Partilhar

Bull Terrier Inglês

Bull Terrier Inglês

O bull terrier inglês é uma raça conhecida pelo formato único da sua cabeça e pelas pequenas orelhas com formato triangular. Existem duas variantes desta raça: o bull terrier e o bull terrier miniatura. Foi criado na Grã-Bretanha como cachorro de show e luta por James Hinks. É conhecido como o cavaleiro branco.

Se está considerando adotar um filhote ou adulto desta raça, é importante que se informe bem sobre a sua personalidade, as suas características físicas e a educação que necessita para ser adestrado corretamente. O bull terrier inglês é um cachorro fantástico em muitos sentidos. Saiba tudo nesta página de raça do PeritoAnimal.

Origem
  • Europa
  • Reino Unido
Classificação FCI
  • Grupo III
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Recomendações
  • Focinheira
  • Arnês
Clima recomendado
Tipo de pelo

Características físicas do bull terrier inglês

É um cachorro forte e musculoso, geralmente de cor branco, mas também pode ser preto, avermelhado ou tigrado. O seu pelo é curto e liso e, por isso, não necessita de uma escovagem excessiva. O formato ovalado da sua cabeça, as orelhas e os olhos em formato triangular conferem um aspeto completamente único e diferente das outras raças. Não existem muitas diferenças físicas entre os diferentes sexos, exceto que os machos são mais robustos perante uma ligeira finura das fêmeas.

Personalidade do bull terrier inglês

O bull terrier inglês tem uma personalidade equilibrada e afetuosa com pessoas quando é educado de forma correta. São cachorros fiéis por natureza e muito afetuosos. São extremamente corajosos pois possuem um forte sentido protetor de quem gostam, mas isso não significa que sejam agressivos, de todo. Por ser um cachorro considerado potencialmente perigoso, o uso de uma focinheira e trela em espaços públicos é necessário. É importante que o cachorro se acostume à focinheira passo a passo, para que não sinta que está sendo castigado quando tem de o usar.

Embora não haja motivo para acontecer nada, especialmente se o cachorro foi socializado de forma correta, é recomendado supervisionar sempre as suas brincadeiras com crianças que não saibam como se relacionar com um cachorro. Um puxão de orelhas pode levar a um grunhido, por isso eduque os seus filhos para que saibam se relacionar com ele.

Por vezes podem ser um pouco teimosos quando metem algo na cabeça e, por isso, deve trabalhar ativamente na sua educação. A castração é altamente recomendada para conseguir um cão adulto estável. Esta raça, fortemente ligada aos seus donos, sofre muito com a solidão. Se não tem tempo para dedicar ao cachorro e a todas as suas necessidades, evite a todo o custo adotar um cachorro com estas características. É um excelente cão de guarda que avisa sempre da chegada de alguém a sua casa.

O bull terrier é um cachorro carinhoso que não terá qualquer problema em socializar com os mais pequenos lá de casa. É um cachorro brincalhão e paciente mas possui muita corpulência física e uma grande mandíbula. Por isso, evite que ele brinque com crianças demasiado pequenas ou que os trate de forma pouco adequada. Não se trata de um cachorro agressivo quando é educado de forma correta, mas em alguns momentos pode machucar as crianças sem querer, brincando de forma demasiado excitada. Recomendamos que vigie as brincadeiras até as crianças aprender como devem interagir com ele.

Quanto ao contacto com outros cachorros, deve saber que podem se tornar reativos se não forem educados corretamente ou se forem instigados a agredir. É muito importante entender que a educação deve ser muito importante para um cachorro de características físicas voluptuosas como o bull terrier. O grande vínculo que assumem dentro da família tende a ser demasiado protetor. Se educar o seu cachorro de forma correta, não terá problemas em relacioná-lo com outros cachorros, pets, crianças ou adultos.

Doenças do bull terrier inglês

As doenças mais comuns do bull terrier são: surdez, luxação patelar, problemas renais, problemas de coração e problemas cutâneos. São sensíveis à picada de insetos e, por isso, devem estar protegidos de forma adequada.

Recomendamos que verifique a saúde do seu bull terrier de forma regular para garantir que não sofre de nenhum problema cutâneo e esticar as suas articulações com cuidado para se certificar que se mexe bem. Através de caminhadas ativas, a sua musculatura é exercitada mas isso não significa que deva forçar o cachorro. Exercício excessivo pode provocar problemas relacionados com as articulações. Consulte o veterinário regularmente: a casa seis meses, por exemplo, e sempre que verifique algum problema.

Cuidados do bull terrier inglês

Possui uma pelagem fácil de cuidar e manter, dessa forma basta ser escovado de vez em quando para ficar manter o pelo perfeito. No inverno, deve ser providenciado algum tipo de abrigo pois o seu pelo curto favorece tremores e desconforto físico. Por ser um cachorro muito ativo, devemos garantir que tem passeios longos e completos que incluem o exercício físico que o cachorro necessitar. O exercício intenso deve ser controlado nas fases de juventude e velhice para evitar os problemas anteriormente mencionados, problemas musculares ou de crescimento.

Tendem a comer em excesso se o tutor deixar, pelo que deve estar informado sobre a dosagem correta da comida de lhe oferece, devendo sempre ser de alta qualidade. Não esqueça que uma boa ração não só se reflete na felicidade do cachorro, como também na sua saúde, pelagem e bem estar.

Adestramento e educação do bull terrier inglês

É comum ver os bull terrier a morder tudo o que encontram, seja as suas mãos, os móveis ou os objetos do lar. Por isso, desde filhotes que devem aprender como morder, utilizando mordedores e brinquedos diversos até encontrar o perfeito para ele. O kong preto, por ser muito resistente, é perfeito para a sua poderosa mandíbula.

O passo seguinte na sua educação será inciar a socialização do filhote, um processo em deve ensiná-lo a relacionar-se com outros cachorros, pessoas e objetos. Este passo é fundamental para que, no futuro, desfrutemos de um adulto sociável com todo o tipo de seres vivos e sem medos de bicicletas ou carros, por exemplo. Tudo o que possa ser ensinado nessa fase será benéfico para o futuro.

O passo seguinte é iniciar o adestramento. Para isso, dedique uns 10 ou 15 minutos diários para praticar ordens básicas. Não se trata de ensinar truques divertidos, mas sim indicações que ajudem a manter a sua segurança. Sentar, ficar quieto ou vir podem evitar um atropelamento, por exemplo. Muitas pessoas não sabem a importância que o adestramento tem.

Além da sua segurança, praticar comandos usando o reforço positivo é a forma perfeita de fortalecer a nossa relação com o cachorro e aprender a comunicar com ele. Por fim, acrescentamos que não é benéfico punir ou usar agressividade contra o cachorro, independentemente da raça. Embora muitas pessoas não tenham conhecimento, o estresse e ansiedade resultantes das punições dos cachorros são muito contra-produtivos para o seu bem-estar.

Curiosidades

  • Um Bull Terrier nega-se a abandonar o corpo morto do seu tutor. Nos Estados Unidos, a polícia é alertada pelo aparecimento de um cadáver. Ao chegar ao local, encontram um Bull que se negava a separar do corpo do que tinha sido, até então, o seu tutor. Conseguiu manter o corpo a 38 º C durante dias, quase prestes a morrer também por desidratação. Assim que conseguiram separá-los, o cão foi parar a um refúgio de animais, pois o seu tutor era um sem-abrigo. A história correu o mundo e foram encontrados familiares vivos do tutor que se responsabilizaram por ele.

Fotos de Bull Terrier Inglês

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Bull Terrier Inglês

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Bull Terrier Inglês

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?
1 comentário
A sua avaliação:
Carlos
Excelente raça !

Bull Terrier Inglês
1 de 8
Bull Terrier Inglês

Voltar ao topo da página