Partilhar

Gato vomitando verde: causas e sintomas

Por Carolina Costa, Médica Veterinária. 9 dezembro 2019
Gato vomitando verde: causas e sintomas

Ver fichas de  Gatos

O vômito em gatos é uma queixa muito comum na prática clínica veterinária e é fácil de identificar e encontrar se for um gato que não tenha acesso à rua. No entanto, se for um gato com acesso à rua, muitas vezes esses episódios de vômito podem passar despercebidos.

Os tipos de vômito ajudam a determinar qual a causa ou doença que está presente e que está originando este problema gastrointestinal. Existem causas primárias originadas por um problema gástrico ou intestinal superior e causas secundárias que advêm de doenças que levam a acumulação de toxinas no sangue ou problemas em outros órgãos.

Se você se pergunta: "meu gato está vomitando e não come, e agora?", não se preocupe, este artigo do PeritoAnimal vai explicar a você as causas de gato vomitando verde e o que fazer para ajudar o seu animal.

Também lhe pode interessar: Cachorro vomitando verde

Gato vomitando ou regurgitando?

Antes de mais é importante distinguir a diferença entre o que é vômito e o que é regurgitação.

A regurgitação é a expulsão de conteúdo do esófago (tubo que liga a boca ao estômago) que ainda não alcançou o estômago, geralmente o resultado de uma regurgitação:

  • Tem formato tubular (como o esófago);
  • Apresenta alimento por digerir;
  • Não tem odor;
  • Pode apresentar muco;
  • Ocorre uns segundos ou minutos após a ingestão de alimento;
  • Sem contração abdominal ou desconforto.

Causas da regurgitação em gatos

  • Bolas de pelo;
  • Alimentação sôfrega/apressada (casos de gato vomitando ração inteira);
  • Corpos estranhos ou massas que possam estar a obstruir o esófago ou a entrada do estômago.

Vômito em gatos

O vômito consiste na expulsão de conteúdo estomacal ou duodenal (porção inicial do intestino delgado que se liga ao estômago).

  • O seu aspeto varia muito;
  • Apresenta um odor mais forte;
  • Conteúdo alimentar digerido ou apenas fluído estomacal com diferentes colorações;
  • O animal apresenta comportamentos quando vai vomitar: fica impaciente, tem desconforto e faz contração abdominal para expulsar o conteúdo estomacal.

Gato vomitando verde, o que pode ser?

Em casos de gato vomitando verde ou o se o gato está vomitando amarelo e não come, geralmente essa coloração se deve ao líquido biliar, bílis ou bile e é recorrente de jejum ou de vômitos seguidos. A bílis é um líquido amarelo-esverdeado produzido pelo fígado e armazenado em uma bolsa denominada vesícula biliar até ser necessária no duodeno para emulsionar o lípidos (digestão da gordura) e captar diversos nutrientes. Se você vê um gato vomitando um líquido amarelo espumoso, também pode ser o líquido biliar.

7 causas de vômito em gatos

Os gatos gostam são animais que adoram brincar especialmente com fios e objetos pequenos fáceis de engolir, o que muitas vezes pode correr mal e causar distúrbios gastrointestinais. Durante a sua higiene eles também podem ingerir pelos que podem formar as conhecidas bolas de pelo e causar vômitos ou outros sintomas mais graves. Além disso, os gatos adoram ingerir ou mastigar plantas ou medicamentos que o tutor possa ter em casa e causar vômito.

Geralmente mais que três ou quatro vômitos por mês devem ser motivo de preocupação, assim como se esses vômitos forem acompanhados de outros sinais clínicos como diarreia, perda de peso ou apatia. Uma dica para você é fazer uma calendarização das vezes em que o seu gato vomita, pois isso o ajudará a ter uma percepção mais controlada da frequência dos vômitos.

Bolas de pelo

Esta é a causa mais comum em gatos vomitando verde ou líquido amarelo espumoso em todas as idades. Os gatos têm por hábito se lamber para realizar a sua higiene diária e, especialmente os gatos de pelo comprido, ingerem uma certa quantidade de pelos que podem se acumular no trato gastrointestinal e causar os tricobezoares (bolas de pelo). Essas bolas de pelo podem ser indigestas ou causar obstruções parciais ou totais e provocar vômitos cujo conteúdo pode ser ou não acompanhado de alimento. Em casos recorrentes, podem vomitar apenas um líquido amarelo-esverdeado sem conteúdo alimentar.

Como evitar vômitos por bolas de pelo

  • Fornecer pasta de malte durante três dias seguidos e depois uma vez por semana sempre como prevenção. Esta paste ajudar a lubrificar o trato intestinal e a eliminar os pelos sem que eles formem bolas ou causem sintomas. Se os sintomas persistirem será necessário acompanhamento médico com avaliação do animal;
  • Escovar o pelo do seu animal para eliminar o pelo morto;
  • Desparasitações em dia. Pois a existência de parasitas pode levar a que ele se lamba mais;
  • Dieta adequada para prevenir bolas de pelo.

Gato vomitando sangue: corpos estranhos

A ingestão de corpos estranhos como, por exemplo, fios ou pequenos objetos de borracha pode causar complicações se eles não conseguirem progredir e sair por si.

'Meu gato está vomitando e não come'

As obstruções e, no caso dos fios, o "intestino em sanfona" são muito comuns de acontecer e podem deixar o gato vomitando sangue ou sem apetite. Se denomina assim devido a que a uma das extremidades do fio adira ou fique preso em uma porção proximal do intestino e o restante fio progrida causando o efeito de acordeão, que tem de ser resolvido cirurgicamente o mais rápido possível.

Prevenção: limite o acesso do gato a esses objetos.

Intoxicação por plantas ou medicamentos

Gato vomitando líquido amarelo ou gato vomitando sangue também podem ser sinais de intoxicação e envenenamento em gatos e pode levar à morte do seu animal.

Prevenção: nunca automedique o seu animal, retire todos os seus medicamentos do alcance do seu pet e tenha especial atenção às plantas tóxicas para gatos. Em caso de envenenamento pode consultar o nosso link sobre remédio caseiro para gato envenenado.

Gato vomitando verme (parasitismo)

Casos de endoparasitismo podem levar a vômitos (com ou sem sangue) e a diarreias crônicas. Além disso, se o animal estiver muito infestado (hiperparasitado) podem expulsar os parasitas adultos (lombrigas) pelas fezes e, em casos mais graves, pelo vômitos, ou seja, gato vomitando verme.

Prevenção: é muito importante manter as desparasitações internas e externas atualizadas para evitar que o animal chegue a esta situação.

Intolerância ou alergia alimentar

Mais comum em gatinhos filhotes ou gatos cuja dieta tenha sofrido uma alteração brusca. As intolerâncias ou alergias alimentares apresentam sempre sintomatologia gastrointestinal (vômitos, diarreia, náuseas, perda de apetite) e podem apresentar sintomatologia dermatológica (coceira, pele vermelha e reativa).

Nestes casos é preciso consultar um médico veterinário para identificar o que está causando este problema.

Insuficiência renal

É a causa mais comum em gato idoso vomitando. Os rins são um dos primeiros órgãos a sofrer problemas devido ao avançar da idade. Muitos animais podem desenvolver insuficiência renal aguda (incapacidade repentina da função renal) devido a toxinas no sangue ou envenenamentos, mas a insuficiência renal crônica é comum e, infelizmente, é irreversível, passando muitas vezes despercebida.

Sintomas de insuficiência renal em gatos

À medida que a doença progride, o gato vai manifestando sintomas de doença renal:

  • Polidipsia (aumento ingestão de água);
  • Poliuria (urinar em excesso);
  • Mau hálito;
  • Perda de apetite;
  • Perda de peso;
  • Vômitos;
  • Letargia.

Tratamento: apesar de ser uma condição irreversível, o tratamento passa por realizar fluidoterapia, fornecer dietas apropriadas e fármacos que desacelerem o dano renal.

Gato vomitando verde e outras doenças

Insuficiência hepáticas e doenças endócrinas como o hipertiroidismo, diabetes mellitus e pancreatite podem também explicar um gato vomitando e outros sintomas que preocupam muitos tutores. Você deve levar o seu animal ao veterinário se os vômitos forem acompanhados de outros sintomas e/ou se os vômitos forem recorrentes (mais de dois por semana).

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Gato vomitando verde: causas e sintomas, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Bibliografia
  • Hall, E.J., Simpson, J.W., Williams, D.A. (2005) BSAVA Manual of Canine and Feline Gastroenterology - Second Edition, BSAVA.
  • Washabau, R.J., Day, M.J. (2013) Canine & Feline Gastroenterology. Elsevier (Saunders).

Vídeos relacionados com Gato vomitando verde: causas e sintomas

1 de 3
Vídeos relacionados com Gato vomitando verde: causas e sintomas

Escrever comentário sobre Gato vomitando verde: causas e sintomas

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Suely Poma
Meu gatinho comeu plantas e agora está vomitando e com diarreia, o que devo fazer?
Carolina Costa
Oi Suely!
É normal essa reação, se os vómitos durarem mais de 24 horas, deve consultar o veterinário para que ele o possa avaliar e medicar do melhor jeito. Além disso, você deve informar o veterinário qual o tipo de planta que o gatinho comeu, existem plantas venenosas para gatos, tratando-se de uma urgência.
As melhoras para o seu menino!

Gato vomitando verde: causas e sintomas
Gato vomitando verde: causas e sintomas

Voltar ao topo da página