Partilhar

Origem do cachorro

 
Por Giselly Lillmans. 30 dezembro 2019
Origem do cachorro

Ver fichas de  Cachorros

A origem do cachorro doméstico é um assunto polêmico há séculos, cheio de incógnitas e falsos mitos. Embora atualmente ainda existam dúvidas a serem resolvidas, a ciência oferece respostas muito valiosas que ajudam a entender melhor por que os cachorros são os animais de estimação por excelência ou por que, diferentemente dos lobos ou gatos, essa espécie é a mais domesticada.

Você já se perguntou qual é a origem dos cães? Descubra no PeritoAnimal tudo sobre o Canis lupus familiaris, começando pelos primeiros carnívoros e terminando com o grande número de raças de cachorro que existem hoje. Se você está interessado em conhecer detalhadamente a origem do cachorro, não perca esta oportunidade de viajar para o passado e entender onde e como tudo começou.

Também lhe pode interessar: Origem e evolução dos primatas

Quais foram os primeiros animais carnívoros?

O primeiro registro ósseo de um animal carnívoro data de 50 milhões de anos atrás, no Eoceno. Este primeiro animal era arborícola, se alimentava perseguindo e caçando outros animais menores que ele. Era semelhante a uma marta, mas com um focinho curto. Logo, esses animais carnívoros se dividiram em dois grupos:

  • Os caniformes: canídeos, focas, morsas, cangambás, ursos...
  • Os feliformes: felinos, mangustos, ginetas...

A separação em feliformes e caniformes

Esses dois grupos diferem fundamentalmente na estrutura interna do ouvido e pela dentição. A separação desses dois grupos foi causada pela diversificação de habitats. Com o resfriamento do planeta, a massa de florestas foi sendo perdida e os prados ganharam espaço. Foi então que os feliformes permaneceram nas árvores e os caniformes começaram a se especializar na caça de presas nos prados, uma vez que os caniformes, com poucas exceções, carecem de unhas retráteis.

Qual é o ancestral do cachorro?

Para conhecer a origem do cachorro, é preciso voltar aos primeiros canídeos que apareceram na América do Norte, uma vez que o primeiro canídeo conhecido é o Prohesperocyon, que habitava a atual área do Texas há 40 milhões de anos. Este canídeo era do tamanho de um guaxinim, mas mais esbelto e também tinha pernas mais longas que seus ancestrais arborícolas.

O maior canídeo reconhecido foi o Epicyon. Com uma cabeça muito robusta, era mais parecido com um leão ou uma hiena do que com um lobo. Não se sabe se ele seria um carniceiro ou se ele caçaria em grupos, como o lobo atual. Esses animais estavam confinados à atual América do Norte e datam de entre 20 e 5 milhões de anos atrás. Chegavam a atingir um metro e meio e 150 quilos.

Origem do cachorro - Qual é o ancestral do cachorro?
Imagem: Reprodução/www.scriptageologica.nl

Origem do cachorro e de outros canídeos

Há 25 milhões de anos, na América do Norte, o grupo foi se dividindo, o que causou o aparecimento dos parentes mais antigos dos lobos, guaxinins e chacais. E com o resfriamento contínuo do planeta, 8 milhões de anos atrás, apareceu a Ponte do Estreito de Bering, que permitiu que esses grupos chegassem à Eurásia, onde alcançariam seu mais alto grau de diversificação. Na Eurásia, o primeiro Canis lupus apareceu há apenas meio milhão de anos e, há 250 mil anos atrás, retornou à América do Norte através do Estreito de Bering.

Cachorro vem do lobo?

Em 1871, Charles Darwin iniciou a teoria do ancestral múltiplo, que propunha que o cachorro descendia de coiotes, lobos e chacais. No entanto, em 1954, Konrad Lorenz descartou o coiote como a origem dos cachorros e propôs que as raças nórdicas descendiam do lobo e que as demais descendiam do chacal.

Evolução dos cachorros

Então, o cachorro vem do lobo? Atualmente, graças ao sequenciamento de DNA, verificou-se que o cachorro, o lobo, o coiote e o chacal compartilham sequências de DNA e que os mais semelhantes entre si são os DNAs do cachorro e do lobo. Um estudo publicado em 2014[1] garante que o cachorro e o lobo pertencem à mesma espécie, mas que são subespécies diferentes. Estima-se que cachorros e lobos podem ter um ancestral comum, mas não há estudos conclusivos.

Conheça quais são os cachorros que parecem lobo nesse artigo do PeritoAnimal.

Origem do cachorro - Cachorro vem do lobo?

Humanos e cachorros: primeiros encontros

Quando há 200 mil anos os primeiros humanos deixaram a África e chegaram à Europa, os canídeos já estavam lá. Eles viveram juntos como competidores durante um longo período até que começaram sua associação há aproximadamente 30 mil anos.

Os estudos genéticos datam os primeiros cachorros há 15 mil anos, na área asiática que corresponde à atual China, coincidindo com o início da agricultura. Pesquisas recentes de 2013 da Universidade Sueca de Uppsala [2] afirmam que a domesticação do cachorro esteve ligada a diferenças genéticas entre o lobo e o cachorro, associadas ao desenvolvimento do sistema nervoso e ao metabolismo do amido.

Quando os primeiros agricultores se estabeleceram, produzindo alimentos de alta energia ricos em amido, grupos oportunistas de canídeos se aproximaram dos povoados humanos, consumindo os resíduos vegetais ricos em amido. Esses primeiros cachorros também eram menos agressivos que os lobos, o que facilitou a domesticação.

A dieta rica em amido foi essencial para a espécie prosperar, uma vez que as variações genéticas sofridas por esses cachorros tornaram inviável sua sobrevivência com a dieta exclusivamente carnívora de seus ancestrais.

As matilhas de cachorros obtinham comida da aldeia e, por isso, defendiam o território de outros animais, fato que beneficiava os seres humanos. Poderíamos falar então que essa simbiose permitiu uma aproximação entre ambas as espécies, o que culminou na domesticação do cachorro.

Origem do cachorro - Humanos e cachorros: primeiros encontros

Domesticação do cachorro

A teoria de Coppinger afirma que há 15.000 anos, os canídeos se aproximaram dos povoados em busca de comida fácil. Pode ter ocorrido, então, que os espécimes mais dóceis e confiantes tinham maior probabilidade de acessar os alimentos do que aqueles que desconfiavam dos seres humanos. Assim, os cachorros selvagens mais sociáveis e dóceis tinham mais acesso aos recursos, o que levou a uma maior sobrevivência e implicou em novas gerações de cães dóceis. Essa teoria descarta a ideia de que foi o homem que abordou o cachorro pela primeira vez com a intenção de domesticá-lo.

Origem das raças de cachorros

Atualmente, conhecemos mais de 300 raças de cachorros, algumas delas padronizadas. Isso se deve ao fato de que, no final do século XIX, a Inglaterra Vitoriana começou a desenvolver a eugenia, ciência que estuda a genética e tem como objetivo o melhoramento das espécies. A definição da RAE [3] é a seguinte:

Do fr. eugénésie, e este do gr. εὖ 'bem' e -génésie '-gênese'.

1. f. Med. Estudo e aplicação das leis biológicas de herança orientados ao melhoramento da espécie humana.

Cada raça tem certas características morfológicas que a tornam única e foram os criadores que, ao longo da história, combinaram características comportamentais e de temperamento para desenvolver novas raças que poderiam fornecer aos seres humanos uma ou outra utilidade. Um estudo genético com mais de 161 raças aponta para Basenji como o cachorro mais antigo do mundo, partir do qual se desenvolveram todas as raças caninas que conhecemos atualmente.

A eugenia, as modas e as mudanças nos padrões das diferentes raças fizeram com que a beleza se tornasse um fator determinante nas atuais raças caninas, deixando de lado as consequências de bem-estar, de saúde, de caráter ou de morfologia que elas podem causar.

Descubra no PeritoAnimal como as raças de cachorro mudaram com fotos de antes e de agora.

Outras tentativas falhadas

Restos de outros canídeos diferentes dos lobos foram encontrados na Europa Central, pertencentes a tentativas fracassadas de domesticar lobos durante o último período glacial, entre 30 e 20 mil anos atrás. Mas não foi até o início da agricultura que a domesticação do primeiro grupo de cachorros se tornou algo de fato palpável. Esperamos que este artigo tenha fornecido fatos interessantes sobre as origens mais antigas dos canídeos e dos primeiros carnívoros.

Origem do cachorro - Origem das raças de cachorros

Se deseja ler mais artigos parecidos a Origem do cachorro, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Referências
  1. Adam H. Freedman, Ilan Gronau, Rena M. Schweizer, Diego Ortega-Del Vecchyo, Eunjung Han, Pedro M. Silva, Marco Galaverni, Zhenxin Fan, Peter Marx, Belen Lorente-Galdos, Holly Beale, Oscar Ramirez, Farhad Hormozdiari, Can Alkan, Carles Vilà, Kevin Squire, Eli Geffen, Josip Kusak, Adam R. Boyko, Heidi G. Parker, Clarence Lee, Vasisht Tadigotla, Adam Siepel, Carlos D. Bustamante, Timothy T. Harkins, Stanley F. Nelson, Elaine A. Ostrander, Tomas Marques-Bonet, Robert K. Wayne , John Novembre, "Genome Sequencing Highlights the Dynamic Early History of Dogs", Plos Genetics 16 de janeiro de 2014
  2. Erik Axelsson, Abhirami Ratnakumar, Maja-Louise Arendt, Khurram Maqbool1, Matthew T. Webster1, Michele Perloski, Olof Liberg, Jon M. Arnemo, A˚ ke Hedhammar y Kerstin Lindblad-Toh, "The genomic signature of dog domestication reveals adaptation to a starch-rich diet", Nature 493, 24 de janeiro
  3. Eugenesia, Real Academia Española

Vídeos de Origem do cachorro

1 de 3
Vídeos de Origem do cachorro

Escrever comentário sobre Origem do cachorro

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Origem do cachorro
Imagem: Reprodução/www.scriptageologica.nl
1 de 5
Origem do cachorro

Voltar ao topo da página