Partilhar

Quanto tempo vive um gato com raiva?

Por Carolina Costa, Médica Veterinária. 27 julho 2018
Quanto tempo vive um gato com raiva?

Ver fichas de  Gatos

Normalmente se associa a raiva aos cachorros, contudo os gatos também podem ser afetados e inclusive transmitir essa doença aos seres humanos.

Apesar de ser mais incomum em gatos, a raiva é igualmente preocupante, pois, uma vez contraída, esta doença não tem cura e o animal morre num curto período de tempo.

Se tem interesse em saber mais sobre esta doença que afeta mamíferos, inclusive seres humanos, quais são os sintomas em gatos e quanto tempo vive um gato com raiva, leia este artigo do PeritoAnimal.

Também lhe pode interessar: A capivara como animal de estimação

Raiva em gatos

A raiva tem origem do latim rabidus que significa louco, designação da devido ao aspecto característico do animal raivoso que está salivando e sendo agressivo.
É uma doença infecciosa e zoonótica (possível de ser transmitida aos seres humanos) causada por um vírus que afecta o sistema nervoso central e que se alastra e se acumula em grandes quantidades nas glândulas salivares provocando a produção excessiva de saliva contagiada.

Transmite-se principalmente através da mordida de um animal contagiado durante uma briga e também, mas não tão comum, pela arranhadura e lambedura de feridas abertas ou de mucosas como a da boca e dos olhos.

Nos dias de hoje, tem vindo a diminuir em cães e gatos e, também, em humanos devido às campanhas de vacinação. Contudo, os números existentes ainda são preocupantes e tem aumentado, principalmente, entre animais selvagens, onde se destacam os morcegos, em que o número de animais infectados é cada vez maior no Brasil, e, mais recentemente, em texugos.

A raiva não tem cura e, na grande maioria dos casos, leva à morte do gato contagiado. Por isso, o melhor a fazer é a prevenção. Para isso, você deve respeitar o protocolo de vacinação elaborado pelo seu médico veterinário de confiança. Ter cuidado quando o seu gato sai à rua e se envolve em brigas (pois essa é a principal fonte de infecção) ou quando se aproxima de animais selvagens, como morcegos.
Mas então quanto tempo vive um gato quando contrai raiva? Para responder a essa questão vamos explicar um pouquinho como funciona e evolui a doença.

Como evolui a raiva e quais as fases da raiva

Durante a mordida, o vírus presente na saliva penetra e vai para interior dos músculos e tecidos e multiplica-se no local. Depois, o vírus se difunde pelas estruturas em redor e vai até ao tecido nervoso mais próximo, porque tem afinidade por fibras nervosas (é neurotrópico) e não utiliza o sangue como via de disseminação.

A doença apresenta várias fases:

  • Incubação: é o tempo que vai desde a mordida até ao surgimento de sintomas. Aqui o animal parece estar bem e não apresenta quaisquer sintomas (é assintomático). Pode durar de uma semana a vários meses até que a doença se manifeste.
  • Prodrômica: já se observam algumas mudanças bruscas de comportamento. O gato pode ficar mais nervoso, assustado, ansioso, cansado, isolar-se e até tornar-se mais dócil se se tratar de um gato normalmente agressivo. Esta fase pode ir de 2 a 10 dias.
  • Furiosa e de excitação: esta é a fase que caracteriza a doença. O gato está mais agressivo e irritável e pode mesmo morder e arranhar, por isso é necessário ter cuidado.
  • Paralítica: a fase final em que o animal se encontra paralisado, podendo apresentar espasmos e/ou estado de coma, terminando em ôbito.
Quanto tempo vive um gato com raiva? - Como evolui a raiva e quais as fases da raiva

Sintomas de raiva em gatos

Os sintomas da raiva em gatos mais comuns, mas que nem sempre todos se manifestam, incluem:

  • Febre
  • Mudanças de comportamento, como agressividade ou apatia
  • Excesso de salivação
  • Vômitos
  • Dificuldade em engolir
  • Aversão à luz (fotofobia) e à água (hidrofobia)
  • Convulsões
  • Paralisia

Este sinais podem ser confundidos com outras doenças do foro neurológico e , por isso, é sempre essencial consultar um médico veterinário se o seu pet apresenta algum destes sintomas ou se suspeita qque o seu gato teve acesso à rua e se envolveu em brigas.

Esperança de vida de um gato com raiva

Esta doença não tem cura e a eutanásia pode ser a única opção, pois, uma vez contraída, é de progressão muito rápida, irreversível e é letal para gatos.

A duração da fase de incubação é variável, uma vez que depende da localização e da severidade da mordida, por exemplo, uma mais profunda ou localizada no braço será mais rápida a manifestar sintomas do que uma mais superficial ou na perna. Nos felinos este período oscila entre 14 a 60 dias e no jovens pode ser ainda mais curto.

A esperança de vida de um gato com raiva é relativamente curta. O período de tempo entre as fases acima descritas pode variar de gato para gato, mas uma vez chegando ao sistema nervoso central e surgindo sintomas, a doença evolui rapidamente e a morte ocorre em 7 a 10 dias.

Normalmente, um animal suspeito de apresentar raiva, ou seja, com sinais sugestivos desta doença, é colocado em quarentena para observação durante 10 dias, se ao fim desses dias o animal estiver bem e sem outros sintomas assume-se que ele não tem raiva.

Se tem suspeitas de que o seu gato foi infectado, leve-o ao seu veterinário para que ele possa isolá-lo de forma a evitar o contágio de outros felinos e a minimizar o seu sofrimento.

É importante, se possível, identificar o agressor para que ele seja colocado em quarentena para ser observado e para não contagiar outros animais ou seres humanos.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Quanto tempo vive um gato com raiva?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças infecciosas.

Bibliografia
  • Babboni, S.D., Modolo, J.R. (2011) Raiva: Origem, importância e aspectos históricos, Departamento de Higiene Veterinária e Saúde Pública, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, SP Brasil
  • Eng, T.R., Fishbein, D.B. (1990) Epidemiologic factors, clinical findings, and vaccination status of rabies in cats and dogs in the United States im 1998., J AM Vet Med Assoc. 197(2):201-9
  • Nelson, R.W., Couto, C.G. (2008) Small animal Internal Medicine, Elsevier - Health Sciences Division, 4ª edição, Masby, USA
  • Tepsumethanon, V., Lumlertdacha, B., Mitmoonpitak, C., Sitprija, V., Meslin, F.X., Wilde, H. (2004) Survival of naturally infected rabid dogs and cats. Clin Infect Dis. 39 (2): 278-80

Escrever comentário sobre Quanto tempo vive um gato com raiva?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
A sua avaliação:
Claudia
Se o meu gato tiver infetado e me arranhar existe hipótese de ficar infectada?
Carolina Costa
Oi Claudia! Antes de mais, se o gato for vacinado não tem qualquer problema de transmitir a doença. Não esquecendo que este vírus está presente na saliva de animais infetados, um arranhão só seria perigoso se o ferimento do arranhão ou a unha do gato tivessem estado em contacto com saliva contagiada. E, mesmo que os gatos tenham por hábito lamber-se, o arranhão é um meio bem pouco eficaz de contaminação porque seria necessário que as unhas tivessem saliva fresca e em quantidades muito grandes. Contudo, se tiver algum tipo de receio o melhor será observar o animal (se for um animal conhecido) e fazer sempre a desinfeção do ferimento. Caso o animal seja de rua pode informar-se no seu posto médico e explicar a situação.
Espero ter ajudado!
A sua avaliação:
Maria
O programa de vacinação animal é igual em todos os países? Parabéns pelo artigo.
Carolina Costa
Oi Maria! Obrigada pelo comentário!
O plano de vacinação animal varia de país para país. Claro que existem vacinas obrigatórias comuns em muitos países, mas muitas delas podem variar conforme o país onde os animais estão inseridos porque uma região pode ser mais propícia a determinada doença que outra, havendo mais ou menos risco associado.
Por isso, enquanto nuns países certas vacinas são obrigatórias, noutros essas podem ser facultativas ou nem se mencionarem por não serem necessárias.

Espero ter ajudado!

Quanto tempo vive um gato com raiva?
1 de 2
Quanto tempo vive um gato com raiva?

Voltar ao topo da página