menu
Partilhar

Picada de aranha em gatos - Sintomas e o que fazer

 
Por Laura García Ortiz, Veterinária especializada em medicina felina. 24 setembro 2021
Picada de aranha em gatos - Sintomas e o que fazer

Ver fichas de  Gatos

Os gatos adoram bisbilhotar, brincar e caçar qualquer tipo de presa ao seu alcance. Isso está nos seus genes. Por este motivo, os insetos ou as aranhas são presas potenciais para eles. Quando os perseguem, liberam seu instinto predador e se divertem com um bom entretenimento. O problema é que alguns desses animais podem ser muito perigosos para os gatos.

Como exemplo temos algumas espécies de aranhas, que podem até acabar com a vida do nosso gato com apenas uma picadinha. Por isso, é conveniente que, como tutores, saibamos quais aranhas podem ser perigosas, bem como os sintomas que causam ou como temos que agir diante de uma picada.

Para encontrar a resposta para todas essas perguntas, continue lendo este artigo do PeritoAnimal, no qual falaremos da picada de aranha em gatos, seus sintomas e o que fazer se isso ocorrer. Boa leitura.

As aranhas são perigosas para os gatos?

Os gatos são muito curiosos e caçadores e não hesitam em perseguir qualquer tipo de bicho, incluindo as aranhas. Embora a grande maioria seja inofensiva, às vezes podem ser realmente perigosas e uma ameaça considerável para nosso gato.

Entre este grupo de aranhas encontramos as do gênero Latrodectus, que inclui duas espécies perigosas, que são Latrodectus mactans, mais conhecida como viúva-negra, e Latrodectus hasselti, chamada aranha-de-costas-vermelha-australiana. Outro gênero perigoso de aranhas é Losoxceles, no qual se destaca a aranha-violinista.

Ainda entre as aranhas mais perigosas do Brasil, podemos citar a aranha-armadeira (Phoneutria) a aranha-marrom (Loxosceles) e aranha-de-jardim (Lycosa). Entre as aranhas consideradas perigosas, mas que provavelmente não representarão risco de morte para os felinos, podemos citar a aranha caranguejeira (Theraphsidae).

Essas aranhas são muito temidas devido ao seu veneno letal, sendo o da viúva negra, por exemplo, altamente tóxico para o sistema nervoso. Além disso, se o envenenamento for grave, pode afetar órgãos como o coração e o pulmão. Já nas aranhas-violinistas, o veneno age principalmente à nível cutâneo, onde provoca a morte das células da pele (necrose), embora possa se espalhar para os órgãos internos. Por isso é muito importante prestar muita atenção sobre a picada de aranha em gatos.

Já entre as espécies de aranhas mais comuns no Brasil em que a picada dificilmente apresentará riscos à vida dos felinos, é possível destacar a aranha-de-pernas-longas (Pholcus phalangioides), a aranha-saltadora ou papa-moscas (Salticidae) e a aranha-vermelha-comum (Nesticodes rufipes).

Picada de aranha em gatos - Sintomas e o que fazer - As aranhas são perigosas para os gatos?

Sintomas da picada de aranha em gatos

Como saber se meu gato foi picado? Bem, os sintomas que o gato manifesta dependerão da espécie a que pertence a aranha que o picou. O mais comum é que, se não foi uma aranha perigosa, há apenas uma leve vermelhidão, dormência e inchaço na pele da área. Esses desconfortos podem fazer com que os gatos se machuquem ou se limpem demais, o que pode fazer com que a picada infeccione, formando um abscesso que, por sua vez, causará mais dor, nervosismo e desconforto.

Por outro lado, a picada da aranha-violinista produz um afundamento e dureza na área durante as primeiras seis horas, criando um contorno de áreas roxas e pálidas ao longo das primeiras 24 horas. Posteriormente, ocorre uma mudança de cor, ficando a área preta e formando uma crosta escura e dura que resultará em uma úlcera. Os gatos picados por uma aranha-violinista também podem ter sintomas como taquicardia, febre, vômitos, diarreia, icterícia, ausência de urina e entrar em coma.

As picadas de aranhas pertencentes ao gênero da viúva-negra podem produzir sinais clínicos como os seguintes nos gatos:

  • Tremores.
  • Rigidez do abdômen.
  • Dificuldade respiratória.
  • Paralisia flácida.
  • Hiperexcitabilidade.
  • Vocalizações.
  • Hipersalivação.
  • Taquicardia.
  • Diarreia.
  • Vômitos.
  • Desorientação.
  • Inquietação.
  • Convulsões.
  • Coma.
  • Morte em 85% dos casos.

Por último, deve-se levar em consideração que em alguns gatos pode ocorrer uma reação alérgica à picada, causando um choque anafilático.

Picada de aranha em gatos - Sintomas e o que fazer - Sintomas da picada de aranha em gatos

O que fazer se o meu gato for picado por uma aranha?

Se vimos que nosso gato foi picado por uma aranha perigosa ou suspeitamos pelos sintomas e região em que estamos, devemos ir com urgência ao centro veterinário. Se você tiver dúvidas sobre a espécie, é recomendável tirar uma foto e mostrar a um profissional que possa identificar com certeza de qual aranha se trata.

Esse dado é importante para que o veterinário possa aplicar o antídoto específico para essa espécie. Existe um para a viúva-negra que é diluído e administrado por via intravenosa de 30 minutos a uma hora. O antídoto para a aranha-de-costas-vermelhas é administrado por via intramuscular e é efetivo até duas semanas depois da picada, se os sinais clínicos se mantiverem.

Além disso, no centro veterinário deve ser prescrito um tratamento de apoio para mitigar a dor, relaxantes musculares, como as benzodiazepinas, e gluconato de cálcio a 10% para controlar as fasciculações e as cãibras musculares.

Em qualquer caso, o prognóstico do gato dependerá da espécie de aranha envolvida. A maioria não são perigosas e só causarão leves lesões cutâneas. Mas, quando a picada é de uma aranha perigosa, o prognóstico pode variar, sendo bom nas picadas da aranha de costas vermelhas, se o antídoto for administrado, e reservado ou ruim nas de viúva negra, que produz uma alta taxa de mortalidade em gatos.

Picada de aranha em gatos - Sintomas e o que fazer - O que fazer se o meu gato for picado por uma aranha?

Remédios caseiros para picadas de aranhas em gatos

Como a maioria das picadas de aranha nos gatos são leves e causam apenas uma leve irritação, inchaço, vermelhidão e coceira, podemos aliviar esse processo inflamatório com a aplicação de frio local. Coloque gelo embalado em um saco e envolto por um pano.

Com o frio, busca-se a vasoconstrição para diminuir o fluxo sanguíneo e a congestão e, portanto, a dor associada à inflamação. Além disso, devemos lavar a área e garantir que não infecione e que o gato não se coce ou se limpe em excesso para prevenir infecções. Se ocorrerem, devem ser tratadas por um veterinário.

Agora que você já sabe o que fazer em caso de picada de aranha em gatos, e já que estamos falando de perigos para os felinos, deixamos este vídeo a seguir sobre plantas tóxicas para os gatos:

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Picada de aranha em gatos - Sintomas e o que fazer, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Primeiros socorros.

Bibliografia
  • Sánchez, A. (2019). Envenenamiento de araña en perros y gatos. Disponível em: <https://mederilab.com/envenenamiento-de-arana-en-perros-y-gatos-latrodectismo/>. Acesso em 9 de setembro de 2021.
  • Schaer, M. (2006). Medicina clínica del perro y el gato. Editorial Elsevier.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Picada de aranha em gatos - Sintomas e o que fazer
1 de 4
Picada de aranha em gatos - Sintomas e o que fazer

Voltar ao topo da página