menu
Partilhar

Picada de abelha em gatos - Sintomas e o que fazer

 
Por Laura García Ortiz, Veterinária especializada em medicina felina. 22 setembro 2021
Picada de abelha em gatos - Sintomas e o que fazer

Ver fichas de  Gatos

Os felinos são seres muito curiosos, brincalhões e com um grande instinto caçador. Não é incomum vê-los atrás de algum inseto, conseguem pegá-los com muita agilidade e assim, até comê-los. Isso pode não ser um problema com os insetos inofensivos, mas muita gente se pergunta se é normal gato comer abelha. Dependendo da espécie, as picadas das abelhas podem ser fatais, especialmente nos gatos alérgicos, que sofrerão um choque anafilático que pode comprometer sua vida.

É por isso que, neste artigo do PeritoAnimal, falamos sobre a picada de abelha em gatos, os sintomas que ela causa e o que podemos fazer para ajudar nosso felino. Continue lendo!

O que acontece se uma abelha picar um gato? Elas são perigosas?

Nos meses mais quentes do ano há ainda mais insetos, entre eles as abelhas. Elas são ótimas polinizadoras, mas também um risco para nossos companheiros felinos. Este risco está em suas picadas ou em sua ingestão, sendo ambas situações favorecidas pela curiosidade inata dos gatos.

Podemos suspeitar que um gato foi picado por uma abelha se detectamos o ferrão, que fica na pele no local da picada. Se o gato engoliu o inseto ou se a abelha picou o gato na região facial, alguns espécimes suscetíveis podem apresentar uma inflamação local que, às vezes, se espalha para as vias respiratórias, comprometendo suas vidas. Para evitar sustos é essencial ter especial cuidado com este tipo de insetos.

O veneno das abelhas recebe o nome de apitoxina e é secretado em maiores quantidades pelas fêmeas a partir das glândulas próximas à base do ferrão, que utilizam quando se veem ameaçadas. Dependendo da vítima, tal veneno pode ser fatal.

Sintomas da picada de abelha em gatos

Se você viu que o gato foi picado por uma abelha, você deve ir rapidamente à um centro veterinário. Se você não viu, como saber se o gato foi picado? Os seguintes sintomas clínicos podem fazer você suspeitar de uma picada:

  • Mucosas pálidas.
  • Língua azulada.
  • Frequência cardíaca reduzida ou acelerada.
  • Desmaio.
  • Respiração acelerada ou dificuldade respiratória.
  • Inchaço da face ou da boca.
  • Vômitos.
  • Diarreia.
  • Anorexia.
  • Irritação, dor e inflamação na área da picada.
  • Bloqueio das vias respiratórias devido a reação alérgica.
  • Febre.
  • Choque.
Picada de abelha em gatos - Sintomas e o que fazer - Sintomas da picada de abelha em gatos

O que fazer em caso de picada de abelha em gato

Se o gato foi picado por uma abelha, o que fazer é a pergunta mais frequente nessas situações e a mais importante, pois a vida do pequeno felino depende das nossas ações. Portanto, estes são os passos a seguir:

  1. Observar o gato para detectar sinais clínicos como os que mencionamos.
  2. Procurar o ferrão para extraí-lo, pois ele pode continuar eliminando veneno durante vários minutos após a picada. Este ferrão é visualizado como uma pequena lasca preta.
  3. A extração deve ser feita cuidadosamente, raspando com uma unha ou similar. Você NUNCA deve tentar extrair o ferrão com pinças ou com os dedos, pois o neste caso acabaria espremendo o veneno na área.
  4. Depois, deve-se aplicar uma compressa fria na área a fim de reduzir a inflamação, e consequentemente, o inchaço, em intervalos de 5 minutos e outros 5 minutos de descanso durante pelo menos uma hora após a picada.
  5. Para reduzir a dor e aliviar o gato, você pode usar uma mistura de água e bicarbonato, especificamente três partes de bicarbonato em uma de água. Essa mistura permite neutralizar a natureza ácida do veneno da abelha, mas desde que estejamos seguros que foi uma abelha que picou nosso gato, pois pode ser confundido com uma vespa, embora não deixe ferrão. Em caso de picada de vespas, deve-se usar vinagre de maçã, pois seu veneno é alcalino.

Esses cuidados são apenas para quando o estado geral do nosso gato é bom e ele só tem lesões na área da picada. Nos casos de picadas na face ou ao redor do pescoço em que há um grande inchaço e se antecipa ou observa que está avançando para o aparelho respiratório em decorrência de uma reação alérgica, é necessário ir com urgência ao centro veterinário. Trata-se de uma emergência e você deve agir o mais rápido possível. Apenas o veterinário pode decidir o tratamento mais adequado, que geralmente inclui anti-histamínicos.

Cabe destacar que você não deve medicar o gato por conta própria com medicamentos como o ibuprofeno, o paracetamol ou qualquer AINE de uso em medicina humana, pois são tóxicos para os gatos e só irão piorar o quadro. Da mesma forma, os óleos essenciais também não devem ser empregados em caso de picada de abelha em gatos, dada a sua toxicidade nestes felinos.

Picada de abelha em gatos - Sintomas e o que fazer - O que fazer em caso de picada de abelha em gato

O que fazer se o gato comer uma abelha?

Se um gato ingere uma abelha, podem ocorrer duas coisas: inflamação da boca e da garganta por uma picada, o que impede a passagem correta do ar para o aparelho respiratório inferior ou, ainda, um choque anafilático.

Este último caso seria mais grave e dificultaria mais severamente a respiração ao agir sobre o aparelho respiratório e produzir um edema facial, uma inflamação exagerada da área da garganta, o que põe em risco enorme a vida do animal. Em ambos os casos, você deverá ir ao centro veterinário para iniciar o tratamento com urgência.

Dicas para evitar que seu gato seja picado por uma abelha

Para evitar que o gato seja picado por uma abelha, você deve tentar não deixá-lo sair de casa e, se sair, certifique-se do local em que esteja. Se você tem um jardim ou um grande quintal com árvores em casa, preste atenção na presença de abelhas ou até colmeias próximas.

Além disso, redes mosquiteiros e outras barreiras nas janelas podem ser colocadas para impedir a entrada de insetos em casa que piquem nosso pequeno felino. Também podem ser utilizados repelentes de insetos na forma de spray, difusor ou similares.

Agora que você já sabe o que fazer em caso de picada de abelha em gatos, aproveitamos que estamos falando destes importantes insetos para apresentar este vídeo do canal Nossa Ecologia em que descobrimos como as abelhas fazem mel:

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Picada de abelha em gatos - Sintomas e o que fazer, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Primeiros socorros.

Bibliografia
  • Mazzaferro, E. M. y Ford, R. B. (2012). Urgencias en veterinaria, procedimientos y terapéutica. Editorial Elsevier.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Picada de abelha em gatos - Sintomas e o que fazer
1 de 3
Picada de abelha em gatos - Sintomas e o que fazer

Voltar ao topo da página