menu
Partilhar

Nódulos em gatos - Tipos, causas e tratamentos

 
Por Laura García Ortiz, Veterinária especializada em medicina felina. 27 janeiro 2022
Nódulos em gatos - Tipos, causas e tratamentos

Ver fichas de  Gatos

Você já pensou o que pode ser um caroço no gato? É de suma importância que analisemos e observemos a pele dos felinos com frequência, procurando mudanças de textura, consistência, surgimento de lesões e detecção de parasitas, massas ou nódulos. Os nódulos, na pele dos gatos, podem ser inofensivos ou sinais de tumores malignos que requisitem tratamento veterinário urgente, devido ao prognóstico ruim que podem ter para os nossos pequenos felinos.

Neste artigo do PeritoAnimal, falaremos sobre as principais causas de nódulos em gatos. Se notar que o seu companheiro felino possui um, deve chamar imediatamente a um profissional veterinário.

Tipos de nódulos em gatos

Os gatos podem desenvolver nódulos de natureza diferente. Enquanto alguns serão nódulos de gordura completamente benignos, em alguns casos esses caroços nos gatos podem conter células neoplásicas malignas com capacidade de produzir metástases em tecidos à distância, podendo ser mortais caso invadam órgãos indispensáveis para a vida do animal, como o pulmão, por exemplo.

Em gatos filhotes, os nódulos costumam ser benignos, como lipomas (caroços de gordura) ou como consequência de algum golpe, queda ou briga. Já nos adultos, os nódulos em gatos costumam estar relacionados a processos de origem mais patológica e potencialmente graves ou mortais, como são os tumores malignos metastáticos.

No geral, os nódulos que surgem em gatos podem ser dos seguintes tipos:

  • Nódulos de gordura: também chamados de lipomas, consistem em massas de origem mesenquimal que contém um acúmulo exagerado de células gordurosas (adipócitos), e são geralmente nódulos subcutâneos. A consistência desses nódulos é branda, firme e esponjosa, podendo ser únicos ou múltiplos.
  • Nódulos neoplásicos: os nódulos em gatos podem ser causados por tumores malignos. Entre os tumores malignos que podem produzir nódulos nesses animais, estão o tumor de células basais, o carcinoma de células escamosas, o fibrosarcoma e o mastocitoma.
  • Nódulos inflamatórios: em alguns processos inflamatórios ou alérgicos, nódulos ou caroços podem surgir na pele dos gatos, como acontece no caso de lesões do complexo do granuloma eosinófilo felino, a paniculite ou a urticária. Pancadas também podem causar hematomas que provocam nódulos na pele destes felinos.
  • Nódulos infecciosos: quando surgem na pele devido a uma infecção, costumam ser abscessos. Nos gatos, os abscessos ou acúmulos encapsulados de pus costumam ser gerados por mordidas dadas em brigas. Em outras situações, podem ser bacterianos e ser causados por microbactérias: por Nocardia ou Actinomyces no caso de feridas contaminadas; ou fúngicos, como em infecções por criptococcus, dermatófitos ou fungos saprócitos oportunistas. Os nódulos infecciosos no focinho geralmente acontecem por causa de granulomas fúngicos como os produzidos pelo fungo Alternaria.
  • Nódulos císticos: em outras ocasiões, os nódulos em gatos surgem devido a cistos. Os cistos, em gatos, diferem dos nódulos ou massas descritos anteriormente por serem sacos ou cavidades geralmente cheias de líquido, apesar de também poderem conter ar. Costumam ser mais brandos e móveis, e normalmente não estão relacionados a processos malignos.
Nódulos em gatos - Tipos, causas e tratamentos - Tipos de nódulos em gatos

Sintomas associados aos nódulos em gatos

Ao detectar um nódulo no gato, é preciso determinar se existe algum sinal de doença sistêmica ou orgânica e se o caroço tem crescido ou se mantido do mesmo tamanho. É necessário pensar, também, se o gato pode ter sofrido alguma pancada ou brigado com outro animal e, caso saia de casa, se talvez possa ter sido infectado por algum agente patogênico.

Sintomas clínicos associados a nódulos benignos

No geral, nódulos considerados "inofensivos" como os lipomas ou nódulos de gordura, hematomas ou cistos não apresentam sintomatologia, a não ser que durem por um tempo extenso o suficiente para interferir com o desenvolvimento orgânico correto ou se encontrem em locais sensíveis ou irritantes para o animal.

Sintomas clínicos associados a nódulos malignos

Os tumores localizados em áreas como o focinho podem causar sintomas como congestão nasal ou espirros e, no caso de gatos que sejam muito sensíveis à má respiração pelo nariz, podem causar anorexia. Os nódulos em gatos relacionados a problemas alérgicos podem causar excesso de limpeza, coceira e nervosismo. Os nódulos infecciosos podem coçar, doer e ocasionar febre ou calor na região.

Os tumores malignos, caso já tenham produzido metástase, são tipos de caroços em gatos que debilitarão o animal, causando sintomas como fraqueza, letargia, anorexia, desnutrição, desidratação e perda de peso, além dos sintomas associados ao órgão que tenha sido invadido. Se for o pulmão, por exemplo, aparecerão sintomas como tosse, dificuldade respiratória e sons pulmonares. Ou se for o fígado, os sintomas apresentados serão icterícia e alteração das enzimas hepáticas, entre outros.

Nódulos em gatos - Tipos, causas e tratamentos - Sintomas associados aos nódulos em gatos

Causas de nódulos em gatos

As causas de nódulos em gatos são muito variadas:

  • Os lipomas ou nódulos de gordura, por exemplo, podem ser causados pelo excesso de peso ou alteração na eliminação das toxinas corporais devido a problemas renais, hepáticos ou intestinais.
  • No caso dos nódulos infecciosos, a causa é a colonização da pele por organismos patogênicos do grupo das bactérias ou dos fungos, podendo se disseminar em outros locais e piorar o quadro do gato. Em alguns casos como a dermatofitose ou micose, pessoas podem ser contaminadas também.
  • Os nódulos inflamatórios dependem do sistema imunológico de cada gato e sua sensibilidade, e no caso de tumores malignos costumam aparecer em gatos de idade mais avançada, a probabilidade de aparecimento aumentando quanto mais velho for o animal.
  • As brigas entre gatos, pancadas e quedas podem causar abscessos por mordidas e hematomas, sendo a causa destes nódulos.

Como tratar os nódulos em gatos

O tratamento de nódulos em gatos acontecerá ou não dependendo da sua origem.

Tratamento para hematomas, lipomas e cistos

Geralmente não são tratados. Os lipomas e cistos têm como opção a extração por meio cirúrgico.

Tratamento para nódulos infecciosos

Os nódulos infecciosos devem ser tratados com medicação antibiótica ou antifúngica específica dependendo da sua causa, além do uso de anti-inflamatórios.

Tratamento para nódulos em gatos por doenças inflamatórias

Nestas doenças, pode se fazer necessário adicionar corticoides e, para os tumores, uma combinação ou protocolo de fármacos quimioterápicos, necessitando também da remoção do tumor.

Se o seu gatinho tiver um nódulo, aconselhamos que entre em contato com um centro veterinário, onde o diagnóstico correto da natureza do caroço será feito, juntamente com seu prognóstico e possíveis protocolos de tratamento. O tratamento para nódulos em gatos, como pudemos ver, depende totalmente da causa subjacente, e algumas podem ser realmente graves, motivo pelo qual não é indicada a automedicação sob hipótese alguma.

E agora que você já sabe as causas e tratamentos para esses caroços em gatos, não perca o vídeo a seguir em que falamos sobre outra questão que afeta grande parte dos felinos: as bolas de pelo.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Nódulos em gatos - Tipos, causas e tratamentos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Bibliografia
  • Harvey, A., Tasker, S. (Eds). (2014). Manual de Medicina Felina. Ed. Sastre Molina, S.L. L ́Hospitalet de Llobregat, Barcelona, España.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Nódulos em gatos - Tipos, causas e tratamentos
1 de 3
Nódulos em gatos - Tipos, causas e tratamentos

Voltar ao topo da página