintomas respiratórios.
Vermes intestinais em cachorros - sintomas e tratamento - Sintomas dos parasitas intestinais nos cachorros

Vermes de cachorro que se transmitem a humanos

Alguns dos parasitas intestinais em cães mencionados antes são susceptíveis de transmissão para os humanos e vice-versa. Por exemplo, os parasitas são capazes de produzir nas pessoas uma doença chamada "larva visceral migrante", que ocorre após a ingestão dos seus ovos.

As crianças pequenas são um grupo de risco, uma vez que são mais propensas a comer sujidade e mostrar hábitos de higiene mais pobres. Os sintomas, que aparecem em grandes infestações de parasitas internos em cães, incluem dor abdominal ou tosse, assim como complicações que dependerão de qual órgão as larvas alcançarão.

Alguns ancilóstomos são responsáveis pela doença conhecida como "larvas cutâneas migrantes", que provoca comichão devido à penetração das suas larvas na pele. Como podemos compartilhar parasitas e para que os cães não se tornem uma fonte de contágio e vice-versa, é essencial estabelecer um cronograma adequado de desparasitação.

Como tratar vermes intestinais em cachorros

Se você detectar algum dos sintomas descritos no seu pet e até for capaz de observar vermes nas fezes ou vômitos dele, deve ir, sem demora, ao veterinário. Porém, mais do que tratar infestações, devemos evitá-las. Desta forma, vamos proteger o nosso cão e toda a família. Para isso, a prevenção é essencial, que consistirá num programa completo de desparasitação elaborado com o veterinário. O profissional avaliará a idade do cão e o habitat dele, a segurança do produto e a via de administração.

Medicamento para vermes intestinais em cachorros

É possível encontrar, em petshops, xaropes, pastas ou, mais convenientemente, pílulas para eliminar parasitas intestinais em cães. No entanto, utilize sempre vermífugos prescritos pelo veterinário, caso contrário, poderemos provocar a intoxicação do cão e até agravar um problema se não houver sintomas gerados por parasitas internos nos cães.

A recomendação é seguir um programa mensal de desparasitação que deve ser iniciado com duas semanas de idade e mantido ao longo de sua vida. Porque amamos os nossos pets, garantimos que estão protegidos e desparasitados corretamente.

Controle ambiental dos vermes intestinais em cachorros

Além da desparasitação interna, para erradicar ao máximo estes parasitas do meio ambiente e assim evitar a re-infestação, devemos adotar medidas como as seguintes:

  • Instituir bons hábitos de higiene, especialmente nas crianças.
  • Evitar brincar em parques frequentados por cães ou em caixas de areia abertas.
  • Se o seu cão tem uma área exterior, o chão deve ser feito de cimento ou cascalho parta poder ser desinfectado, uma vez que o solo é um bom substrato para parasitas. Se você tem um canil, é aconselhável limpá-lo diariamente com uma mangueira.
  • Limpe as fezes do cão imediatamente se ele defecar em casa.
  • Não é recomendado deixar o cachorro caçar, comer restos de comida do lixo ou carne crua.
  • Consulte o veterinário para medidas adicionais, tendo em conta o ciclo de vida do parasita.
  • É claro que é essencial manter o seu pet desparasitado, pela saúde dele e pela de toda a família.

Remédios caseiros para vermes intestinais em cachorros

Cada vez mais pessoas estão procurando remédios naturais para vermes em cães, no entanto, é importante notar que estes tipos de terapias também devem ser prescritas por um veterinário que supervisionará o processo e que de forma alguma substituem o tratamento medicamentoso. O seu uso pode ajudar a evitar o seu aparecimento mas, uma vez que a infestação tenha ocorrido, não a erradicam completamente.

Portanto, se você quiser usar alguns remédios caseiros para desparasitar cães, será importante que você consulte seu especialista de confiança e que você não descuide o tratamento veterinário prescrito.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Vermes intestinais em cachorros - sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Desparasitação e vermífugos .

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
A sua avaliação:
Hellen
Meu cachorro tem 1 mês e 10 dias de vida, e está com verme gravíssima, ele não para de chorar, e parece que ele está perdendo a visão, não come ND, só bebe um pouco comprei um remédio de verme e dei para ele, mas ele continua com comportamentos estranhos, não consegue andar direito, por favor alguém pode me ajudar, como eu devo trata-lo o que da de comer para ele, me ajudem por favor
Nídia Figueira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi! Apenas um veterinário pode fazer um exame físico do seu pet para chegar a um diagnóstico e recomendar o tratamento adequado para o caso. Recomendamos que você consulte um profissional o quanto antes.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
A sua avaliação:
Miriam Rodrigues
Olá, gostaria de saber ,após desparasitar meu pet ,deve- se dar um complemento vitamínico .Essa é minha dúvida

Vermes intestinais em cachorros - sintomas e tratamento
1 de 3
Vermes intestinais em cachorros - sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página