Partilhar

Sarna de ouvidos em gatos

 
Por Carolina Costa, Médica Veterinária. 21 janeiro 2020
Sarna de ouvidos em gatos

Ver fichas de  Gatos

A sarna é uma doença de pele causada por ectoparasitas (ácaros) que habitam e penetram nas camadas da pele dos animais e do ser humano causando, entre outros sintomas, muito desconforto e coceira.

A sarna em gatos é muito comum e pode se manifestar através de sinais dermatológicos e otites. Sim, os gatos também podem ter inflamações da pele que reveste o pavilhão auricular e o canal auditivo, tal como os cães e os seres humanos. Mas não se preocupe, a otite em gato tem cura e, se diagnosticada e tratada a tempo, é de fácil resolução.

Neste artigo vamos explicar sobre os ácaros em gatos, quais os diferentes tipos de sarna, sarna de ouvido em gatos e qual o tratamento. Continue lendo este artigo do PeritoAnimal para saber mais sobre este tema.

Também lhe pode interessar: A sarna nos gatos - Sintomas e tratamento

Predisposição e contágio da sarna de ouvido em gatos

Na sarna de ouvido não existe qualquer tipo de predisposição, ou seja, qualquer gato de qualquer idade, gênero ou raça pode contrair sarna.

O contágio se dá através do contato direto com animais infectados por ácaros, seja dentro da própria casa ou no exterior. Por essa razão, se você suspeitar que algum gato tem sarna você deve separar e restringir o acesso à rua imediatamente.

Você ja se perguntou se a sarna é contagiosa para seres humanos? A resposta é depende. Existe um tipo de sarna que é transmissível a seres humanos (zoonose), no entanto grande parte das sarnas (otodécica e notoédrica, que falaremos mais abaixo) não são contagiosas para os humanos.

Após a visita ao veterinário e confirmado o diagnóstico, deve iniciar o tratamento assim como a desinfecção de todos os materiais e tecidos que o animal teve contato (mantas, tapetes, roupa de cama, etc).

Sarna otodécica em gatos

A sarna é uma doença que acomete a pele e suas estruturas, na qual ela é invadida por ácaros que causam uma coceira muito desconfortável. Existem vários tipos de sarna, mas neste artigo nos vamos apenas focar nas sarnas em gatos que mais causam otites, ou seja, a sarna otodécica e a sarna notoédrica.

A sarna otodécia é uma sarna de ouvido causada pelo ácaro do tipo Otodectes cynotis. Este ácaro habita naturalmente no ouvido de vários animais, como o cão e o gato, e se alimentam de restos de pele e secreções. No entanto, quando existe um sobrecrescimento, esse ácaro vai provocar a sarna e todos os sintomas à ela associados, os quais se destacam:

  • Cerume de coloração marrom escura com pequenos pontinhos brancos sobre ele (muito característico), os pequenos pontos brancos são os ácaros;
  • Agitação e inclinação da cabeça;
  • Coceira;
  • Pele eritematosa (vermelha);
  • Hiperqueratose (pele do pavilhão auricular espessada), em casos mais crónicos;
  • Descamação e crostas;
  • Dor e desconforto ao toque.

Geralmente, a estes problemas estão associadas infeções bacterianas ou fúngicas secundárias que agravam os sinais clínicos acima descritos. O diagnóstico é feito através do:

  • Historico do animal;
  • Exame físico com observação direta através de otoscópio;
  • Exames complementares por recolha de material para observação ao microscópio ou para análise citológica/cultura ou raspados de pele.

Tratamento para sarna otodécica em gatos

  1. Limpeza diária do ouvido com solução de limpeza seguida de aplicação de soluções de tratamento;
  2. Aplicação de acaricidas tópicos;
  3. Em casos de infeções secundárias, antifúngico e/ou bactericidas tópicos;
  4. Em casos de infeções mais graves, pode ser necessário tratamento sistêmico com desparasitantes internos e externos e/ou antibiótico para sarna em gatos.
  5. Além disso, deve ser sempre feita uma higienização minuciosa do ambiente, juntamente com a desparasitação do gato afetado e dos que vivam com ele.

A ivermectina para sarna de ouvido é utilizada como tratamento em forma tópica de gel/pomada auricular ou em forma sistêmica (oral ou subcutânea). Como tratamento tópico também é comum se recomendar spot-on (pipetas) de selamectina (Stronghold) ou moxidectina (Advocate) a cada 14 dias que são muito bons para o tratamento de sarna em gatos.

Existem também remédios caseiros que pode aplicar em casa para tratar a sarna, que podem ser utilizados como tratamento caseiro. Não se esqueça que nem sempre os tratamentos caseiros são suficientes e alguns podem apenas mascarar os sintomas e não atuar na causa em si, por isso é tão importante a visita ao veterinário.

Sarna notoédrica em gatos

A sarna notoédrica em gatos, também conhecida como escabiose felina, é provocada pelo ácaro Notoedres cati e é específica do felídeos, sendo muito contagiosa entre eles. Este ácaro se fixa nas camadas mais profundas da pele e pode passar despercebido nos métodos de diagnóstico menos invasivos. Contudo, é muito pruriginosa e causa muita preocupação a qualquer tutor que observa o seu pet se coçando sem parar.

Os sintomas são semelhantes ao da sarna otodécica, no entanto existem alguns sintomas característicos que você deve ter em conta:

  • Crostas e escamas de tom acinzentado;
  • Seborreia;
  • Alopécia (perda de pelo);

Estas lesões apresentam localizações muito características como nas margens das orelhas, orelhas, pálpebras, face e podem afetar o pescoço. O diagnóstico definitivo é realizado através de raspados de pele, com observação dos ácaros.

O tratamento é semelhante ao da sarna otodécica e, como sabemos, pode ser difícil fazer a limpeza e aplicar gotas nos ouvidos do gato , por isso recomendamos a leitura desse artigo.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Sarna de ouvidos em gatos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças parasitárias.

Bibliografia
  • Jacobson, Linda. (2003). Diagnosis and medical treatment of otitis externa in the dog and cat. Journal of the South African Veterinary Association. 73. 162-70.
  • Miller, W.H., Griffen, C.E, Campbell, K.L (2013). Muller and Kirk's Small Animal Dermatology, 7th edition. Toronto, Ontario. Elsevier.
  • Roy, J., Bédard, C., & Moreau, M. (2011). Treatment of feline otitis externa due to Otodectes cynotis and complicated by secondary bacterial and fungal infections with Oridermyl auricular ointment. The Canadian veterinary journal = La revue veterinaire canadienne, 52(3), 277–282.
  • Yang C, Huang H.P. (2016). Evidence-based veterinary dermatology: a review of published studies of treatments for Otodectes cynotis (ear mite) infestation in cats. Vet Dermatology, 27(4):221-e56.

Vídeos relacionados com Sarna de ouvidos em gatos

1 de 3
Vídeos relacionados com Sarna de ouvidos em gatos

Escrever comentário sobre Sarna de ouvidos em gatos

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Sarna de ouvidos em gatos
Sarna de ouvidos em gatos

Voltar ao topo da página