menu
Partilhar

Quanto dura a diarreia do cachorro depois de tomar remédio de verme?

 
Por Cristina Pascual, Veterinária. 20 junho 2022
Quanto dura a diarreia do cachorro depois de tomar remédio de verme?

Ver fichas de  Cachorros

O remédio de verme pode causar efeitos colaterais nos cachorros. Entre eles, podemos observar um quadro de diarreiano peludo após a desparasitação. As causas podem ser variadas e podem envolver tanto os próprios parasitas causadores da infecção, quanto o medicamento antiparasitário receitado para prevenir ou tratar a doença infecciosa. Em qualquer caso, é importante prestar atenção à presença desse sinal clínico e comunicá-lo ao profissional veterinário que receitou o tratamento, principalmente se ele se agravar ou durar muito tempo.

Se você quiser descobrir Quanto dura a diarreia do cachorro depois de tomar remédio de verme?, continue lendo este artigo do PeritoAnimal.

Também lhe pode interessar: Remédios caseiros para verme em cachorro

Motivo pelo qual você deu remédio de verme para o cachorro

Para poder entender os motivos da diarreia no cachorro após tomar remédio de verme, é fundamental ter clareza do motivo pelo qual foi administrado o medicamento, já que efeitos colaterais são comuns. Sendo assim, antes de abordar essa pergunta, é importante indicar que os medicamentos antiparasitários podem ser administrados por dois motivos diferentes:

  • Prevenção de uma doença parasitária
  • Tratamento de uma doença parasitária

A seguir, explicaremos quando se deve desparasitar um cachorro em função de cada um desses dois objetivos.

Prevenção

As doenças parasitárias devem ser prevenidas mediante duas estratégias:

  • Medidas de controle: por exemplo, não fornecendo alimentos crus aos cachorros, proporcionando-lhes água limpa e potável, impedindo que tenham acesso a roedores, animais de caça, animais mortos, etc.
  • Desparasitação de rotina: consiste na administração de medicamentos antiparasitários de forma regular, a fim de prevenir a instauração de uma doença parasitária.

A frequência com que se deve realizar uma desparasitação preventiva pode variar em função de múltiplos fatores, sendo os mais importantes:

  • As características epidemiológicas da área: os cachorros estarão expostos a um nível de risco diferente em função da prevalência das diferentes doenças parasitárias da área geográfica onde habitam.
  • As características individuais de cada cachorro: tendo especial importância a atividade que realizam (cães de caça, cães pastores, etc.) e a sua dieta (consumo de carne ou vísceras cruas).

Em função dos distintos fatores que condicionam o risco de cada animal, se deve instaurar um programa de desparasitação adequado, o qual deve sempre ser desenhado e prescrito por um profissional veterinário. Nesse sentido:

  • Os cachorros que vivem dentro de casa ou apartamento ou que têm um acesso limitado ao exterior, não têm contato direto com outros cachorros, nem têm acesso a outros fatores de risco (parques, caixas de areia infantis, roedores, presas, cadáveres ou vísceras, caracóis ou lesmas, ou carne crua) são considerados animais de baixo risco, o que torna suficiente dar remédio de verme 1-2 vezes por ano, ou então realizar exames coprológicos rotineiros e só desparasitar quando os resultados forem positivos.
  • Os cachorros com acesso ao exterior, a caixas de areia, e com contato direto com outros cachorros, mas que não têm acesso a outros fatores de risco (roedores, presas, cadáveres ou vísceras, caracóis ou lesmas, ou carne crua) são considerados animais de risco médio, que devem ser desparasitados 4 vezes por ano, ou então realizar exames coprológicos rotineiros e só desparasitar quando os resultados forem positivos.
  • Os cachorros com acesso ao exterior, a parques de areia, e com contato direto com outros cachorros e com outros fatores de risco (roedores, presas, cadáveres ou vísceras, caracóis ou lesmas, ou carne crua) são considerados animais de alto risco, que devem ser desparasitados de 4 a 12 vezes por ano.

Existem poucas doenças parasitárias que estejam unicamente relacionadas com a idade do animal. O risco de infecção está presente desde seu nascimento, e por isso a desparasitação preventiva deve ser realizada durante a vida inteira. De fato, ela deve começar às 2 semanas de vida e se repetir a cada quinze dias até completar 8 semanas. A partir daí, a desparasitação deve ser mantida com a frequência estabelecida em função do risco, assim como explicamos anteriormente. Você encontrará mais detalhes sobre isso neste outro artigo: plano de desparasitação de cachorros.

Tratamento de doença parasitária

Quando as medidas preventivas falham, e o animal pega um parasita, é preciso instaurar um tratamento antiparasitário específico para enfrentar o agente causal da doença.

O tratamento antiparasitário específico deve ser instaurado no momento em que for determinada a espécie parasitária responsável pela infecção, e deve ser repetido em função do período de permanência da espécie parasitária em questão.

Causas para um cachorro com diarreia após o vermífugo

É relativamente frequente que, após a desparasitação, os tutores se perguntem: "por que o cachorro está com diarreia após tomar remédio de verme?". Pois bem, existem várias causas que podem explicar esse efeito colateral no cachorro:

  • A própria doença parasitária: muitos dos parasitas intestinais causam diarreia devido aos efeitos citotóxicos e à própria ação mecânica que os parasitas exercem sobre a mucosa intestinal. Apesar de se ter instaurado um tratamento antiparasitário, é possível que a diarreia se mantenha durante os primeiros dias, até que se produza a morte de todos os parasitas e a mucosa intestinal se regenere.
  • Efeitos colaterais após desparasitar um cachorro: alguns medicamentos antiparasitários, como a bunamidina, podem produzir diarreia como efeito colateral.
  • Erro na dosagem: a dosagem excessiva de um vermífugo pode exacerbar seus efeitos colaterais e produzir, entre outras coisas, um quadro de diarreia.

Como você pode ver, se o motivo da desparasitação era tratar a doença parasitária, o mais provável é que este seja o motivo da diarreia, e isso marcará também a sua duração, como veremos no tópico a seguir.

Em quanto tempo o vermífugo deve fazer efeito e acabar com a diarreia no cachorro?

A duração da diarreia por desparasitação em cachorros dependerá do motivo pelo qual se tenha administrado o medicamento antiparasitário.

No caso de que a diarreia se deva ao efeito patogênico do próprio agente parasitário, é possível que se estenda durante os primeiros dias do tratamento antiparasitário. Contudo, caso se trate de uma diarreia muito profusa, ou que se mantenha durante mais de 7-10 dias, é importante ir a um veterinário, já que, nesses casos, o animal pode se desidratar e precisar de um tratamento de fluidoterapia.

No caso de suspeita de que se trate de um efeito colateral do remédio de verme, é importante comunicar isso ao veterinário ou veterinária que receitou o tratamento. Caso seja uma diarreia leve, é provável que o profissional decida manter o mesmo medicamento até que se complete o tratamento, mesmo que o animal tenha suas fezes menos formadas que o normal durante esse tempo. No caso de diarreias intensas, será necessário retirar o tratamento e empregar outro princípio ativo.

O que fazer se meu cachorro está com diarreia depois do vermífugo?

Se a diarreia do cachorro filhote, adulto ou idoso se deve a um agente patogênico, você deverá esperar que o tratamento cumpra sua função para que, assim, a diarreia pare. Como comentamos antes, no caso de ela durar mais de 7 dias, então sim, você deverá consultar um veterinário que te indique o que fazer.

Caso se trate de um efeito colateral do vermífugo, a diarreia deveria cessar por conta própria depois de 24-48 horas. Porém, se ela persistir além desse tempo, também será necessário ir ao centro veterinário.

Por outro lado, você pode estabelecer uma dieta branda ou oferecer um alimento de fácil ingestão para favorecer o trânsito intestinal e não piorar o estado do cachorro.

Agora que você já sabe quanto dura a diarreia do cachorro depois de tomar remédio de verme, não perca o vídeo a seguir em que falamos o que fazer se o cachorro estiver com fezes moles:

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Quanto dura a diarreia do cachorro depois de tomar remédio de verme?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Desparasitação e vermífugos .

Bibliografia
  • European Scientific Counsel Companion Animal Parasites (ESCCAP). (2021). Control de vermes en perros y gatos. Guía nº01
  • European Scientific Counsel Companion Animal Parasites (ESCCAP). (2013). Control de protozoos intestinales en perros y gatos. Guía nº06

 

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Quanto dura a diarreia do cachorro depois de tomar remédio de verme?
Quanto dura a diarreia do cachorro depois de tomar remédio de verme?

Voltar ao topo da página