Partilhar

Quantos filhotes pode ter um Bull Terrier Inglês

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. 26 setembro 2016
Quantos filhotes pode ter um Bull Terrier Inglês

Ficha do animal: Bull Terrier Inglês

O Bull Terrier Inglês é uma raça de aparência única e doce. O seu caráter carinhoso e entregado tornou esta raça de cachorro realmente popular e apreciada por milhões de pessoas em todo o mundo.

Se está pensando em ter filhotes de Bull Terrier Inglês este artigo é indicado para si. Vamos lhe explicar quantos filhotes pode ter em uma ninhada, que fatores deve ter em conta e quão importante é a decisão que vai tomar. Pense muito bem nisso.

No PeritoAnimal vamos lhe dar conselhos úteis para tomar a decisão certa assim como de que dependem algumas variáveis da gravidez. Continue lendo para saber quantos filhotes pode ter um Bull Terrier Inglês.

Também lhe pode interessar: Exercício para um Bull Terrier Inglês

Quantos filhotes pode ter?

A média de filhotes do Bull Terrier Inglês em uma mesma ninhada é de 5 filhotes, no entanto este número pode variar muito dependendo de diferentes fatores que lhe vamos explicar de seguida.

Para começar, deve considerar o estado de saúde da mãe, que deve ser ideal para poder levar a cabo uma gravidez saudável e sem complicações. As cadelas que reproduzam nos seus primeiros cios, é provável que tenham um número menor de filhotes.

Por outro lado, o macho também é relevante neste processo. Os machos mais maduros irão fecundar um número maior de óvulos e o mesmo ocorrerá se copularem várias vezes.

Um Bull Terrier Inglês pode ter entre 1 e 15 filhotes em uma mesma ninhada, dependendo sempre dos fatores que referimos.

Quantos filhotes pode ter um Bull Terrier Inglês - Quantos filhotes pode ter?

A gravidez do Bull Terrier Inglês

A gravidez do Bull Terrier Inglês deve ser supervisionada pelo veterinário a todo o momento para descartar possíveis problemas relacionados. Fazer um seguimento da gravidez semana a semana será fundamental para saber o que esperar e como cuidar da cadela grávida.

No entanto, é muito importante saber que a mãe Bull Terrier Inglês é um pouco impaciente, nervosa e excitável ao contrário do que acontece com outras raças. Deve estar preparado para cuidar dos filhotes caso ela não o faça adequadamente. É fundamental ter claro este ponto, pois algumas mães já chegarem a esmagar os seus filhotes provocando-lhes a morte.

Também se deverá informar sobre os possíveis problemas do parto que podem ocorrer e estar pronto para agir se algum deles acontecer.

Quantos filhotes pode ter um Bull Terrier Inglês - A gravidez do Bull Terrier Inglês

Fatores que deve ter em conta

Antes de pensar na gravidez de um Bull Terrier Inglês deve ter em conta os seguintes pontos. A responsabilidade de novas vidas recai diretamente sobre si, por isso informe-se:

  • Evitar a consanguinidade: Juntar dois exemplares de Bull Terrier que tenham grau de parentesco pode trazer graves consequências genéticas nos futuros filhotes. Quando levamos a cabo este tipo de atividade podemos observar mutações genéticas, predisposição a determinadas doenças ou problemas de saúde graves assim como um menor número de filhotes.
  • Exemplares saudáveis: Nunca pense em fazer criação de exemplares de Bull Terrier Inglês doentes. As chances de uma gravidez problemática aumentam de forma considerável. Além disso, deve saber que determinadas doenças podem ser transmitidas aos filhos. Outros problemas de saúde como a artrose ou a displasia de quadril são realmente graves e nunca se deve fazer criação de cachorros que sofram deles.
  • Defeitos físicos: Se o seu cachorro sofre de algum problema físico deve evitar a tudo o custo que se reproduza. Uma mandíbula mal formada, ossos mal alinhados ou outros podem se transmitir aos filhotes com agravantes. Não é uma questão meramente estética.
  • Gasto econômico: Deve estar preparado para gastar uma grande quantidade de dinheiro se surgirem complicações no parto, se a sua cadela precisar de uma operação ou se todos os filhotes ficarem afetados por uma doença. Depois pode ser preciso dar-lhes leite materno artificial e de colocar um chip em todos os filhotes, tenha isso em conta.
  • Tamanho do macho: O macho deve ser sempre mais pequeno que a fêmea para evitar que os filhotes sejam excessivamente grandes e possam ficar presos.
  • Problemas no parto: São muitos os problemas que podem surgir no parto da cadela. Deve estar informado e preparado para agir, por exemplo na reanimação de filhotes e ter sempre à mão o número do veterinário, para o caso da situação se complicar.
  • Responsabilidade dos filhotes: Deve saber que você e o outro dono do Bull Terrier são os responsáveis pela vida dos filhotes. Não pode rejeitá-los, abandoná-los ou vendê-los, também não os deve oferecer a alguém que não vai cuidar deles de forma adequada. Existem milhões de Bull Terrier Inglês abandonados em todo o mundo, não faça com que um dos seus filhotes possa acabar assim.
  • Cuidados dos filhotes: Como lhe explicamos a mãe Bull Terrier Inglês nem sempre vai cuidar bem dos seus descendentes. De fato, é bem provável que tenha que se responsabilizar por todos os cuidados que os filhotes recém-nascidos precisam. Acordar pela madrugada, limpá-los e alimentá-los com frequência vão ser alguma das suas tarefas. Não as cumprir pode resultar na morte dos filhotes.
Quantos filhotes pode ter um Bull Terrier Inglês - Fatores que deve ter em conta

Se deseja ler mais artigos parecidos a Quantos filhotes pode ter um Bull Terrier Inglês, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Gestação.

Escrever comentário sobre Quantos filhotes pode ter um Bull Terrier Inglês

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Quantos filhotes pode ter um Bull Terrier Inglês
1 de 4
Quantos filhotes pode ter um Bull Terrier Inglês

Voltar ao topo da página