Partilhar

Verrugas em cachorros: causas e tratamentos

Verrugas em cachorros: causas e tratamentos

Ver fichas de  Cachorros

Verrugas em cachorros aparecem com relativa frequência, especialmente em cachorros mais velhos. As verrugas são tumores benignos superficiais que geralmente não costumam ser graves, embora seja possível encontrar algumas complicações como verrugas que sangram. De qualquer forma, é necessário mostrá-las ao veterinário para que ele, como especialista, confirme o diagnóstico e decida o tratamento, se necessário.

Neste artigo do PeritoAnimal, vamos explicar sobre as causas de verrugas em cachorros, como removê-las e se podem ser contagiosas ou não.

O que são verrugas em cachorros?

Um tumor é qualquer tipo de nódulo que pode ser maligno ou benigno. Assim, as verrugas são tumores benignos superficiais, ou seja, que estão na pele. Elas são causados por um vírus, especificamente o do papiloma canino, que geralmente afeta cachorros com o sistema imunológico comprometido, seja por uma doença, imaturidade ou idade avançada. Esses tumores não devem ser dolorosos.

Eles são facilmente identificados por seu aspecto de couve-flor e aparecem em diversos lugares, como veremos a seguir. Nos cachorros, também é possível encontrar outros tumores benignos, de origem não viral, mas com uma aparência muito semelhante à das verrugas.

As verrugas em cachorros são contagiosas?

As verrugas em cachorros podem ser espalhadas entre eles, mas não contagiam outras espécies, desde que sejam de origem viral. Dessa forma, seu cachorro não pode passar suas verrugas para você ou para outros animais que não sejam cachorros.

Como são contagiosas entre os cães, caso você observe verrugas no seu cachorro e se estas forem causadas pelo vírus do papiloma canino, é melhor evitar o contato com outros cachorros até que elas desapareçam.

Nódulo em cachorro (adenoma sebáceo)

Esse nódulo não viral tem a mesma aparência das verrugas em cachorros. Geralmente aparecem nas pálpebras e extremidades de cachorros mais velhos. Como o próprio nome indica, elas ocorrem nas glândulas sebáceas, que são as glândulas da pele que produzem gordura. Em geral, não medem mais de 2,5 centímetros, mas podem ulcerar e sangrar. Alguns podem se tornar malignos, sendo então chamados de adenocarcinomas sebáceos. O adenoma mais comum e que podemos perceber como verrugas nos olhos do cachorro é o que afeta as glândulas meibomianas, presentes nas pálpebras.

Verrugas em cachorros: causas e tratamentos - Nódulo em cachorro (adenoma sebáceo)

Tumores em cachorros (carcinoma de células escamosas)

Esses tumores estão relacionados à exposição à luz solar, portanto, geralmente aparecem em áreas do corpo com menos pigmentação, como o abdômen, escroto ou nariz. Há uma variedade com aparência semelhante à das verrugas em cachorros, ou seja, em forma de couve-flor.

É normal que o cachorro lamba a protuberância insistentemente, pois trata-se de um tumor maligno que vai invadir as áreas circundantes e até se espalhar para os linfonodos e pulmões.

Verrugas em cachorros: causas e tratamentos - Tumores em cachorros (carcinoma de células escamosas)

Tumores venéreos transmissíveis em cachorros

Esses crescimentos podem aparecer como verrugas nos órgãos genitais e afetam tanto os machos quanto as fêmeas. Nesse caso, as células dessas verrugas em cachorros podem ser transferidas de um cachorro para outro durante o acasalamento, mas também por meio de lambidas, mordidas e arranhões. Além disso, também podem ulcerar.

Nas fêmeas, elas aparecem na vagina ou na vulva. Nos machos, ocorrem no pênis. Em ambos os sexos, elas também podem estar localizadas no rosto, boca, nariz, extremidades, etc. Podem também se espalhar por metástase, mas isso não é frequente.

Papiloma em cachorros ou papilomatose oral canina

Essas verrugas em cachorros aparecem, como o nome indica, na boca e nos lábios e são causadas pelo vírus do papiloma oral canino. O papiloma em cachorros ocorre em indivíduos jovens com menos de dois anos de idade. Começam sendo saliências de coloração rosada, mas aumentam de tamanho e mudam para uma cor acinzentada até que caiam e sejam eliminadas por si próprias.

O papilomavírus canino também é responsável pelas verrugas que aparecem em outras partes do corpo, como os pés. Nesse caso, elas afetarão principalmente cachorros idosos.

Como tratar as verrugas em cachorros?

Antes de tudo, você deve levar seu cachorro ao veterinário para confirmar o diagnóstico e, assim, discernir se está diante de uma verruga ou outro tipo de tumor. Também é necessário verificar quando o seu cachorros já foi diagnosticado, mas o tumor benigno começa a sangrar ou muda de cor. Obviamente, é normal que as verrugas aumentem de tamanho, embora não o façam indefinidamente. Devido à sua condição benigna, não precisam de tratamento, a menos que causem algum desconforto no cachorro.

Por exemplo, verrugas nas costas não vão interferir com a vida diária do cachorro, a menos que se esfreguem na coleira. Por outro lado, as verrugas no focinho podem esfregar na hora de comer e, assim, sangrar. As verrugas podem ficar pretas quando há uma ferida na superfície que sangra e se transformam em crostas prestas. Esses casos exigem o contato com o veterinário, pois, como existe uma lesão na pele, pode ocorrer uma infecção.

Se for necessário remover uma verruga, a opção mais apropriada é a cirurgia. Caso contrário, se for o caso de uma condição de origem viral, você pode ajudar o sistema imunológico do cachorro, fornecendo alimentos de qualidade e uma vida sem estresse. As verrugas podem desaparecer por si só em alguns meses.

Pode queimar as verrugas em cachorros?

Nunca tente queimá-las em casa, pois as consequências podem ser piores. Como dissemos, deve ser o especialista quem determina o tratamento, indica o tipo de verrugas do cachorro, estabelece se elas podem desaparecer sozinhas ou se será necessário realizar a cirurgia.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Verrugas em cachorros: causas e tratamentos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas da pele.

Vídeos relacionados com Verrugas em cachorros: causas e tratamentos

1 de 3
Vídeos relacionados com Verrugas em cachorros: causas e tratamentos

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
3 comentários
A sua avaliação:
Luciana Maria Roxo Ramos
Boa tarde... Estou com um animal resgatado com papilomatose severa.... Gostaria de saber se posso dar banho nela normalmente?
Ela ja passou pelo vey, e nao entendi se posso ou não dar o banho
A sua avaliação:
Laura Dos Santos
Que tipo de verruga é essa? Como tratar? Me ajudem por favor!
Começou pequena hã aproximadamente 05 meses e cresceu!
Nídia Figueira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi! Apenas um veterinário pode fazer um exame físico do seu pet para chegar a um diagnóstico e recomendar o tratamento adequado para o caso. Recomendamos que você consulte um profissional o quanto antes.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
A sua avaliação:
Paulo Alves
Pq aparece verugas no penis de cachorro e qual é o remédio???
Nídia Figueira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Paulo! Apenas um veterinário pode fazer um exame físico do cachorro, determinar o que está provocando o problema e recomendar um tratamento adequado.

A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras.

Verrugas em cachorros: causas e tratamentos
1 de 3
Verrugas em cachorros: causas e tratamentos

Voltar ao topo da página