Partilhar

Passarinho machucado - o que fazer?

Passarinho machucado - o que fazer?

Quando a primavera começa a chegar ao fim e o verão tem início, as altas temperaturas fazem com que os pássaros saltem de seus ninhos, mesmo que ainda não estejam prontos para voar. Existem outras razões pelas quais um pássaro pode saltar antes do ninho, como o ataque de um predador.

A maioria de nós já encontrou um passarinho quando estávamos andando na rua, levamos para casa e tentamos alimentá-lo com pão e água, ou mesmo com leite e biscoitos. Mas depois de alguns dias ele morreu. Essa triste situação já aconteceu com você?

Mesmo se nunca aconteceu, mas você quer estar preparado, preste atenção a este artigo do PeritoAnimal e você vai descobrir como alimentar um pássaro corretamente, o que fazer com um pássaro recém-nascido machucado ou o que fazer se você encontrar um pássaro perdido que não pode voar, entre outras situações.

Também lhe pode interessar: Como fazer papa para filhotes de canários

Desenvolvimento das aves

O tempo que decorre desde a eclosão do ovo até a maturidade varia entre as diferentes espécies de aves. As menores geralmente amadurecem mais rápido e vão de pequenos filhotes recém-nascidos a jovens aventureiros em poucas semanas. Por outro lado, as aves de rapina ou espécies maiores permanecem no ninho com seus pais por vários meses.

Para atingir a maturidade sexual, no entanto, geralmente leva mais tempo. Em pequenas aves pode demorar entre um e dois anos, enquanto que as espécies de grande longevidade podem não se tornar sexualmente maduras por vários anos. O processo de maturação sexual é o mesmo em todos os casos.

Quando a cria sai dos ovos, ela pode ser altricial ou precocial:

  • Altricial: sem penas, olhos fechados, totalmente dependentes dos pais. São aves altriciais os canoras, beija-flores, corvos, etc.
  • Precocial: nascem com os olhos abertos, são capazes de andar quase que imediatamente. São aves precociais os patos, gansos, codornas, etc.

Durante os primeiros dias de vida após a eclosão, todos os pássaros precisam de muito cuidado de seus pais, incluindo as aves precociais. Os pais dão calor, proteção, comida ou os guiam para a comida e os defendem dos predadores.

No início, os filhotes comem várias vezes por hora. Os altriciais são desajeitados, fracos e não conseguem se mexer muito, para pedir comida eles abrem o bico. À medida que crescem e se fortalecem, desenvolvem as primeiras penas. Os filhotes precociais são desde o início mais independentes, podem caminhar ou nadar imediatamente, mas cansam-se facilmente e ficam muito mais perto de seus pais.

À medida que os pássaros altriciais crescem, eles desenvolvem as penas, vão abrindo os olhos e ficam maiores, ganham peso e podem se mover mais. No final, eles estão cobertos de penas, mas pode haver áreas sem penas, como a cabeça e o rosto. Ao mesmo tempo, as aves precociais tornam-se cada vez maiores e mais fortes e desenvolvem penas mais maduras.

Uma vez que os filhotes tenham atingido o tamanho adulto, várias coisas podem acontecer. Em algumas espécies, os jovens ficam com os pais até a próxima temporada de reprodução. Em outros casos, as famílias podem ficar juntas por toda a vida. Em outras espécies, os pais abandonam seus filhotes no momento em que são autossuficientes.

Passarinho machucado - o que fazer? - Desenvolvimento das aves

O que passarinho come

Quando encontramos um pássaro abandonado, a primeira coisa que queremos fazer é alimentá-lo, por isso, tentamos dar pão ou biscoitos molhados com água ou leite. Ao fazer isso, estamos cometendo vários erros que causarão a morte do animal. Tanto o pão quanto os biscoitos normalmente consumidos pelos seres humanos são alimentos ultra processados, ricos em açúcar e óleos refinados, que são prejudiciais à nossa saúde e mortais para as aves.

Misturar a comida com água não representa nenhum risco, muito pelo contrário, porque assim nos certificamos de que o animal está hidratado, mas o leite vai contra a natureza da ave, porque as aves não são mamíferos e os únicos animais que devem e podem tomar leite são os filhotes de mamíferos. As aves não possuem em seu sistema digestivo as enzimas necessárias para degradar o leite, o que provoca uma diarréia severa que mata o animal.

O que passarinho come depende da espécie dele. Cada espécie de ave tem uma alimentação específica, algumas são aves granívoras (que se alimentam de grãos), como os pintassilgos ou verdilhões, que têm um bico curto. Outras são aves insetívoras, como as andorinhas e andorinhões, que abrem muito a boca durante o vôo para capturar suas presas. Outras aves têm um longo bico que lhes permite capturar peixes, como as garças. As aves com bico curvo e pontudo são carnívoras, como as aves de rapina, e por fim, os flamingos têm um bico curvo que lhes permite filtrar a água para pegar comida. Existem muitos outros tipos de bicos relacionados a um determinado tipo de alimentação.

Com isso já sabemos que, dependendo do bico que a ave que encontramos tem, sua alimentação será diferente. No mercado podemos encontrar diferentes alimentos formulados especificamente para aves de acordo com suas características de alimentação e podemos encontrá-los em clínicas veterinárias de animais exóticos.

Como cuidar de um passarinho machucado?

A coisa mais normal é pensar que, se encontramos um pássaro no chão, ele está abandonado e precisa de nossa proteção e cuidado, mas este nem sempre é o caso, e retira-lo do lugar onde o encontramos pode significar a morte do animal.

A primeira coisa que devemos fazer é verificar se ele não está ferido. Se for esse o caso, devemos rapidamente levá-lo para um centro de recuperação de vida selvagem, e se não soubermos de nenhum, podemos conversar com a polícia ambiental 0800 11 3560.

A aparência do pássaro que encontramos nos dirá sua idade aproximada e, de acordo com essa idade, o que de melhor podemos fazer. Se a ave que encontramos ainda não tiver penas e tiver olhos fechados, é um recém-nascido. Nesse caso devemos procurar o ninho de onde ele poderia ter caído e deixá-lo lá. Se não encontrarmos o ninho, podemos construir um pequeno abrigo perto de onde o encontramos e esperar até que os pais venham. Se depois de muito tempo eles não aparecerem, devemos chamar os agentes especializados.

Se já tiver os olhos abertos e algumas penas, os passos a seguir serão os mesmos que no caso de um pássaro recém-nascido. Por outro lado, se o pássaro tem todas as penas, anda e tenta voar, em princípio não devemos fazer nada pois estamos diante de um pássaro jovem. Muitas espécies de aves, uma vez que saem do ninho, praticam no solo antes de voar, escondem-se em arbustos e os pais os ensinam a procurar comida, por isso nunca devemos pegá-los.

Se o animal estiver em um lugar potencialmente perigoso, podemos tentar colocá-lo em um lugar um pouco mais seguro, longe, por exemplo, do tráfego, mas perto de onde o encontramos. Vamos nos afastar dele, mas sempre observando-o de uma distância considerável para ver se os pais voltam para alimentá-lo.

Se você encontrar uma ave ferida, por exemplo um passarinho machucado por gato, deve sempre tentar levá-la a um centro de recuperação, onde eles oferecerão assistência veterinária e tentarão salvá-la.

Passarinho machucado - o que fazer? - Como cuidar de um passarinho machucado?

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Passarinho machucado - o que fazer?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Primeiros socorros.

Escrever comentário sobre Passarinho machucado - o que fazer?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Julia Nobre
Qual remedio para passarinho machucado?

Passarinho machucado - o que fazer?
1 de 3
Passarinho machucado - o que fazer?

Voltar ao topo da página