menu
Partilhar

Por que meu gato me morde quando estou dormindo?

 
Por Eduarda Piamore. 22 maio 2021
Por que meu gato me morde quando estou dormindo?

Ver fichas de  Gatos

Quando compartilhamos nossa casa com um ou mais gatinhos, dormir bem pode se tornar um verdadeiro desafio. De fato, muitos tutores de gatos têm dificuldade para desfrutar de uma boa noite de sono porque seus companheiros felinos são muito ativos durante a madrugada e tendem a arranhar as portas ou cortinas, saltar pela casa, brincar vigorosamente com seus brinquedos ou até mesmo morder seus humanos enquanto eles dormem.

Por que meu gato me morde quando estou dormindo? Se você se faz esta pergunta, neste artigo do PeritoAnimal, vamos te explicar as causas mais frequentes de tal comportamento e o que você pode fazer para preservar a qualidade do seu sono sem prejudicar a estimulação física e mental do seu bichano. Continue lendo!

Também lhe pode interessar: Porque meu gato me morde

Por que meu gato me morde quando estou dormindo?

Embora exista uma crença muito difundida de que os gatos são animais noturnos, a verdade é que eles mantêm hábitos ou padrões de atividade predominantemente crepusculares, ou seja, tendem a ser mais ativos e enérgicos ao amanhecer e ao anoitecer. No entanto, também é verdade que são geneticamente relacionados a outros felinos noturnos, como o tigre ou o leão, pelo fato de possuírem ancestrais comuns.

Para os felinos que vivem na natureza, assim como para os felinos selvagens (isto é, aqueles que nunca tiveram contato com humanos e seus hábitos), a noite e madrugada representam o período mais propício para realizar suas atividades vitais, principalmente a caça, com maior segurança e precisão. Dessa forma, todo o seu corpo e seus ciclos biológicos são adaptados a esse ritmo circadiano, o que explica, entre outras coisas, a adaptação de seus olhos à pouca ou nenhuma disponibilidade de luz.

No entanto, os gatos domésticos (Felis silvestris catus) passaram por um longo processo de adaptação aos hábitos e padrões de comportamento dos seres humanos, incluindo de sua natureza predatória, e se tornaram os felinos mais crepusculares da Terra. É por isso que você verá como o seu gatinho evita desperdiçar energia nos períodos mais quentes e com maior disponibilidade de luz durante o dia, e se torna mais enérgico e predisposto a brincar antes do nascer do sol e após o pôr do sol.

Agora, você deve estar se perguntando: "Como isso explica por que meu gato fica louco e me morde enquanto eu durmo?"

Ele morde como uma brincadeira

Bem, antes de mais nada, você deve saber que é perfeitamente natural que o seu gatinho seja mais ativo quando há menos disponibilidade de luz solar, inclusive durante a madrugada (ou nas primeiras horas da manhã), quando nós, seus tutores humanos, geralmente ainda estamos dormindo.

Também é importante ter em mente que a maioria das brincadeiras e atividades que propomos aos nossos gatinhos consistem basicamente em simular o contexto de uma caça. Por exemplo, quando lhes mostramos uma varinha com um brinquedo que se assemelha muito a um pássaro com penas coloridas, estamos "despertando" seu instinto natural de caça que, apesar das adaptações, ainda está muito bem desenvolvido, o que estimula tanto suas capacidades sensoriais e cognitivas como seus ossos, músculos e estruturas articulares, ou seja, seu corpo e mente.

Se o seu gato te morde enquanto você dorme, é bem provável que, para ele, isso represente uma brincadeira como qualquer outra simulação de caça que ele faria durante o dia, em que ele "testa" seus instintos de bom caçador para tentar pegar seu pé, sua mão, sua perna ou até sua cabeça. E se você começar a se mover para tentar "se esconder" embaixo do cobertor ou para impedir que ele te "ataque" enquanto você dorme, seu gatinho pode interpretar esses sinais como um estímulo, assim como quando você balança a varinha para que ele a persiga, e intensificar o ritmo do jogo.

Neste contexto, longe de ter a intenção de te machucar ou produzir qualquer emoção negativa, o que o seu gato procura é brincar, se divertir, e por que não? Desfrutar da sua companhia nestas atividades das quais ele tanto gosta.

Falta de enriquecimento ambiental

Isso pode ocorrer com mais frequência quando os gatos não possuem um ambiente enriquecido com brinquedos, estímulos sensoriais e outros acessórios, como arranhadores ou plataformas, para se divertirem sozinhos e nos momentos que desejarem. Assim, eles tendem a recorrer a outros objetos da casa ou aos seus próprios tutores ​​para terem as condições e os elementos necessários quando querem brincar, pular e se expressar livremente. Posteriormente, falaremos um pouco mais sobre o enriquecimento ambiental para gatos e sua importância no manejo de um comportamento equilibrado.

Problemas de saúde

Contudo, se o seu gato te morde enquanto você dorme e você percebe que ele fica muito inquieto durante a noite, é necessário descartar também a possibilidade de que ele tenha um problema de saúde. São muitas as doenças que podem impactar negativamente o comportamento dos gatos, tanto patologias que causam dor e distúrbios neurológicos como problemas endócrinos que podem levar ao aparecimento de sintomas de estresse, hiperatividade e até mesmo problemas de comportamento, como a agressividade. Por isso, se você identificar alguma alteração na personalidade do seu gatinho ou mudança de hábitos, não hesite em consultar um veterinário.

Como repreender um gato quando ele morde?

Como já dissemos, é completamente natural que os gatos tenham padrões de atividade e ritmos circadianos diferentes dos das pessoas. Portanto, ao tomar a decisão de adotar um gatinho, devemos ter consciência de que isso significa aprender a conviver com uma espécie diferente e um indivíduo com suas próprias necessidades, o que exige de nós, como tutores, o conhecimento e a paciência necessários para garantir todos os cuidados de sua saúde e bem-estar, além de uma educação adequada.

Nesse sentido, repreender um gato por realizar comportamentos inerentes à sua natureza e personalidade é altamente desaconselhável e pode ser contraproducente, causando problemas comportamentais como destrutividade ou agressividade. No entanto, parte da nossa “missão” como tutores consiste precisamente em ensinar aos nossos gatinhos os comportamentos considerados adequados dentro de casa, bem como em proporcionar a eles as condições essenciais para a manutenção de um comportamento estável.

Resumindo, queremos dizer que é sempre melhor, mais seguro e mais eficaz investir tempo e esforço para educar seu gato em vez de repreendê-lo. Da mesma forma, isso não significa que você não possa apontar comportamentos inadequados que ele venha a realizar no dia a dia, mas fique longe de punições ou outros métodos que envolvam provocar emoções negativas, como medo ou estresse, e aposte no poder do "NÃO!", dito com firmeza e na hora certa.

Neste artigo sobre como repreender seu gato, explicamos em detalhes a maneira mais segura e oportuna de fazer o gato entender quando ele realizou uma ação ou comportamento inadequado. Além disso, você pode aprender aqui, no PeritoAnimal, quais são os erros mais comuns que você deve evitar ao dar bronca em um gato para fornecer uma educação ideal para seu companheiro.

Como evitar que meu gato me morda quando estou dormindo?

Novamente, a melhor aposta é sempre a educação. Assim, se você não quer que seu gato te morda enquanto você dorme ou em outros momentos do dia, será necessário ensinar a ele, desde a sua chegada em casa, que esse não é um comportamento adequado. Para fazer isso, lembre-se destes conselhos:

1. Evite que isso se torne uma brincadeira

Quando o seu bichano ainda é filhote, se você permitir que ele brinque com suas pernas, pés ou mãos como se fossem uma presa que ele possa perseguir, é totalmente normal que ele continue a ter esse comportamento quando adulto. Ao fazer isso quando ele é pequeno, você estará ajudando o gatinho a assimilar que esta é uma brincadeira perfeitamente aceitável, da qual ele gosta não só por estimular o corpo e a mente, mas também por estar em sua companhia. Portanto, muito provavelmente esse comportamento e essa brincadeira serão assimilados como parte de sua rotina e de seu comportamento na fase adulta.

2. Eduque desde pequeno

Não se esqueça de que os gatos, assim como todas as espécies, seguem uma rotina para se sentirem mais confortáveis ​​e seguros, evitando se expor a riscos desnecessários. Portanto, a melhor época para ensiná-los a se comportar bem em casa é durante a infância, já que nos primeiros estágios do desenvolvimento físico e mental, os gatinhos têm uma personalidade mais flexível e ainda estão assimilando os códigos de seu comportamento social.

Portanto, se você indicar que não é apropriado morder você ou outras pessoas durante esta fase, e também oferecer a ele os brinquedos mais adequados para que possa colocar seus instintos de caça à prova, você provavelmente não terá que lidar com esse hábito no futuro.

3. Enriqueça seu ambiente

Outro ponto que você precisa considerar é a importância do enriquecimento ambiental no gerenciamento do peso saudável e comportamento estável do seu gato. Se o seu gatinho não vive num espaço com brinquedos e elementos que lhe permitem desenvolver as suas capacidades sensoriais, expressar o seu instinto de caça e divertir-se livremente, é muito provável que ele procure formas alternativas para liberar a tensão acumulada e se divertir, mas que nem sempre serão agradáveis ou seguras para ele.

Assim, ao proporcionar ao seu gato um ambiente enriquecido onde ele pode se exercitar e se divertir ao longo do dia, mesmo quando você não está em casa, além de evitar sintomas de estresse e a comportamentos destrutivos em casa, você também vai estimular seu o gatinho a se exercitar regularmente e ele poderá chegar à noite com um comportamento mais estável e calmo, e não com toda a energia acumulada pela impossibilidade de brincar sozinho em casa.

Lembre-se de que também é fundamental passar um tempo brincando com o gato. Dessa forma, você evita que ele realize comportamentos estranhos ou exagerados para captar a sua atenção, ao mesmo tempo em que estimula sua inteligência e partilha momentos de qualidade com o seu parceiro, o que ajuda a reforçar o vínculo de confiança entre vocês. Aqui, te oferecemos várias ideias de brincadeiras para gatos.

O que fazer se nada funcionar?

Se chegou até aqui, você provavelmente percebeu que existem diferentes razões que podem explicar por que seu gato te morde enquanto você dorme. Como vimos, muitas vezes eles podem realizar essa ação simplesmente por interpretá-la como uma brincadeira e, eventualmente, porque se sentem entediados ou estressados ​​por não terem um ambiente enriquecido para gastar suas energias de forma positiva.

No entanto, quando um gato acidentalmente morde seus tutores ou outras pessoas, estejam elas dormindo ou não, isso pode ser um sinal de alerta para um problema complexo de comportamento, que é a agressividade em gatos. Se você perceber que seu gato se tornou agressivo, a primeira coisa que você deve fazer é procurar atenção veterinária, pois a agressividade pode surgir em resposta à dor, alterações sensoriais ou neurológicas causadas por certas doenças. O mais aconselhável, nesses casos, é ir a um veterinário especializado em etologia felina.

Da mesma forma, o hábito de atacar ou morder com frequência pode estar relacionado à uma má socialização, principalmente quando um gatinho não teve a possibilidade de se socializar nas primeiras semanas de vida ou foi separado prematuramente de sua mãe e irmãos, o que pode levar a outras dificuldades de aprendizagem. Para evitar esse problema, o ideal é que você comece a socializar seu gato ainda filhote, seguindo algumas orientações básicas que resumimos neste artigo sobre como socializar um gato filhote. Mas, se você adotou um bichano adulto ou não teve a possibilidade de socializar seu gatinho corretamente na hora certa, não se esqueça de dar uma olhada nestes conselhos para socializar um gato adulto.

Por último, tendo eliminado qualquer causa patológica e se você tiver dificuldades para colocar em prática métodos de socialização com o seu gatinho, ou se não tiver tempo para educá-lo corretamente, recomendamos que procure o auxílio de um profissional especializado no adestramento ou educação felina.

Não deixe de conferir ainda o vídeo que fizemos sobre o que fazer se seu gato te ataca quando você está dormindo:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Por que meu gato me morde quando estou dormindo?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Por que meu gato me morde quando estou dormindo?
Por que meu gato me morde quando estou dormindo?

Voltar ao topo da página