Partilhar

Hérnia de disco em cachorros - Sintomas, tratamento e recuperação

Por Nídia do Carmo, Editora e redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 12 novembro 2018
Hérnia de disco em cachorros - Sintomas, tratamento e recuperação

Ver fichas de  Cachorros

O cuidado do nosso pet passa por suprir completamente todas as suas necessidades, que podem ser físicas, psicológicas ou sociais. Deste modo, podemos oferecer uma verdadeira qualidade de vida ao nosso melhor amigo.

Uma das patologias mais complexas que podem acometer os cachorros são as hérnias discais. O conceito "hérnia" é sinônimo de uma estrutura que sai da sua posição anatômica natural. Desse modo, quando falamos de hérnias discais, estamos nos referindo a patologias que afetam os discos intervertebrais da coluna, causando compressão na medula espinhal quando saem do canal vertebral ou aumentam.

Apesar de ser uma patologia complexa, o prognóstico é muito positivo em vários casos. Neste artigo, mostramos quais são os sintomas e soluções da hérnia de disco em cachorros.

Tipos de hérnias discais caninas

Quando falamos de hérnias discais em cachorros, é possível diferenciar três tipos diferentes:

  • Tipo I: Afeta, principalmente, as raças condrodistróficas (pequenas, coluna larga e patas curtas), como o caniche, o pequinês, o cocker, sendo habitual aparecer entre os 2 e os 6 anos de idade. Pode ser provocada por movimentos bruscos na coluna e aparece de forma aguda ou como uma evolução progressiva de diversos traumatismos pequenos.
  • Tipo II: Afeta raças grandes não condrodistróficas, como o boxer, o labrador e o pastor alemão, surgindo entre os 5 e os 12 anos de idade. A evolução é lenta e, por isso, a manifestação também é mais tardia. Esta hérnia provoca uma compressão lenta e progressiva da medula espinhal.
  • Tipo III: Neste último caso, o material do disco intervertebral sai do canal medular, provocando uma hérnia grave e severa que, em muitos casos, acaba por provocar a morte do animal.

Deve ser o veterinário a diagnosticar o tipo de hérnia de discol através de vários exames, uma vez que uma radiografia não é suficiente. Ele pode optar por realizar um mielograma, uma técnica que permite ver o estado da medula através de um contraste. Também pode utilizar uma TAC ou ressonância magnética.

Através destes exames, ele poderá observar em que estado de deterioração se encontra o disco invertebral afetado, além de identificar o tipo de hérnia discal. Os diferentes tipos de deterioração são distinguidos da seguinte forma:

  • Grau I: Ainda não existem danos neurológicos, pelo que o cão sente dor e uma ligeira irritação, sem perder a mobilidade das pernas.
  • Grau II: A hérnia começa a comprimir a medula e, por isso, surgem as primeiras lesões neurológicas. Nesta fase, o cachorro caminha mas com dificuldades, revelando uma perda de equilíbrio e de postura.
  • Grau III: As lesões neurológicas começam a ganhar uma caráter mais grave como consequência da elevada compressão da medula. O cachorro apresenta uma paralisia leve (chamada paresia) em uma ou nas duas patas traseiras, o que faz com que não possa caminhar corretamente.
  • Grau IV: A paralisia piora e o cão começa a mostrar indícios de retenção urinária.
  • Grau V: É o grau mais grave. A paralisia e a retenção urinária são acompanhadas por uma perda da sensibilidade nos membros afetados.
Hérnia de disco em cachorros - Sintomas, tratamento e recuperação - Tipos de hérnias discais caninas

Sintomas da hérnia de disco em cachorros

Quando o cachorro sobre de imobilidade ou dificuldade em movimentar as patas traseiras, é possível que esteja manifestando uma hérnia de disco. Pode confirmar o problema com os seguintes sintomas:

  • Dor
  • Falta de coordenação motora
  • Alteração do tônus muscular
  • Diminuição da força
  • O cachorro deixa de caminhar ou arrasta
  • Dificuldade em manter o equilíbrio
  • Perda de sensibilidade na área afetada e nas extremidades
  • Problemas para fazer as necessidades
  • Adopta posturas antiálgicas
  • Arqueia as costas e baixa a cabeça

Se detetar algum desses sintomas no seu pet, deve recorrer ao veterinário com urgência para que ele verifique de que transtorno patológico se trata.

Hérnia de disco em cachorros - Sintomas, tratamento e recuperação - Sintomas da hérnia de disco em cachorros

Operação da hérnia de disco canina

A operação da hérnia de disco nos cachorros é o tratamento de eleição para os casos de grau III, IV e V. É uma operação que oferece, geralmente, um bom prognóstico. Consiste na extração do material discal herniado com o objetivo de descomprimir a medula espinhal. Se o cachorro sofre de uma hérnia de disco avançada, que chegou a alcançar o grau V de deterioração, é essencial atuar com rapidez e operar o animal o mais depressa possível.

Os cuidados pós-operatórios devem ser focados na prevenção de úlceras por decúbito, infecções urinárias e atrofias musculares.

Hérnia de disco em cachorros - Sintomas, tratamento e recuperação - Operação da hérnia de disco canina

Tratamento da hérnia de disco canina

Como mencionado anteriormente, a operação é o tratamento de primeira indicado para os graus III, IV e V. Para os graus I e II, existem duas opções que podem ajudar a tratar a hérnia de disco do seu cachorro, conhecidos clinicamente como tratamentos de conservação:

  • O primeiro tratamento consiste no repouso absoluto do paciente. Para garantir uma recuperação adequada, o cachorro deve ficar repousando em uma gaiola por um mês. Desta forma, o cachorro fica submetido a condições de imobilidade, facilitando a desinflamação dos tecidos e corrigindo o posicionamento das estruturas da coluna vertebral. Como consequência, a dor será diminuída e é proporcionada uma recuperação positiva. No entanto, em função do nível de atividade do cachorro afetado, do seu tamanho e da sua personalidade, é possível que o tutor não possa optar por este método. Deve ser você quem garante que o cachorro repousa como necessário, prestando toda a atenção e cuidados que ele necessite. Ainda que o uso da gaiola possa parecer uma medida extrema, em alguns casos é o único que apresenta resultados. De qualquer forma, deve sempre consultar um veterinário antes de tomar qualquer decisão para que sela ele a indicar e explicar o melhor método a seguir.

  • Também pode administrar analgésicos e anti-inflamatórios, embora estes medicamentos apresentem o risco de permitir mais movimento, o que piora a hérnia de disco. A condição inflamatória é agravada pois o animal consegue recuperar grande parte da sua movimentação, mas continua a sofrer de um transtorno na coluna vertebral. Por isso, deve seguir as instruções do veterinário e nunca administrar qualquer tipo de medicamento ao animal por sua conta.

Se, em uma semana, não observar quaisquer melhorias ou caso o cachorro piore, ele deve ser operado o mais rápido possível.

Hérnia de disco em cachorros - Sintomas, tratamento e recuperação - Tratamento da hérnia de disco canina

Reabilitação e cuidados especiais

A reabilitação da hérnia discal canina pode exigir diversas estratégias, como o uso de uma trela de correr, calor de uma lâmpada de infravermelhos ou estimulação. Muitas destas técnicas buscam diminuir a dor, permitir que o cachorro recupere completamente a sua sensibilidade e facilitar que o cão possa voltar a ter um andar normal, empregando o mínimo de peso na sua recuperação.

É muito importante que o tutor se comprometa a seguir as orientações do veterinário, tanto a nível de técnicas de reabilitação como de tratamento com medicamentos.

Em todo o caso, deve ser o veterinário a indicar como o tutor deve agir em casa após a operação, assim como as precauções que devem ser tomadas para que o cachorro tenha uma recuperação rápida.

Hérnia de disco em cachorros - Sintomas, tratamento e recuperação - Reabilitação e cuidados especiais

Cuide da saúde do seu cachorro com respeito

Quando se fala de hérnia de disco em cachorros, assim como de diversas patologias, é importante mencionar que algumas terapias alternativas e complementares podem ser de grande utilidade para facilitar uma boa recuperação. É o caso da acupuntura para cachorros e da homeopatia. Caso queira compreender melhor como funcionam os tratamentos de homeopatia, recomendamos que leia como atuam os produtos homeopáticos para cachorros.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Hérnia de disco em cachorros - Sintomas, tratamento e recuperação, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças degenerativas.

Escrever comentário sobre Hérnia de disco em cachorros - Sintomas, tratamento e recuperação

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
21 comentários
Nicolly
Meu cachorro tem discopatia, não consigo fazer com que ele fique de repouso. Ele está tomando medicamentos já para tratar. Tenho medo do quadro dele piorar. Alguém poderia me ajuda?
Luiz Saboia
Infiltração com Diprospan descomprimem ãs raízes nervosas evitando tratamento cirúrgico
Nadia
Boa tarde. O meu cão tem hernia cervical C4 C5. Medicação já não ajuda. Unica sulçao ser operado. O cão tem 15 anos. Prgunta era.... será que ele aguenta? O preço da operação 1000.
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Nadia! Sem ver o seu cachorro não conseguimos dar nenhum diagnóstico. O mais indicado é pedir ajuda ao médico veterinário e avaliar qual a melhor solução para o seu pet.
A equipe do PeritoAnimal deseja boa sorte!
A sua avaliação:
Ingrid
O meu cachorro teve hérnia do grau 5 há um ano, quase morreu mas graças à Deus se recuperou bem sem cirurgia, mas agora ele precisa de massagem para poder urinar e usar fraldinha para o cocô.
Gandhy
Meu cão foi diagnosticado hérnia de disco na 4 vértebra e o custo é muito alto não tenho condições de fazer a cirurgia .será que tem outra alternativa pois ele paralisou as patas traseiras e não controla as necessidades fisiológicas. Oque posso fazer para ajudar meu amigo cão lhasa apso com 3 anos e 3 meses. Estou precisando de ajuda.
Vanessa Fornazario
Meu cachorro foi diagnosticado com hérnia discal na L1 e L2. Hoje faz 4 dias de medicação intensa, injeções de cetoneurin e via oral! Ele chora muito, é isso me faz sofrer junto com ele . A veterinária disse que ele vai voltar a levantar, mas pelo q vejo, pq sou eu quem cuido, ele não evolui...ele já tem quase 16 anos e é porte grande... O q a senhora poderia me explicar?
A sua avaliação:
Flavio Augusto
Olá Doutora!
Minha cachorra esta com hernia de disco V, de acordo com essas descrições, o médico receitou acupuntura e alguns medicamentos, e se nao melhorar, terá que ser feito cirurgia. Após a cirurgia, ela tem possibilidades de voltar a andar normalmente?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Flavio! O prognóstico mais preciso tem de ser dado pelo médico veterinário que está acompanhando o caso pois só ele tem acesso a todos os dados. Esperemos que a sua cachorra melhore sem ser necessário a cirurgia! Rápidas melhoras para ela!
elisabeth albrecht
minha cachorra foi diagnosticada com hérnia discal e pelo que li acima, grau v. Fez apenas raio x e o veterinário recomendou acupuntura todavia a própria vet acupunturista não acha que terá muita melhora. Estou me dedicando ao máximo mas não vejo resultado algum. A fisioterapia seria um caminho a percorrer? poderia melhorar? ela apresenta atrofia muscular nas pernas traseiras e já tratou cistite. Alimenta-se bem! abs
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Elisabeth! O tipo de tratamento tem de ser uma decisão do médico veterinário que diagnosticou e está a acompanhar o caso uma vez que é um problema complicado e existem sempre alguns riscos associados. O médico veterinário descartou totalmente a hipótese de cirurgia?
Liana
O cachorro faz quanto tempo de tratamento da hernia de disco? O cachorro pode depois voltar a fazer tudo normal ou vai ter que ficar isolado para o resto da vida?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Liana! O tempo de tratamento e o prognóstico dependem do estado do animal e apenas o médico veterinário acompanhando o caso pode dar essas informações. Obrigada por seguir a nossa página!
lorismar ekave
Boa tarde...tenho um basse com 3 anos e ha uma semana perdeu os movimentos das patas traseiras do nada,é muito atico sobe/desce de tudo,nunca percebemos nada. e agora o veterinario( discopatia de L12- L13) deu anti inflamatórios e corticoides,sem melhora. ainda há chance de recuperação ou só cirurgicamente...obrigado
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Lorismar! Por vezes a recuperação demora. Só mesmo o médico veterinário perante todas as análises e exame físico poderá dar um prognóstico e definir qual o tratamento mais adequado ao caso! Obrigada por seguir a nossa página e as melhoras para o patudo!

Hérnia de disco em cachorros - Sintomas, tratamento e recuperação
1 de 6
Hérnia de disco em cachorros - Sintomas, tratamento e recuperação

Voltar ao topo da página