Partilhar

Como amansar um gato

 
Por Equipe editorial do PeritoAnimal. 9 fevereiro 2021
Como amansar um gato

Ver fichas de  Gatos

Os gatos são geralmente animais de estimação muito independentes e solitários, embora isso possa variar bastante de acordo com a raça e, claro, de cada indivíduo. Eles também gozam de uma reputação “injusta”, sendo considerados por muita gente como traiçoeiros, mas bem sabemos que sua personalidade e comportamento condizem muito bem com seus instintos.

Muitas vezes nos deparamos com gatos muito desconfiados e rebeldes e suas ações, quase sempre, são mal interpretadas ou até não compreendidas. Saiba que tais comportamentos podem ser causados, inclusive, por maneiras de agir dos próprios tutores.

Você vive com um gato arisco ou quer se aproximar de algum gatinho de rua e não sabe o que fazer? Neste artigo do PeritoAnimal apresentamos um passo a passo de como amansar um gato arisco e, assim, domesticá-lo para que você possa aproveitar ao máximo a convivência com um felino. Boa leitura.

Também lhe pode interessar: Socializar um gato adulto

Como é o comportamento de um gato

O gato é um predador solitário e territorial. Seu território é a casa ou o lugar onde vive e o compartilha com algum animal e com algum humano (não todos, pois algum integrante humano pode ser considerado como “não grato”). Ele tolera relativamente bem a presença de outros gatos, embora sempre com tensões hierárquicas, pois não desenvolve um tipo linear (seria aquele que uma vez definido quem é o dominante, este será para tudo).

Isso significa que um gato pode ser dominante no acesso à comida e o outro ao se aproximar do seu tutor. O estabelecimento da hierarquia por recursos pode ocorrer de forma mais ou menos agressiva, com guerra de olhares ou mesmo com agressão entre eles.

Todos os gatos gostam muito de dormir e têm períodos curtos de atividade e brincadeira (à medida que ficam mais adultos, menos brincam). Diferente dos cachorros, que buscam constantemente as carícias e brincadeiras do seu tutor. Saiba que eles só farão isso em determinados momentos e quando eles quiserem.

Pela forma como estamos descrevendo o comportamento normal de um gato parece que todos são ariscos. Competem por cada um dos recursos de forma mais ou menos agressiva, ele escolhe os momentos para compartilhar com o tutor e também é solitário. No entanto, existem gatos muito sociáveis, mas também existem alguns muito agressivos, até agora foi descrito o comportamento de um gato normal.

Neste outro artigo do PeritoAnimal você pode conhecer as raças de gatos mais carinhosas.

Como amansar um gato - Como é o comportamento de um gato

O que provoca reações “inesperadamente agressivas” no gato

A agressão após a carícia é frequente. Ou seja, o tutor chega em sua casa (para o gato é seu território) e o gato corre para ele. À princípio, a linguagem corporal do gato indica que ele é amigável (cauda reta erguida). O gato se diverte cheirando as pernas do tutor e começa a se esfregar, da cabeça à cauda.

O tutor, diante do sinal de “carinho”, pega o gato e ele se vira e tenta fugir, mas o tutor insiste em seu amor e o gato responde agressivamente. Na verdade, o gato não está nos dando boas-vindas, está nos marcando com seu odor e anulando o cheiro que pode ser trazido da rua ou de outros territórios felinos.

Os olhares fixos também tendem a provocar este tipo de reação. O olhar fixo entre dois gatos indica desafio e tensão, que pode levar a uma fuga ou uma briga. O ser humano gosta de olhar para o rosto de outro humano, é um sinal de comunicação, até sorrimos (mostramos os dentes) mas, para um gato, isso pode ser sinal de ameaça.

A carícia constante sobre sua cabeça e costas passam de uma sensação agradável a insuportável em décimos de segundos (possui uma grande quantidade de glândulas geradoras de odor nessa área, além de receptores nervosos sensíveis ao toque e a pressão). O gato normalmente sai quando a carícia começa a incomodá-lo, portanto você tem que deixá-lo ir. Se forçá-lo a algo, será muito difícil seguir o passo a passo de como amansar um gato.

Talvez possa te interessar este outro artigo em que explicamos como fazer carinho no gato.

Como amansar um gato - O que provoca reações “inesperadamente agressivas” no gato

Preparação para amansar um gato muito arisco

Se você quer descobrir como amansar um gato arisco, saiba que a primeira coisa a fazer é conhecer seu comportamento natural por meio da observação. Um gato não se comporta como um cachorro e, portanto, as mesmas respostas não podem ser esperadas deles; por outro lado, deve-se levar em consideração que embora tenha convivido com o ser humano por milhares de anos, ele não foi domesticado como o cão.

O gato consegue viver muito bem sozinho, sem depender do tutor, pois conserva seu instinto caçador (um caçador tem que ser agressivo) e essa qualidade é a que tem sido selecionada durante milhares de anos (caçar ratos e ratazanas, para proteger as casas humanas e as colheitas).

Até apenas 70 anos atrás, existiam poucas raças de gatos, os critérios de seleção baseados na beleza e comportamento são relativamente recentes.

A segunda coisa que você deve fazer se quiser amansar um gato arisco é ser consciente que ao ser territorial, ele marca e defende seu território. Ele não urina fora da sua caixa para causar aborrecimento, está expressando um comportamento que diz qual é a fronteira do seu território ou está expressando estresse. Esse comportamento pode ser reduzido ou eliminado, mas nunca pode ser mal interpretado.

Em terceiro lugar, é aconselhável utilizar o método da recompensa imediata para um comportamento que se deseja reforçar (condicionamento operante com reforço positivo). Nos gatos (e em geral em qualquer animal) nunca é aconselhável o castigo após a realização de um comportamento que o ser humano considera inadequado. A seguir você verá o que deve ser feito sobre como amansar um gato.

Como amansar um gato - Preparação para amansar um gato muito arisco

Passo a passo sobre como amansar um gato arisco

Apresentamos agora um passo a passo de como amansar um gato arisco. Preste atenção e siga cada um deles em sua ordem para que possa iniciar uma bela amizade com o felino.

1. Saiba que o tempo varia

Saiba que o processo para amansar um gato pode tomar mais ou menos tempo e isso depende da experiência prévia que o gato tem com outros humanos e, claro, sua própria individualidade.

2. Observe se ele se sente ameaçado

Você deve observar a personalidade do gato e sua linguagem corporal. Se ele fica constantemente com as orelhas para trás, pupilas dilatadas, dá voltas com a cauda e o pelo arrepiado, isso significa que ele se sente ameaçado e está pronto para se defender.

3. Deixe o gato se acostumar com você

O terceiro passo de como amansar um gato é deixar o gato a se acostumar com você pouco a pouco. Tente se aproximar dele, talvez até mesmo sentar perto e conversar com o felino com uma voz tranquila para que ele se habitue à sua voz e, em seguida, você pode oferecer comida a ele.

Durante esta etapa é importante que você não tente tocar o prender o gatinho. Após três dias assim, você pode tentar chegar mais perto e observar sua reação quando dá comida. Se ele continuar aprensivo e apresentando sinais de que se sente ameaçado, é preciso dar mais tempo a ele. O importante aqui é ganhar sua confiança pouco a pouco.

4. Você pode usar um spray com feromônios

Se o gato estiver muito medroso ou desconfiado, você pode usar um spray com feromônios na casa para que ele se sinta mais confortável. No entanto, evite usar o spray perto do felino, pois o barulho pode assutá-lo ainda mais e dificultará deixar o gato manso.

5. Inicie as carícias com uma certa distância

Quando o gato permitir uma aproximação maior sem sinais de medo ou de agressividade, você poderá chegar perto dele enquanto come e acariciá-lo com uma longa colher ou espátula, o que vai permitir o contato mas ainda com certa distância, para que ele não se sinta ameaçado. Isso pode levar alguns dias até que ele aceite seu carinho direto. Lembre que, se o gato fugir, é importante que você não corra atrás dele, deixe-o em seu espaço.

6. Faça carinho direto

Finalmente, chegamos ao momento de estabelecer um contato direto com o gato. Para fazer carinho no gato arisco pela primeira vez, é melhor usar uma roupa que possa te proteger de arranhões e mordidas, como uma camisa de manga longa.

Depois de fazer carinho nele com a colher durante um tempo, você pode passar a mão em sua cabeça e nos ombros, mas é melhor evitar acariciar a área inferior da cabeça e a barriga, já que ele ainda não está completamente manso.

7. Pegue ele nos braços

Quando você perceber que o gato confia o suficiente em você e estiver relaxado e tranquilo, segure ele envolto de uma toalha ou uma manta depois de repetidas carícias. Esse passo pode levar mais ou menos tempo para ser alcançado e a verdade é que alguns gatos nunca gostarão de serem segurados nos braços. Se ele tentar escapar, deixe-o sair, caso contrário será possível traumatizá-lo e colocar em jogo todos os passos conquistados até aqui.

Com o tempo o gato se acostumará com você e vai deixá-lo ser acariciado. Lembre-se que se for um gato muito arisco e desconfiado, o processo para amansar o felino poderá levar muito tempo e vai demandar bastante de sua paciência.

Agora que você já sabe como amansar um gato arisco, você provavelmente vai se interessar por este vídeo em que mostramos como ganhar a confiança de um gato:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como amansar um gato, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.

Bibliografia
  • FERALCAT. Taming Feral Kittens. Disponível em: <https://www.feralcat.com/taming.html>. Acesso em 9 de fevereiro de 2021.
  • ASPCA. A Closer Look at Community Cats. Disponível em: <https://www.aspca.org/animal-homelessness/shelter-intake-and-surrender/closer-look-community-cats#>. Acesso em 9 de fevereiro de 2021.
  • UMCOMO. Como acalmar um gato. Disponível em: <https://animais.umcomo.com.br/artigo/como-acalmar-um-gato-27926.html>. Acesso em 9 de fevereiro de 2021.
  • UNCOMO. Cómodomesticar um gato callerejo. Disponível em: <https://animales.uncomo.com/articulo/como-domesticar-un-gato-callejero-42586.html>. Acesso em 9 de fevereiro de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Como amansar um gato
1 de 4
Como amansar um gato

Voltar ao topo da página