Partilhar

Quanto tempo vive um gato com câncer?

 
Por Anne Caroline Gonçalves, Jornalista. Atualizado: 31 julho 2018
Quanto tempo vive um gato com câncer?

Ver fichas de  Gatos

O câncer é um mal que pode acometer não só os seres humanos, como os bichos também. Mesmo sendo mais comum em cães, os gatos também podem desenvolver a doença e, quando isso acontece, os tumores costumam ser mais agressivos.

Nós, como tutores, temos a responsabilidade de estar sempre de olho, levando os nossos companheiros ao veterinário regularmente para garantir que não há nada de errado.

É difícil saber quanto tempo vive um gato com câncer, pois isso varia de acordo com a idade do animal, com a rapidez do diagnóstico e, também, depende do tipo de tumor e do local em que se encontra. Entretanto, nesse artigo do PeritoAnimal, mostramos alguns sintomas e tipos mais comuns de tumores para que você fique ligado.

Também lhe pode interessar: Quanto tempo vive um gato?

Sintomas de tumores em gatos

Assim como outras espécies, os gatos são presas fáceis na natureza e, por isso, tem um instinto próprio de disfarçar doenças ou alguma dor que os incomode. Precisamos sempre estar atentos, levando nossos bichanos ao veterinário com certa frequência para exames de rotina, assim, as chances de um problema sério aparecer de repente se tornam menores.

Entretanto, existem alguns sinais que podem ser observados na maioria dos casos:

  • Caroços ou inchaços externos: normalmente, essa região fica dolorida e o animal não deixará você apalpar ou mexer. Se perceber que ele se sente incomodado com uma parte específica do corpo ou se você notar alguma elevação, leve-o ao médico.
  • Mudanças comportamentais: caso o seu animal esteja se recusando a comer, esteja perdendo peso muito rápido e mude seu comportamento, querendo ficar mais sozinho do que o normal ou tornando-se arisco, pode ser que algo não esteja bem em seu organismo. Em alguns casos, também é possível notar dificuldade para respirar.
  • Sinais na pele: se notar alguma área da pele do animal mais vermelha do que de costume, sangrando ou com algum tipo de pus e secreção, fique atento.
  • Mudanças na urina e nas fezes: cheiros fortes ou ácidos, além de mudança na frequência com que seu bichano vai ao banheiro, quase sempre indicam que algo não está bem.
  • Vômitos e diarreia: esses sintomas costumam aparecer em casos de linfoma gastrointestinais. Se você notar episódios frequentes de pelo menos um destes fatores, procure um médico veterinário para checar.

Câncer de pele em gatos

O câncer de pele em gatos aparece como o segundo tipo mais comum, ficando atrás apenas da leucemia. Esses tumores são mais comuns em felinos de pelagem branca e, no caso dos animais que tenham cores pigmentadas, costuma se desenvolver em áreas com pouco pelo ou com menos cor.

Gatos siameses e de pelagem preta são os menos propensos a desenvolver este tipo de câncer, entretanto, todo cuidado é pouco! Seja qual for o seu caso, não deixe de levar o seu bichano ao veterinário e esteja sempre atento a qualquer mudança na pelagem do animal, ainda mais se ocorrer fora de época.

Existem vários tipos de câncer de pele em gatos, sendo o carcinoma cutâneo o mais comum entre eles. No geral, os sintomas que o animal apresenta são os mesmos para todos os casos e incluem:

  • vermelhidão ou manchas rosadas pela pele
  • manchas escamosas ou secas, deixando a pele ressecada
  • coceira em áreas isoladas e específicas da pele
  • úlceras ou feridas que aparecem sem motivos aparentes (como batidas ou brigas)
  • lesões que não cicatrizam e permanecem abertas

Nos casos de carcinoma, os tumores costumam aparecer em áreas que tenham maior exposição ao sol, como a cabeça ou o dorso do animal. Não é comum que haja metástase, mas, se perceber alguma mancha diferente no seu animal, leve-o ao veterinário para que possa ser diagnosticado e tratado, assim, ganhando mais tempo de vida.

Em casos de melanoma, as manchas podem variar para tons mais escuros e amarronzados por toda a extensão do animal.

O câncer de pele pode levar meses ou até mesmo anos para apresentar seus primeiros sinais externos, por isso, é muito importante controlar a exposição do seu bichano a luz solar. Prefira o horário em que o sol nasce ou se põe, pois, os raios são mais fracos. Caso seu animalzinho seja daqueles que adoram tirar um cochilo na janela, o protetor solar pode ajudar.

Tumores em gatos idosos

Caso você tenha um gatinho de idade avançada em casa, redobre seus cuidados! Os tumores em gatos idosos acontecem com maior frequência, pois o corpo começa a ficar debilitado com o tempo, assim como as células e o funcionamento do organismo.

Mantenha consultas regulares com um veterinário de sua confiança, fazendo um check-up no seu felino para ter certeza de que tudo está bem. Se o câncer é descoberto logo no início, mesmo com a idade avançada do seu companheiro, existem possibilidades eficazes de tratamento que podem lhe garantir a cura e uma vida prolongada e feliz.

No caso dos gatos idosos, os tipos de câncer mais comum são o linfoma, o câncer de pele e o de mama. Por isso, se você tiver uma fêmea em casa, é sempre bom castra-la ainda quando jovem, diminuindo os riscos de desenvolver tumores mais para frente.

Se você desconfia que o seu gato possa ter câncer, leia o nosso artigo completo sobre câncer em gatos - tipos, sintomas e tratamento.

Caroço no dorso do gato

Se você notou uma protuberância estranha, como um caroço no dorso do seu gato, mantenha a calma. Nem sempre esse tipo de íngua é caracterizada como tumor e, por isso, é importante levar o bichano ao médico para a realização de exames, assim você terá um diagnóstico e saberá o que fazer para ajudar o seu companheiro.

Caso o caroço no dorso do gato realmente seja um câncer, o médico irá fazer exames para descobrir qual o seu tipo e, assim, encontrar o melhor tratamento. Entre os tipos mais comuns de tumores no dorso está o lipoma. Esse tipo de caroço aparece quando o animal tem muita gordura e essas células crescem rapidamente, gerando tumores.

É muito difícil caracterizar um câncer no dorso do gato a partir de outros sintomas, pois eles variam de acordo com o tipo e a localização do nódulo. Tumores na coluna, por exemplo, são caracterizados pelo desconforto do animal e pelo alto nível de dor.

Já em casos de tumores na medula espinhal ou na lombar, sintomas como a elevação da região e a atrofia muscular são mais comuns. Por isso, é muito importante levar o seu gato ao médico para saber exatamente o que está acontecendo no corpo dele.

A partir disso, o veterinário irá escolher o melhor tratamento, o que incluí quimioterapia, radioterapia, remédios via oral para a dor ou cirurgias. Você também pode levar o seu gatinho para sessões de acupuntura, ajudando a diminuir a dor. Nessas horas, o importante é que o animal tenha todo o cuidado que podemos fornecer e sinta-se amado.

Aqui no PeritoAnimal nós não temos como realizar diagnósticos. Este artigo é apenas informativo e, caso você tenha notado algum desses sinais no seu gato, leve-o imediatamente ao médico veterinário para que tenha um tratamento adequado.

Quanto tempo vive um gato com câncer? - Caroço no dorso do gato

Esperança de vida de um gato com câncer

Como já referimos no artigo, o tempo que um gato vive com câncer é muito variável. Se for um câncer muito maligno e não for detectado a tempo, o gato pode viver apenas algumas semanas. Por outro lado, existem alguns tipos de câncer que se forem detectador a tempo têm uma boa taxa de sucesso com tratamento e o seu gato pode se curar e viver durante muitos anos saudável e feliz.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Quanto tempo vive um gato com câncer?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre Quanto tempo vive um gato com câncer?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Quanto tempo vive um gato com câncer?
1 de 2
Quanto tempo vive um gato com câncer?

Voltar ao topo da página