Partilhar

Porque meu gato me morde quando faço carinho

Por Aline Nunes. Atualizado: 28 novembro 2018
Porque meu gato me morde quando faço carinho

Ver fichas de  Gatos

Por mais difundida que seja a ideia de que os gatos são animais independentes, sempre imaginamos o gato ronronando no nosso colo e aceitando as nossas carícias de bom grado. No entanto, a realidade pode ser muito diferente, por isso, não é difícil encontrar gatos que fujam e/ou rejeitem nossas demonstrações de afeto.

Às vezes, podem inclusive morder, mesmo que tenham sido eles quem nos abordem pedindo carícias. Neste artigo do PeritoAnimal, explicaremos porque meu gato morde quando faço carinho.

Também lhe pode interessar: Cuidados das tartarugas de água

Gato mordendo: pode ser um jogo

Como sabemos, os gatos são animais caçadores e, desde muito pequenos, desenvolvem comportamentos que visam convertê-lo em um perfeito predador. Dentre essas atividades está a mordida de gato como parte do desenvolvimento do seu comportamento habitual de caça. Os filhotes brincam entre eles em uma simulação de presa e predador, tornando difícil entender se é um gato atacando ou não.

As primeiras semanas de vida são fundamentais para a socialização, por isso é tão importante passar na companhia da mãe e dos irmãos, pelo menos nos dois primeiros meses de vida. Os jogos entre eles e as correções da gata mãe ajudarão o filhote a aprender até onde pode ir e que força pode imprimir nas suas mordidas.

Quando o gatinho passa a conviver com humanos, é normal querer repetir estes jogos e isso pode explicar porquê o gato morde quando recebe carinho, pois, para ele, é uma forma de ativar o modo "jogo de caça". Se isso acontecer, é preciso saber o que fazer quando um gato te morder: desvie a atenção e sempre use brinquedos para interagir com eles, evitando assim que tome as nossas mãos, dedos, pés ou até pernas como potenciais presas.

Confira também o nosso vídeo sobre gatos filhotes que mordem:

Gato mordendo: pode ser um aviso

Outras vezes o nosso amigo peludo nos cumprimenta e se aproxima, esfregando a cabeça contra o nosso corpo e podemos ver o gato ronronando. A nossa reação normal será devolver as carícias, portanto, é normal sentir surpresa e fazer a pergunta: por que o gato me morde quando faço carinho?

Você deve saber que, embora seja verdade que o felino esteja pedindo carícias, ele pode se cansar delas imediatamente e a sua maneira de se comunicar será interrompendo com uma mordida, geralmente pequena, de aviso. Outras vezes ele nos impedirá com a pata, travando a nossa mão ou dando um ligeiro arranhão. Ainda que esse seja um comportamento desconcertante, é muito provável que o nosso gato tenha alertado quanto a cessar as carícias, porém, não identificamos os seus sinais.

Alguns podem ser os seguintes:

  • Orelhas dobradas para trás, acompanhadas do resto da cabeça, que se afastam do nosso contato.
  • Movimento inquieto da cauda, ​​que estará elevada.
  • Tentativa de fugir do nosso alcance.
  • Desconforto em geral. O felino não estará relaxado, senão, em estado de alerta.

Se você observar qualquer um desses comportamentos, deve deixar de acariciá-lo porque, se persistir, ele dará uma mordida de advertência ou um golpe. Essa é a melhor maneira de saber como fazer meu gato parar de morder.

Confira também o artigo Porque o meu gato me morde para saber mais sobre o tema.

Onde fazer carinho no gato

Em primeiro lugar, seja um gato ou qualquer outro animal, nunca devemos forçar contato. Devemos sempre deixar os animais virem até nós. Obrigá-los pode explicar porque o gato morde quando acariciamos.

Se observarmos os felinos, é fácil verificar que eles nos mostram a sua afeição esfregando-se contra nós, especialmente os lados da cabeça. Desta forma, liberam hormônios "apaziguadores" que proporcionam uma sensação agradável. Esse será o seu lugar favorito para carícias.

Entenda o resto do corpo do gato, como ele se comporta em cada região e como fazer carinho no gato:

  • Parte superior da cabeça e pescoço: esta área, assim como os lados da face, é muito receptiva a carícias. O gato vai aceitar o contato de bom grado, contudo, é preciso parar ao primeiro sintoma de desconforto.
  • Lombo: as carícias que correm pela espinha também são bem recebidas, especialmente se você arranhar suavemente a área do início da cauda.
  • Patas: os gatos geralmente não gostam de ser tocados nas patas. É melhor evitar fazer isso se não conhecemos o gatinho.
  • Barriga - zona de perigo: mesmo o gato mais fofo pode se inquietar se você insistir em acariciar essa parte, pois ela é especialmente vulnerável. Tocar a sua barriga é sinônimo, quase sempre, de uma mordida, mesmo que seja apenas um aviso.

Se respeitaremos essas indicações, especialmente se for um gato desconhecido ou recém-chegado, os dois, tutor e animal, têm de se acostumar, pouco a pouco e, claro, tem que deixar de tocá-lo ao primeiro sinal de desconforto, evitando algumas dúvidas como "por que meu gato me atacou do nada?".

Porque meu gato me morde quando faço carinho - Onde fazer carinho no gato

Meu gato me morde: amor

Em certas ocasiões, alguns gatos usam a mordida como uma forma de comunicação "amorosa". Assim, a resposta a porque nosso gato nos morde quando recebe carinho pode ser simplesmente a demonstração de afeto dele. Nesses casos, a mordida de amor é feita "sem dentes", ou seja, o felino "toma" com a boca a nossa mão, os dedos ou até o nariz, com delicadeza e gentilmente, sem causar nenhum dano. A sua atitude será relaxada e amigável.

Por outro lado, se você está pensando porque meu gato me morde muito forte, esse artigo pode te ajudar a entender e saber como agir diante desta situação: Meu gato me morde e arranha, o que fazer?

Mordida de gato: quando é perigosa?

Muitas vezes você pode ter se perguntado porque os gatos mordem os tutores, mas a resposta é relativamente simples. Em alguns casos, podemos explicar o porquê meu gato me morde quando recebe carinho pois alguns gatos simplesmente não toleram carícias e reagem com uma mordida de gato, principalmente se estiverem em circunstâncias em que não podem escapar e se esconder, como seria sua primeira escolha.

Muitas vezes esta situação é o reflexo de um grande medo que o gato tem diante dos seres humanos, consequência de uma socialização deficiente ou uma má experiência. É por isso que explicamos a importância de respeitar as distâncias que o gato impõe e nunca forçá-lo a fazer contato ou repreendê-lo se ele nos morder em resposta. Nestes casos, se você quer tocar o gato, deve começar com muita calma. Siga os seguintes passos como um guia:

  • Deixar o gato se aproximar, para isso, pode ser de grande ajuda usar um prêmio como um petisco que ele gosta particularmente ou um brinquedo;
  • Acariciar suave e lentamente, sem movimentos bruscos, os lados ou o topo da cabeça, apenas algumas vezes. Se o gato for receptivo, você pode ser verificado se ele permanecer calmo, vai aumentando progressivamente o tempo das carícias, dia após dia, sem pressa e sem forçar;
  • Depois que os passos anteriores forem bem aceitos, pode continuar as carícias, deslizando a palma da mão sobre a coluna, cruzando as costas;
  • Deve lembrar que um gato pode querer dormir no nosso colo, no entanto, não aceitar carícias. Respeite isso.

Se, ao contrário, um ataque é acionado, devemos seguir os seguintes passos:

  • Se o gato pegou a sua mão ou braço, deve se soltar com firmeza, porém, não abruptamente, já que um puxão violento pode desencadear outro ataque. Podemos dizer, ao mesmo tempo, "não", com tranquilidade;
  • Nunca devemos agredir o gato, além de ser um tratamento intolerável, pode ser contraproducente e resultar em outro ataque. Também estaremos ensinando que não somos confiáveis, o que dificultará a solução do problema;
  • Nos casos graves em que a abordagem descrita acima não é possível, devemos procurar ajuda profissional, consultando um veterinário especializado ou um etólogo, que é o especialista em comportamento animal. Antes de qualquer tentativa de modificar o comportamento, você deve submeter o gato a uma revisão veterinária, pois, algumas vezes, uma doença não detectada pode causar alguma dor que o felino manifesta mostrando-se agressivo.
Porque meu gato me morde quando faço carinho - Mordida de gato: quando é perigosa?

Se deseja ler mais artigos parecidos a Porque meu gato me morde quando faço carinho, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.

Escrever comentário sobre Porque meu gato me morde quando faço carinho

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
A sua avaliação:
Raul Condé Carvalho
Gostei muito.Muito completo e educativo
A sua avaliação:
Lana Ferreira
Tenho uma gata de quase 2 meses. E é a primeira vez que tenho um gato bem filhote. E desde então por mais que eu saiba que ela está numa fase de "Crescimento e desenvolvimento",fica bem difícil muitas vezes.
Cuido bem dela,e já dei sua primeira dose de vacina. Faço o melhor para ser atenciosa e também tento me manter bem participativa nas brincadeiras...porém que ela adora morder,o único momento que consigo dar carinho é quando ela dorme ou está comendo. Pois ela acordada apenas me enche de mordidas,e por mais que eu veja que ela está feliz mas brincadeiras e tento interagir ela com outros brinquedos,ela que insiste sempre em vir atrás de mim.


Eu pego um brinquedo para brincar com ela,mas o foco dela é minha mão. Estou dormindo,lá está ela tentando morder meus pés,ou minhas mãos quando vê eu me mexendo. Quando vou dar um carinho,novamente levo mordias. Ou seja,de todos esses dias eu mais tomei mordias. Eu queria poder dar um limite nisso,eu não forço a Barra com ela em questão dela gostar de carinho. Só fica difícil levar mordias e patadas quando eu menos espero.(Ate mesmo quando estou digitando ela vem me morder).

Ou seja,até agora tomei mas mordidas do que pude acariciar ela.
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Lana! É importante você reconhecer os sinais que a sua gatinha te dá. Esse artigo pode te ajudar: https://www.peritoanimal.com.br/porque-os-gatos-mordem-os-tutores-20424.html

Porque meu gato me morde quando faço carinho
1 de 3
Porque meu gato me morde quando faço carinho

Voltar ao topo da página