menu
Partilhar

Meu gato me dá mordidinhas - Causas e o que fazer

 
Por Marta Sarasúa, Etóloga e auxiliar veterinária. 30 maio 2022
Meu gato me dá mordidinhas - Causas e o que fazer

Ver fichas de  Gatos

Por que os gatos mordem quando fazemos carinho? Se você compartilha seu dia a dia com um ou vários gatos, é muito provável que, em algum momento da convivência de vocês, te deram uma mordida que você talvez não esperava receber. É normal que você se pergunte o porquê de acontecer isso. É porque o gato não gosta de você? Por acaso ele não quer que você o toque? O certo é que são várias as razões que podem fazer o bichano mostrar esse comportamento, e nem todas elas sugerem problemas na relação entre vocês.

Neste artigo do PeritoAnimal, te ajudamos a sanar suas dúvidas e explicamos por que um gato pode te dar mordidinhas. Oferecemos algumas recomendações de como você pode agir em cada situação para prevenir ou evitar esse comportamento que, em alguns casos, pode ser muit incômodo.

Também lhe pode interessar: Meu gato me morde e arranha, o que fazer?

O que as mordidinhas dos gatos querem dizer?

As mordidas fazem parte do amplo repertório comportamental dos gatos e podem ter diversos significados em função de uma série de fatores, como o contexto em que o animal se encontra ou seu estado emocional. É claro que uma mordida forte na mão com as orelhas viradas para trás e respirando com intensidade não comunica a mesma mensagem que uma mordida suave no nariz enquanto ronrona de forma relaxada.

A seguir, te contamos os motivos mais comuns que explicam por que os gatos mordem:

  • Comportamento exploratório: gatos são felinos muito curiosos, e é fácil observá-los se aproximando, correndo ou pulando sobre tudo que chama a atenção deles. Embora não tendam a usar a boca para interagir com o ambiente tanto quanto os cachorros, os gatos também podem dar mordidinhas leves e sutis em plantas, cabos e outros objetos novos que encontrem dentro e fora de casa com o objetivo de investigá-los mais a fundo, principalmente quando são filhotes e em idade jovem. Se o seu bichano tende a fazer isso, muito cuidado! Ele pode se machucar mordendo ou comendo algo que não deve.
  • Comportamento de brincadeiras: os gatos são grandes caçadores. Por isso, sua brincadeira favorita é replicar sequências de caça, espreitando e mordendo sua presa, que pode ser outro gato ou um humano desprevenido. Durante a brincadeira, o comportamento do gato pode chegar a ser muito intenso quanto ao uso da boca e das unhas, principalmente no caso dos indivíduos que não socializaram corretamente ou que foram separados de suas mães cedo demais. Apesar disso, durante a brincadeira, o felino não tem nenhuma intenção de machucar. As mordidinhas dos gatos durante brincadeiras vêm junto com saltos, pequenas carreiras e rolamentos pelo chão.
  • Demanda por espaço: as mordidinhas dos gatos também fazem parte da comunicação felina e, em muitos casos, eles as utilizam sobre outro indivíduo, independentemente da sua espécie, para lhe pedir que se afaste ou para deixá-lo tranquilo. Esse comportamento não vem acompanhado necessariamente de uma atitude agressiva, já que o gato pode estar perfeitamente relaxado e mesmo assim expressar sua vontade de ficar sozinho.
  • Comportamento ofensivo ou defensivo: claramente, outro motivo pelo qual os gatos podem morder é para agredir de propósito a outro indivíduo ou para defender um território, alguma coisa, ou a si mesmos. Durante um conflito, o felino adquire uma postura tensa, vira as orelhas para trás, se arrepia, mexe o rabo rapidamente de um lado para o outro, rosna mostrando os dentes, dá patadas fortes, entre muitos outros comportamentos. Se observar sinais pontuais de agressividade no gatinho, é melhor deixá-lo tranquilo e não forçá-lo a interagir, pois é provável que ele esteja muito assustado ou sentindo algum tipo de dor. Se o comportamento persistir, vá a um veterinário ou entre em contato com um etólogo felino para diagnosticar a causa do problema e conseguir tratá-la.

Por que meu gato me dá mordidinhas?

Imagine a seguinte situação: você está em casa, descansando tranquilamente no sofá, com o gato quase dormindo no seu colo. Está há um bom tempo fazendo um carinho nele, quando, de repente, o animal morde a sua mão repentinamente, e você fica sem entender. Lembrou de algo parecido? Por que os gatos mordem quando fazemos carinho?

Talvez você seja um dos muitos tutores que descobriram que os gatos dão mordidas do nada quando estão aparentemente relaxados. Mas, tudo bem, isso não significa que o gato te odeia. Esse comportamento é muito frequente nos felinos, e eles fazem isso simplesmente como uma forma de nos indicar que já não querem mais receber carinho da nossa parte, que o carinho está sendo brusco demais para o gosto deles, ou que estamos tocando no lugar onde não gostam de ser tocados.

De maneira geral, se tratam de mordidas repentinas e suaves que costumam vir acompanhadas de movimentos rápidos do rabo. Os gatos também costumam agarrar nossas mãos, usando as unhas das patas dianteiras e dando patadas com as traseiras, curvando ligeiramente o corpo. Às vezes eles exageram na intensidade, mas esse tipo de mordidas não têm nenhuma intenção ofensiva, ou seja, o felino não pretende nos ferir, apenas nos comunicar seus desejos, e é por isso que o gato nos dá mordidas leves, não fortes.

Por outro lado, se nos encontramos numa situação em que o gato toma a iniciativa, se aproxima da gente, nos cheira e começa a lamber suavemente a nossa cara, nossas mãos ou alguma outra parte do corpo. Esse é um sinal de confiança e afeto, pois o felino está nos limpando e compartilhando seu cheiro conosco, da mesma forma que faria com outros gatos com quem tivesse uma relação de amizade próxima. Durante essa limpeza, também chamada de grooming, aparece com frequência uma ou outra mordidinha bem de leve com os dentes, mas isso é parte do comportamento normal do gato e não é algo negativo. Pelo contrário!

Por fim, se o gato morde nossas pernas enquanto andamos, salta em cima da gente quando estamos desprevenidos, perambula à nossa volta ou nos "espreita", não há dúvidas de que ele está brincando e só quer se divertir conosco.

O que fazer se meu gato me dá mordidinhas?

Agora que você já identificou os motivos das mordidinhas do gato, você pode agir para prevenir esse comportamento. A seguir, te deixamos alguns conselhos sobre o que pode fazer em cada situação.

Quando o gato te dá mordidinhas para pedir espaço

Se o bichano te morde enquanto faz carinho nele, é provável que não esteja gostando do carinho que você está fazendo, ou ele simplesmente quer que você pare de tocá-lo. Evite fazer carinho em zonas como na barriga ou nas patas, realize movimentos suaves, sempre no sentido do pelo, e não o force a ter contato físico contigo se você perceber que ele quer ficar sozinho. Se o bichano perceber que você entende a linguagem dele e que o respeita, será ele quem começará a tomar a iniciativa de se aproximar e de te pedir carinho.

Quando o gato te dá mordidinhas enquanto te lambe

Nesse caso, o gato está se comportando de forma afiliativa, em que ele demonstra o apego que sente por você te limpando e te dando mordidinhas leves. Caso ele não te machuque, o ideal é permitir que ele faça isso, já que essa conduta reforça o vínculo entre ambos. Agora se essas mordidas te causam dor ou caso prefira evitá-las, basta apenas que afaste a mão suavemente ou que se distancie um pouco do gato para que ele pare com isso, sem brigar com ele ou empurrá-lo de forma alguma.

Quando o gato te dá mordidinhas de brincadeira

Os gatos, assim como os cachorros e outros animais, usam a boca para brincar entre si e com a gente. Quando um felino fica com a mãe e os irmãos durante os primeiros meses de vida e socializa desde muito cedo com os seres humanos, ele se torna muito brincalhão e ativo, mas controla melhor a intensidade dos arranhões e das mordidas para não machucar muito. Por isso, é recomendado que, caso seja possível, não se separe os filhotinhos das mães até que completem dois ou três meses de idade.

Se o gato é muito bruto quando brinca, evite utilizar diretamente as mãos ao brincar com ele. É melhor utilizar penachos, cordas, bolinhas ou qualquer outro objeto que ele possa perseguir e capturar. Também é uma boa proporcionar ao seu gatinho uma torre para escalar, ou jogos interativos. Lembre-se de que o enriquecimento ambiental é imprescindível para o bem-estar do gato.

Quando o gato fica agressivo e te morde

Se gato te agride, o mais provável é que ele faz isso com intenção defensiva, ou por medo, insegurança ou estresse. Contudo, alguns felinos podem chegar a atacar seu tutor para defender alguma coisa ou algum lugar. Em todo caso, você poderá reconhecer - e prevenir - uma possível agressão observando a linguagem corporal do gato, que se caracteriza por tensão muscular, olhar fixo, orelhas viradas para trás, grunhidos e rosnados, pelos arrepiados e movimentos rápidos com o rabo, entre outros sinais. Se esse é o seu caso, a primeira coisa que deve fazer é ir a um veterinário para descartar qualquer doença ou patologia. Feito isso, contate um etólogo felino especialista em modificação de comportamento.

Agora que você já sabe o que as mordidinhas dos gatos significam e também por que os gatos mordem, não perca o vídeo a seguir ainda sobre este tema:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Meu gato me dá mordidinhas - Causas e o que fazer, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Meu gato me dá mordidinhas - Causas e o que fazer
Meu gato me dá mordidinhas - Causas e o que fazer

Voltar ao topo da página