Partilhar

Labradoodle

Atualizado: 10 outubro 2019
Labradoodle

Com aparência de um bichinho de pelúcia e com a personalidade doce, os Labradoodle são fruto do cruzamento entre Poodle e Labrador Retriever. Essa mistura teve como resultado uma impressionante raça. São cachorros atentos, carinhosos, colaboradores e muito brincalhões, perfeitos tanto para famílias como para idosos, uma vez que tradicionalmente foi treinado para cumprir funções de cão guia e como cachorro de terapia, pelos seus mais diversos dotes.

Se você acabou de adotar um cachorro mestiço e suspeita que pode ser um Labradoodle, ou você simplesmente quer conhecer mais sobre essa "raça" canina, nessa ficha do PeritoAnimal explicaremos quais são as características do Labradoodle, sua origem e os cuidados básicos. Continue lendo!

Origem
  • Oceania
  • Austrália
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Clima recomendado

Labradoodle: origem

O primeiro exemplar reconhecido como Labradoodle foi registrado em 1995. No entanto, não foi até 1988 que o criador australiano Wally Conron apresentou ao mundo essa raça híbrida na sua associação chamada "Guia de cachorros Victoria", por ser um cão guia para pessoas cegas. Assim, o objetivo desse cruzamento foi o de conseguir um cachorro hipoalérgico mas que também fosse carinhoso, leal e com grandes dotes para o aprendizado. A partir daí, essa mistura de Labrador Retriever e Poodle começou a ser conhecida e admirada mundialmente.

Atualmente, não é encontrado um padrão que unifique a raça. Um dos principais motivos é a falta de consenso a respeito dos cruzamentos a se realizar. Muitos criadores dizem que o cruzamento deve ser feito apenas entre Labradores e Poodles, enquanto outros dizem que pode haver cruzamento entre Labradoodles. Isso fez com que começasse a aparecer diferenciações, sendo o resultado do cruzamento entre Labradoodles chamados de Australian Labradoodle ou multigeracional.

Com o passar dos anos, muitos criadores tentaram desenvolver a raça de maneira inadequada, sem ter em conta a genética dos progenitores, as doenças hereditárias e os vínculos familiares. Isso fez com os Labradoodle tivessem uma grande crise, uma vez que muitos cachorros apresentavam doenças congênitas ou problemas de nervosismo devido ao cruzamento irresponsável. No entanto, outros criadores, como Mellodie Woodlye, tiveram em conta todos esses critérios e decidiram desenvolver a raça de maneira mais respeitosa, dando outro nome para se afastar das más práticas dos outros criadores que Labradoodle. O nome dado aos cachorro foi Australian Cobberdog ou Cobberdog Australiano. Aos poucos foi consolidado e, atualmente, o Australian Cobberdog é uma raça reconhecida oficialmente pela Associação Australiana de MDBA.

O Labradoodle e o Australian Cobberdog são o mesmo cachorro?

Apesar de muitas pessoas consideram que são o mesmo cachorro híbrido, a verdade é que não. O Labradoodle é o cruzamento entre o Labrador e o Poodle que, depois de alguns anos de desenvolvimento, deu lugar ao Australian Cobberdog. Dessa forma, o Labradoodle é um cachorro mestiço, enquanto o Cobberdog é uma raça reconhecida, apesar de não por todas as organizações cinológicas.

Labradoodle: características

O Labradoodle é uma raça fruto da mistura entre o Poodle o Labrador, o que permite explicar muitas de suas características. Com relação ao seu tamanho, podem haver algumas variações, sendo elas de três tipos:

  • Labradoodle toy: mede entre 35 e 50 centímetros;
  • Labradoodle mediano: seu tamanho está entre 45 e 51 centímetros;
  • Labradoodle grande: mede cerca de 53 e 63 centímetros.

O peso costuma estar entre os 20 e 35 quilos. A expectativa de vida está entre 9 e 15 anos. Sua morfologia é muito diferente entre uns eles, pois existem alguns que são mais parecidos aos Labradores, outros que são mais similares aos Poodles e outros que são uma verdadeira mistura de traços das duas raças. Algumas características que costumam compartilhar são as patas redondas e peludas, uma causa redonda e larga e os olhos e nariz escuros. Por outro lado,, a forma do focinho , orelhas e a morfologia do resto do corpo não são previsíveis.

Além das diferenças de tamanho, é possível observar diferenças no seu aspecto. Por exemplo, se você observar a pelagem, ela pode ser encaracolada e lisa, áspera ou suave e também curta ou larga, existindo todas as combinações respectivas. Apesar dessas diferenças, todos os Labradoodles costumam ter o pelo denso, grosso e mais largo e abundante no dorso, cara e patas. Além disso, outra característica que costuma aparecer em todos os exemplares é que são cachorros hipoalérgicos.

Labradoodle filhote

Uma das particularidades dessa raça é que os filhotes não seguem um padrão concreto, existindo uma grande diferença entre uns e outros. mesmo quando são de uma mesma ninhada e do mesmo sexo, os filhotes podem ter inúmeras diferenças. Além disso, o desenvolvimento e morfologia dessa raça de cachorro híbrido depende em grande parte dos cuidados e condições das quais foi criado, pela alimentação, dieta e exercícios que realiza será alguns dos fatores que mais determinarão seu aspecto adulto.

Em geral, pode-se dizer que os filhotes de Labradoodle são amigáveis, ativos, brincalhões, afetuosos em principalmente, muito familiares. Desde pequenos costumam apresentar grande curiosidade e gosto pela água, por isso, essa raça de cachorro adora tomar banho e nadar.

Cores do Labradoodle

Devido a falta de um padrão oficial da raça, não existem limitações sobre as cores permitidas ou não. Algumas das possibilidades são vermelho, preto, creme, café, chocolate, azul, cinza, branco e mais algumas outras variações.

Labradoodle mini

Como mencionamos anteriormente, o Labradoodle surge do cruzamento entre Labrador Retriever e um Poodle standard, mas o que aconteceria se acontecesse um cruzamento entre o Labrador Retriever e um Poodle mini? O resultado seria um adorável Labradoodle em miniatura, sendo considerado um "cachorro de desenho animado".

Com esse cruzamento, as características gerais corresponderiam com as de um Labradoodle, de maneira que a única diferença seria o tamanho, uma vez que muitos deles seriam menores do que os congêneres médios e grandes. Em geral são ativos, alegres, muito afetuosos e adoram a companhia da família humana.

Labradoodle: personalidade

Devido ao seu bom caráter e as qualidades das raças progenitoras, os mestiços Labradoodles tem uma personalidade digna de se admirar. Dessa forma, são conhecidos por serem cachorros sociáveis e inteligentes, o que não é de se estranhar uma vez que o Poodle e o Labrador estão entre os primeiros posicionados do ranking dos cachorros mais inteligentes. Também se destacam por serem equilibrados e tranquilos.

Por todos essas motivos, o Labradoodle é um cachorro mestiço muito adequado para famílias, uma vez que adora as crianças, cuidando e brincando com elas constantemente. Também são bons cachorros de terapia, assim como são reconhecidos como bons cães por serem ágeis e prestativos. Se adaptam muito bem a todos os espaços e companhias, sendo muito amigáveis com todos. Apesar de suportar bem todos os climas, se sentem melhor em climas temperados.

Labradoodle: cuidados

Os principais cuidados com o Labradoodle são a alimentação e atenção. Dessa forma, é primordial que você ofereça uma dieta de qualidade, que seja adequada aos requisitos nutricionais da raça e esteja ajustada ao nível de atividade física que o animal realiza diariamente. Você deve oferecer uma alimentação rica em proteínas, omega 3, vitaminas e minerais como cálcio e fósforo pois são fundamentais para que ele tenha uma vida saudável. É uma raça muito gulosa, por isso, é importante controlar as doses de comida para que ele não desenvolva obesidade.

Esses cachorros precisam de muita atenção e carinho, pois trata-se de um cachorro que precisa de companhia para se manter equilibrado e feliz. Quando se sente sozinho, fica amuado e triste uma vez que a solidão gera muita frustração e ansiedade.

Os cuidados com a pelagem são muito variados dependendo do cachorro afinal, como mencionamos anteriormente, o Labradoodle pode ser de muitos tipos e cada um deles precisará ser cuidado de uma maneira diferente, com diferentes periodicidades e utensílios. Assim, é importante adaptar esses cuidados ao tipo de pelo que o cachorro apresente.

Labradoodle: educação

Adestrar um Labradoodle costuma ser uma tarefa fácil, uma vez que são cachorros dóceis e dispostos ao aprendizado. Essa facilidade é devido a combinação das raças progenitoras, já que tanto o Poodle como o Labrador Retriever são populares por serem fáceis de treinar.

É muito importante socializá-lo desde filhote, uma vez que assim se tornará extrovertido e amigável, como é de se esperar. Também é fundamental ensinar-lhe a comer adequadamente, não dando guloseimas com muita frequência, evitando dar comida por chorar ou por ser muito insistente, sua gula pode causar problemas de saúde. Para evitar esse tipo de situação o mais adequado é estabelecer uma rotina de horário de comida do animal e não esperar para que ele tenha fome. Se você se antecipar e oferecer alimento no tempo correto, o animal não ficará nem ansioso nem nervoso.

Por outro lado, como já dissemos, o Labradoodle é muito bom como cachorro de terapia e como cão guia, por isso é possível ensiná-lo com facilidade essas funções que costumam desempenhar tão bem, sendo notáveis os rápidos avanços. Em qualquer caso, tanto para um adestramento básico como para um mais avançado, é crucial utilizar o reforço positivo e fugir daquelas técnicas que não respeitem o bem estar do animal, tais como gritos, castigos ou violências físicas.

Labradoodle: saúde

O Labradoodle é, em geral, um cachorro bastante saudável. No entanto, podem apresentar uma série de doenças com mais propensões que em outras raças caninas. Um dos problemas mais frequentes nessa raça de cachorro é a displasia de quadril, algo que herdaram das raças que provem, pois é algo tão comum nos Poodles e Labradores. Diante de qualquer sintoma é fundamental que você busque ajuda de um veterinário para realizar um diagnóstico precoce, melhorando assim o prognóstico.

Outra das doenças que são mais habituais dos Labradoodle é a atrofia progressiva de retina, que afeta a saúde ocular, prejudicando a retina e chegando a provocar cegueira se não for tratado adequadamente. Também tende a sofrer displasia de retina multifocal, algo típico em Labradores.

Labradoodle: onde adotar?

Se você já tiver lido todas as características do Labradoodle com relação a morfologia e personalidade e decidiu compartilhar sua vida com um exemplar dessa raça pode ser que você fique com dúvida de onde adotar um Labradoodle. Apesar de ser possível encontrar exemplares a venda, no PeritoAnimal somos favoráveis a adoção, por isso recomendamos que você busque canis, refúgios e locais de proteção aos animais afim de adotar e, pouco a pouco combater o abandono animal.

Por ser um cachorro mestiço, a adoção de um Labradoodl não é complicada. Para isso, o mais eficaz é seguir essas organizações através das redes sociais e entrar em contato para que eles te avisem quando cheguem um exemplar com essas características.

Quando você for buscar o cachorro, seja filhote ou adulto, é importante que você seja capaz de avaliar se ele está bem de saúde e se tem uma personalidade que se adapte a sua. Para isso, siga os seguintes conselhos:

  • Observe o estado de saúde das mucosas, nariz, olhos, orelhas e boca. Devem estar rosados e sem secreções anormais;
  • Peça a carteira de vacinação do cachorro, observe as vacinas e desparasitações que foram realizados. Nela terá registrada a data exata do nascimento ou uma data aproximada, dependendo se conhecem a origem do cachorro ou não;
  • Avalie o comportamento do filhote ou do adulto, tanto com outros cachorros como com as pessoas, assim você saberá se ele estrá bem socializado ou se precisará trabalhar alguns aspectos;
  • Verifique se o cachorro está castrado e se tem microchip.

Uma vez que você revisou todos os aspectos anteriores, se você considerar que o cachorro não se encaixa ao seu estilo de vida ou se você acha que não é capaz de assumir a responsabilidade com relação aos cuidados com o animal, o mais sensato é aceitar essa condição e adotar outro cachorro que você possa cuidar. Em algumas ocasiões, devido as experiências anteriores, alguns cachorros Labradoodle ou de outras raças, podem se mostrar medrosos e inseguros, por isso é necessário trabalhar com eles e ter muita paciência, para que eles se tornem mais seguros e confiantes.

Bibliografia
  • Imagem 8: Reprodução/Confederação Brasileira de Cinofilia

Fotos de Labradoodle

Vídeos de Labradoodle

1 de 3
Vídeos de Labradoodle
Artigos relacionados

Suba a sua foto de Labradoodle

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Labradoodle

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Labradoodle
1 de 8
Labradoodle

Voltar ao topo da página