menu
Partilhar

Hérnia diafragmática em cachorros - Causas, sintomas e tratamento

 
Por Laura García Ortiz, Veterinária especializada em medicina felina. 19 abril 2021
Hérnia diafragmática em cachorros - Causas, sintomas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

Quando um cachorro sofre um processo traumático, como um atropelamento, uma queda ou um golpe forte o suficiente para causar um defeito no diafragma que permite a passagem de vísceras abdominais para a cavidade torácica, ocorre uma hérnia diafragmática. Tal transtorno também pode ser congênito. Nesses casos, o filhote nasce com a hérnia, que deverá ser resolvida o mais rápido possível, embora às vezes leve algum tempo para que a hérnia se torne aparente para os cuidadores.

Continue lendo este artigo do PeritoAnimal para saber exatamente o que é a hérnia diafragmática em cachorros - causas, sintomas e tratamento, para entender melhorsobre este processo que nossos cães podem sofrer. Boa leitura.

O que é uma hérnia diafragmática

A hérnia diafragmática ocorre quando aparece uma falha no diafragma, que é a separação musculotendinosa entre a cavidade abdominal e a torácica, que limita e separa os órgãos enquanto intervém na respiração do animal. Essa falha consiste em um orifício que permite a passagem entre as duas cavidades, portanto, traz como consequência a passagem de órgãos abdominais para a cavidade torácica.

Existem dois tipos de hérnia diafragmática em cachorros: a congênita e a traumática.

Hérnia diafragmática congênita

Este tipo de hérnia em cachorros é aquele em que os cães já nascem com ela. Isso ocorre devido ao desenvolvimento inadequado ou defeituoso do diafragma durante a embriogênese. Uma hérnia assim pode ser classificada como:

  • Hérnia peritoneopericárdica: quando o conteúdo abdominal penetra no saco pericárdico do coração.
  • Hérnia pleuroperitoneal: quando o conteúdo entra no espaço pleural do pulmão.
  • Hérnia de hiato: quando o esôfago distal e parte do estômago passam através do hiato esofágico do diafragma e entram na cavidade torácica.

Hérnia diafragmática traumática

Essa hérnia ocorre quando um processo externo traumático, como um atropelamento, uma queda de grande altura ou um esmagamento, causa uma ruptura no diafragma.

Dependendo da gravidade do dano da ruptura do diafragma, será mais ou menos grave o processo, permitindo a passagem de mais conteúdo abdominal que dificultará as funções vitais do cachorro, como a respiração.

Sintomas de hérnia diafragmática em cães

Os sinais clínicos que um cachorro com hérnia diafragmática apresenta são principalmente respiratórios pela compressão que as vísceras abdominais exercem sobre os pulmões, dificultando sua respiração correta. Também deve ser considerado que as hérnias congênitas podem não ser evidentes até que o cachorro atinja uma idade, com sintomas menos agudos e frequentemente intermitentes.

Os casos agudos são os das hérnias traumáticas, onde o cachorro costuma apresentar taquicardia, taquipneia, cianose (coloração azulada das mucosas) e oligúria (diminuição da produção de urina).

Portanto, os sintomas de um cachorro com hérnia diafragmática são:

  • Dispneia ou dificuldade respiratória.
  • Choque anafilático.
  • Disfunção da parede torácica.
  • Ar na cavidade torácica.
  • Redução da distensão pulmonar.
  • Edema pulmonar.
  • Disfunção do sistema cardiovascular.
  • Arritmias cardíacas.
  • Taquipneia.
  • Ruídos respiratórios silenciados.
  • Letargia.
  • Borborigmos torácicos.
  • Aumento do choque da ponta do coração de um lado do tórax devido a mobilização da ponta cardíaca pelas vísceras abdominais herniadas.
  • Líquido ou vísceras no espaço pleural.
  • Palpitação do abdômen.
  • Vômitos.
  • Dilatação gástrica.
  • Oliguria.

Diagnóstico da hérnia diafragmática em cachorros

A primeira coisa a fazer no diagnóstico de uma hérnia diafragmática em cachorros é realizar radiografias, especialmente de tórax, para avaliar os danos. Em 97% dos cães, uma silhueta incompleta do diafragma é observada e em 61%, laços intestinais cheios de gás são encontrados na cavidade torácica. O conteúdo no espaço pleural pode ser observado, que pode ser um hidrotórax devido a derrame pleural em casos recente ou um hemotórax com hemorragia nos casos mais crônicos.

Para avaliar a capacidade respiratória, a análise dos gases arteriais e a oximetria não invasora do pulso são utilizadas para determinar desequilíbrios entre ventilação/perfusão com diferença de oxigênio alveolar-arterial. Da mesma forma, a ecografia permite identificar as estruturas abdominais na cavidade torácica e às vezes até pode determinar a localização do defeito do diafragma.

Para confirmar a presença ou ausência de hérnia em cachorros, podem ser utilizadas técnicas de contraste como a administração de bário ou pneumoperitoneografia e peritoneografia de contraste positivo com contraste iodado. Isso só é usado se o cachorro puder tolerá-lo e se os testes de imagem não forem esclarecedores.

O teste de ouro para o diagnóstico de hérnia diafragmática em cachorros é a tomografia computadorizada, mas devido ao seu alto preço, geralmente não é considerada.

Hérnia diafragmática em cachorros - Causas, sintomas e tratamento - Diagnóstico da hérnia diafragmática em cachorros

Tratamento da hérnia diafragmática canina

A correção da hérnia diafragmática em cachorros é realizada com uma cirurgia. Cerca de 15% dos cachorros morrem antes da cirurgia, sendo o tratamento do choque antes da operação para sua sobrevivência. Aqueles que são operados imediatamente, ou seja, durante o primeiro dia do trauma, apresentam uma alta taxa de mortalidade, em torno de 33%. Se for possível esperar um pouco mais até sua função cardiorrespiratória permitir, será melhor esperar um pouco mais até estabilizar o animal e o risco anestésico for reduzido.

Em que consiste a cirurgia de hérnia diafragmática em cachorros?

A operação cirúrgica de resolução desta hérnia em cachorro consiste em uma celiotomia ou incisão através da linha média ventral para visualizar a cavidade abdominal e o acesso a todo o diafragma. Posteriormente, as vísceras estranguladas da cavidade torácica devem ser resgatadas para restabelecer seu suprimento sanguíneo o mais rápido possível. As vísceras herniadas também devem ser realocadas na cavidade abdominal. Às vezes, se a irrigação tiver sido muito severa e foram muito afetadas, a porção necrótica deve ser removida. Finalmente, a lesão do diafragma e da pele deve ser fechada por planos.

Após a cirurgia, devem ser prescritos medicamentos, especialmente para tratar a dor, como opioides, e o cachorro deve ficar em um local seguro e tranquilo, estar bem alimentado e hidratado.

Prognóstico

A morte por hérnia diafragmática em cachorros é devida à hipoventilação pela compressão dos pulmões pelas vísceras, o choque, as arritmias e as insuficiências multiorgânicas. No entanto, a maioria dos cachorros submetidos a uma reconstrução do diafragma sobrevivem e conseguem recuperar totalmente sua qualidade de vida antes do desenvolvimento da hérnia.

Agora que você sabe tudo sobre esse tipo de hérnia em cachorros, talvez possa se interessar por estes outros artigos sobre diferentes hérnias em cães:

Não deixe de conferir, ainda, este vídeo sobre 10 problemas de comportamento canino:

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Hérnia diafragmática em cachorros - Causas, sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Bibliografia
  • V.E. Chamizo, F.M. Barcia. Hernias diafragmáticas. Disponível em: <http://www.uco.es/organiza/departamentos/anatomia-y-anat-patologica/peques/curso01_05/HerniaDiafrag.pdf>. Acesso em 16 de abril de 2021.
  • Axon Veterinaria. Hernia diafragmática. Disponível em: <http://axonveterinaria.net/web_axoncomunicacion/auxiliarveterinario/40/AV_40_Hernia_diafragmatica.pdf>. Acesso em 16 de abril de 2021.
  • American College of Veterinary Surgeons. Hernia diafragmática. Disponível em: <https://www.acvs.org/small-animal-es/diaphragmatic-hernia>. Acesso em 16 de abril de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Hérnia diafragmática em cachorros - Causas, sintomas e tratamento
1 de 2
Hérnia diafragmática em cachorros - Causas, sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página