menu
Partilhar

Cachorro com dificuldade de respirar, o que fazer?

 
Por Maria Besteiros. 12 fevereiro 2021
Cachorro com dificuldade de respirar, o que fazer?

Ver fichas de  Cachorros

Quando decidimos tomar conta de um cachorro, é importante aprendermos sobre seus cuidados e isso inclui saber o que fazer em caso de emergências. Por isso, neste artigo do PeritoAnimal, vamos falar sobre um cachorro com falta de ar provocada pela asfixia.

Uma situação como esta exigirá intervenção imediata, já que a falta de de oxigênio pode ter consequências fatais. Além disso, listaremos as causas mais comuns que provocam sua dificuldade de respirar para que possamos evitá-las. Cachorro com dificuldade de respirar, o que fazer? Leia e descubra.

Por que meu cachorro está com dificuldade de respirar?

Se você está com um cachorro com dificuldade de respirar e sufocando, é porque ele não está recebendo oxigênio suficiente. Essa escassez é chamada de hipóxia, e as causas mais comuns costumam ser o afogamento por imersão, a asfixia em um espaço fechado ou a produzida pela inalação de substâncias tóxicas, como a fumaça ou o monóxido de carbono, a presença de um corpo estranho na garganta ou, também, um traumatismo no tórax.

A asfixia por imersão pode ocorrer em cachorros que nadam para muito longe da margem e ficam cansados, aqueles que caem na água gelada ou que simplesmente não conseguem sair de uma piscina. Os cachorros podem se intoxicar em um incêndio, no porta-malas de um carro, em um espaço fechado sem ventilação, etc. Se temos um cachorro com falta de ar mas sabemos que ele é saudável e passou a ficar ofegante e com dificuldade para respirar de repente, podemos considerar a presença de um corpo estranho.

Como saber se meu cachorro está com falta de ar grave

Para saber se você está com um cachorro com dificuldade de respirar, você deve prestar atenção aos sinais como ansiedade muito acentuada, clara dificuldade para respirar e respiração ofegante, muitas vezes com o pescoço e a cabeça esticados. Esses sinais podem indicar asfixia.

Um cachorro com falta de ar neste nível pode perder a consciência. Além disso, apresentará cianose, que pode ser observada pela coloração azulada de suas mucosas, exceto se a hipóxia for devido ao monóxido de carbono, já que este gás as torna vermelhas.

Cachorro com dificuldade de respirar, o que fazer?

Se um cachorro está sufocando, a prioridade é reestabelecer imediatamente a passagem de ar. Para isso, você deve ir com urgência ao centro veterinário mais próximo, e ao chegar lá, pode tentar ajudar seu cachorro iniciando a respiração de resgate ou artificial, se o cachorro já estiver inconsciente.

Se ele não tem batimento cardíaco, a massagem cardíaca é recomendada; a combinação das duas técnicas é conhecida como reanimação cardiopulmonar ou RCP, que pode ser realizada por uma ou duas pessoas.

Em caso de asfixia e o que estiver provocando a falta de ar no cachorro for uma ferida aberta que causou um pneumotórax, devemos tentar fechar a pele sobre a ferida e mantê-la pressionada até chegarmos ao veterinário. Se o cachorro engoliu água, devemos colocar sua cabeça abaixo do corpo para eliminar o máximo de água possível. Com o cachorro deitado sobre o lado direito, com a cabeça mais baixa do que o peito, podemos iniciar a respiração boca-nariz com as seguintes etapas:

  • Abra a boca e puxe a língua dele para a frente tanto quanto possível, sempre com cuidado.
  • Se encontrar secreções, limpe com um pano limpo.
  • Observe para localizar um corpo estranho, como um osso. Se for o caso, você deve realizar a manobra de Heimlich, que explicaremos em outra seção.
  • Feche a boca do cachorro.
  • Coloque sua boca sobre o nariz do cachorro e sopre suavemente. Você deve notar que o seu peito se expande. Se isso não acontecer, você terá que soprar um pouco mais forte. Em cachorros com mais de 15 kg, é necessário passar a mão ao redor do focinho para mantê-lo fechado e impedir o ar de escapar.
  • A recomendação é de 20-30 respirações por minuto, ou seja, aproximadamente uma respiração a cada 2-3 segundos.
  • Continue até que o cachorro recupere a respiração, seu coração bata ou até chegar ao veterinário para que ele dê continuidade à respiração assistida.

Destacamos que este procedimento só deve ser realizado em caso de uma emergência de asfixia com um cachorro com dificuldade de respirar.

Cachorro com dificuldade de respirar, o que fazer? - Cachorro com dificuldade de respirar, o que fazer?

Respiração de resgate ou massagem cardíaca?

Quando vemos um cachorro com falta de ar grave, com claros sinais de asfixia, devemos determinar qual técnica de reanimação aplicar. Para fazer isso, temos que observar se ele está respirando ou não. Se estiver, você deve abrir sua boca e puxar sua língua para abrir as vias aéreas. Se ele não estiver respirando, você deve procurar um pulso apalpando o interior da coxa, tentando encontrar a artéria femoral. Se houver pulso, inicie a respiração artificial. Caso contrário, escolha a RCP.

Como fazer a reanimação cardiopulmonar em cachorros?

Se um cachorro asfixia, não respira nem tem batimento cardíaco, iniciaremos a RCP seguindo os passos abaixo:

  1. Colocar o cachorro em uma superfície plana e sobre o lado direito. Se o cachorro for grande, se posicione atrás dele.
  2. Coloque as mãos de cada lado do tórax e sobre o coração, logo abaixo das pontas dos cotovelos. Em cachorros grandes, coloque uma mão sobre o tórax, na altura da ponta do cotovelo, e a outra sobre ela.
  3. Comprima o peito uns 25-35 mm enquanto conta até um e solte, contando também até um.
  4. O ritmo é de 80-100 compressões por minuto.
  5. É necessário fazer a respiração de resgate a cada 5 compressões ou a cada 2-3 se a manobra for realizada por duas pessoas.
  6. Continue com a manobra até que o cachorro respire sozinho ou tenha um pulso estável.
  7. Por último, a RCP pode causar fratura nas costelas ou pneumotórax. Você deve se certificar de que é realmente necessária, uma vez que, em um cachorro saudável, pode provocar lesões.
Cachorro com dificuldade de respirar, o que fazer? - Como fazer a reanimação cardiopulmonar em cachorros?

O que fazer se seu cachorro está asfixiando com um corpo estranho?

Quando seu cachorro se asfixia devido à presença de um corpo estranho e você não consegue retirá-lo facilmente, você não deve tentar pegá-lo com os dedos, porque poderia produzir o efeito contrário e introduzi-lo mais fundo na garganta. Portanto, se seu cachorro engasgar com um osso, não tente retirá-lo. Nesses casos, é ideal realizar a manobra de Heimlich, tendo em mente os seguintes passos:

  1. A execução vai depender do tamanho do cachorro. Se for pequeno, você pode segurá-lo no colo, de bruços, com as costas contra seu peito. Em todo caso, você deve envolver sua cintura por trás.
  2. Feche um mão em forma de punho e segure o cachorro com a outra. Seu punho deve ficar no ápice do V que a caixa torácica forma.
  3. Comprima o abdômen com o punho para cima e para dentro 4 vezes seguidas, com rapidez.
  4. Abra a boca para ver o objeto está nela.
  5. Se o objeto ainda não foi expulso, passe a realizar a respiração boca-nariz que já explicamos.
  6. Dê um golpe seco com a base da mão nas costas do cachorro, entre as escápulas, e verifique novamente sua boca.
  7. Se o objeto ainda não tiver saído, repita a manobra.
  8. Depois de removê-lo, você deve verificar se o cachorro está respirando bem e tem batimento cardíaco. Caso contrário, você pode recorrer à respiração de resgate ou a RCP.
  9. Em todo caso, vá sempre ao veterinário.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cachorro com dificuldade de respirar, o que fazer?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Primeiros socorros.

Bibliografia
  • FOGLE, BRUCE. Primeiros socorros para cães. NBL Editora, 1996. Disponível em: <https://books.google.es/books?hl=es&lr=&id=pRdX8jCd3EAC&oi=fnd&pg=PA8&dq=asfixia+em+c%C3%A3es&ots=-WHifwIh9s&sig=qdUdrd77zXo48erruTvhuoAy4z0#v=onepage&q=asfixia%20em%20c%C3%A3es&f=false>. Acesso em 11 de fevereiro de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Cachorro com dificuldade de respirar, o que fazer?
1 de 3
Cachorro com dificuldade de respirar, o que fazer?

Voltar ao topo da página