Partilhar

Cachorro pode comer mel?

 
Por Luísa Savala, Redatora especializada em animais. 12 novembro 2019
Cachorro pode comer mel?

Ver fichas de  Cachorros

O mel é um dos produtos naturais mais utilizados para tratar diversas doenças. As excelentes propriedades fazem do mel um remédio caseiro perfeito para combater problemas de garganta, dar energia, abrir o apetite e cicatrizar feridas. Contudo, todos os benefícios são aplicáveis também para os cachorro? Pode dar mel para cachorro?

Nesse artigo do PeritoAnimal vamos responder todas essas questões, além de falar sobre os benefícios e explicar quando pode ser prejudicial. Continue lendo: cachorro pode comer mel?

Também lhe pode interessar: Pode dar mel para gato? Descubra a resposta!

Dar mel para cachorro é bom?

Em geral, é bom dar mel para cachorro, tanto para cachorros adultos como para filhotes e idosos. É importante esclarecer que nem todos os tipos de mel encontrados no mercado são adequados para os cachorros, pois não possuem as mesmas propriedades. Por isso, não recomendamos mel produzido para venda em supermercados e excessivamente processado. Esse tipo de mel é muito pouco natural, você pode comprovar observando a cor e textura que, normalmente, é transparente. O mel natural não é totalmente translúcido.

Sendo assim, o melhor mel para cachorro (e para humanos também) é o mal artesanal e ecológico, independente do tipo de mel que queira utilizar. Esse mel mantêm intactas quase todas as suas propriedades, não tem açúcar adicionado, conservantes ou edulcorantes artificiais.

Tipos de mel para cachorro

A verdade é que quase todos os tipos de mel de abelha são bons para cachorro, já que cada um deles apresenta propriedades comuns e particulares que podem ser benéficas à saúde desses animais. Sendo assim, se você tiver em casa um pote de mel puro, você pode oferecê-lo ao seu cachorro. Os únicos tipos de mel que devem ser descartados os elaborados a partir do néctar das plantas tóxicas para cachorro que, como indicado, são minoria.

Mel de manuka para cachorro

Esse tipo de mel se popularizou nos últimos anos pelas suas excelentes propriedades. O mel de manuka é considerado um dos melhores tipos de mel para cicatrizar feridas e aliviar dores estomacais. Esses resultados podem ser vistos também nos animais, sendo assim, o mel de manuka é um bom tipo de mel para cachorro.

Xarope de bordo ou mel maple para cachorro

O mel de maple não é um tipo de mel de abelha. No entanto, pela textura e cor, muitas pessoas se confundem e se perguntam se pode dar esse tipo de mel para cachorro. Como o nome indica, essa substância é extraída a partir da seiva da árvore de bordo. Se você comprar o mel de maple puro, ecológico e sem açúcar adicionado, também pode oferecer ao seu cachorro, já que possui vitaminas, minerais e antioxidantes.

Propriedades e benefícios do mel para cachorro

Como mencionamos anteriormente, apesar de existirem diferentes tipos de mel, todos têm alguns benefícios em comum, por exemplo:

  • São fonte de energia devido aos açúcares naturais que contêm (frutose e glucose principalmente). 100gr de mel contêm 300 calorias;
  • São ricos em minerais, como cálcio, fósforo, magnésio, potássio e sódio;
  • Contêm vitamina C e algumas vitaminas do grupo B.

Oferecer o mel para cachorro faz com que atue como um tônico para o coração, possui propriedades relaxantes, calmantes, diuréticas, laxantes, anti-inflamatórias, antioxidantes, antissépticas, antimicrobianas e cicatrizantes.

Usos do mel para cachorro

Agora que você já sabe que cachorro pode comer mel e quais são os benefícios, tenha em conta que em algumas situações o uso do mel pode ser muito eficaz, por exemplo:

Mel para cachorro com tosse

Graças as propriedades calmantes, anti-inflamatórias e antissépticas, o mel é um excelente remédio para aliviar os sintomas de infecções nas vias respiratórias ou inflamações. Assim, você pode preparar mel com limão para cachorro com tosse e/ou com dor de garganta. Você também pode oferecer uma colher de mel antes do cachorro dormir.

Se o seu cachorro está com tosse, você não visitou um médico veterinário e observa que o cachorro não melhora depois de utilizar esse remédio, recomendamos que você visite um profissional para encontrar a causa. Afinal, o mel por si só não pode combater infecções graves, como a tosse de canil.

Mel para curar feridas em cachorro

Junto com o açúcar, o mel faz parte dos melhores remédios caseiros para cicatrizar feridas em cachorros que não sejam muito profundas, como úlceras leves ou queimaduras. Para utilizar o mel como cicatrizante, você deve colocar uma capa de mel sobre a ferida e deixar que atue, sem tampar e evitando que o cachorro lamba.

Mel para cachorros filhotes

O mel também é bom para cachorro filhote porque traz energia, vitaminas, minerais e antioxidantes. Todos os nutrientes necessários para um correto desenvolvimento. O uso é ainda mais benéfico em cachorros desnutridos ou que perderam o apetite, pois o mel proporciona uma dose extra de glucose e frutose. Por causa desses tipos de açúcar, é um alimento que abre o apetite.

Mel para cachorros doentes ou em fase de recuperação

Graças a energia que ele alimento contém, o mel é muito recomendado para cachorros doentes ou em fase de recuperação. Além disso, durante alguns processos de recuperação, é muito comum observar que os cachorros rejeitam comida e uma boa forma de fazê-los voltar a comer é misturar mel com iogurte natural sem açúcar e oferecer esse preparo. O iogurte é rico em probióticos, indispensáveis para o equilíbrio da flora intestinal e ajuda na recuperação.

Nos cachorros em fase de recuperação que estão hospitalizados ou recebendo soro intravenoso, você pode oferecer mel diluído em água com uma seringa sem agulha diretamente na boca. No entanto, não esqueça que todos esses remédios devem ser administrados sob a supervisão do veterinário.

Mel para cachorros com anemia

O mel possui ferro, contudo, existem outros alimentos com mais quantidade desse mineral que permitem repor essa deficiência nos casos de cachorro com anemia. Os cachorros anêmicos, geralmente, ficam mais cansados e débeis. Nesses casos, o mel contribui como fonte de energia, combatendo a debilidade e fomentando uma correta recuperação.

Mel para cachorros com prisão de ventre

Por suas propriedades laxantes, o mel favorece a eliminação de matéria fecal e ajuda a combater a prisão de ventre em cachorros. Os alimentos pré-bióticos, como o mel, ajudam a estimular o crescimento das bactérias benéficas que estão no intestino porque atuam como alimento para elas. Dessa forma, equilibra a flora intestinal e permite um melhor trânsito intestinal.

Cachorro pode comer mel? - Usos do mel para cachorro

Contraindicações do mel para cachorro

Como já vimos, cachorro pode comer mel e, inclusive, obter diversos benefícios que previnem vários problemas de saúde. Porém, existem alguns casos que é é contraindicado, como em cachorros diabéticos devido ao alto índice glicêmico do mel.

Até o momento, não se conhece nenhuma outra contraindicação. No entanto, nos casos de doenças renais ou de hipertensão, o ideal é consultar um médico veterinário.

Como dar mel para cachorro?

Dependendo do objetivo, o cachorro pode comer mel puro ou diluído. Para diluir, você pode escolher entre água, suco de limão ou chá de camomila. Nos casos em que você oferecer mel puro ao cachorro, não é recomendado oferecer mais de duas colherinhas diariamente.

De qualquer forma, vale lembrar a importância de buscar um profissional para verificar se o seu cão se encontra entre os cachorros que podem comer mel e qual a quantidade mais indicada de acordo com as características dele.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cachorro pode comer mel?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Dietas caseiras.

Bibliografia
  • USDA. Honey. U.S. Department of Agriculture.
  • Knowles, Gemma. (2016). Cocina Sana para tu Perro. Madrid, España: Esfera Libros.

Vídeos de Cachorro pode comer mel?

1 de 3
Vídeos de Cachorro pode comer mel?

Escrever comentário sobre Cachorro pode comer mel?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Cachorro pode comer mel?
1 de 2
Cachorro pode comer mel?

Voltar ao topo da página