Partilhar

Ruptura do ligamento cruzado em cães - cirurgia, tratamento e recuperação

Por Giselly Lillmans. Atualizado: 14 novembro 2018
Ruptura do ligamento cruzado em cães - cirurgia, tratamento e recuperação

Ver fichas de  Cachorros

Neste artigo do PeritoAnimal vamos falar sobre o rompimento do ligamento cruzado em cães, um problema que afeta a locomoção e, portanto, a qualidade de vida. Além disso, é uma lesão que produzirá considerável dor e necessitará, portanto, de assistência veterinária, melhor se for um profissional especializado ou experiente em ortopedia e traumatologia, requisito essencial se nosso cão precisar ser submetido à cirurgia. Comentaremos neste artigo também como deve ser o pós-operatório desse tipo de intervenção, portanto, continue lendo para saber como tratar a ruptura do ligamento cruzado em cães, em que consiste a recuperação e muito mais.

Ruptura do ligamento cruzado em cães - definição

Este problema é relativamente frequente e grave, e pode afetar cães de todas as idades, especialmente se excederem os 20 kg de peso. É produzido por um rompimento repentino ou por uma degeneração. Os ligamentos são elementos que ajudam a estabilizar as articulações. No joelho dos cães encontramos dois ligamentos cruzados: o anterior e o posterior, porém, o que tende a se romper com maior frequência devido à sua posição é o anterior, que une a tíbia ao fêmur. Então, seu rompimento, neste caso, causa instabilidade no joelho.

Os cães mais jovens e mais ativos são os mais propensos a essa lesão, uma vez que eles geralmente rompem o ligamento devido a um trauma ou inserção do pé em um buraco enquanto correm, produzindo uma hiperextensão. Em contraste, em animais mais velhos, especialmente a partir dos 6 anos de idade, nos sedentários ou obesos, o ligamento é lesionado por degeneração.

Às vezes, a ruptura do ligamento também danifica o menisco, que é como uma cartilagem que amortece as áreas onde dois ossos devem ser articulados, como é o caso do joelho. Portanto, quando o menisco é lesionado, a articulação será afetada e pode ficar inflamada. A longo prazo, haveria artrite degenerativa e coxeira permanente se não for tratada. Os ligamentos laterais também podem ser afetados.

Sintomas da ruptura de ligamento cruzado em cães e diagnóstico

Nesses casos veremos que, de repente, o cão começa a mancar, mantendo a perna afetada mais alta, encolhida, isto é, sem apoiá-la em qualquer momento, ou pode apoiar apenas os dedos no chão, dando passos muito curtos. Devido à dor produzida pelo rompimento, é muito provável que o animal grite ou chore intensamente. Podemos também notar o joelho inflamado, com muita dor se o tocamos, e acima de tudo, se tentamos esticá-lo. Em casa, então, podemos sentir a pata procurando o foco da lesão e identificando os sintomas do rompimento do ligamento cruzado em cães, observando também as almofadinhas e entre os dedos, já que às vezes a coxeira é produzida por alguma ferida nos pés.

Uma vez identificada a dor no joelho, devemos transferir nosso cão para o veterinário, que pode diagnosticar o rompimento realizando um exame físico por palpação do joelho, como acontece com o chamado teste da gaveta. Além disso, com um raio-x você pode avaliar o estado dos ossos do joelho. Os dados que fornecemos também ajudam no diagnóstico, por isso, devemos informá-lo quando o cachorro começou a mancar, como ele manca, se isso diminui com o descanso ou não, ou se o cão sofreu um golpe recente. Devemos saber que é característico do rompimento do ligamento cruzado em cães começar com muita dor, que irá diminuir até que o rompimento afete todo o joelho, momento em que a dor retorna devido ao dano resultante da quebra, como a artrose.

Ruptura do ligamento cruzado em cães - cirurgia, tratamento e recuperação - Sintomas da ruptura de ligamento cruzado em cães e diagnóstico

Ruptura do ligamento cruzado em cães - tratamento

Uma vez que o veterinário tenha confirmado o diagnóstico, o tratamento padrão é a cirurgia, com o objetivo de restabelecer a estabilidade da articulação. Quando não tratada, uma ruptura do ligamento cruzado vai causar artrose em poucos meses. Para realizar esta operação, o veterinário pode escolher entre várias técnicas que podemos resumir nas seguintes:

  • Extracapsulares, não restauram o ligamento e a estabilidade é alcançada pela fibrose periarticular pós-cirúrgica. As suturas são geralmente colocadas fora da articulação. Essas técnicas são mais rápidas, mas têm resultados piores em cães grandes.
  • Intracapsulares, que são técnicas que buscam restaurar o ligamento através de tecido ou implante através da articulação.
  • Técnicas de osteotomia, mais modernas, consistem em modificar as forças que permitem mover e manter o joelho estável. Especificamente, alteram o grau de inclinação do planalto tibial em relação ao ligamento patelar, o que permite articular o joelho sem utilizar o ligamento lesado. Estas são técnicas como TTA (ultrapassagem da tuberosidade da tíbia), TPLO (osteotomia de nivelamento do platô tibial), TWO (osteotomia em cunha) ou TTO (osteotomia tripla do joelho).

O traumatologista, avaliando o caso particular do nosso cão, irá propor a técnica mais adequada à situação, pois todos têm vantagens e desvantagens. Por exemplo, o TPLO não é recomendado para filhotes devido aos danos que podem ocorrer na linha de crescimento ósseo ao realizar a osteotomia. Independentemente da técnica, é importante avaliar o estado do menisco. Se houver dano, ele também deve ser tratado, caso contrário, o cão continuará mancando após a operação. Deve-se ter em mente que existe um risco de rompimento do ligamento cruzado da outra perna durante os meses seguintes ao primeiro.

Ruptura do ligamento cruzado em cães - cirurgia, tratamento e recuperação - Ruptura do ligamento cruzado em cães - tratamento

Recuperação da ruptura do ligamento cruzado em cães

Depois da cirurgia, nosso veterinário pode nos recomendar a fisioterapia, que consistirá em exercícios que movem a articulação de maneira passiva. Claro, devemos sempre seguir suas recomendações. Entre essas atividades, destaca-se a natação, altamente recomendada se tivermos a possibilidade de acessar um espaço adequado. Devemos também, a fim de obter a melhor recuperação e evitar a perda de massa muscular, manter o nosso cão com exercício restrito, o que às vezes significa mantê-lo num espaço menor, onde não há possibilidade de saltar ou correr, e muito menos de subir e descer escadas. Pela mesma razão, você deve levá-lo para passear com uma coleira curta, e não pode soltá-lo durante o período pós-operatório, até que o veterinário dê alta.

Ruptura do ligamento cruzado em cães - cirurgia, tratamento e recuperação - Recuperação da ruptura do ligamento cruzado em cães

Tratamento conservador para a ruptura do ligamento cruzado em cachorros se a cirurgia não é possível

Como vimos, o tratamento geralmente escolhido para o rompimento do ligamento cruzado em cães é a cirurgia. Sem isso, em apenas alguns meses o dano ao joelho será tão severo que o cão não poderá ter uma boa qualidade de vida. No entanto, se nosso cachorro já tem artrose no joelho, é muito idoso ou se apresenta qualquer fator que impossibilite a realização de uma cirurgia, não teremos outra alternativa senão tratá-lo com anti-inflamatórios para aliviar a dor, embora devamos saber que chegará um momento em que eles não terão mais efeito.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Ruptura do ligamento cruzado em cães - cirurgia, tratamento e recuperação, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre Ruptura do ligamento cruzado em cães - cirurgia, tratamento e recuperação

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
6 comentários
Rosi santana
Gostaria de uma opinião profissional. Minha cachorra com 11 anos (porte médio)foi diagnosticada com ruptura de ligamento no joelho. O veterinário fez o teste de gaveta que na opinião dele deu positivo , apesar que no raio x não acusou nada, mesmo a gente vendo ela mancando. Segundo o médico nem sempre o RX mostra esse tipo de lesão. (Ruptura). Fizemos ontem a cirurgia. Agora pergunto. Ruptura pode não aparecer no RX? A cirurgia e com colocação de placa e pinos. ( Segundo o médico foi pelo método tplo)
Está correto essas informações?
Estou muito aflita...
Será que ela vai se recuperar bem?
Grata pela resposta
Myrella Giacomin
Boa tarde! Há alguns anos, minha cachorrinha teve o ligamento cruzado rompido tb. Levei a uns 3 vet q pediram raio x e ultrassom. Nenhum dos exames identificou o problema. O pior, no meu caso, é q como eu n sabia o q era e nao levei em um vet ortopedista, fiquei sem resposta por quase 2 meses. Quando finalmente, através de um conhecido, levei ela a um ortopedista e ele, só de fazer o teste de gaveta deu o diagnóstico. Ela operou, se recuperou e voltou a ter vida normal. Fica tranquila, vai dar td certo.
JOAO CARDILLO
gostaria de fazer a cirugia no meu iaza com nome max ele esta macando ja tirei rayo x e foi comprovado que rompeu o ligamento e vai ser preciso de cirugia, no aguardo obrigado.
Anna
Boa noite, onde fica essa profissional?
Nely Panovich
Temps um poodle ja idoso com 15 anos que teve essa ruptura ,segundo diagnostico medico a indicacao seria cirurgica. Considerando a idade avancada achamos I adequado submete-lo a esse sofrimento.Entao ele foi tratado por uma veterinaria muito competente,com aplicacoes de colageno tipo 2, Apos dez aplicacoes e tratamento medicamentoso para aliviar dores, ele esta otimo, andando normalmente e muito feliz.
Denise
olá. Estou com este mesmo problema. Vc poderia me passar o contato da veterinária? obg
Daiane
O meu cachorro (fêmea, australiana, cinco anos, 22 Kg após a castração, era bastante ativa) rompeu o ligamento cruzado, não sei se o anterior ou o posterior. Mas rompeu, conforme laudo radiológico e evidências. O cirurgião contraindica intervenção cirúrgica para reconstrução do ligamento cruzado em cães de porte médio e grande. Segundo ele, por causa da recidiva. Estamos (família) muito tristes e abalados com a situação. Inclusive já havíamos preparado o local adequado para isolamento e repouso no pós-cirúrgico. Pergunto: não existe materiais mais fortes ou técnicas cirúrgicas (osteotomia com uso de placas e grampos) que permitam essa cirurgia em um cão de porte médio? Estamos preocupados porque pode ocorrer o rompimento do ligamento da outra perna, pois há uma sobrecarga em virtude da lesão na outra. A possibilidade de artrose também assusta. Além da mudança drástica na qualidade de vida do nosso bichinho. Deve haver alguma alternativa que não o tratamento conservador... Ela está em constante dieta na tentativa de perder peso, porém com a castração percebemos que houve uma "bagunça hormonal" e ela engordou muito. Mesmo comendo pouco. Conseguimos estabilizar nos 22 Kg. Pode passar alguma orientação sobre a questão do ligamento cruzado?
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Daiane! Sem conhecer o seu cachorro não conseguimos passar nenhum diagnóstico. No entanto, recomendamos que você busque uma segunda opinião veterinária.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
A sua avaliação:
José Antônio
Como saber se o cachorro rompeu o ligamento do joelho?
Rosangela
Ele começa a mancar , nem sempre o fato de mancar pode ser um rompimento, por isso a radiografia é importante onde vai ser comprovado o rompimento

Ruptura do ligamento cruzado em cães - cirurgia, tratamento e recuperação
1 de 4
Ruptura do ligamento cruzado em cães - cirurgia, tratamento e recuperação

Voltar ao topo da página